Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Maricá amplia recursos em Educação Inclusiva

Texto: Fernando Uchôa
Fotos: Paulo Polônio
DSC08341 DSC08346

A Secretaria Municipal de Educação de Maricá marcou mais um tento. As professoras Helen Azevedo e Mônica Rigó, respectivamente coordenadora e assessora de Educação Inclusiva visitaram Brasília, no dia 11 de agosto, para implementação do Centro de Atendimento em Educação Especializada (C.E.E.). O projeto visa atender alunos com deficiência incluídos na rede municipal de ensino, através do Atendimento em Educação Especializada (A.E.E.), que vem sendo adaptado gradativamente no município.

A transformação de Escola Especial para A.E.E. atenderá de forma descentralizada e inclusiva aos deficientes (físicos, mentais, auditivos, visuais) e autistas. Nas escolas cadastradas já foram instalados computadores com softwares adaptados a deficientes visuais, impressoras em braille, laptops, lupa eletrônica, jogos para deficientes auditivos, aparelhos de TV de plasma e DVDs.

Ampliação da rede

Até 2008, existiam em Maricá apenas duas unidades especializadas em Educação Especial: o SAREM, com atendimento clínico, e a E.M. Rinalda Rodrigues da Silva.

“Estamos ampliando o leque da Educação Inclusiva, que servirá um maior número de alunos maricaenses, em sua própria escola e comunidade. Creditamos o sucesso do projeto ao apoio do prefeito Washington Quaquá, do secretário Marcos Ribeiro e à iniciativa do subsecretário Luiz Cláudio Pontes. O trabalho da equipe de intermediadores também está sendo de grande valia. Estamos caminhando para uma Educação de ponta e cidadã”, disse a assessora Mônica Rigó, uma das elaboradoras do projeto.

O projeto de implantação dos Centros de A.E.Es., de âmbito federal, inclui verbas para construção de salas de recursos e equipamentos, que serão fornecidos de acordo com a demanda dos alunos, nas unidades. Parte desses equipamentos já foi instalada em algumas escolas municipais, como Maurício Antunes (Boqueirão), Marquês de Maricá (Itaipuaçú), Osdevaldo Marins e Mata Atlântica (Itaipuaçú), Antônio Lopes (Itapeba), Anicetto Elias (Inoã), Dirce Marins (Ponta Grossa).

Ampliação do atendimento

O projeto do C.E.E. prevê coordenação do atendimento à pessoas com deficiência na rede municipal de ensino, ao mesmo tempo em que amplia o leque da educação Inclusiva nas escolas. O município tem hoje 285 alunos matriculados com laudo médico-pedagógico, e outros 87 à espera do laudo. Onze escolas municipais já estão qualificadas, e seus professores capacitados. Outras escolas estão aguardando a chegada de equipamentos e recursos, para serem transformadas também em núcleos de A.E.E.

A capacitação dos professores está sendo realizada de acordo com a demanda, e os equipamentos instalados assim que chegam. De acordo com a assessora, cinco implementadoras ajudam a cadastrar as escolas.

“Estamos capacitando professores para o projeto. A Constituição determina que a educação é um direito inalienável e igual para todos. A mudança de paradigma inclui mentalidade, recursos, obras e capacitação para o novo modelo. Já fomos credenciados pelo MEC, que reconheceu o avanço de Maricá no setor, em apenas um ano e meio de trabalho. Estamos enviando também para Brasília, o Plano de Ações Articuladas (PAR), onde o C.E.E., figura como um dos eixosfocos. A idéia é que, a partir de 2011, consigamos transformar Maricá em um Pólo de Educação Inclusiva, que coordenará o trabalho de 15 municípios”, disse.

Anúncios

Agosto 25, 2010 - Posted by | Educação, jornalismo

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: