Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Novo comandante do 12º BPM intensificará operações na região

O novo comandante da Polícia Militar em Niterói, tenente-coronel Paulo Henrique de Moraes, ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) tomou posse no dia 28 de dezembro, no 12º BPM, cerimônia na qual esteve presente o prefeito Washington Quaquá.

tenente coronel PM - Paulo Henrique Moraes

O comandante Paulo Henrique, que substituiu o tenente-coronel Rui França, há 11 meses no cargo e que foi para o 3º BPM (Méier), é niteroiense, tem 45 anos, 23 de Polícia Militar, e já fez parte do 12º BPM, por sete anos. Indagado sobre seus planos e metas, o comandante declarou que pretende realizar um trabalho com a comunidade, mas que Niterói é uma cidade que ainda não precisa de uma UPP. “Cada cidade tem um perfil diferente, e temos de aprender a lidar com as características de cada uma. Nosso trabalho será com a comunidade, mas Niterói ainda é uma cidade em que se pode entrar em todos os bairros”, frisou.

Questionado sobre Maricá, município cujo policiamento ostensivo cabe à

4ª Cia., subordinada ao 12º BPM, o comandante Paulo Henrique afirmou que pretende intensificar ações de policiamento no município, e, na medida do possível, aumentar seu efetivo. “Temos o propósito de estender o policiamento a pé, tanto em Niterói como em Maricá. Outro tipo de ação será o combate a roubos de patrimônio. No entanto, vamos analisar os relatórios e casos investigados até aqui, para termos uma diretriz do volume de ocorrências e podermos planejar nossas operações, de forma adequada às realidades locais”, disse.

Policiais Militares da 4ª Cia. de Maricá, de prontidão
Durante as operações das Forças Armadas nos complexos da Penha e do Alemão, em novembro, a 4ª Cia. (Maricá) do 12º BPM, comandada pelo tenente Toledo, esteve em alerta e realizou diversas operações com êxito, realizando buscas, capturando e entrando em confronto com criminosos escondidos em Maricá. Em uma dessas ações, dois bandidos foram mortos durante um tiroteio com policiais, e mais três foram presos, sendo dois deles, menores. “Recebemos uma denúncia anônima de que elementos suspeitos estariam em uma casa em São José de Imbassaí. Ao chegarmos, fomos recebidos à bala e respondemos ao fogo. Constatamos que os indivíduos não eram do Complexo do Alemão, mas estavam radicados há algum tempo em Maricá, e pretendiam aproveitar a onda de violência no Rio, para depredar e saquear. Outros casos foram resolvidos neste final de ano, como a detenção de dois elementos na localidade da Cocadinha, portando crack, sendo um deles menor. Maricá tem um território muito grande, com uma área rural extensa, com diversas entradas e saídas, o que facilita a ação de criminosos, e obriga a uma vigilância mais intensa por parte da polícia, o que já estamos fazendo. Nesse período, nossa tropa opera em plantão e até os que estão de folga, se juntam aos que estão na ativa, formando uma equipe unida. A parceria com a 82ª DP tem sido muito importante para o êxito de nosso trabalho”, afirmou.

Os telefones da 4ª Cia. BPMERJ, são: 2637-1285 e 2637-9190 (Maricá) e 2253-77 (estadual) e o 190 (emergência).


Postado por Jornal Gazeta no Jornal Gazeta – RJ em 1/11/2011 01:08:00 PM

Janeiro 11, 2011 - Posted by | jornalismo, Polícia, segurança pública

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: