Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Oriente Médio discute substituição de carro por transporte público

Foi dado início nesta quinta-feira, na cidade de Dubai, ao 59º Congresso de Mobilidade e Exibição dos Transportes nas Cidades, organizado pela União Internacional dos Transportes Públicos – UITP. O evento discute tendências e novas tecnologias para o setor de transporte de passageiros em todo o mundo. Este ano, os representantes das cidades participantes precisam responder a seguinte pergunta: “Como convencer a classe média a substituir o automóvel pelos transportes públicos?”.
Membro da UITP e convidado a participar do evento, o Governo do Estado do Rio vai apresentar importantes índices de aumento no número de usuários dos transportes públicos. O secretário de Transportes, Julio Lopes, que já chegou a Dubai, vai explicar por que em 2010 foram realizadas mais 170 milhões de viagens, em relação ao ano de 2006. De acordo com uma pesquisa encomendada pela Setrans, este avanço se deve à criação do Bilhete Único, ao combate aos transportes ilegais (vans) e ao crescimento econômico da população – que estimula o deslocamento urbano.
O Governo do Rio ainda vai receber no Oriente Médio um prêmio concedido pela UITP, que elegeu o Bilhete Único Intermunicipal como o Melhor Programa de Transporte da América Latina, na categoria Introdução a Novas Políticas de Transportes. Em operação desde fevereiro de 2010, já foram 287 milhões de viagens realizadas, mais de dois milhões de pessoas habilitadas ao serviço, além de uma economia de R$ 274 milhões ao bolso dos usuários.
– O reconhecimento internacional é prova do impacto positivo do Bilhete Único para a população da Região Metropolitana. O benefício garantido pelo Governo também foi apontado pela Fundação Getúlio Vargas como importante ferramenta na geração de empregos no Rio de Janeiro, além de assegurar a economia média diária de R$2,62 para cada usuário do sistema. Ser selecionado entre centenas de outras iniciativas voltadas para a promoção do setor de transportes públicos nos dá a certeza de que estamos no caminho certo para fazer do estado do Rio de Janeiro um exemplo de mobilidade urbana – comemora do secretário estadual de Transportes, Julio Lopes.

Secretaria Estadual de Transportes

Abril 7, 2011 Posted by | jornalismo, transporte | | Deixe um comentário

Maricá facilita legalização de empresas

A Prefeitura do Maricá computou, em apenas seis meses, 68 registros de empresas na 16ª Delegacia da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) através do programa Empresa Mais Fácil, implantado em setembro do ano passado. Em um tempo máximo de resposta de 48 horas, foram feitas 1.600 consultas prévias de viabilidade de local, das quais 1.150 foram deferidas e enviadas, via internet, aos interessados. A Jucerja também enviou 260 alvarás pela rede.
"Desde que  foi implantado pela Secretaria de Fazenda como parte do projeto Seja Legal com Maricá, o programa Empresa mais Fácil apresenta números surpreendentes e isto nos deixa bastante satisfeito", elogia o prefeito Washington Quaquá
A partir do Empresa mais Fácil, é possível abrir ou legalizar um negócio com rapidez e sem burocracia pela internet. Com a aprovação da consulta prévia de local e nome empresarial pretendido, o registro da empresa na prefeitura é realizado automaticamente, após a inscrição fiscal junto aos órgãos federal e estadual que estão integrados através da Delegacia da Jucerja em Maricá.
Para se abrir uma empresa são necessários cinco procedimentos: solicitação de viabilidade na Prefeitura, registro do contrato social na Jucerja, obtenção do CNPJ junto à Receita Federal, obtenção da inscrição estadual junto à Secretaria Estadual de Fazenda e obtenção da inscrição municipal na Prefeitura. Respeitando os limites estabelecidos pela Lei de Zoneamento, o município implantou um sistema de cruzamento e análise que simplifica essa rotina, resultando em significativa economia de tempo.
A Delegacia da Jucerja é composta por 10 servidores municipais capacitados pela própria Junta para prestar os mesmos atendimentos oferecidos na sede do Rio de Janeiro (julgamento de processos, autenticação, emissão de certidões), contando ainda com a integração com a Receita Federal e Secretaria Estadual de Fazenda, através da emissão de CNPJ e Inscrição Estadual (DBE e Docad).
 
Texto: João Bosco Gaspar (Secretaria Municipal de Fazenda)

Abril 7, 2011 Posted by | jornalismo | Deixe um comentário