Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Mariana Mello vai nadar do Leme ao Pontal

Mariana Mello atleta da natação de longas distâncias Atleta da natação de maratonas de longa distância Mariana Mello

 

A atleta da natação de maratons de longa distância Mariana Mello aceitou o desafio.
Vai nadar a Travessia do Leme ao Pontal, 35 km de muita adrenalina, num percurso perigoso, reservado aos grandes nadadores de águas abertas.

Mariana em sua página do Face deu a notícia : – Acabamos de receber e-mail da LPSA, assinado pelo recordista da travessia do canal da mancha, Adherbal Treidler de Oliveira
:Re: Inscrição Travessia do Leme ao Pontal

secretary@swimlpsa.com.b

Estamos realizando a pré reserva para o período de 10 a 16 de maio de
2017, semana de lua cheia, como solicitado, para a nadadora Mariana
Mello.
At.,
Adherbal de Oliveira
Secretário da LPSA

Dezembro 3, 2016 Posted by | esportes, eventos esportivos, jornalismo, natação, social | , , , | Deixe um comentário

“A Cura da Terra” de Eliane Potiguara está na Feira Internacional do Livro de Guadalajara

(La Curación de la Tierra)

O editor Gil Vieira Sales da Editora do Brasil está em Guadalajara, na maior Feira Literária da América Latina.

A escritora Eliane Potiguara em sua página do Facebook, publicou fotos no evento e falou de sua alegria por estar participando deste grande evento literário: “Publiquei com a Editora do Brasil o meu livro atualíssimo "A Cura da Terra . Que alegria e honra vê-lo nesta Feira. Meu livro está na primeira prateleira.”

“Nós, da equipe do Noticiário RJ desejamos Sucesso, para esta grande guerreira da literatura brasileira.

Parabéns Eliane por mais esta realização.” Jornalista Rosely Pellegrino, editora deste blog de notícias.

Dezembro 1, 2016 Posted by | Feiras e Eventos, jornalismo, literatura | , , | Deixe um comentário

Surgimento da Rádio Rebelde – Resposta à Manipulação da Mídia de Massa.

Artigo de Maria Goreth Nagime

Maria Goretti Nagine 90 anos de Fidel“Neste ano tive a grande honra de ser convidada a escrever para um livro histórico pelos 90 anos de Fidel, com artigos de autores de todo o mundo. Honra ainda maior por ter sido um projeto de Marília Guimarães e por assinar junto ao maior jurista brasileiro, Juarez Tavares. Esta honra não cabe no meu coração. Hoje reli meu primeiro rascunho do artigo do livro e resolvi postar. Espero que gostem.” Maria Goreth Nagine

90 Surgimento da Rádio Rebelde

Cada ser humano vítima de abuso ou exploração reflete em sua força e sensibilidade os incidentes que sofreu. A cicatriz e a resistência são beleza e motivo de orgulho. Da mesma forma, um país vítima de abuso e exploração tem sua beleza maior em sua história de resistência.

No “Território de Cuba Livre da Sierra Maestra”, em 1958, surgiu a Rádio Rebelde. Era um sistema próprio de rádio-difusão dos guerrilheiros.

A mídia convencional chamava as tropas de Fidel Castro de “bandidos insignificantes” e alardeava falsas vitórias do exército oficial sobre as forças rebeldes. Os cubanos não se identificavam ideologicamente e não acreditavam nas falsas notícias. Então simplesmente viravam o dial de seus rádios para sintonizar a Rádio Rebelde e terem informações sem censura.

Quase sessenta anos se passaram e a estrutura da mídia convencional é semelhante. A serviço do capital, a mídia de massa divide os países e líderes mundiais entre amigos e inimigos. Os amigos da mídia são os amigos das elites, das desigualdades, dos setores historicamente privilegiados. Setores que só pensam em sua rentabilidade e não no futuro da sociedade.

Os inimigos da mídia são os grandes líderes com a mensagem de não-submissão. Líderes que se justificam ao emancipar e dar poder a seus seguidores. Os governantes que se identificam com os governados.

“Como um seguidor de Martí, penso que chegou a hora de assumir os próprios direitos, não de pedi-los; conquista-los, não implorar por eles. De tais viagens, ou não se tem retorno, ou se retorna com a tirania decapitada aos pés.” Assim disse Fidel pouco antes da revolução vitoriosa. Um novo tempo chegava depois dos tantos anos de submissão em que os Estados Unidos frequentemente enviavam tropas para reprimir revoltas e assegurar lealdade cubana aos interesses norte-americanos. Também controlavam Cuba diretamente, através de seus representantes, o que incluiu reconhecer Batista – que atendia aos interesses norte-americanos – como presidente legítimo após um Golpe.

Depois da vitória, a importância de continuar a tradição anticolonialista de Jose Martí atravessou fronteiras. Cuba foi transformada em uma oferta de esperança aos revolucionários e Fidel foi reconhecido como porta-voz. Em um discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, Che Guevara ofereceu o apoio de Cuba para as lutas de libertação do Terceiro Mundo.

Surgiu uma nova onda de representantes de esquerda na América do Sul, impulsionados pelos movimentos sociais. A política predatória dos Estados Unidos desencadeou ali também a resistência: era necessário recuperar a autonomia e os recursos naturais. E essas representações latinas se tornaram uma ameaça tão grande ao sistema quanto Fidel Castro.

Mas as antigas oligarquias defendem seus privilégios. Sua principal arma novamente é a manipulação produzida pela mídia de massa.

Milhões são gastos todos os dias em programas em que a mídia criminaliza a luta contra o neoliberalismo, colonialismo e imperialismo. Ficam claros os duplos padrões políticos quanto a conceitos de Democracia e Direitos Humanos dependendo dos interesses em explorar petróleo, terras e recursos naturais do país de que se fala. Quanto mais resistente em entregar os recursos, pior se fala da administração do país. O objetivo da imprensa é a alienação do cidadão. E muitas vezes as mentiras prevalecem até serem desmentidas pela História.

Na Venezuela, após um Golpe de Estado, os golpistas agradeceram publicamente à imprensa pela ajuda no Golpe. No Equador, quando o presidente foi perguntado sobre o que acha de a imprensa dos Estados Unidos tratá-lo como inimigo, respondeu: “Conhecendo a imprensa Norte-Americana, eu estaria mais preocupado se falassem bem de mim”.

A manipulação interessa aos setores que não tem como prioridade o bem estar de todos os humanos. Querem a permanência das diferenças sociais porque lhes favorecem. Mas de forma curiosa e paralela, contrariando todos os altíssimos investimentos em manipulação, uma nova forma de pensamento, pautada na igualdade social, surgiu e disseminou-se na América Latina.

Na Bolívia, Equador, Venezuela, Paraguai e Brasil toda a mídia de massa foi completamente hostil aos candidatos simpáticos ao ideal de libertação de Simon Bolívar. Mesmo assim os candidatos à esquerda venceram as eleições presidenciais. Tudo indica que não há como parar o ideal revolucionário. “Tentaram nos enterrar, mas não sabiam que éramos sementes”.

Fidel Castro é reconhecido como precursor. Em um encontro de líderes do hemisfério em Trinidad, por exemplo, a maioria dos sul-americanos recusou-se a assinar qualquer documento na ausência de Cuba. A mídia de massa, é claro, não viu com bons olhos. De nada adianta. A cultura de não-submissão cresce cada vez mais a cada dia, como se cada cidadão estivesse em Cuba em 1958, incrédulo com a manipulação da imprensa, trocando o dial de seu rádio para ouvir a Rádio Rebelde.

Novembro 30, 2016 Posted by | cultura, jornalismo, literatura | , , | Deixe um comentário

Está chegando mais uma edição da Feira Estadual da Reforma Agrária Cícero Guedes

Feira Estadual da Reforma Agrária 5 a 7 de dezembro 2016      
A feira acontecerá entre os dias 5,6 e 7 de dezembro no Largo da Carioca. O histórico largo vai receber mais uma edição da nossa feira, que é de todos os cariocas, pois a Feira da Reforma Agrária Cícero Guedes foi declarada Patrimônio de interesse cultural pelo município do Rio de Janeiro, LEI 59.999/2015!!!.
Este ano, a feira apresentará varias surpresas para público, uma delas será a lona da culinária da terra "sabores e saberes", alimentos sadios e saudáveis da reforma agraria popular também uma rica programação cultural!!!
Em breve mais informações, pedimos para todos colaborar na divulgação do evento.

Novembro 28, 2016 Posted by | jornalismo, culinária, Lazer, cultura, Feiras e Eventos, Agricultura | , | Deixe um comentário

Maricá: Jubileu de Ouro da capela de Nossa Senhora das Graças em Ponta Negra

Fonte: Maricá Conte uma História

Ontem, domingo dia 27 de novembro de 2016, a comunidade de Ponta Negra foi agraciada com um momento ímpar. Em plena Praça pública foi exibido um documentário em comemoração ao Jubileu de Ouro da capela e ao centenário de nascimento do Capital José Caetano de Oliveira, seu fundador.

 

O documentário foi produzido pelo neto do Capitão, Eduardo Brantes, e emocionou a todos presentes.
Também se encontra à venda na capela o livro escrito pelo Capitão "Onde e quando encontrei Deus".
A família do Capitão estava presente.

 

https://www.facebook.com/maricaconteumahistoria/videos/pcb.1401946936512563/1401946273179296/?type=3&theater assista aqui momentos do Jubileu de Ouro da Capela de Nossa Senhora das Graças em Ponta Negra, Maricá RJ

Um pouco da história em fotos:

 

 

Novembro 28, 2016 Posted by | jornalismo, turismo, religioso, Maricá | | Deixe um comentário

Diretório Estadual do PT-RJ apoia Lula para presidente do PT

Em moção aprovada no dia 27 de novembro, PT do Rio de Janeiro pede que Lula  lidere a realização de um amplo processo de reorganização partidária

PT 1 PT 2

Diante da necessidade profunda de reorganização do PT e de reinseri-los cada dia mais no seio do povo brasileiro, em especial dos milhões e milhões de beneficiados pelas políticas redistributivas e afirmativas de nossos governos, o PT do Rio de Janeiro faz um apelo para que o Presidente Lula assuma a presidência nacional nacional do partido e lidere a realização de um amplo processo de reorganização partidária para que o PT se afirme cada vez mais como partido popular, socialista, militante e de esquerda, presente no cotidiano da vida do povo brasileiro.

PT 10PT 9PT 3 PT 5 

 PT 6 PT 4

 PT8 PT 11

Novembro 28, 2016 Posted by | jornalismo, política, PT, PT RJ | , , | Deixe um comentário

Jornalistas conquistam a primeira vitória na preservação da casa de Maysa Monjardim em Maricá

A belíssima e exótica construção em Cordeirinho foi o refúgio de Maysa Monjardim

DSCN0891 Após encontro dos mais renomados jornalistas de Maricá (Rosely Pellegrino, Pery Salgado, Paulo Celestino e Gilson Barcellos), juntamente com a coordenadora Cultural da Secretaria Municipal de Cultura de Maricá Claudia Schulz, na quinta feira 17 de novembro na residência de Maysa Monjardim, foi constatada a agressão imobiliária que o patrimônio da Cultura de Maricá e do Brasil está sofrendo com construções irregulares em uma de suas laterais, tirando a privacidade da casa onde era o refúgio do ícone da nossa MPB – Maysa Monjardim, estes resolveram se unir e "compraram" a briga do filho de Maysa, o diretor de tv, Jayme Monjardim, que declarou ao jornalista Paulo Celestino (seu amigo pessoal), que estava triste e desmotivado e por este motivo não vinha mais à Maricá para curtir a casa onde passou sua adolescência, devido ao descaso da atual prefeitura em tentar preservar este patrimônio da cultura nacional.

A casa está preservada, está linda, é de uma beleza de construção exótica, diferente do que vemos pela orla das cidades brasileiras, além de ter um jardim belíssimo e móveis que foram usados por Maysa no seu refúgio de vida. A parte da família Monjardim está muito bem feita e preservada por dedicados funcionários que trabalham e mantém o local.

O problema, é que numa das laterais, onde o prefeito Washington Siqueira, o Quaquá, garantiu que seria construída uma praça, até hoje, isso não aconteceu e em parte deste terreno de esquina das ruas Santa Sofia (antiga 89), com avenida Maysa Monjardim (antiga RJ 102) no bairro de Cordeirinho, algumas construções começaram a ser feitas.

Nossa reportagem esteve no local e verificou que o prédio que hoje tira a privacidade da casa de Maysa Monjardim e que degrada visualmente o local, é de propriedade da irmã do vereador Bidi.

DSCN0796DSCN0794

DSCN0861

Jornalistas estiveram no local e abraçaram a causa de preservação do patrimônio cultural do município

Na tarde da segunda feira 21 de novembro, após a sessão da Câmara, os jornalistas Paulo Celestino (Gazeta) e Pery Salgado (Barão de Inohan), estiveram com o vereador Bidi, explicaram a situação e após relatos do vereador também explicando o que aconteceu no local, conseguiram do vereador a promessa de que em muito breve, serão levantadas três paredes na parte traseira do prédio (que dá visão direta para casa de Maysa) com tijolos vazados de máxima inclinação, sem tirar a ventilação necessária aos atuais habitantes do prédio, mas devolvendo de imediato a privacidade à casa de Maysa Monjardim.

Sobre a praça, o jornalista Paulo Celestino ficou responsável de falar diretamente com o prefeito de Maricá, para ver quais os procedimentos que poderão ser adotados para que a parte não construída do terreno, vire efetivamente uma praça, compondo com o conjunto arquitetônico da casa de Maysa Monjardim.

O vereador Bidi se comprometeu em construir o mais breve possível paredes com tijolos vazados de máximo inclinação para dar privacidade a casa de Maysa Monjardim.

Novembro 22, 2016 Posted by | jornalismo, denuncia, cultura, Maricá, Urbanização, projeto cultural | , | Deixe um comentário

Orquidário Maricaense irá realizar grande Exposição de Orquídeas e plantas ornamentais no início de dezembro em Maricá

O berço do Orquidário Imperial é a cidade de Maricá, no Estado do Rio de Janeiro

arte

Originalmente adotamos o nome de Orquidário Maricaense em função de nossa primeira área de produção estar sediada nesta cidade.

Maricá é circundada por grandes municípios: Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Saquarema. Todas, cidades muito populosas que acessam Maricá por intermédio de boas rodovias, desfrutando assim de um amplo complexo lagunar, praias e também opções campestres.

E este é o momento e esta é a hora! O Orquidário Imperial, em parceria com a Secretaria Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia e com a Prefeitura de Maricá, organizam mais uma Exposição & Venda de Orquídeas e plantas ornamentais.

A Exposição acontecerá nos dias 02 a 04 de Dezembro de 2016, na praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no centro. A praça principal da cidade, onde também se encontra a Casa de Cultura e a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo.

Convidamos a todos os clientes e amigos para este evento, que promete uma grade de oficinas de cultivo de Orquídeas, Cactos e Suculentas, Rosas do Deserto e muito mais! E tudo isso gratuitamente!

Divulgaremos os dias e os horários das oficinas diretamente em nossa pagina no Facebook. Ainda não nos adicionou? É só procurar por Orquidário Imperial! https://www.facebook.com/orquidarioimperial

Venha e traga toda a sua família! Prometemos uma grande festa!

Além de Orquídeas e Bromélias, o visitante poderá adquirir cactos & suculentas, bonsais, temperos, rosas do deserto, e plantas ornamentais em geral. Material de cultivo e atenção especial são garantidos.

E quem está longe, não deixe de acompanhar todas as nossas novidades diretamente em nosso site em www.orquidarioimperial.com

Se você lendo esta mensagem em alguma rede social e quer receber todos os nossos emails com informações, dicas de cultivo, divulgação de exposições e promoções exclusivas, não deixe de se cadastrar com apenas dois cliques no seguinte link:

https://business.facebook.com/orquidari…/…/175978879231314/…

Novembro 22, 2016 Posted by | cultura, Exposições, jornalismo, Lazer, Maricá, oficinas culturais, projeto cultural, social, turismo | , , | Deixe um comentário

Alerj retira de pauta projetos que acabam com órgãos e autarquias

Servidores já se reúnem em frente ao Palácio Tiradentes Servidores já se reúnem em frente ao Palácio Tiradentes Foto: Nelson Lima Neto / Extra

por Nelson Lima Neto

Em uma reunião na manhã desta terça-feira, os líderes de partidos definiram que todos os projetos de extinção de órgãos e autarquias não serão discutidos na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), mas devolvidos para o governo estadual. A justificativa é que o governo deveria ter encaminhado as propostas como Emendas à Constituição Estadual, não como projetos de lei.

Sendo assim, o fim do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (IASERJ), Instituto Estadual dos Engenheiros e Arquitetos, Fundação Leão XIII e Instituto de Previdência do estado do Rio de Janeiro (IPERJ), Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj), Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio (Cederj) não serão discutidos na Casa.

Novembro 22, 2016 Posted by | jornalismo, Legislativo | | Deixe um comentário

Palestras, exposições, homenagens, oficinas e filmes, no primeiro dia em comemoração ao Mês da Consciência Negra em Maricá

Mês da Consciência Negra 

Com uma programação recheada de atividades, as comemorações do Mês da Consciência Negra tiveram início na manhã de hoje (18/11), no Cinema Público Municipal Henfil, Centro. Palestras, debates, exposições da cultura afro, oficinas e exibição de um documentário "Cais do Valongo – Sangra da Terra" que mostra a descoberta de valongos onde viviam negros, que estavam escondidos no centro do Rio e foram redescobertos com as obras do Porto Maravilha. Ah, a programação está distribuída em dois dias. Hoje, sexta-feira, e domingo (20/11). O evento, organizado pela Secretaria Adjunta de Direitos Humanos, através da Coordenadora de Diversidade Racial, tem participação de estudantes e entidades do movimento negro da cidade.

DSCN0990DSCN0993

 

Na programação: exposição de fotos e artes plásticas, oficina de grafite, de tranças e turbantes, palestras e contação de histórias, entre outras ações. A abertura oficial aconteceu com a presença de autoridades, alunos da rede publica e defensores da causa.

DSCN1044DSCN1041

Destaque para a palestra “A herança africana de Maricá”, proferida pela historiadora Renata Gama.

DSCN1076

Na sequência, será feita oficina de língua Banto, mostrando a influência no português falado no Brasil e às 11h30 começam as mesas de palestras:
Lei 10.639, com Sandra Gurgel; Anemia Falciforme, com Marton e Luciane Vieira.
– Liberdade Religiosa – Basta de Intolerância Religiosa, com o pastor Oliver Goiano e a Ialorixá Rosinha de Oxum.

– Mulher Negra – Carolina Rocha

– Genocídio da Juventude Negra – Marcelo Monteiro

– A influência Africana na nossa culinária

DSCN0964DSCN0966

DSCN0967DSCN0968

DSCN0969DSCN0970

DSCN0971

DSCN1072DSCN0972

DSCN1047DSCN1049

DSCN1066DSCN0974

DSCN0977DSCN1000

DSCN1001DSCN0980

DSCN0984DSCN1081

DSCN0992DSCN1006

DSCN1007DSCN1017

DSCN1022DSCN1027

DSCN1003DSCN1006

DSCN1009DSCN1047

DSCN1074DSCN1075

Na parte da tarde será feita, a partir de 13h, uma homenagem aos que contribuíram para engrandecer a imagem do negro e da cultura afro brasileira em Maricá, seguida de feijoada com roda de samba e de apresentação de danças afro e percussão por parte de alunos de escolas municipais. Das 17h às 22h será a vez das atividades culturais, com capoeira, roda de rima hip-hop e de uma apresentação do projeto Sala Cult com o tema “Sou negro, soul Brasil”; com a Banda de Gigoga & Amigos da Cultura, da Escola de Samba União de Maricá e de um Baile Black. No domingo (20/11), a programação começa às 16h e vai até às 20h, com exposição de fotos e artes plásticas de negros e negras de Maricá, além de filme com debate (exibição do documentário); “Cais do Valongo Sangra da Terra”, do diretor Wavá de Carvalho).

Novembro 18, 2016 Posted by | direitos humanos, jornalismo, Maricá, social | | Deixe um comentário