Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Nota de Julio Lopes, Secretário de Transportes do Estado do Rio de Janeiro

Julio Lopes Secretário de Transportes do Estado do Rio de Janeiro (foto internet)

A fim de esclarecer qualquer dúvida à resposta dada na manhã desta quarta-feira, após abordagem na entrada do prédio da Secretaria de Transportes, e a fim de elucidar qualquer dúvida sobre recursos aplicados no sistema de bondes de Santa Teresa, reafirmo que foram investidos R$ 14.177.213,00 na recuperação de 6,11km de via permanente (linha férrea), o que corresponde a 100% do proposto em contrato, além da modernização de sete dos 14 veículos da frota. Os investimentos para a sequência de tal modernização foram interrompidos em função de ação do Tribunal de Contas do Estado, que em dezembro de 2009 julgou necessária a apresentação de um detalhamento específico de custos. A partir da intervenção do TCE, ficamos proibidos de executar o restante do contrato, datado de 14.07.05, da administração anterior. A Secretaria de Transportes está atendendo às exigencias do TCE sobre os custos de reforma, em razão de não haver base para comparação de valores das peças necessárias para a modernização dos veículos, tendo em vista a singularidade do tipo de equipamento. A maior parte destas peças são muito antigas e precisam ser feitas por encomenda. Paralelamente aos investimentos citados, diversas outras ações de melhorias vêm sendo desenvolvidas no sistema de bondinhos, a partir de recursos do Governo do Estado. Entre as principais ações implementadas consta a reforma da estação Carioca, onde foram construídas nova plataforma de embarque e desembarque e rampas e de acesso. Também estão em curso a substituição da via permanente sobre os Arcos da Lapa; a troca do gradil dos Arcos; a finalização do Termo de Referência para reforma da subestação de energia; a substituição de mais de 3km de rede aérea; a liberação do termo de comodato da estação Curvelo, que será cedida à administração Municipal para instalação de um posto de atendimento da Guarda Municipal; assim como a reforma dos bondes tradicionais 9 e 11. 

Julio Lopes Secretário de Transportes do Estado do Rio de Janeiro 
 

Secretaria Estadual de Transportes
Assessoria de Comunicação Social

Anúncios

Agosto 31, 2011 Posted by | jornalismo, transporte | | Deixe um comentário

DER–RJ reinicia instalação de passarela na primeira entrada de Maricá

O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Rio (DER-RJ) reiniciou esta semana as obras de instalação de uma passarela para pedestres na primeira entrada de Maricá, na altura do quilômetro 28 da rodovia RJ-106. As peças pré moldadas de sustentação das rampas de acesso estão sendo montadas na esquina com a Rua Antônio Eduardo, que leva ao bairro da Mumbuca.

DSC04904DSC04926DSC04933

A instalação da passarela chegou a ser iniciada de 2010, na entrada do Caxito (onde as rampas já estão colocadas), mas foi interrompida por razões técnicas. O acordo firmado em junho no ano passado entre o prefeito Washington Quaquá e o presidente do DER, Henrique Ribeiro, prevê ainda a instalação de outras duas passarelas semelhantes na mesma rodovia: Uma em Itapeba (no km 26) e outra em Inoã, próxima ao local onde será instalada a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (na altura do km 15).

   

Sérgio Renato

Fotos: Paulo Polônio

Agosto 31, 2011 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte, vias públicas | | 1 Comentário

Prefeito entrega à Câmara dos Vereadores pedido de legalizaçã​o das vans

O prefeito Washington Quaquá entregou pessoalmente à Câmara dos Vereadores, nesta quarta-feira (31.08), um pedido de legalização imediata para o transporte alternativo no município, após receber manifestação de apoio por parte dos motoristas de vans em frente ao prédio da prefeitura. Eles foram recebidos no gabinete do prefeito e fizeram questão de acompanhá-lo até a casa parlamentar.

DSC05022Motoristas da COOMUTRAM acompanham prefeito até a Câmara

DSC05037O prefeito no momento em que protocolava o pedido de legalização do transporte alternativo

Com o apoio de Quaquá, a expectativa dos cooperativados em obter uma resposta a favor da legalização é grande.
 
“A Secretaria de Transporte da cidade nos dá todo o apoio porque sabe que a população depende do nosso trabalho. Desde o primeiro dia do Governo Quaquá, percebemos que poderíamos trabalhar em paz. É só o que a gente quer. E acredito que os vereadores também serão sensíveis a nossa reivindicação”, diz Alexander Vasconcellos, presidente da Cooperativa Municipal de Transporte Alternativo de Maricá (COOMUTRAM).
 
Atualmente, cerca de 50 carros fazem quatro linhas: Santa Paula-Inoã; Recanto-Inoã; Rua 126-Itaipuaçu (via Estrada dos Cajueiros) e Cordeirinho-Centro.  
 
Romero de Almeida, que percorre o trajeto via Cajueiros e trabalha há 10 anos no transporte alternativo, espera “a melhora do que já está melhor”. Ele lembra a legalização dos mototáxis, dos pontos de táxis e a permissão das entradas das vans intermunicipais na cidade como fortes precedentes a favor do pedido entregue hoje aos vereadores.
 
O prefeito, por sua vez, não vê empecilhos para legalizar a atividade: “Eu permito que as vans circulem porque as empresas não têm condições de atender a população a contento e elas sabem disso. Então, vamos legalizar o que, na prática, já existe”, sugere Quaquá, igualmente confiante numa posição favorável por parte dos parlamentares.
 
Luiz Fernando Campos, no entanto, motorista da linha Santa Paula há 14 anos, se mostra mais desconfiado: “Cabeça de vereador é uma incógnita. Pela frente, diz que sim, que está junto com a nossa luta mas, por trás da cortina, vota contra. De qualquer forma, o que sei é que, desde que Quaquá entrou, estou trabalhando tranqüilo e assim quero continuar. Se possível, dentro da legalidade.”

Texto: Valéria Vianna
Foto: Paulo Polônio

Agosto 31, 2011 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | 1 Comentário