Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Arte brasileira na Alemanha

Texto: Katiuscia Czakaj

Em novembro de 2010 o Sr. Max Krieger – Secretário de Cultura de Eschweiler – Alemanha, convidou doze renomados artistas plásticos brasileiros para representarem o Brasil no Art Open http://www.artopen-eschweiler.de um dos maiores eventos artísticos que acontece a cada dois anos na Europa, o evento foi um sucesso e mais uma vez um grupo de artistas brasileiros foi convidado para representar o Brasil, dessa vez em Aachen-Alemanha.
Em 2011 para o evento organizado pela BBK Aachen / Euregio o Brasil é o País convidado. Foram selecionados doze artistas plásticos brasileiros para uma coletiva que terá abertura no dia 29 de Janeiro de 2011, com a presença, do embaixador Cézar Amaral / Cônsul geral do Brasil em Frankfurt am Main, a Dra. Margrethe Schmeer / Prefeita de Aachen, e Gotthardt Walter / vice-presidente da BBK Aachen / Euregio.
Na oportunidade será apresentado por Katiuscia Czakaj, o Romance “O Eu Esquecido” de autoria da escritora brasileira Cristina Deutsch.
Artistas plásticos convidados:
Iracy Carise
Simone Campos
Anna Guerra
Cipriano de Souza
Dan Mabe
Ilka Lemos
Kika Goldstein
Lia Thoma
Ricardo Penino
Lúcia Hinz
Cintia Rodriguez
Jean Carlo Miranda

Vernissage: Sábado 29/01/2011 às 18h30 min.
Exposição 29/01 à 19/03/2011
Horário de visitação: Diariamente de 12h00min as 20h00min
galerie@bbk-aachen.de
www.bbk-aachen.de

Ausstellung_III_BBK-Galerie_Aachen_Arkaden BBK-GALERIE-Aachen-Arkaden

Anúncios

Janeiro 21, 2011 Posted by | arte, Exposições, jornalismo | 1 Comentário

Quaquá envia projeto à Câmara para criar moeda própria em fevereiro

O prefeito Washington Quaquá quer implantar o mais rápido possível a “Mumbuca”, moeda social de Maricá, em notas de 20, 10, 5, 2, 1 e 0,50. Para isso, envia à Câmara Municipal Projeto de Lei sobre o tema no dia 15 de fevereiro, seguindo o exemplo de Silva Jardim que, desde novembro de 2010, possui moeda própria – a “Capivari”. 
“Essa ideia já estava no meu programa de governo que apresentei nas eleições. Ao implantá-la, cumpro mais uma promessa, seguindo a boa e exitosa experiência de Silva Jardim, onde o prefeito Marcelo Zelão, companheiro do PT a quem admiro muito, foi pioneiro no Rio ao instituir a ‘Capivari’”, comenta Quaquá.
O prefeito ressalta que diversas experiências de moedas comunitárias impulsionaram a economia local e solidária e que, em Maricá, não será diferente.
“Porque em vez de comprar em Niterói, Rio e outras cidades, o dinheiro vai ficar aqui, circulando na economia do município, gerando mais empregos e desenvolvendo a cidade. Acredito que, em dois ou três meses, os moradores vão correr para a nova moeda, porque oferecerá descontos. Pretendo, inclusive, fazer uma grande campanha esclarecendo os benefícios da ‘Mumbuca’”, diz o prefeito.
Quaquá informa que cada “Mumbuca” valerá 1 real. Mas acabará valendo mais, uma vez que o comércio que aderir à “Mumbuca” dará descontos a quem usar a moeda. “Vai ser uma revolução no comércio da cidade!” Afirma entusiasmado.
Além da moeda, o projeto prevê também a criação de um banco de cooperativismo e economia solidária.
“De início, vamos dar 50 mumbucas por mês a cada uma das cerca de 8 mil famílias do Cadastro Único Federal, ligado ao Bolsa Familia. Só aí serão  4 milhões de reais que irão circular no comercio local só esse ano. Vamos bombar a economia do município”, diz.
Também será dado um abono e incentivos produtivos em mumbucas aos servidores municipais. Já o Banco Mumbuca emprestará dinheiro para a formação de cooperativas e dará assessoria técnica ao empreendedor individual.
“Vai ser um sucesso!” Finaliza confiante. 

Secretaria Municipal de Comunicação Maricá

Janeiro 21, 2011 Posted by | jornalismo | Deixe um comentário

VI Exposição de Artes Plásticas no Espaço Cultural Genésio Lopes da Fontoura

A VI Exposição de Artes Plásticas coordenada pela Professora Selma Aquino, teve a sua vernissage realizada no Espaço Cultura Genésio Lopes da Fontoura no dia 6 de janeiro e as obras dos artistas ficarão em exposição para venda até o final do mes de Janeiro.

A noite foi um sucesso e o publico elogiou a qualidade das obras dos artistas: Adriana Menezes Meffe, Alair Ribeiro dos Passos, Alessandra Linhares, Aurísia Tucumam, Ane Guimarães, Cicília, Flavia Meneses Dias Reis, Giovana Linhares dos Santos, João Pedro Pinto das Neves, Josiani Maria Albuquerque Ciribeli, Jussara Sena R. Lemes, João Luiz de Sousa, Leci A. Rangel, Luiz Fernando, Larissa Oliveira Guimarães, Maria Camile E. da Costa, Monica Fonseca, Samuel Lucas C. C. Maciel, Thalita Favacho Monteiro, Thiago Linhares dos Santos e Vera Lucia Elizeu da Costa.

“Nossos atos presentes serão as marcas do nosso futuro. Portanto, depende apenas de nós mesmos o caminho que vamos seguir.” (Selma Aquino)

A anfitriã e responsável pelo Espaço Cultural, Maria Josefina da Fonseca, grande incentivadora da Cultura, recebeu todos com muito carinho e parabenizou a profesora e artista plástica premiada em várias exposições Selma Aquino, pela evolução técnica dos alunos, e pelo maravilhoso trabalho que a mesma vem realizando há anos em Maricá, semeando a arte em pessoas de todas as idades em seu atelier na cidade de Maricá. Assim como, também dirigiu aos artistas e alunos palavras de estimulo e incentivo colocando o espaço a disposição de todos.

Nas fotos de Rosely Pellegrino moments do evento:

DSC05091 DSC05098 DSC05101 DSC05103 DSC05106 DSC05116 DSC05132 DSC05120 DSC05121DSC05122 DSC05141DSC05143 

DSC05127DSC05130 DSC05136DSC05130DSC05171DSC05190

As obras:

Janeiro 21, 2011 Posted by | arte, cultura, Exposições, jornalismo, turismo | Deixe um comentário

OSTOMIZADOS DA REGIÃO SERRANA DO RIO PRECISAM DE AJUDA

clip_image002

A Associação dos Ostomizados do Centro-Norte Fluminense – AOCNF foi uma das vítimas da tragédia que se abateu sobre a Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. No endereço da AOCNF as águas da enchente chegaram a 1,5 metros de altura e destruíram tudo que havia pela frente. Os prejuízos materiais foram muitos, com perda do estoque de bolsas coletoras de fezes e urina, acessórios, móveis e equipamentos. Essa catástrofe deixou os ostomizados da região desamparados e, diante disso, precisamos reunir forças para ajudá-los a superar essa situação.
Consternados com a situação de todas as vítimas dessa tragédia, fazemos um apelo a todos os ostomizados brasileiros, seus parentes e amigos para que ajudem os nossos irmãos da Região Serrana do Rio de Janeiro, FAZENDO DOAÇÕES DE BOLSAS COLETORAS DE FEZES E PRINCIPALMENTE URINA, PASTAS ADAPTADORAS E OUTROS ACESSÓRIOS, para o endereço que segue:
RUA ANTONIO SOARES MACEDO, 103 – CENTRO.
NOVA FRIBURGO – RJ
CEP 28610-150
As doações podem ser feitas pelos CORREIOS, VIA ENCOMENDA NORMAL, SEDEX, etc. Os Correios estão chegando normalmente ao endereço acima.
Informações adicionais podem ser obtidas com o site Ostomizados e Cia, através do e-mail faleconosco@ostomizados.com ou em Friburgo com o Sr. RAPIZO pelo telefone (22) 2522-2407 begin_of_the_skype_highlighting              (22) 2522-2407      end_of_the_skype_highlighting.
NOTA: Aqueles que fizerem suas doações, se assim o desejarem, podem colocar um comentário nesse artigo informando o código de rastreamento dos Correios, fornecido na hora da remessa. Dessa forma, poderemos acompanhar o andamento das doações.
Texto original em http://www.ostomizadosecia.com/2011/01/ostomizados-da-regiao-serrana-do-rio.html#ixzz1BgBdf5pC
publicado no blog Ostomizados e Cia.

Janeiro 21, 2011 Posted by | campanha social, jornalismo, saúde, Vida | Deixe um comentário

“Maricá na Teia” forma artesãs

A Prefeitura de Maricá, através da Subsecretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, em convênio com o Governo Federal, está lançando o projeto “Maricá na Teia”, que tem como objetivo geração de renda para as mulheres.
O projeto oferece dois cursos de artesanato: o de tapeçaria, que será ministrado pelas tapeceiras do Espraiado (ex-alunas de Madeleine e Concessa Colaço, artistas internacionalmente conhecidas). E o de fibras vegetais, com fabricação doméstica de cintos, bolsas, chapéus, sandálias e outros artefatos. A aula inaugural será no dia 14 de fevereiro, às 17h, no Centro Poliesportivo Leonel de Moura Brizola, no bairro do Flamengo.
Inscrições
As inscrições estarão abertas até 31 de janeiro, no Centro de Referência da Mulher, à Rua Uirapurus, 50, Flamengo (entre o Mercado do Produtor e o Sarem).
Poderão se inscrever para os cursos, mulheres de 16 a 50 anos, moradores do Espraiado, Manoel Ribeiro, Vale da Figueira e Bananal (2º Distrito). São exigidos os documentos: uma foto 3 X 4, cópia do documento de identidade e cópia do comprovante de residência. A subsecretária municipal de Políticas para as Mulheres, Luciana Piredda, declarou que “os cursos têm como objetivo, através da qualificação profissional, gerar não só a renda, mas também auto-estima e autonomia das mulheres maricaenses”.
O projeto “Maricá na Teia” tem repasse de recursos da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres e co-realização das Secretarias Municipais de Educação (Cidade Educadora), de Cultura e de Turismo.
Texto: Fernando Uchôa

Janeiro 21, 2011 Posted by | arte, cursos, jornalismo, projeto social | Deixe um comentário

MPRJ: Sobe para 400 o número de desaparecidos na Região Serrana

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do trabalho realizado pelo Programa de Identificação de Vítimas (PIV), coordenado pelo Procurador de Justiça Rogério Scantamburlo e pelo Promotor de Justiça Pedro Borges Mourão, está constantemente consolidando listas de pessoas desaparecidas nos municípios da Região Serrana atingidos pela chuva na semana passada. As informações registradas por parentes e amigos são checadas com  dados de hospitais e IML. Na totalização finalizada por volta das 20 horas desta quinta-feira (20/01), chegou-se aos seguintes números de desaparecidos:
Teresópolis – 195
Nova Friburgo – 134Petrópolis – 32
Localidades não informadas – 31
Sumidouro – 4
Bom Jardim – 3
São José do Vale do Rio Preto – 1
Total – 400
A lista nominal pode ser consultada no site do MPRJ (www.mp.rj.gov.br). O PIV em Petrópolis está funcionando na Coordenação do Centro Regional, na Rua Marechal Deodoro 88, no Centro da cidade. O MPRJ também montou um posto de atendimento avançado na Sala do MP no Fórum do Distrito de Itaipava, na Estrada União Indústria s/nº, ao lado do Corpo de Bombeiros. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.
Em Teresópolis, o posto do PIV funciona na Praça Luís de Camões s/nº, Centro, e o de Friburgo, na Praça Demerval Barbosa s/nº, Centro.
O registro de desaparecimento de familiares ou conhecidos também pode ser feito por meio de formulário (https://piv.mp.rj.gov.br/piv/index.htm), disponível no site do MPRJ, ou pelos telefones (21) 2283-6466, 2283-6460, 2283-5674, 2283-6489 e 2283-6498.

Assessoria de Comunicação Social – MPRJ

Janeiro 21, 2011 Posted by | jornalismo, Pessoas desaparecidas | Deixe um comentário

Alexandre Neto é empossado secretário de Segurança de Maricá

  DSC05565Delegado Alexandre Neto e o prefeito de Maricá Washington Quaquá

O delegado Alexandre Neto tomou posse nesta quinta-feira (20/1) como novo secretário municipal de Segurança Pública e Cidadania de Maricá. A solenidade foi realizada na Casa Digital, no Centro, e contou com a presença do prefeito Washington Quaquá e da maioria da equipe de governo. O policial civil substitui o coronel PM Jorge Braga, que ocupará um novo cargo na administração do município ainda a ser definido.

DSC05552 DSC05546  DSC05553 DSC05557DSC05555DSC05560DSC05563
A cerimônia foi aberta com uma explanação do coronel Braga sobre os avanços obtidos no setor nos dois anos em que esteve à frente da pasta. Ele agradeceu ao prefeito pela oportunidade e recebeu uma homenagem da Guarda Municipal.

Em sua fala, Alexandre Neto afirmou que pretende incentivar a união de forças entre a GM e as polícias Civil e Militar e reiterou a importância da participação da corporação local.
“A Guarda Municipal é o futuro da segurança pública, pois o vínculo com a comunidade faz muita diferença”, afirmou o novo secretário, acrescentando que uma de suas propostas é de levar os agentes para atuar no atendimento da 82ª DP. “É algo que precisa passar pela chefia da Polícia Civil, mas creio que podemos conseguir isso e outras conquistas”, disse ele.
Sobre projetos para a área da segurança, o delegado preferiu na antecipar nenhum deles, mas garantiu que não vai importar modelos de outros municípios, como as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).
“Nós, equipe de segurança pública, seremos uma grande UPP em Maricá. Em geral, essas unidades são instaladas em áreas vistas como abandonadas pelo estado, mas não é caso de nossa cidade”, ressaltou Neto, que declinou do pedido de apresentar seu histórico profissional. “Meu currículo começa agora e será feito do que eu vou deixar aqui”, frisou.
O prefeito Washington Quaquá elogiou a proposta do trabalho com a Guarda Municipal e disse o foco do projeto de segurança pública do município serão os jovens.
“Ainda há um grande índice de mortes de jovens na cidade, muito em razão da falta de oportunidades para eles. Mas além de oferecer essas chances gerando emprego e capacitação, temos também que aumentar a sensação de segurança nas ruas. Para isso, vamos mais que dobrar o efetivo da guarda através de um concurso público e fazer uma mudança na escala dos atuais agentes. Também vamos dar capacitação com cursos como, por exemplo, de armas não letais. Queremos uma política de segurança que sirva de exemplo para o país”, reforçou.

Janeiro 21, 2011 Posted by | jornalismo, Polícia, segurança pública | Deixe um comentário