Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Julio Lopes reúne setor metalmecânico e concessionárias em busca de maior interação na luta pelo crescimento ferroviário no Estado

fotos_fabio_ferreira_ 010r

O secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, reuniu, na tarde do dia 23/7, as concessionárias que operam a maior parte das ferrovias do Estado do Rio, Supervia e FCA, com representantes de empresas fluminenses do setor metalmecânico para discutirem possibilidades de negócios. O secretário frisou a necessidade das concessionárias terem total conhecimento da cadeia produtiva e darem prioridade a estas empresas ao comprarem seus maquinários, o que pode se refletir em negócios vantajosos, tanto para o setor privado, como em benefício do Estado.
A reunião foi aberta com a exibição de um vídeo produzido pela Supervia, através do qual os participantes puderam ter conhecimento do tipo de serviço prestado à população. O presidente da empresa, Amim Murad, contou que atualmente a Supervia dispõe de 159 trens, sendo 36 com sistema de ar-condicionado. Segundo ele, além das 30 novas composições viabilizadas pelo secretário Julio Lopes,  que encontrou o menor preço em acordo com a China, e adquiridas assim, pelo Governo Estadual, para integrar o sistema, a concessionária planeja investir na modernização de mais 79 trens.
– Além deste importante investimento, a Supervia vai recuperar 79 veículos da frota. Para isso, serão aplicados R$ 215 milhões. Esta será, sem dúvidas, uma grande oportunidade de faturamento para a indústria fluminense. Hoje, nós compramos equipamentos como dormentes, cabos de cobre, rodas, sapatas de freios, em diversas regiões do país. Nos interessa muito a aproximação dos fornecedores, e a aplicação de recursos dentro do nosso próprio estado – explicou Amim Murad.
Cesar Moreira, presidente do Sindicato das Industrias Mecânicas e de Material Elétrico do Rio de Janeiro (Simme), afirmou que o Rio está apresentando um mercado bastante competitivo no campo metalmecânico. Para ele, a situação só está assim por conta do trabalho desempenhado pelo secretário Julio Lopes, junto ao secretário de Fazenda, Joaquim Levy, que resultou num decreto que prevê a redução da base de cálculo do ICMS para 12% sobre a saída interna de diversos tipos de mercadorias na área da indústria eletromecânica. Antes do decreto a margem era de 19%.

fotos_fabio_ferreira_ 035r

O representante da FCA – que faz parte do grupo Vale –, Leonardo Couto, contou que a concessionária gasta R$ 111,1 milhões por ano, só em equipamentos ferroviários. Ainda de acordo com Leonardo, a soma de todos os investimento da Vale no setor chegam a R$ 864 milhões anuais, porém, apenas 4,6 % do montante é destinado à compras no Rio de Janeiro, e é isso que o secretário Julio Lopes quer mudar, e nós também.
O secretário Julio Lopes contou que os investimentos no setor estão voltando a se intensificar no Rio de Janeiro. Um bom exemplo é a instalação da MRS na região do Paraíba do Sul, que abrirá ali a maior oficina ferroviária do Brasil até o final do ano. O secretário lembrou também da reforma de dezenas de trens de São Paulo, que será feita pela empresa fluminense Ttrans, localizada em Três Rios. Sem esquecer do projeto do Trem de Alta Velocidade, que ligará os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Para o secretário de Transportes é fundamental que os fornecedores se articulem para a implantação deste empreendimento.

Anúncios

Julho 27, 2009 - Posted by | jornalismo

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: