Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Maricá vai construir Escola Popular Transformadora

Prefeito adotará modelo onde a criança estuda num turno e, no outro, participa de atividades culturais e esportivas. Primeira unidade será construída ainda este ano

 
DSC07204O prefeito Washington Quaquá anunciou que irá construir no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, ainda este ano, a primeira Escola Popular Transformadora do município. Toda construção da unidade escolar será voltada para a acessibilidade dos moradores e responsabilidade ambiental. O projeto prevê o desenvolvimento de sistemas de energias ecologicamente corretas, com a instalação de placas solares e calhas para captação de água das chuvas, que serão reaproveitadas na própria escola.
A unidade terá 18 salas de aulas, distribuídas em dois pavimentos, com refeitório, biblioteca e auditório para 240 pessoas. Além disso, também está prevista a construção de uma quadra poliesportiva e piscina coberta, pista de atletismo, academia de ginástica, parque, estacionamento e várias salas de recursos. Segundo o secretário de Educação, professor Marcos Ribeiro, o primeiro seguimento da escola funcionará em tempo integral, mas o segundo, por enquanto, será em um turno, a idéia do tempo integral deve ser adaptada ao desenvolvimento do aluno na escola.
Esse modelo de escola é considerado o ideal pelo prefeito Washington Quaquá, que planeja construir outras unidades no município, pois além de oferecer ensino integral, tem excelente nível técnico. Dentro desses moldes, também funcionará o programa Cidade Educadora, onde os alunos estudam as matérias da grade curricular, como Português, Matemática, História e Geografia, e no contra turno participam de aulas de teatro, música, atividades esportivas e aprende uma profissão.
"Acredito num mundo com oportunidades iguais para todos, por isso vamos construir uma escola popular e de tempo integral. Temos o compromisso de oferecer as crianças um ensino de qualidade e que não deixe a desejar a nenhuma escola particular", afirma Quaquá.

Anúncios

Março 4, 2011 Posted by | Educação, jornalismo | Deixe um comentário

Prefeitura divulga serviços durante o Carnaval

Os festejos do Carnaval 2011 em Maricá começam já nesta sexta-feira (04/3), com a saída dos primeiros blocos de rua e a chegada dos turistas. Para garantir a eficiência dos serviços durante a folia, foram montados esquemas especiais de atendimento no setor de saúde e também nas ruas da cidade.

As repartições da Prefeitura de Maricá só retornarão à atividade na próxima quinta-feira (10/3). O governo decretou ponto facultativo no serviço público municipal na segunda-feira (7) e na quarta-feira de cinzas (9). O decreto não inclui os serviços de emergência e os locais cujo funcionamento dependa de agentes públicos.

Trânsito – A Secretaria de Transportes de Maricá terá equipes circulando por todos os doze locais onde haverá palcos montados na cidade, mas vai concentrar seu trabalho no centro, onde a aglomeração de carros e pessoas será maior. Uma das providências será a interdição das principais ruas a partir das 16 horas, já nesta sexta-feira (04/3).

O fechamento ocorrerá nas ruas Domício da Gama (entre o Colégio Estadual Elisiário Matta e a agência do Detran-RJ), Álvares de Castro (a partir do canal da Avenida Um), Ribeiro de Almeida (a partir da esquina com a Rua Senador Macedo Soares) e a Avenida Nossa Senhora do Amparo (a partir da Rua Alferes Gomes).

Os ônibus cujos pontos finais ficam próximo ao Hospital Conde Modesto Leal vão parar na altura do terminal rodoviário. Quem quiser entrar ou sair da região do centro deverá utilizar as via do entorno. Na entrada, os motoristas irão acessar a Rua Joaquim dos Santos, próximo à ponte da Mumbuca, podendo optar pela Barão de Inoã ou pela Comandante Homero Queiroz da Silva.

Em seguida, o caminho pode ser feito pelas ruas Prefeito Hilário da Costa e Silva, Aloísio Costa da Silva e Fernando Henrique Assunção. Para deixar a região do centro, deve-se fazer o roteiro inverso. Outra opção é seguir pelas ruas Clímaco Pereira, Soares de Souza (passando pelo cemitério municipal) e Ari Spíndola até a Avenida Roberto Silveira, em direção ao Flamengo.

Guarda – A cada dia, 25 guardas municipais estarão nas ruas para garantir a segurança dos foliões e a ordem pública na região do centro e nos outros locais da cidade onde houver shows. Os agentes vão reprimir carros com alto falantes de mala com som alto no meio da rua e, também, coordenando a passagem de veículos autorizados dentro da área interditada. Além desses, somente barraqueiros e ambulantes credenciados terão permissão para entrar.

Saúde – A Secretaria Municipal de Saúde montou uma equipe médica de plantão para atuar nas ruas da cidade durante os quatro dias de folia. O secretário da pasta, Carlos Alberto Malta Carpi, informou que haverá quatro ambulâncias equipadas com um médico e um técnico de enfermagem para atendimento rápido nos bairros do Centro, Barra, Itaipuaçu e Ponta Negra.

Em casos de emergência ou gravidade, a equipe das ambulâncias transporta o paciente para o Hospital Conde Modesto Leal, que funcionará normalmente durante os festejos de Momo. Carpi acrescenta que o secretário municipal de Turismo, Wagner Medeiros, poderá deslocar as ambulâncias para outros pontos, conforme a necessidade.

Março 4, 2011 Posted by | Carnaval, CARNAVAL 2011 em Maricá, jornalismo, Maricá, shows e eventos, turismo | Deixe um comentário