Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Julio Lopes vai assinar convênio para que o Trem da Mata Atlântica volte a ativa

Fotos: Fabio Correia

texto: Thais Martins e SECOM

O secretario estadual de Transportes, Julio Lopes, sempre teve a meta de reativar a linha férrea do estado, e na última sexta-feira, dia 28, mais um passo foi dado nessa direção. Uma runião na sede da prefeitura de Angra dos Reis, entre os prefeitos Tuca Jordão, da cidade, o de Rio Claro, Raul Machado, e o de Barra Mansa, José Renato, na sede da Prefeitura de Angra, para firmar um protocolo de intenções para que o “Trem Ecoturístico da Mata Atlântica”, volte a funcionar o quanto antes. O trem integraria uma das duas regiões de maior potencial turístico do Estado: a Costa Verde e o Vale do Café.

Inicialmente, o passeio será entre Angra e o distrito de Lídice, em Rio Claro, num total de 40 quilômetros de via. Mas o secretário Julio Lopes e os prefeitos envolvidos no projeto querem estender a ligação até Barra Mansa, para que os turistas poderem desfrutar novamente do charmoso passeio, cruzando a Serra do Mar até a região do Vale do Café.

Entre 1992 a 1996, um trem turístico fazia a mesma ligação. O passeio era um sucesso. O trem circulava com 95% dos lugares ocupados, transportando cerca de 150 mil turistas por ano. Com a privatização da rede ferroviária, a operação do trecho passou para a FCA, empresa do grupo Vale do Rio Doce, e a movimentação ficou restrita a cargas. A retomada da circulação do trem turístico depende ainda de negociações com a FCA, mas o secretário Julio Lopes aproveitou para relatar a boa intenção da FCA em assuntos como esse, tal qual aconteceu recentemente em Macaé, com o resgate da malha ferroviária dentro da cidade, através da implantação do metrô sobre trilhos, o VLT.

– Assim como fizemos para Macaé, estamos com uma equipe dedicada exclusivamente para o projeto do Trem da Mata Atlântica, e esta equipe se dedicará a cumprir as exigências da FCA para que o Trem volte a funcionar. Acreditamos no turismo como alavanca para a economia e desenvolvimento dos municípios envolvido e vizinhos. Além disso, nosso estado está na porta da Copa do Mundo e com boas perspectivas de sediar as Olimpíadas de 2016. Dois grandes eventos que vão trazer milhares de turistas para o estado. Temos que desenvolver outros roteiros além dos que já existem – disse o secretário Julio Lopes.

O prefeito Tuca Jordão defendeu a importância do Governo Estadual fomentar e apoiar o turismo regional. E agradeceu o empenho e dedicação da Secretaria Estadual de Transportes, que já desenvolveu a parte técnica do projeto.

– A viagem no Trem da Mata Atlântica vai proporcionar aos turistas conhecerem o que o Estado do Rio tem de mais rico: as maravilhas das praias e ilhas da Baía de Ilha Grande, a vegetação nativa que ainda temos de Mata Atlântica na região, a cultura e o lado histórico de todo o Vale do Café, com suas fazendas centenárias. Esse projeto é um golaço para o turismo do Rio. E mais uma vez, o apoio do secretário Julio Lopes tem sido fundamental – destacou o prefeito Tuca Jordão.

O encontro na sede da prefeitura foi organizado pela TurisAngra e, além de representantes das prefeituras envolvidas e de técnicos da Secretaria Estadual de Transportes e políticos locais, contou com a presença de integrantes do trade turístico das três cidades envolvidas no projeto. Os comerciantes, donos de restaurantes e de hotéis acreditam que o “Trem Ecoturístico da Mata Atlântica” dará novo impulso ao turismo regional, gerando novas oportunidades de negócios e atraindo ainda mais turistas para as cidades atendidas pela ferrovia.

O presidente da Serra Verde Express, Adonai Aires Arruda, também participou do encontro. A empresa, que é a maior operadora de trem turístico do Brasil, tem interesse em operar o trajeto. Além de um projeto operacional, o empresário apresentou propostas para aumentar o valor turístico do empreendimento, como a criação de pacotes com a rede hoteleira local, a venda de passagens associada a visitação das fazendas do Vale do Café ou aos passeios no litoral de Angra.

IMG_8452r

– Esse projeto é muito promissor, porque acontece numa região fantástica do Brasil, uma das mais bonitas, sem dúvidas. O trem turístico vai permitir que o turista que visite a região tenha mais opção de lazer, o que automaticamente aumentará o tempo de permanência dele, gerando mais receita para as cidades, circulando mais dinheiro entre o comércio – comentou Adonai.

O empresário sugeriu ainda que, para a operação do trem turístico começar logo, seja usada uma Litorina no trecho, que é um tipo de trem pequeno, com tração própria e capacidade para até 56 passageiros. Esse modelo é utilizado pela Serra Verde Express na ligação Curitiba-Morretes, um dos passeios mais procurados do Paraná.

O secretário Julio Lopes lembrou ainda que o projeto vai ao encontro dos planos dos governos estadual e federal de revitalização da malha ferroviária.

– Temos intenção de recuper boa parte da malha ferroviária do interior do Rio, mesmo cientes de que são investimentos muito vultosos. Neste caso, unidos com as prefeituras e o empresariado local será mais rápida e efetiva a recuperação, e execução do projeto. A reativação do Trem da Mata Atlântica, da forma que está sendo feita, tal qual o VLT de Macaé, deve servir como inspiração para outras regiões do estado. Prefeituras e Estado trabalhando juntos em pról do cidadão do Rio de Janeiro. Fico feliz por Angra estar comandando essa frente de recuperação das nossas ferrovias. Ainda temos muito o que fazer neste sentido – comentou Julio Lopes.IMG_8438r

Ao final do encontro, os prefeitos e o secretário de Transportes deixaram agenda para o dia 11 de setembro mais uma reunião, para assinatura de um protocolo de intenção entre todas as partes envolvidas no projeto.

IMG_8479r

Os prefeitos, Tuca Jordão,de Angra dos Reis, Du Altimari, de Rio Claro, José Renato Bruno Carvalho, de Barra Mansa, e o Secretário Estadual de Transporte do Estado do Rio de Janeiro, Julio Lopes.

Setembro 1, 2009 Posted by | jornalismo, transporte | Deixe um comentário