Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Incidência da dengue despenca em Maricá: queda no número de casos foi de 98%

Texto: Marcelo Ambrosio

O verão acabou e com ele os riscos de epidemia de dengue começam também a serem reduzidos. Ainda que a situação seja sempre motivo de atenção constante por parte das autoridades, em Maricá o trabalho da Prefeitura e a colaboração da população trouxeram bons resultados no período mais crítico de infestação da doença.

Segundo dados oficiais enviados ao Ministério da Saúde, foram notificados 230 casos entre janeiro e março de 2012. Destes, apenas dez casos foram efetivamente confirmados como sendo dengue clássico, sem nenhum óbito. Outros 208 se encontram ainda em avaliação. Para se ter uma ideia da proporção dessa queda, no mesmo período do ano passado o número de notificações foi 736, ou seja, mais que o triplo do anotado agora. Entre janeiro e março de 2011, o município confirmou 652 casos da doença.

A redução de aproximadamente 98% (de 652 para 10) nos casos confirmados mostra o acerto das estratégias de prevenção adotadas pela Prefeitura na área de vigilância epidemiológica. A principal e mais bem sucedida foi a aposta na conscientização da população, com a campanha Dez Minutos Contra a Dengue sendo implementada por 180 agentes de saúde em todos os distritos sempre com grande cooperação. O efeito multiplicador das orientações fez com que se reduzissem drasticamente os locais possíveis de criadouro das larvas do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue.

Para o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Malta Carpi, a redução expressiva foi obtida pelo engajamento da população. “Fizemos um trabalho forte de divulgação das medidas contra a dengue nos fins de semana. O objetivo era o de fazer com que nossas equipes pudessem conversar sempre com o trabalhador em casa”, conta o secretário.

Os mutirões começaram antes do período da epidemia e eram formados por equipes multidisciplinares, que incluíram agentes comunitários e trabalho de coleta de lixo, entre outras atividades importantes de prevenção. De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica do município, Fernanda Spitz, foram realizadas ações em residências, escolas, associações de moradores e igrejas. "A população se conscientizou que esta luta é de todos", destaca a coordenadora.

Anúncios

Março 30, 2012 - Posted by | Maricá, saúde

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: