Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Lavagem da escadaria da Igreja Matriz de Nossa Senhora de Amparo, em Maricá, está marcada para dominigo

Igreja Católica de Maricá terá escadaria ‘lavada’ no domingo

DSC07707 Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo em Maricá/RJ (Foto: Rosely Pellegrino)

Maricá agora faz parte do roteiro de eventos dos cultos afro-brasileiros. Assim, com o apoio da Prefeitura da cidade, no próximo domingo, 16/01 instituições religiosas de matriz africana do município estarão reunidas a partir das 16h para a lavagem da escadaria da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, matriz católica localizada na Praça Orlando de Barros Pimentel.

O presidente da Fonte para Orientação Religiosa das Matrizes Africanas (FORMA), Liminha acredita que essa é uma vitória que marca a possibilidade que as religiões afro estão tendo de manifestar suas tradições.

“A exemplo do que acontece todo ano na Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador (BA), este evento se estende hoje a diversas cidades do país, acontecendo no dia do padroeiro de cada município. As religiões de matriz africana são importante fonte de pesquisa para a cultura brasileira”, definiu.

Anúncios

Janeiro 11, 2011 Posted by | Igreja Católica, jornalismo, religioso | Deixe um comentário

Secretaria de Turismo aguarda a chegada de 240 mil turistas em Maricá

Pensando na comodidade das pessoas e no acesso às praias, a Prefeitura de Maricá vai realizar obras de infraestrutura. Além disso, estão em andamento vários projetos para modernizar a orla, como a construção de um calçadão e de ciclovias.
De acordo com o secretário de Turismo, Wagner Medeiros cerca de 240 mil turistas são esperados na cidade nesse verão. Por isso, vários shows já estão sendo programados nos fins de semana para garantir a diversão, inclusive durante o carnaval.
“Maricá tem 46 quilômetros de costa e muitos locais maravilhosos para praticar esportes, como rapel, parapente e trilhas. As praias de Itaipuaçú, Barra de Maricá, Ponta Negra e Jaconé estão entre as mais belas do Brasil. Nós temos tudo que o turista necessita para se divertir.

Janeiro 11, 2011 Posted by | jornalismo, turismo | Deixe um comentário

Prefeito de Maricá recebe comandante do 12º BPM

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, recebeu hoje (10/01), juntamente com o secretário municipal de Segurança, coronel Jorge Braga, a visita do comandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel Paulo Henrique Moraes, ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

DSC01198 DSC01199

Acompanhado do major Heitor, subcomandante operacional do batalhão, e do comandante da 4ª Cia BPMERJ, tenente Toledo, o comandante Paulo Henrique deu entrevista para a imprensa local. Foram abordadas questões como o combate à escalada da violência  nos últimos meses., e a possibilidade da implantação de UPPs, batalhão ou companhia militar. O comandante foi enfático ao afirmar que cidades como Maricá, deverão ter um aumento de seu efetivo, apenas.
Efetivo poderá dobrar
"As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) têm a proposta não só de erradicar o tráfico, mas de transformar a estrutura social dos lugares onde se instala, oferecendo segurança e qualidade de vida aos seus moradores. Maricá, felizmente, não precisa de uma UPP. É uma cidade pacífica e ordeira, que pode ser controlada com uma certa facilidade, apesar da extensão de seu território. Assumi o comando há pouco tempo, e tenho que conhecer as demandas locais, mas temos realizado ações emergenciais junto à 4ª Cia, cujo comandante, Tenente Toledo, tem sido eficiente em seu trabalho. Estamos planejando novas estratégias para a região”, declarou o comandante.
O prefeito Washington Quaquá adiantou que o governador Sérgio Cabral está para assinar um decreto, onde os municípios poderão receber policiamento extra, desde que assumam a remuneração dos policiais. “O efetivo policial militar na cidade poderá dobrar, tão logo o decreto seja assinado”, concluiu o prefeito.
Texto: Fernando Uchôa
Foto: Paulo Polônio

Janeiro 11, 2011 Posted by | jornalismo, segurança pública | Deixe um comentário

Acidente Aéreo – Helicóptero cai em Maricá-RJ e deixa pilotos feridos

A queda de helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP),  deixou os pilotos Daniel Tavares Alencar e Geovani Kopt feridos no aeroporto de Maricá, no RJ

helicoptero Momento do resgate das vítimas do acidente do helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP), ocorrido em Maricá 11.01.2011 (foto: Paulo Polônio)

Os pilotos Daniel Tavares Alencar, 33, e Geovani Kopt, que não teve a idade divulgada, ficaram feridos após a queda um helicóptero, no início da tarde desta terça-feira, no aeroporto de Maricá, na região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Segundo o presidente da Escola de Pilotagem de Maricá, Alberto Cardoso, Daniel e Giovani são experientes e têm mais de mil horas de voo. “Eles iriam apenas fazer o voo que é exigido a cada 30 dias, para que não seja necessária outra autorização. O helicóptero é particular e os pilotos trabalham para o proprietário”, disse o presidente, revelando que este é o primeiro acidente no aeroporto nos últimos 22 anos.
Peritos da Polícia Civil e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estiveram no aeroporto para iniciar a avaliação sobre as possíveis causas do acidente. Os membros do órgão federal não quiseram dar declarações sobre o caso mas, sem fornecer maiores detalhes, os policiais informaram que os primeiros indícios apontam uma falha mecânica. Os laudos deverão estar prontos nas próximas semanas.

Segundo a prefeitura da cidade, os dois foram levados em um helicóptero dos bombeiros para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul da capital.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas. De acordo com a prefeitura, técnicos do aeroporto disseram acreditar que o helicóptero tenha passado por um fenômeno conhecido como ressonância, em que o vento puxa para baixo o aparelho.

De acordo com funcionários do aeroporto, os pilotos tentavam decolar e estavam a uma altura de cerca de três metros da pista no momento do acidente, por volta das 13h.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas –que sofreram cortes e queimaduras.

O helicóptero, modelo Schweizer (prefixo PT HGP), é de uma empresa particular. No momento da queda, o aparelho perdeu a hélice e ficou com parte da cabine (de dois lugares) destruída.

DSC05445 DSC05446 DSC05449 Perícia atuando no local colhendo dados sobre a causa do acidente aéreo que envolveu  o Helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP), que caiu no aeroporto de Maricá.  Fotos: Rosely Pellegrino

Janeiro 11, 2011 Posted by | acidente aéreo, jornalismo, Maricá, transporte | Deixe um comentário

Novo comandante do 12º BPM intensificará operações na região

O novo comandante da Polícia Militar em Niterói, tenente-coronel Paulo Henrique de Moraes, ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) tomou posse no dia 28 de dezembro, no 12º BPM, cerimônia na qual esteve presente o prefeito Washington Quaquá.

tenente coronel PM - Paulo Henrique Moraes

O comandante Paulo Henrique, que substituiu o tenente-coronel Rui França, há 11 meses no cargo e que foi para o 3º BPM (Méier), é niteroiense, tem 45 anos, 23 de Polícia Militar, e já fez parte do 12º BPM, por sete anos. Indagado sobre seus planos e metas, o comandante declarou que pretende realizar um trabalho com a comunidade, mas que Niterói é uma cidade que ainda não precisa de uma UPP. “Cada cidade tem um perfil diferente, e temos de aprender a lidar com as características de cada uma. Nosso trabalho será com a comunidade, mas Niterói ainda é uma cidade em que se pode entrar em todos os bairros”, frisou.

Questionado sobre Maricá, município cujo policiamento ostensivo cabe à

4ª Cia., subordinada ao 12º BPM, o comandante Paulo Henrique afirmou que pretende intensificar ações de policiamento no município, e, na medida do possível, aumentar seu efetivo. “Temos o propósito de estender o policiamento a pé, tanto em Niterói como em Maricá. Outro tipo de ação será o combate a roubos de patrimônio. No entanto, vamos analisar os relatórios e casos investigados até aqui, para termos uma diretriz do volume de ocorrências e podermos planejar nossas operações, de forma adequada às realidades locais”, disse.

Policiais Militares da 4ª Cia. de Maricá, de prontidão
Durante as operações das Forças Armadas nos complexos da Penha e do Alemão, em novembro, a 4ª Cia. (Maricá) do 12º BPM, comandada pelo tenente Toledo, esteve em alerta e realizou diversas operações com êxito, realizando buscas, capturando e entrando em confronto com criminosos escondidos em Maricá. Em uma dessas ações, dois bandidos foram mortos durante um tiroteio com policiais, e mais três foram presos, sendo dois deles, menores. “Recebemos uma denúncia anônima de que elementos suspeitos estariam em uma casa em São José de Imbassaí. Ao chegarmos, fomos recebidos à bala e respondemos ao fogo. Constatamos que os indivíduos não eram do Complexo do Alemão, mas estavam radicados há algum tempo em Maricá, e pretendiam aproveitar a onda de violência no Rio, para depredar e saquear. Outros casos foram resolvidos neste final de ano, como a detenção de dois elementos na localidade da Cocadinha, portando crack, sendo um deles menor. Maricá tem um território muito grande, com uma área rural extensa, com diversas entradas e saídas, o que facilita a ação de criminosos, e obriga a uma vigilância mais intensa por parte da polícia, o que já estamos fazendo. Nesse período, nossa tropa opera em plantão e até os que estão de folga, se juntam aos que estão na ativa, formando uma equipe unida. A parceria com a 82ª DP tem sido muito importante para o êxito de nosso trabalho”, afirmou.

Os telefones da 4ª Cia. BPMERJ, são: 2637-1285 e 2637-9190 (Maricá) e 2253-77 (estadual) e o 190 (emergência).


Postado por Jornal Gazeta no Jornal Gazeta – RJ em 1/11/2011 01:08:00 PM

Janeiro 11, 2011 Posted by | jornalismo, Polícia, segurança pública | Deixe um comentário