Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Projetos olímpicos de Maricá são elogiados pelo Ministério dos Esportes

Secretário de Esportes de Maricá, Aldair Machado, secretário executivo do Ministério dos Esportes, Hélio de Mattos Alves e o prefeito Washington Quaquá

O Projeto Navegar e o Centro de Treinamento de Tiro com Arco foram bastante elogiados

O Chefe de Gabinete do secretário executivo do Ministério dos Esportes, Hélio de Mattos Alves, esteve em Maricá nesta sexta-feira (09/9). Acompanhado do prefeito Washington Quaquá e do secretário de Esportes, Aldair Machado, o Caiu motorista, ele visitou os locais onde funcionam os projetos esportivos do município, como o Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTARCO) e o projeto Navegar, que funciona na lagoa do Boqueirão, mantidos pela prefeitura.

 O representante do Ministério dos Esportes, Hélio de Mattos, entre o prefeito e o secretário de Esportes no CBTARCO

A primeira parada foi no CBTARCO, que funciona no bairro Itapeba. o representante do Ministério dos Esportes foi recebido por professores e alunos do Projeto Segundo Tempo, que funciona na escola municipal CAIC Elomir Silva. Ele conheceu todas as instalações e funcionamento do CT, que vem se tornando um celeiro de novos atletas, alguns, inclusive, com títulos em competições nacionais. Em seguida visitou as futuras instalações do Centro de Treinamento de Esgrima e o Centro de Treinamento do Vasco da Gama, que deve ser um dos mais modernos da América Latina, com campos de treinamento para todas as categorias e um específico para os goleiros, que serão erguidos em terrenos próximos, no mesmo bairro.

“Hoje o Brasil não é apenas o país do futebol. Temos muitos outros esportes como a esgrima, o tiro com arco, a vela e a natação, por exemplo, que são esportes olímpicos e vem caindo no gosto da população. Por isso a importância de criamos Centros de Treinamentos no município e garantir mais pessoas despontando nesses esportes”, afirma Quaquá.

NOVOS ATLETAS – A última parada do grupo foi na Lagoa do Boqueirão, local onde funciona o Projeto Navegar. São 140 crianças que praticam o esporte, no contra turno das aulas na escola. O local também está cogitado para ser utilizado pela Confederação Brasileira de Remo, e poderá servir também para guardar os barcos utilizados pela equipe nacional de competição.

“Estamos inscrevendo crianças com idades mais elevadas no Projeto Navegar, para buscar novos talentos e o alto rendimento desses futuros atletas. Já está aparecendo bons talentos. Estamos fazendo isso, sem deixar de investir também nos alunos mais novos, com aulas de iniciação esportiva, voltadas para a vela”, explica o secretário de Esporte.

Sem esconder a sua satisfação pelo investimento que Maricá vem fazendo nos projetos esportivos, o representante do Ministério do Esporte ficou de voltar ao município e, inclusive, navegar pela Lagoa do Boqueirão, local que achou muito bonito.

“Estou impressionado com os investimentos que estão sendo feitos aqui em Maricá, onde já existe um legado das olimpíadas, com a construção de vários CTs. Antes esses centros de treinamentos ficavam nos grandes centros. Agora está havendo uma divisão mais democrática. Por tudo que vi aqui, Maricá se apresenta como uma cidade multi-olímpica, com instalações modernas e fazendo a integração da educação com o esporte, que é a forma mais eficaz de ocupar o tempo ocioso das crianças, e as mantendo dentro da escola”, garante Hélio de Mattos.

Texto: Denilson Santos
Foto: Paulo Polônio

Anúncios

Setembro 11, 2011 Posted by | esportes, jornalismo | Deixe um comentário

Secretaria de Ambiente de Maricá estuda implantação de novo método de reciclagem de lixo

Ecobarreira retira material reciclável do leito do rio Bomba, em São Gonçalo

Representantes do órgão visitaram um dos locais onde “ecopontos” funcionam, em São Gonçalo

Membros da Secretaria de Ambiente e Urbanismo de Maricá visitaram nesta sexta-feira (09/9) uma novidade em termos de coleta seletiva de lixo que funciona no bairro de Neves, em São Gonçalo. Conhecido como “ecoponto”, o local fica na margem do rio Bomba, no limite com Niterói, dentro da área de um grande hipermercado. Todo o material recolhido no leito é processado em equipamentos específicos para cada tipo. O governo maricaense estuda a possibilidade de trazer o modelo para o município.

O método de coleta consiste no uso de um artefato chamado de ecobarreira, feito de pequenos barris plásticos presos a uma corda e que ficam no nível do rio. Os agentes ambientais que atuam no ponto recolhem o material (principalmente papelão e garrafas de vidro e pet), que é lavado ainda na margem do rio com água reutilizada do hipermercado. Em seguida, se dá o processamento nas máquinas.

Segundo os agentes, são processadas por mês cerca de três toneladas de material reciclável, dos quais 40% sai do rio e o restante é trazido por catadores. Em São Gonçalo, o rio Bomba é um dos três que foram beneficiados com o ecoponto – os outros ficam nos rios Brandoas e Alcântara –, sempre instalado em locais onde terminam construções e moradias antes de os cursos desembocarem na Baía de Guanabara.

Expectativa – Toda a estrutura dos três locais e de outros ecopontos no estado é fornecida pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Para o subsecretário de Conservação de Recursos Ambientais, Amaury Vicente, a idéia pode ser aplicada com boa expectativa de resultado nos rios de Maricá.

“Além da enorme limpeza que pode trazer para o nosso sistema fluvial, um ecoponto como este ainda evita a ação de atravessadores na hora de capitalizar a renda com a reciclagem. Tem tudo para dar muito certo no município” acredita Amaury, que visitou o local acompanhado da educadora ambiental Ana Paula Tinoco.

O subsecretário antecipou ainda que, em janeiro, já deverá estar funcionando um novo projeto de coleta seletiva em parceria com a concessionária de energia elétrica Ampla, que prevê descontos nas contas de luz de acordo com a quantidade de material arrecadado pelo consumidor.

Texto e fotos: Sérgio Renato

Setembro 11, 2011 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Reciclagem | Deixe um comentário

Moradores de Maricá/RJ, aprovam calçadão de Inoã

Mais organização e limpeza

Um mês após o término das obras do calçadão de Inoã, comerciantes, moradores e transeuntes elogiam as mudanças e dão sugestões no sentido de melhorar ainda mais. A gerente de uma vidraçaria, Mônica Santos, de 35 anos, nascida e criada no bairro, apontou a organização como o ponto alto da reforma ocorrida no local.

“Antes era uma mistura de lixo, motos e carros e uma bagunça total de estacionamento. Agora ficou mais limpinho, o comerciante tem o lugar certo para a coleta do lixo e as paradas de ônibus, do jeito que ficou, ajudaram bastante pessoas que têm filhos na escola como eu”, ressaltou.

Outra que gostou da mudança foi a vendedora de DVDs, Mariângela Pais, de 32 anos e moradora do Centro há 8 anos: “Isto aqui era horrível. Quando chovia,  então, a gente não conseguia nem andar. Com a facilidade de locomoção, minha freguesia até aumentou”, garantiu. 

Já o estudante Fernando Júnior, de 18 anos, aprovou os bancos ao longo do calçadão, mas aproveitou para reivindicar uma passarela próxima às escolas: “seria bom para a criançada e mesmo para os idosos não se arriscarem na travessia. Fora isso, ficou tudo muito bom”, concluiu. 

Texto: Valéria Vianna
Foto: Fernando Silva

Mônica gostou das paradas de ônibus

Mariângela garante que freguesia aumentou

Setembro 11, 2011 Posted by | Urbanização, vias públicas | Deixe um comentário

Casa da 1ª a 3ª Idade realizará Baile da Primavera

 

A Casa da 1ª a 3ª Idade comemorará um ano de atividades com o Baile da Primavera, no dia 1º de outubro

A Casa da 1ª a 3ª Idade, órgão da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de Maricá, realizará o Baile da Primavera, no dia 1º de outubro, às 17h. O baile comemorará também o Dia Mundial do Idoso (01/10), e um ano de atividades da Casa, que se completará no dia 3 de outubro. O baile terá música ao vivo de uma banda local.
Durante o evento, aberto à comunidade, serão escolhidos Mister e Miss Primavera, entre os alunos dos cursos da instituição. Os ingressos já estão sendo distribuídos no local e o custo da entrada é um brinquedo, que será entregue à crianças da comunidade do Bairro Amizade, no Dia das Crianças.

Outros eventos
Além de programas de esporte e saúde, inteiramente gratuitos, como Hidroginástica, Natação, Alongamento, Tai-chi-chuan, Reiki, Judô, Jiu-Jitsu; sócio-culturais como Dança de Salão, Dança Senior, Dança do Ventre, Canto (Coral Alegria de Viver) e Teatro; geração de renda como Artesanato e Pintura (Caminhos da Sustentabilidade) e filantrópicos (Costurando Generosidade), a Casa da 1ª a 3ª Idade promove eventos, como: Exposição de Artesanato “Motivos da Primavera”, que acontecerá nos dias 23 e 24 de setembro , das 9h às 17h, e, no dia 27, às 14h, a terapia alternativa “Vivência da Flor”, que trabalhará emoções e sentimentos. Ao final, será entregue um vaso com uma flor a cada participante. A parceria é com a Igreja Messiânica de Maricá.
A Casa da 1ª a 3ª Idade fica à Rua Clímaco Pereira, 269, Centro, Maricá. Telefone: 3731-0589.

Texto: Fernando Uchôa
Foto: Paulo Polônio

Setembro 11, 2011 Posted by | direitos humanos, Lazer, Maricá, projeto cultural, projeto social, Qualidade de Vida | Deixe um comentário

Grupo de dança de Maricá participa de Festival Internacional neste sábado

Coreógrafo do grupo (bermuda branca): otimista de trazer um troféu

O grupo de dança Style of World Dance Company, formado por 25 alunos de quatro escolas do município, participa, neste sábado (10.09), do VII Festival Internacional de Danças em Cabo Frio. No evento, 12 integrantes da companhia irão representar Maricá dançando Hip Hop – dança de rua. Em dezembro, os dançarinos já têm agendadas diversas apresentações em competições nas cidades de Juiz de Fora e Rio Novo (MG), Angra dos Reis e Rio das Ostras (RJ) e São José dos Campos (SP). “Estamos muito otimistas e esperamos conseguir mais incentivo para esses jovens”, disse o coreógrafo Erick de Souza, fundador do grupo, que acumula em seu currículo quatro prêmios, três em Juiz de Fora e um em Cabo Frio. Atualmente, o Style of World Dance Company conta com o apoio da Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal de Esportes.  

Texto: Valéria Vianna / Apuração: Clarildo Menezes
Foto: Clarildo Menezes

Setembro 11, 2011 Posted by | cultura, Dança, esportes, Festivais, jornalismo | 1 Comentário