Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Julio Lopes e Federação de Ciclismo do Estado levaram 25 mil ciclistas de Niterói à Praia de Copacabana abrindo as comemorações ao Dia Mundial Sem Carro

Virou realidade o sonho antigo de Julio Lopes, secretário estadual de Transportes. O Estado do Rio de Janeiro realizou ontem, dia 20 de setembro, em homenagem ao Dia Mundial sem Carro, que acontece nesta terça-feira, dia 22, uma das maiores pedaladas da história do país. Cerca de 25 mil ciclistas cruzaram a Baía de Guanabara, por barcas, no passeio organizado pela Federação de Ciclismo do Estado do Rio com apoio total da Secretaria Estadual de Transportes, e da Barcas S/A, de Niterói à Praça XV, de onde sairam em pedalada até a Praia do Leme. Foi, definitivamente, um passeio ciclístico que fez história na cidade e estado.

IMG_9417_Creditos_fabio ferreira IMG_9219_creditos_fabio_ferreira IMG_9399_creditos_fabio_ferreira  IMG_9439_creditos_fabio_ferreira

Os ciclistas se concentraram, às 7h em frente à Concha Acústica de Niterói, e a bordo de quatro barcas, atravessaram a Praça XV e o Aterro do Flamengo chegando até a Praia do Leme, num trajeto de 15 quilômetros.

O passeio ciclístico “Um Dia Sem Carro” organizado pela Fecierj acontece há 21 anos em Niterói. Mas esta foi primeira vez que a iniciativa atravessou as águas da Baía de Guanabara até o Rio de Janeiro, com o objetivo conscientizar e incentivar a população a diminuir a utilização do automóvel e assim, amenizar a poluição, desafogar o trânsito e melhorar o bem-estar das pessoas.

Fernanda Keller,madrinha do evento,acompanhou o passeio de cima do trio elétrico que abriu caminho para os ciclistas, e estes estavam liderados pelos empolgados e equipados até com capacetes, Ministros do Meio Ambiente e Cidades, Carlos Minc e Marcio Fortes, e dos secretários estaduais de Transportes e Meio Ambiente, Julio Lopes, e Marilene Ramos.

– A bicicleta precisa passar a ser vista como um meio de locomoção para curtas distâncias. A difusão desse hábito é de grande importância, tanto em termos de preservação ecológica, como para a manutenção da saúde da população, mas principalmente como solução para o trânsito, cada dia mais complicado. Por isso, decidimos dar total apoio à iniciativa da Federação de Ciclismo – explica o secretário Julio Lopes.

IMG_9981_creditos_fabio_ferreira IMG_9855_creditos_fabio_ferreiraIMG_9849_creditos_fabio_ferreira    IMG_9487_creditos_fabio_ferreira IMG_9491_creditos_fabio_ferreira IMG_9532_creditos_fabio_ferreira IMG_9555_creditos_fabio_ferreira

Além de ciclistas amadores, amantes da bicicleta, o passeio contou com a participação de atletas profissionais e esportistas, como Paulo Villas Boas, que integrou a seleção brasileira de basquete. Para manter a organização, o evento contou com 100 pessoas de apoio, cordão de isolamento para a passagem dos ciclistas, caminhões de apoio para recolher e consertar as bicicletas com defeito, ambulâncias e ciclistas-médicos.

Surpreendeu ainda o grupo de profissionais que aderiu caracterizado, demonstrando que a idéia da bicicleta como meio de transporte só precisa de conscientização. Havia empresários de terno de gravata, enfermeiros, médicos, carteiros, e outros, prontos para ir trabalhar, de bike!

Para Claudio Santos, organizador do evento e um dos maiores incentivadores do uso de bicicletas, o passeio foi forma de alertar a população para os perigos do uso constante do carro.

– Em 2008 tivemos a participação de aproximadamente 15 mil ciclistas que se uniram nessa corrente. Este ano, graças ao belo trabalho do secretário Julio Lopes, e do programa Rio-Estado da Bicicleta, chegamos a um número entre 20 e 25 mil ciclistas, afirmou Claúdio.

Treze grupos de ciclistas, de diferentes localidades do Estado, aderiram ao passeio: Barreto, Ponto Sem Réis, Rio D’ouro e Itaipu; Rio Bonito, Cachoeiro de Macacu e Maricá; Catete, Flamengo e Laranjeiras; Ilha do Governador; Nova Iguaçu e Pilares.

O Dia Mundial Sem Carro foi idealizado na França, na década de 1990, e conquistou a adesão de cidades em diferentes países, com o passar dos anos. No Brasil, a adesão das cidades se faz ainda de forma tímida. Cidades como Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte e Niterói, saíram na frente no que concerne à conscientização da população e a sua mobilização.

IMG_9994_creditos_fabio_ferreiraIMG_9884_creditos_fabio_ferreira

“Como o secretário Julio Lopes, com que tenho orgulho de realizar várias pedaladas pelo interior do Estado, tenho a certeza de que provocamos uma reflexão sobre a quantidade desnecessária de automóveis nas cidades. Muitas pessoas saem de casa de carro, quando poderiam, facilmente, utilizarem o transporte público ou a bicicleta”, completa o presidente da Federação de Ciclismo, no encerramento do evento, após cerca de 6 horas de pedalada feliz!

Setembro 21, 2009 Posted by | educacão, esportes, jornalismo, meio ambiente, transporte | Deixe um comentário

Maricá sai na frente e realiza primeira apresentação “Os impactos do Pré-Sal nos municípios fluminenses”

Fotos: fotojornalista Rosely Pellegrino

Prefeitos e Secretários dos Municípios Fluminenses, beneficiados com o pré-sal, como Niterói, São Gonçalo. Saquarema, Maricá, Macaé e parlamentares e secretários de diversos municípios participaram nesta sexta-feira, 18 de setembro, no Colégio Cenecista, Centro de Maricá, do seminário sobre as implicações da exploração de petróleo na camada de pré-sal. 

A abertura do evento ficou por conta do prefeito Washington Quaquá e do secretário de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Petróleo, Aleksander Santos.

DSC09708DSC09715 DSC09719DSC09720

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, defendeu uma mudança nos critérios de aplicação, pelos municípios, dos royalties recebidos pela comercialização do petróleo. “Não podemos insistir nos erros cometidos pelos municípios da Bacia de Campos, onde foram desprezados investimentos na área social. O novo padrão deverá seguir um modelo voltado para o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida da população mais carente. Ele prometeu destinar 5% dos royalties para a empresa municipal de saneamento básico, 3% para a empresa municipal de transportes e 3% para a educação. O grande desafio desse dinheiro do petróleo é o equilíbrio social”, afirmou. O prefeito disse também que Maricá passará por profundas modificações em poucos anos.

DSC09747DSC09741 DSC09794DSC09780

O secretário de Desenvolvimento e Petróleo de Maricá, Aleksander Santos, disse que apesar de ser um tema aparentemente complexo, o pré-sal vai trazer grandes benefícios para o município. “Já estamos sendo procurados por várias empresas interessadas em investir na cidade”, disse o secretário. A primeira dama, Rosangela Zeidan, responsável pelos projetos sociais da prefeitura, convidou a sociedade a discutir a destinação dos recursos dos royalties e destacou a educação como o grande destaque entre as políticas públicas do governo Washington Quaquá.

DSC09802DSC09800DSC09823DSC09814

O tema da distribuição dos royalties foi o eixo do encontro, que teve como palestrante Francisco Dourado, diretor de Geologia do Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro e coordenador do Centro de Informações de Petróleo e Gás Natural, outro órgão estadual.

DSC09797DSC09843

Participaram do evento, também, o deputado federal Brizola Neto, um dos relatores do Pré-sal, o deputado estadual Rodrigo Neves, representante da Alerj no Conleste, a prefeita de Saquarema, Franciane Franciane Conceição Gago Motta, o prefeito de Macaé, Riverton Mussi, o vice-presidente da Câmara Municipal de Maricá, Helter Ferreira, os vereadores de Maricá, Fabiano Horta e Alberto da Maricaense, o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Ciências e Tecnologia de São Gonçalo, Evanildo Barreto, o Ecologista e subsecretário municipal de Projetos Especiais de Niterói, Gerhard Sardo, secretários municipais, imprensa, representantes da sociedade cívil organizada e representantes da Petrobras e de outros municípios da área do Conleste.

DSC09854DSC09857 DSC09859DSC09860DSC09861DSC09863DSC09739DSC09864

O Deputado Rodrigues Neves enfatizou que o pré-sal irá colocar o Brasil em outro patamar, pois em 10 anos estare os entre os 10 maiores produtores de petróleo do mundo. “PAC e o Pré-Sal~marcam um momento de grande relevância para o nosso País”.

Segundo Rodrigues Neves serão 100 bilhões de reais injetados no desenvolvimento. “Se o Comperj é importante para o Brasil, melhor ainda para o Estado do Rio de Janeiro”.

Finalizando seu discurso Rodrigo Neves alertou sobre a implementação de um Marco Regulatório, para haver uma lei que garanta a estabilidade jurídica reafirmando a necesidade dos prefeitos se unirem neste momento e juntos e fortalecidos, reafirmarem a defesa dos royalties.

DSC09849DSC09878 

Finalizando o seminário, o Professor de formação técnica em Petróleo e Gás, Adilson Pereira, despertou os presentes para a urgente necessidade da formação dos jovens aqui residentes, para que sejam eles a aproveitar a empregabilidade que irá surgir no muncípio 

Momentos especiais:

 DSC09833DSC09881

Leonel Brizola Neto recebeu do Relações Públicas do Fluminense Futebol Clube, Marcello Hollanda uma camisa do Clube. Ao lado, Evanildo Barreto, Secretário de Desenvolvimento de São Gonçalo, o Sub-secretário de Desenvolvimento de Maricá, Sérgio Ricardo e Marcelo Maceso Soares, Subeditor chefe do Jornal O Fluminense

DSC09888 Deputado Rodrigues Neves, Secretário de Desenvolvimento de Maricá, Aleksander Santos, primeira dama Rosângela Zeidan, prefeito Washington Quaquá e e o vice presidente da Câmara Municipal de Maricá Helter Ferreira.

DSC09884 Feijó, responsável pela ADL Agência de Desenvolvimento Local, Antônio da Secretaria de Desenvolvimento de Maricá, Marcelo Viana, Superintendente de Condomínios e o amigo Gêge Galindo

DSC09821 Jornalista Rosely Pellegrino, editora deste blog, Tenente PM Brito e o jornalista Paulo Celestino do Jornal Gazeta

DSC09817 Edson Freitas, Coordenador Ambiental, Jornalista Paulo Celestino, do Jornal Gazeta, Renato Onofre, jornalista do Jornal O Fluminense, Jornalista Rosely Pellegrino, editora desta blog, Jornalista Bete Santos, da Revista Encontros e o Jornalista Elmo Pedroso

DSC09810 Prefeita de Saquarema Franciane Motta e a Jornalista Rosely Pellegrino, responsável por este blog

Setembro 21, 2009 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Seminários | Deixe um comentário

“Maricá Está para Peixe” realiza conferência e incrementa o Mercado Produtor

Fotos: Ives Serpa

Pescadores de Maricá animam conferência

A participação efetiva de pescadores nos debates que marcaram a I Conferência Municipal da Pesca e da Aquicultura de Maricá, realizada quinta-feira, dia 17 de outubro, no Colégio Cenecista, foi o ponto alto da Semana da Pesca organizada pelo Ministério da Pesca e Aquicultura e pela Secretaria Municipal da Pesca e Aquicultura. O superintendente da Região Sudeste do Ministério, Jaime Tavares, representou o ministro Altemir Gregolin. Depois da conferência, durante animada festa no Mercado do Produtor, a primeira dama de Maricá, Rosangela Zeidan, destacou a importância da criação, pelo prefeito Washington Quaquá, da Secretaria da Pesca em Maricá. “Além de ser importante setor na cadeia econômica do município, a pesca gera inúmeros empregos e faz parte da cultura maricaense”, disse Zeidan.

O representante do ministro afirmou que o governo federal, que organizou a Semana da Pesca ao nível nacional, tem todo o interesse em ajudar Maricá a desenvolver sua indústria pesqueira. Já o secretário Joel Vieira lembrou a transformação, pelo presidente Lula, da Secretaria da Pesca em ministério como um sinal efetivo de que “chegou a vez da pesca no Brasil”. “Acho importante que os pescadores procurem se unir em associações, a fim de que tenham um instrumento de pressão mais efetivo na defesa de seus direitos”, disse. Aliás, o evento prestigiou também as merendeiras das escolas municipais, que participaram de um concurso para escolha do melhor prato preparado com pescado. A vencedora foi Maria Aparecida Pinto Lourenço, da Escola Cônego Batalha, de São José, com “Filé de peixe da mamãe”.

A mesa que dirigiu a conferência foi formada pelo secretário Joel Vieira, Oscar Mamolejo, representante da ONU Habitat, Milton Alves, técnico da Conab, Virgínia, pescadora, Glauco Barrado, técnico da Federação do Pescado do Estado do Rio de Janeiro (Feperj), e Marcelo Cunha, do Ibama.

No Mercado Produtor

DSC_0109 DSC06233

A Fundação Cultural de Maricá organizou junto com a Secretaria de Pesca, Aqüicultura, Agricultura e Pecuária, no Mercado Produtor, o fechamento da Semana do Peixe 2009. Com uma extensa programação, que foi desde a formação do corredor cultural: com a presença das tapeceiras do espraiado, o artesanato de Dona Benedita, dos artistas plásticos Ives Serpa, Andréa Cunha, Miguez, Di Branco, Meg Carvalho(dentre outros), até uma pequena exposição de fotos da Produtora New Cartoon e da Fotógrafa Laurecy Monteiro.

DSC06230 DSC06236 DSC06241 DSC06249 DSC06261 DSC06275 DSC06284

Com sardinhas oferecidas ao público , o corredor cultural fez homenagens aos vencedores dos concursos de redação  e de degustação, para pescadores e merendeiras. No jurado a presença do Secretário de Turismo de Maricá, Carlos Soares e a primeira dama Rosângela Zeidan.

A presidente da Fundação cultural de Maricá Andréa Moken, aproveitou o evento para apresentar o projeto cultural Maricaiçara, projeto que se propõe à identificação de um celeiro cultural, em prol à valorização da diversidade das tradições culturais da região e também suas produções culturais contemporâneas, vistas como estratégia de ampliação do calendário turístico-cultural e desenvolvimento social e econômico da cidade.O Mercado Produtor foi o local escolhido para agregar esse projeto (o evento do peixe foi um exemplo), e firmou a primeira parceria entre a Secretaria de Pesca e a Fundação, bem como propôs uma idéia para revitalizar o Mercado Produtor.

A noite terminou com a apresentação do Mímico Rogério Brum, representando o grupo de teatro DJOTA, que completa esse ano 25 anos,o músico Lupper e um grupo de forró que animou o restante da noite.


José Viana Filho

Setembro 21, 2009 Posted by | jornalismo, shows e eventos | Deixe um comentário