Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeito garante três mil apartamentos do Minha Casa Minha Vida em Maricá

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, assinará na próxima segunda-feira (13/02), às 15h, na direção regional da Caixa Econômica Federal, em Niterói, a carta de intenções destinada à construção no município de cerca de 3 mil unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida. Pelo documento, o prefeito obtém o compromisso do governo federal de investir na cidade R$ 184,7 milhões para erguer dois condomínios com apartamentos de 40m² e dois quartos. Serão 1.460 unidades no distrito de Inoã e 1.472 em Itaipuaçu. A previsão da construtora é que os imóveis estejam prontos no final de 2013.

001_Fchd_02"Prometi construir 1.500 casas e estou fazendo o dobro. Estamos dando o bem maior para 3 mil famílias pobres, que é seu teto, sua casa própria", celebra o prefeito de Maricá, Washington Quaquá

Cerca de 2.000 empregos diretos e indiretos serão gerados na cidade. As unidades de Inoã, que vão ser doadas pela prefeitura a famílias com renda de 0 a 3 salários mínimos, serão construídas com objetivo de reduzir tanto o déficit habitacional quanto o ambiental, já que são destinadas à parcela da população que vive às margens do complexo lagunar da cidade ou de córregos como o que corta o Bairro da Amizade.

"Prometi construir 1.500 casas e estou fazendo o dobro. Estamos dando o bem maior para 3 mil famílias pobres, que é seu teto, sua casa própria", celebra o prefeito Washington Quaquá. "Só quem morou em um barraco como eu sabe a emoção que é isso", completou, lembrando sua origem humilde.

Os apartamentos serão erguidos pela construtora Sertenge, vencedora da licitação realizada em dezembro de 2011, com recursos do programa Minha Casa Minha Vida. Segundo a construtora, os dois condomínios serão dotados de estação de tratamento de esgotos própria e o fornecimento de água está garantido em documento firmado pela própria Cedae junto à empresa.

Já as unidades de Itaipuaçu serão de apartamentos para financiamento, também sob responsabilidade da mesma construtora. A participação da Prefeitura nesse modelo se deu no sentido de dar celeridade aos processos de licenciamento da área adquirida pela Sertenge, que erguerá os prédios e fará sua comercialização com os recursos repassados igualmente pelo programa Minha Casa Minha Vida do governo federal, dentro do Fundo de Arrendamento Residencial.

Fonte: Rafael Zarôr

FSB COMUNICAÇÕES

Prefeitura de Maricá

Fevereiro 9, 2012 Posted by | Habitação, jornalismo, Maricá, moradia, Obras em Maricá, Urbanização | | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá investe R$ 2 milhões em projeto pioneiro com os Correios

Uma parceria inédita no país, entre a Prefeitura de Maricá e os Correios, deu fim ao CEP único na cidade – realidade ainda encontrada em muitos municípios do Brasil.

A administração municipal investiu R$ 2 milhões no mapeamento aéreo do território (fotos via satélite) e no recadastramento de imóveis em 2011, para que os Correios efetivassem a divisão das 3.300 vias da cidade em diferentes Códigos de Endereçamento Postal. Esse trabalho foi realizado no segundo semestre do ano passado, por meio do projeto “Correios e prefeituras”. 

Nesta terça-feira (07/01), o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, recebeu o diretor regional da empresa, Omar de Assis Moreira, para o início da instalação das placas de identificação dos Códigos de Endereçamento Postal em ruas do bairro Mumbuca. Todos os novos CEPs criados já estão ativos no sistema dos Correios e, nos próximos dois anos, as demais vias da cidade também receberão as placas de sinalização. 

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, ressaltou o avanço que a divisão da cidade em CEPs representa na vida dos moradores. “Há um aspecto econômico, um ganho, porque isso facilita, por exemplo, diversos serviços, como a compra de mercadorias pela internet. Além da segurança na entrega de correspondências”, declarou. A cidade conta com sinal de internet pública gratuita em cerca de 60% do território.

O diretor regional dos Correios aproveitou a visita e anunciou outras ações da empresa na cidade, como a construção de uma agência em Inoã, bairro mais populoso de Maricá, até o final de 2012.

Fevereiro 9, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá | , , | Deixe um comentário

Filha de Wando revela maratona que enfrentou para visitar o cantor

Katiuscia Czakaj emocionou o pai ao entregar foto dos netos de 2 e 5 anos, que trouxe da Alemanha

Fonte: Pollyanna Dias – Do Portal HD – 7/02/2012 – 16:56

Fotos: Flavio Tavares

Katiuscia Czakaj Katiuscia Czakaj não via o pai há cinco anos, mas sempre se comunicava com o artista via Skype

Muito emocionada e tropeçando no português, com um leve sotaque pernambucano, Katiuscia Czakaj, de 32 anos, a filha de Wando, de 67, que cresceu na Alemanha, revelou nesta terça-feira (7) ao Portal HD a maratona que enfrentou até chegar a Belo Horizonte para visitar o cantor, que não via há cinco anos.
Katiuscia, que estuda marketing, disse ter ficado surpresa ao receber a notícia sobre o delicado estado de saúde do cantor, submetido a uma cirurgia cardíaca no último dia 28. "Minha irmã Gabriele me ligou avisando. Fiquei muito triste e tomei a decisão de vir para Brasil no dia seguinte. Foi muito difícil encontrar a passagem e a viagem foi uma verdadeira tortura”, disse.
A moça, que mora próxima a Düsseldorf, na Alemanha, teve que ir de metrô até Frankfurt, distante 230 quilômetros. Depois, pegou um voo de 14 horas direto para Recife. "Como tinha que fazer escala de qualquer jeito, passei na casa de parentes, em Pernambuco. Minha mãe já estava lá e me recebeu".
Katiuscia chegou à capital mineira na segunda-feira (6) e no mesmo dia se encontrou com Wando, ainda internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Biocor. “Ontem foi lindo. Ele estava muito presente. Me deu um beijo, perguntou pelos netos… Dei de presente um porta-retratos com uma foto da família, eu, meu esposo e meus filhos. Ele ficou muito emocionado e até apertou a foto contra o peito por um momento. Hoje (terça-feira) ele estava mais cansado e dormiu durante quase todo o tempo da visita. Mas está bem”.
“Agora que cheguei aqui e pude estar com ele fiquei mais tranquila. Mas estava muito apreensiva quando recebi a notícia. É difícil entender a situação, porque não dava para saber se a mídia estava falando a verdade sobre o estado de saúde dele. E como não entendo os termos médicos, falo só o básico do português, eu ficava ainda mais nervosa e triste quando procurava saber”, completou.
Aliviada e feliz de ter passado um tempinho na companhia do pai, Katiuscia fica emocionada ao ver as homenagens que Wando vem recebendo. “Acho lindo esse carinho. As ações são maravilhosas e mostram que as pessoas estão pensando, rezando e torcendo por ele. Depois, quero mostrar tudo para ele". Ainda segundo a filha, o cantor mandou um beijo para os fãs e disse que está muito feliz com os recados e com a força que tem recebido de seus admiradores.
Como boa filha de artista (que artista é), a estudante também quis prestar sua homenagem. “Escrevi uma música para ele depois que cheguei a Belo Horizonte. Vou mostrar para ele e, se gostar, quero gravar”. Indagada se podia cantar um trechinho, a resposta foi negativa. “Quero que o meu pai veja antes. Se ele gostar, mostro para vocês", disse, com um simpático sorriso no rosto.
Fã do trabalho de Wando, Katiuscia revelou que sabe cantar praticamente todas as músicas, apenas falhando em algumas do último álbum. E sobre as calcinhas, que são marca registrada do cantor, ela diz achar um barato. “Ganhei três calcinhas dele e guardo com o maior orgulho. A música dele toca o coração das pessoas, homens e mulheres e, por isso, nunca tive pensamentos negativos sobre isso”.

Katiuscia Czakaj A estudante escreveu uma música em homenagem ao pai e quer mostrar para o cantor antes de voltar à Alemanha (Foto: Flavio Tavares)

Sobre excessos, Katiuscia afirma que não faziam parte da vida do artista. “Acredito que o problema do meu pai foi hereditário mesmo. Nunca o vi fumando ou bebendo. Para falar a verdade, ele não gostava nem de me ver tomando caipirinhas”, revelou.
A moça é mãe de Max Vinícius, de 5 anos, e Ben Francisco, de 2, que chama o cantor de “opa Wando” (vovô Wando, em alemão). Os quatro conversam bastante, via Skype, apesar de o artista nunca ter conhecido os netos pessoalmente. “Queria trazer meus filhos ao Brasil. Não nessa situação, é claro. Mas Ben ainda é muito novo para fazer uma viagem tão cansativa. Vou esperar ele completar 4 anos e venho com toda a família”. Katiuscia, que é filha do cantor com a artista plástica e pintora Lúcia Hinz, de 57 anos, deixa BH na quarta-feira (8) e volta para Recife, de onde, na quinta, vai direto para a Alemanha. Ao final da entrevista, ela dá o veredicto: “Daqui a pouco ele está de volta com a gente!”
Segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Biocor na tarde desta terça, Wando está acordado, vem mostrando melhora clínica e está em processo de retirada gradual da máquina que auxilia na respiração. E apesar de não ter tido complicações, persiste sob cuidados intensivos.

Wando e Katiuscia Wando e sua filha Katiuscia Czakaj

.matérias relacionadas

Fevereiro 9, 2012 Posted by | jornalismo, musica | , | Deixe um comentário

Bilhete Único: cadastro instantâneo para passageiros de Barcas

Na primeira semana de operação, maisde 1600 pessoas solicitaram o benefício que vai garantir subsídios de tarifasoferecidos pelo Governo do Estado

Para garantir o subsídio e as gratuidadesoferecidos pelo Governo do Estado a todos os usuários das barcas, foram montados postos de cadastramento do Bilhete Único nas estações Praça XV,Araribóia, Paquetá e Ilha Grande. Além de ampliar as facilidades para asolicitação do benefício – que pode ser feita por qualquer cidadão fluminense, a Secretaria Estadual de Transportes está intensificando a divulgação do cadastramento. Na primeira semana de operação, os postos registraram 1600 novos cadastros.

As novas tarifas começam a valer a partir de 1º demarço. Usuários do Bilhete Único pagarão a tarifa unificada de R$ 3,10 por embarque em qualquer linha. Moradores de Paquetá e Ilha Grande estarão isentos de cobranças em até dois embarques, subsidiados pelo Governo do Rio. Em Paquetá, estima-se que 3.000 pessoas devam aderir ao benefício, e na Ilha Grande, a expectativa é chegar a 2.000 cadastrados.

Nesta quarta-feira (08.02), o secretário deTransportes, Julio Lopes, visitou os postos de atendimento montados na Praça XVe em Niterói, e garantiu que o sistema implantado nas estações tem capacida de para atender até mil pessoas por dia.

– Nossa meta é chegar a 30 mil pessoas cadastradas. Estamos preparados com toda infra-estrutura para atender a população usuária dotransporte aquaviário. O benefício é emitido na hora, e o cidadão já sai com ocartão devidamente habilitado. Todos têm direito a solicitar o cartão, que pode ser recarregado com o valor mínimo de R$3,10, valor da tarifa subsidiada pelo Governo. A partir do uso do Bilhete Único teremos total transparência sobre areal quantidade de passagens subsidiadas, disponibilizadas pelo RioCard em tempo real, via internet – explica Julio Lopes.

Para solicitar o Bilhete Único, basta apresentar documentos originais de identidade e CPF. Os moradores de Paquetá e Ilha Grande, beneficiados com as gratuidades, devem apresentar também um comprovantede residência.

 

Secretaria Estadual de Transportes

Fevereiro 9, 2012 Posted by | jornalismo, transporte | , | Deixe um comentário

Incid começará trabalho de campo nos municípios da região do Comperj

Fóruns Locais ajudarão a mobilizar e articular população

O início de 2012 será marcado pelo trabalho de campo do projeto Indicadores da Cidadania (Incid) na região do Comperj. Depois do seminário, que aconteceu em dezembro, a próxima fase é a visita aos municípios para aproximação com a população local.
Para Nahyda Franca, coordenadora do Núcleo de Políticas Públicas e Emancipação Social do Ibase e do projeto Incid, essas visitas serão uma oportunidade para sentir a adesão da sociedade à proposta de trabalho. “Levaremos para esses encontros uma primeira versão do relatório do painel 1, para discutir questões específicas da realidade de cada município que se encaixam nos temas do projeto. A partir disto, fecharemos a versão final, que será validada em maio”.
O painel 1, denominado “Cidadania vivida”, é a primeira de quatro fases de dois anos de trabalho do projeto e visa identificar um cenário mais geral de como está a cidadania nos territórios. As visitas aos 14 municípios da região de influência do Comperj acontecerão entre o final de fevereiro e o início de março e contarão com a ajuda dos Fóruns de Agenda 21 Local na mobilização e articulação.
Outro trabalho que está em fase de preparação é o formulário de pesquisa de rua, que faz parte do terceiro painel e avaliará como o cidadão se percebe como sujeito portador de direitos. Até o final do ano, quando se completa o primeiro ano de trabalho do projeto, todos os quatro painéis estarão concluídos.
Saiba mais como funciona o projeto Incid:
Ibase construirá Indicadores da Cidadania na região de influência do Comperj

Recursos hídricos ganham destaque no primeiro seminário do Incid

Fevereiro 9, 2012 Posted by | COMPERJ, projeto social | | Deixe um comentário