Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Garotinho empossou Felipe Auni presidente do PR em Maricá

O ex-governador Anthony Garotinho esteve na semana passada em Maricá quando deu posse ao novo diretório do Partido da República, presidido em nosso município pelo médico e pré-candidato a deputado estadual Felipe Auni.
   Sem afirmar que é candidato a governador em 2010, porque a nossa legislação eleitoral não permite, Garotinho falou para uma plateia de correligionários e lideranças políticas de outros partidos de Maricá, Saquarema e Rio Bonito, entre os quais o PDT, o PMDB, o PSB e o PHS. No início, o ex-governador falou sobre a nova estrutura do PR no Rio de Janeiro, elogiou Felipe Auni, a quem chamou de jovem dedicado à causa republicana, destacou a presença de alguns políticos na ocasião como o vice-prefeito Uilton Viana, o ex-prefeito de São Fidelis, Davi Loureiro, Dalton Borges, de Saquarema, Lucas Bravo, ex-presidente do Instituto Republicano e candidato a deputado estadual, estendendo-se em elogios ao deputado federal pastor Manoel Ferreira, que será o candidato do partido ao Senado. “Vamos fazer as maiores bancadas tanto para a Alerj como para a Câmara Federal em outubro do próximo ano”, afirmou Garotinho.

 DSC04893 DSC04913DSC04900DSC04898   DSC04914DSC04920  DSC04949

   METRALHADORA GIRATÓRIA

Na segunda parte de seu discurso, Garotinho apontou sua metralhadora giratória em direção ao governador Sérgio Cabral a quem chamou de traidor. “Deixei o PMDB pela porta da frente frustrado ao perceber que Cabral traiu todos os compromissos firmados com o povo. Não me restava outra opção pois não poderia conviver com a farsa”.
   Garotinho foi muito aplaudido quando disse que se porventura vier candidato a governador fato que só poderá ser confirmado a partir de 2010, um de seus primeiros atos quando chegar ao Palácio Guanabara será revogar a lei que atingiu o transporte alternativo, deixando milhares de pais de família desempregados. Se candidato, vou disputar uma eleição contra a máquina administrativa do Estado que compra todo mundo, mas não comprará a consciência do nosso povo”, disse.
 DSC05005  DSC05008

O ex-governador Garotinho conta com um grande trunfo em Maricá. Disse ele que, enquanto Cabral nesses três anos de governo não fez nenhuma obra em nosso município, Garotinho tem como comemorar ao apresentar um grande número de realizações – apontadas por Felipe Auni em seu discurso – destacando-se, sem dúvida, a duplicação da RJ-106, que custou R$ 100 milhões, a construção do prédio da Delegacia Legal, o projeto Curumim que beneficiava milhares de crianças, e muitos outros, lembrou.
   Em sua passagem rápida por Maricá, pois ainda iria cumprir um outro compromisso em Iguaba, ao lado de seu secretário Adroaldo Peixoto, Garotinho lamentou que o atual governador tenha acabado com o cheque-cidadão e ainda deixando 100 mil crianças sem leite. Disse mais uma vez que não estava em campanha eleitoral e reafirmou que quando sentiu que iria levar um golpe da panelinha que se formou no governo do estado tomou a decisão de sair. Por fim, o ex-governador denunciou que a atual administração estadual está alugando aparelhos de ar refrigerado para colocar nas escolas do estado. “São R$ 750 mil por mês e R$ 9 milhões por ano”, disse Garotinho concluindo que se vier candidato em 2010, uma vez eleito, vai governar para o povo e não para grupos”.
   Antes de Garotinho, o deputado Neilton Mulin e o presidente do diretório Felipe Auni usaram da palavra destacando, ambos, a grande arrancada que o PR dará em 2010.

DSC05025 DSC05041 

Garotinho disse que ele e Uilton Viana foram traídos poiticamente ao que o vice prefeito de Maricá Uilton Viana fez questão de dizer que Garotinho terá o seu apoio em Maricá, enfatizando que o passado ficou para traz e que muito trabalho os espera.

 DSC05049 Garotinho (C), e Neilton (D), com o membros do Diretório Municipal do PR em Maricá.

Dezembro 16, 2009 Posted by | jornalismo, política | Deixe um comentário