Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

MULHERES DO PT COMEMORAM O 08 DE MARÇO COM DEBATE SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Crédito das fotos: Revista Maricá Já

Texto: Carine Monnerat

dia da mulher 002 dia da mulher 022

Aconteceu no domingo, 08 de março, na ONG FelizCidade, em Araçatiba, uma comemoração pelo Dia Internacional da Mulher. O evento realizado pelo Grupo das Mulheres do PT de Maricá, com o apoio de alguns amigos e empresários de Maricá, priorizou o tema sobre o combate à Violência contra a Mulher.

O encontro aberto com Mirene Alves, teve como palestrantes a presidente do PT de Maricá, Ione Siqueira; a jornalista e psicóloga, coordenadora do Grupo de Mulheres do PT e primeira dama do município, Rosangela Zeidan; a subsecretária de apoio à mulher no governo municipal, Luciana Piredda e o subsecretário de sexualidade e psicólogo, Paulo Maurício, ambos da Secretaria de Ação Social.

“O número de ocorrências de violência doméstica contra a mulher em nosso município é alarmante. Precisamos alertar nosso município para essa questão e lutarmos por um atendimento mais especializado em nossa delegacia. Precisamos orientar essas mulheres, que muitas vezes não sabem a quem recorrer”, diz Zeidan, primeira dama de nosso município e coordenadora do grupo de mulheres. “Precisamos entender que ódio é esse que inspira tanta violência em pais, maridos, namorados, tios, padrastos e irmãos a agredir psicologicamente, verbalmente e fisicamente mulheres de sua convivência.”, completa ela.

foto mulheres PT  04 foto mulheres PT  05

 

foto mulheres PT  03  foto mulheres PT  02

O encontro das mulheres do PT de Maricá traz uma reflexão importante nesse dia comemorativo da mulher, que é o 08 de Março. Faz refletir sobre o fato socialmente aceito dessa ordem perpetuada no chavão de que “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, precisa ser questionada e aprofundada.

A subsecretária de Governo de apoio às mulheres, Luciana Piredda, apresentou a programação de atividades que serão realizada pela prefeitura em Marica. A comemoração após os debates prosseguiu com sorteios de brindes e uma apresentação do Grupo Lacraia’s Produções com o espetáculo “Dona Dengosa”. Ronaldo Valentim encerrou a festa cantando vários sucessos da MPB em homenagem às mulheres como “Maria Maria” de Milton Nascimento, “Canto das Três Raças”, grande sucesso gravado por Clara Nunes e “Já fui Mulher Eu sei”, de Chico César.

O evento teve o apoio de alguns empresários de Maricá, como o Supermercado Estrela do Sul, Sacolão do Pontim, Sacolão do Luiz e Revista Maricá Já.

Anúncios

Março 10, 2009 Posted by | campanha social, educacão, jornalismo, shows e eventos | Deixe um comentário

Maysa e Jayme Monjardim são homenageados em Maricá na casa de Darcy Ribeiro, uma obra de Oscar Niemeyer

Crédito das Fotos e do Texto:  Rosely Pellegrino

Durante evento realizado pela Prefeitura de Maricá, secretaria de Cultura e a Câmara Municipal, realizado no dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, Maysa e Jayme Monjardim são homenageados em Maricá, na Casa de Darcy Ribeiro uma Obra de Oscar Niemeyer.

  DSC08676 DSC08714

DSC08718 DSC08688  

Casa de Darcy Ribeiro, durante o evento foi realizada uma exposição de fotos e poesias da cantora Maysa do acervo de seu filho, Jayme Monjardim, organizada pela Secretaria Municipal de Cultura

DSC08713 DSC08755

DSC08757 DSC08764

O evento

DSC08690

Jayme e sua esposa a cantora Tânia Mara

DSC08705  A primeira dama, Zeidan e seu esposo e prefeito de Maricá, Washington Quaquá, o secretário Municipal de Cultura, Sady Bianchin, Andréia e seu esposo e presidente da Câmara Municipal de Maricá, Luciano Rangel Junior, com sua filha Vitória e o casal Jayme Monjardim e Tânia Mara.

Jayme Monjardim compareceu acompanhado de sua esposa, a cantora Tânia Mara, e assistiu a inauguração da Avenida Maysa, que liga a Barra a Ponta Negra, passando por Corderiinho, onde a cantora Maysa, mãe de Jayme Monjardim construiu a casa que chamava de “meu paraíso”. Jayme foi homenageado com um Título de Congratulações e Aplausos, por indicação do presidente da Câmara Municipal, Luciano Rangel Junior, que ficou muito feliz por renomear a avenida que em 1977, seu pai Luciano Rangel, havia nomeado com o mesmo nome enquanto estava prefeito do Município, mas que havia se perdido com o passar dos tempos, e somou a homenagem entregando esta honrosa moção ao diretor Jayme Monjardim, pelo maravilhoso trabalho realizado na minissérie, que agora em abril ou maio será lançado em DVD e logo após passar por estudos poderá ser também transformada em filme, enaltecendo e elevando ainda mais o Município de Maricá turisticamente.

DSC08810DSC08816

O presidente da Câmara Municipal de Maricá, Luciano Rangel Junior agradeceu a presença de Jayme e de sua esposa Tânia Mara, Luciano entregou a Jayme uma Moção de Aplausos e Congratulações pelo maravilhoso trabalho realizado na missérie “Maysa, quando fala o coração”

DSC08823DSC08821 

DSC08834DSC08840

O prefeito de Maricá Washington Quaquá falou da importância deste resgate histórico e cultural para o nosso Município

 DSC08848

O vereador e presidente da Câmara Municipal, Luciano Rangel  Junior entregou a Jayme, também uma homenagem pós morte, a cantora, Maysa Monjardim

Quanto ao filme, Jayme Monjardim informou que “ Lançado o livro e produzido o DVD, agora a sessão cinematografica está a cargo de Daniel Resende que é um grande montador. Ele pegou toda esta minissérie e está fazendo uma avaliação de como ficaria esta minissérião de como ficaria e a versão para o cinema. O que eu quero dizer é que não haverá filmagem e sim uma remontagem da missérie para o cinema, mas isto ainda deve demorar um pouquinho”.

Já no primeiro capítulo a minissérie "Maysa – Quando Fala o Coração", de Manoel Carlos, alcançou 30 pontos audiência, com 43% de participação, segundo informou a TV Globo, foram 6 pontos. Cada ponto equivale a aproximadamente 60 mil televisores ligados durante a estreia, isso só na Grande São Paulo. Maysa foi uma das personalidades de maior sucesso nos 60. Além do seu gênio forte e talento inquestionável, a minissérie mostrou mais do que sua carreira: o lado mulher da cantora, mãe de Jayme Monjardim, diretor da trama.

DSC08677DSC08680

O reencontro de amigos de longa data, jornalista Paulo Celestino e Jayme Monjardim

DSC08684 DSC08687 

Na foto, Jayme após ler a matéria sobre sua vinda em Maricá, em 1977, mostra no Jornal Gazeta, a reportagem feita por seu querido e estimado amigo de longa data, o jornalista Paulo Celestino. Matéria esta que deu início ao resgate histórico das homenagens prestadas a Maysa. Na foto a jornalista e Assessora de Imprensa da Câmara Municipal, Rosely Pellegrino, editora deste blog, o casal Tânia Mara e Jayme Monjardim e o jornalista Paulo Celestino.

Rosely Pellegrino entrevista Jayme Monjardim

DSC08692

Você vai levar a minissérie e logo divulgar Maricá para o mundo através deste trabalho?

Jayme: A minissérie foi uma das mais bem aceitas no exterior e está alçando grande sucesso, foi agora para Las Vegas, e talvez venha a ser uma das mais vendidas.

O que você está achando de estar aqui hoje?

“Estar aqui esta noite numa casa projetada e construída por Niemeyer para Darcy Ribeiro e juntar a Maysa com tudo isto, tinha que colocar isto em algum lugar mesmo, acho que isto é um presente, não para mim, mas para todo mundo que está envolvido nisto. Acho que esta iniciativa da prefeitura muito boa de fazer daqui um núcleo cultural, acho super importante, juntar Darcy Ribeiro, Maysa e Neimeyer, acho que para começar, pôxa, é um charme”.

Porque Maricá? Juntar Maysa, com Niemeyer e com Darcy Ribeiro, como é que você faz este link?

Jayme: São pessoas que fazem parte da história do Brasil. Eu acho que o Darcy Ribeiro, foi um homem com todos os adjetivos possíveis, o Oscar com esta sabedoria de linhas ele fazer esta casa redonda, em forma de onda na praia de Maricá, é um presente. Já ao mesmo tempo você ter Maysa que cantou as emoções, acho que tudo isto juntou musica, traços e a política, isto tudo é muito prazeroso. Eu acho que Maricá merece isto há muitos anos. Eu acho que Maricá vem precisando de uma atitude cultural de partir para este lado, tantas pessoas viveram e passaram por Maricá, se identificam com Maricá. Maricá é fonte de inspiração para tanta gente que eu acho que está na hora de se fazer um ninho protetor, para estas pessoas e para estes nomes.

E como está Maricá hoje? Você acha que ainda ficou um pedacinho da Maysa por aqui?

Jayme: Isto eu sempre fiz questão de preservar. A casa hoje está 100% reformada. Tem certas coisa na vida que sempre levam um tempo. O Tempo é grande Senhor de Tudo, mas eu acho que estas coisas são imortais. A presença da Maysa em Maricá, e das pessoas que fizeram a história de Maricá. Elas sempre vão estar presentes. Ninguém tira de Maricá isto. O que a gente tem por obrigação  é preservar, é cultuar, é fazer por merecer o que estas pessoas fizeram por esta cidade.

DSC08668DSC08670

DSC08672 fotos da casa de Maysa em Corderiinho

Estes segundos globais da Maysa falando de Maricá na missérie, elevaram enormente o patamar turístico de Maricá.

Jayme: Mas é verdade, a minha mãe sempre foi muito feliz aqui , ela morou muitos anos aqui. Eu sei o que ela sentiu aqui e o que a gente tem que fazer é proteger tudo isto. Só que tem este processo de tempo mesmo, tomara que agora o prefeito leve em frente este projeto cultural bacana, Maricá merece isto e eu já disse, que se precisarem podem contar comigo.

Este projeto foi aprovado pelo povo, o povo reconhece este valor e isto é o mais legal.

Jayme: O poder público tem esta obrigação cultural. Nosso país é muito carente de memória, e acho que tudo isto é muito importante. Sempre que tem uma iniciativa de fazer isto, as pessoas acolhem, ninguém foge deste tipo de colaboração de agir. O que falta as vezes em nossos país é atitude. Quando se toma uma atitude ai a coisa funciona. Maricá tomou uma atitude. Agora vamos fazer parte para manter isto.

Você acha que este é um novo recomeço para Maricá?

Jayme: Eu acho que Maricá precisa renascer. Eu acho que ela tem força para isto, tem beleza para isto e tem gente para isto. As pessoas de Maricá são sempre diferentes daquelas que “chegaram em Maricá”, então eu tenho um ditado de Dom Helder Câmara que diz: Quando muitos sonham junto uma nova realidade passa a acontecer. Eu acho que se todos tem um sonho para Maricá tenho certeza que vai ser legal.

DSC08693

Quais são os seus próximos trabalhos?

Jayme: Eu estou fazendo agora a próxima novela da oito e temos uma reedição da minissérie para fazer filme e tem o lançamento do DVD daqui a 30 dias.

E o lançamento deste DVD onde vai ser?

Eu fazer uma no Rio, depois em São Paulo e se bobear eu faço uma para a gente fazer aqui em Maricá, o lançamento do DVD da Maysa, ai trazemos todo pessoal do video show. No mais estou assumindo os programas do Renato Aragão, Didi e os especiais todos. Tem muito trabalho. A próxima novela se chama Viver a Vida e estréia na terceira semana de setembro.

A minissérie foi baseada na realidade?

Jayme: Sempre deixamos muito claro que a minissérie era uma obra aberta inspirada na realidade. Foi uma obra do Maneco. A gente Não queria fazer uma coisa cronológica por que nos tinhamos 9 capítulos para contar uma hostória que poderia se estender até por 20 capítulos, então alma da Maysa estava lá, mas é claro que algumas situações são fictícias, inspiradas na realidade, toma obra verdadeira também tem um pouco de ficção, e poderia ter acontecido daquela forma, a alma de como aconteceu tá lá.

O prefeito de Maricá Washington Quaquá disse durante o evento:

Acho que Maricá está renascendo ela teve seu período de gestão e maturação. Não tenham dúvida que a cidade vai mudar. Estamos no caminho certo e em quatro anos Maricá vai ser outra cidade. Esta casa de Darcy Ribeiro entregue em comodato para prefeitura será um centro cultural,  A avenida Maysa hoje inaugurada será um grande corredor cultural demarcando as casas das pessoas famosas que por aqui passaram.

O presidente da Câmara Municipal, Luciano Rangel Junior, declarou estar emocionado por estar fazendo parte do resgate da história de Maricá.

“Eu acho que esta iniciativa do prefeito é muito importante. Ele está resgatando a história de pessoas importantes que amavam Maricá. Meu pai sempre diz eles são mais maricaenses que nós que nascemos aqui, pois eles escolheram Maricá para viver. O prefeito está de parabéns por estar realizando tudo isto e a Câmara apoia esta iniciativa e estamos ao lado do executivo nesta iniciativa e atitude em resgatar a história. Tenho certeza que nos próximos quatro anos, Maricá será um novo Município e estará fortalecido em sua história.

flashes da festa:

DSC08855DSC08694

o casal Jayme e Tânia Mara, com secretários. Ao lado o secretário de Cultura Sady Bianchin, Jayme Monjardim e a jornalista Rosely Pellegrino

DSC08710

Nos jardins da Casa de Darcy Ribeiro, local de muita inspiração o diretor Jayme Monjardim falou sobre a forma que ele vê Maricá  tendo a atitude de preservar a memória do município. Começar um Núcleo cultural com Darcy ribeiro, Oscar Niemeyer e Maysa, é um charme que niguém tira de Maricá. Se propôs a ajudar e mais disse que se bobear, ele faz um dos lançamentos do DVD da minissérie Maysa, quando fala o coração, aqui em Maricá.

Jayme também falou da falta de respeito e de amor por Maricá que algumas pessoas nutrem, “pensando apenas em benefício próprio, algumas pessoas não conseguem  enxergar o todo, e as vezes enfeiam locais sagrados para o povo, como a casa paraíso de Maysa. Que é um marco, assim como a Casa de Darcy Ribeiro. Estes locais tem que estar bonitos e preservados também no seu entorno, é uma atração turística. É o retrato do município que vai para o mundo”.

DSC08734 

O artista plástico Osias, presenteou Jayme com uma de suas obras

DSC08747

Raul de Barros ao lado da cantora Mirene Alves e de sua esposa, feliz de estar na presença de Jayme Monjardim

DSC08748DSC08741 

No encontro com o cineasta que vive em Maricá , o guerreiro Lula, Jayme também recebeu um CD, com o dossiê sobre o trabalho que está sendo realizado em prol da Restinga de Maricá

DSC08749

Zola, responsável pela Comunicação da prefeitura, Zeidan, Quaquá, Lula, Jayme Monjardim, Tânia Mara, Vitória e seu pai Luciano Rangel Junior

DSC08682 DSC08753

Jayme e Tânia Mara atenderam ao pedido de fotos com fãs como Vitória Rangel

DSC08805 DSC08837

Sady Bianchin, secretário de Cultura, falou da importância do trabalho que está sendo preparado para o núcleo cultural que irá funcionar na Casa de Darcy Ribeiro

DSC08849 DSC08853

Encerrando o evento Tânia Mara e Jayme Monjardim, assistiram a apresentação do repertório Maysa, feita por Jo e Aldo

Março 10, 2009 Posted by | cultura, jornalismo, shows e eventos, social, turismo | 2 comentários