Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

PT vai exigir compromisso de Cabral e Paes com aliança

Presidente nacional do partido vai chamar peemedebistas para cobrar apoio no Rio

Fonte: POR ANDRÉ ZAHAR O Dia

Rio – O presidente nacional do PT, Rui Falcão, decidiu nesta terça-feira convidar o governador Sérgio Cabral e o prefeito do Rio, Eduardo Paes, ambos do PMDB, para conversar sobre as alianças nas eleições municipais no Estado do Rio, em outubro. A expectativa é que os dois intervenham para garantir a coligação em cinco municípios considerados prioritários pelo PT.

Falcão entra em cena para tentar amenizar a tensão entre os dois partidos, que foi gerada por entrevista do presidente do PMDB-RJ, Jorge Picciani, publicada no dia 8 em O DIA. O peemedebista afirmou que o apoio do PMDB a candidatos petistas no estado não estava garantido mesmo com a aliança dos dois partidos amarrada na capital — Eduardo Paes, na cabeça, com o vereador petista Adilson Pires como vice. O PT não descarta romper o acordo para a reeleição de Paes.

Aliança nacional

A decisão de Falcão foi anunciada nesta terça-feira, quando ele se reuniu em São Paulo com o presidente do PT-RJ, Jorge Florêncio, e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

A principal discórdia ocorre por causa de Niterói. Picciani declarou apoio à reeleição de Jorge Roberto Silveira (PDT), rechaçando o nome do secretário estadual de Assistência Social e pré-candidato Rodrigo Neves (PT).
O PT também cobra o respaldo do PMDB à reeleição dos prefeitos de Maricá (Washington Quaquá), Petrópolis (Paulo Mustrangi), Belford Roxo (Alcides Rolim) e Mesquita (Artur Messias).

Ao justificar a interferência da direção nacional do PT, Florêncio lembrou da aliança entre os dois partidos nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff: “Estamos apoiando em várias cidades o PMDB. Em algumas, ele deve nos apoiar.” Ontem (terça-feira) o deputado federal Edson Santos (PT-RJ) se reuniu com Adilson Pires. “A aliança (na capital) está mantida”, garantiu.

Candidato em Niterói sairá em fevereiro

Em Niterói, o PT fará encontro no fim de fevereiro para decidir seu candidato a prefeito. Além de Neves, o deputado federal Chico D’Angelo briga pela indicação na chapa.

Na segunda-feira, Neves se encontrou com o presidente do diretório municipal do PMDB, Heitor de Souza. “Compartilhamos análises sobre os pronunciamentos (de Picciani). As relações locais vão muito bem”, diz o vereador Waldeck Carneiro, que participou do encontro.

As assessorias de imprensa de Cabral e Paes disseram que eles não falariam ontem sobre o atrito entre PT e PMDB.

Janeiro 18, 2012 Posted by | jornalismo, política | | Deixe um comentário