Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Sinalização horizontal chega a outras ruas do Centro

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Fernando Silva

Depois da Rua Domício da Gama, da ponte da Mumbuca e seu entorno, a secretaria de Transportes de Maricá implantou sinalização horizontal em outras vias do Centro da cidade, entre a noite de quinta e a manhã desta sexta-feira (19/10). As ruas beneficiadas desta vez foram a Abreu Sodré, Abreu Rangel, Clímaco Pereira e trechos das ruas Soares de Souza, Primeiro de Maio e Prefeito Joaquim Mendes. Em todas, foram pintadas faixas contínuas (que indicam proibição de ultrapassagem) e também de pedestres.

A intervenção faz parte de um amplo trabalho de sinalização em diversas ruas do Centro. A primeira a receber a pintura com faixa contínua, entre quarta (17/10) e quinta-feira (18), foi a Domício da Gama, no trecho entre o Hospital Municipal Conde Modesto Leal e a altura da Rua Athayde Parreira.

Também na quinta, a sinalização foi colocada na ponte da Mumbuca e nas ruas próximas. Do leito do elevado até o início da Rua Joaquim dos Santos foram colocados segregadores (ou “tachões”) dotados de refletores (os chamados “olhos de gato”), que facilitam a visualização noturna. Nesta via e também nas ruas Comandante Homero Queiroz da Silva (até a altura da Rua M) e Abreu Sodré (na esquina com a Rua 22 de Novembro), do outro lado da ponte, foram pintadas faixas contínuas próximas aos pontos de maior movimento.

A equipe da secretaria de Obras finaliza a construção da calçada que, além de servir de passagem para pedestres, define o trajeto dos veículos que entram na cidade pela Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa. A faixa de concreto feita com peças de meio-fio começa na cabeceira da ponte da Mumbuca e vai até o centro do leito da Rua Joaquim Mendes, no espaço antes demarcado por cones. No lado da rua haverá uma rampa de acesso para pessoas com deficiência.

Outubro 19, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá, Urbanização, vias públicas | Deixe um comentário

Câmara de Maricá dá título de utilidade pública à Proliv

Texto: Fernando Uchôa

A Câmara Municipal de Maricá, em sessão plenária realizada nesta quarta-feira (17/10), concedeu o título de utilidade pública à Proliv, instituição de atendimento a dependentes químicos, em atividade no município desde 2007. A Proliv é um projeto de assistência psicológica e social que abriga cerca de 25 pessoas do sexo masculino, independentemente de sua condição econômica. Os encaminhamentos são feitos pela Secretaria Municipal de Assistência Social ou pelo Juizado da Comarca.

O projeto de lei de nº 30, de 25/06/2012, de autoria do vereador Jorge Castor (PMDB), foi aprovado em segunda votação na Câmara, por unanimidade. Os futuros assistidos passam por avaliação clínica e permanecem em média, de três a seis meses em tratamento psicoterapêutico, com apoio profissional de psicólogos e assistentes sociais e orientação espiritual de pastores evangélicos.

Durante este período, praticam atividades físicas (futebol, natação) e terapia ocupacional (horta, criação de animais). As famílias, consideradas co-dependentes, têm o compromisso de participar do tratamento através de reuniões quinzenais ou mesmo semanais.

Com o título de utilidade pública dado pela Câmara Municipal (o projeto aguarda agora apenas a sanção do Executivo), o Proliv poderá receber doações (inclusive com dedução no Imposto de Renda), apoio de órgãos públicos, recursos do Governo Federal e até de países estrangeiros). Atualmente a instituição é mantida pelas famílias de dependentes, por ex-dependentes e seus familiares.

Níveis de prevenção

Segundo a secretária municipal de Assistência Social e Participação Popular e coordenadora-geral do Fórum de Prevenção à Dependência Química, Laura Maria Vieira da Costa, há vários níveis de tratamento para o dependente. O primeiro, é a prevenção primária, conjunto de ações educativas visando a saúde. Ela deve intervir antes ou em face da perspectiva de consumo de drogas. Já a prevenção secundária é o conjunto de estratégias definidas quando é detectado um problema inicial de consumo de drogas, tentando evitar o agravamento. Na fase terciária o programa prevê intervenções realizadas quando a dependência já está instalada e atua antes, durante e após o tratamento. O objetivo reintegrar o indivíduo à sociedade e prevenir recaídas.

O endereço do Proliv é: Travessa Almerita Monteiro, nº 10, Retiro, Maricá. Tels: 7883-6175 id: 12*92363/7885-0602 id: 12*97422/7883-6179 id: 12*92365. E-mail: projetolivres@hotmail.com .

Outubro 19, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá, projeto social | | Deixe um comentário

Abertas as inscrições do Programa Bolsa-Atleta

197551_369093103173742_81847407_n[1]Estão abertas as inscrições para a primeira etapa do programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte, referentes ao exercício 2012, voltada para as modalidades que compõem o programa dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. As inscrições devem ser feitas pelo portal do Ministério até o dia 17 de novembro.
Leia mais: http://migre.me/be4Ym
(Assessoria de Imprensa)

Outubro 19, 2012 Posted by | esportes, jornalismo | | Deixe um comentário

Maricá é O BICHO no dia 3 de novembro participem!!!

318914_3323516226012_787337307_n[2]

Outubro 19, 2012 Posted by | jornalismo, manifestação popular, Maricá | | Deixe um comentário

6ª Parada LGBT contra a Homofobia movimenta Itaipuaçu

Texto: Valéria Vianna

Maricá Leque parada Gay Itaipuaçu

parada LGBT de Itaipuaçu

Neste domingo (21.10), acontece, em Itaipuaçu (Maricá/RJ), a 6ª Parada LGBT – Todos contra a Homofobia. O ponto de concentração da marcha será na Rua 1, de onde a marcha sairá às 15h. Com produção de Deivid Albert, o evento conta com o apoio da Prefeitura de Maricá por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos.

A secretária municipal de Direitos Humanos, Sylvia Cantuária, informou que uma equipe da subsecretaria estará na parada distribuindo preservativos e informativos com orientações preventivas contra a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. “É nossa maneira de mostrar que a prefeitura abraça a diversidade sem preconceito”, disse. Sylvia adiantou que, em 2013, sua pasta pretende fazer uma ação de conscientização junto a crianças e jovens do município.

Outubro 19, 2012 Posted by | direitos humanos, jornalismo, manifestação popular, Maricá | | Deixe um comentário

V Aniversário da Tenda Cigana Maanur do Oriente movimentou Itaipuaçu

Fotos e texto: Rosely Pellegrino

A festa em comemoração ao V Aniversário da Tenda da Cigana Maanur do Oriente, encantou inúmeras pessoas que prestigiaram o evento, e tiveram a oportunidade de apreciar e conhecer um pouco da diversificada cultura cigana, através dos rituais, leitura de oráculos, culinária, e das apresenções dos Grupos de dança cigana rústica, Rosa Mística e Luna Gitana com a participação do mestre da dança cigana Orlando Carneiro, e das danças da bailarina Marcia Leite. O Grupo Fúria Gitana embalou à todos com suas belas músicas.

O evento foi realizado no Clube da Polícia Militar em Itaipuaçu (Maricá – RJ), unindo ciganos de sangue e gadje amigos da Tenda.

DSC01424DSC01391A anfitriã, e mentora de Tenda Ana Moura, recebeu os clãs e seus amigos convidados com carinho e felicidade.

Na abertura da festa, a emoção ficou por conta da procissão em homenagem a Santa Sarah, Padroeira dos Ciganos, sendo carregada por Renato Rosa,  e foi louvada por todos os membros da Tenda e convidados.

O Grupo Rosa Mística apresentou a dança dos quatro elementos (terra, fogo, ar e água), criada em 1997 pela cigana Arilce Xavier purificou e energizou os presentes.

Arilce Xavier, que também é diretora do Grupo Luna Gitana, falou de sua gratidão por participar das festas da Tenda, e enfatizou a energia postitiva, e a alegria que as pessoas levam para casa, após a festa.

Várias foram as apresentações e atrações da noite, na música o violino de Dino e a presença do músico Sergio Dantas, junto ao Grupo Fúria Gitana foi um convite à dança.

DSC01481DSC01492DSC01487DSC01488DSC01493DSC01383

A leveza da bailarina Marcia Leite, na dança flamenca e cigana, arrancaram aplausos vibrantes da platéia.

No jantar, a culinária cigana foi completada pelo cardapio de bebidas preparadas com primor pelo barmam internacional Beto Moura, que preparou drinks de vários países.

Fechando as apresentações a dança da anfitriã Ana Moura e Orlando Gomes Carneiro, ao centro da grande roda de convidados e muita alegria.

“Fé, organização, beleza, muita dança e alegria, já se tornaram uma marca registrada das festas da Tenda da Cigana Maanur do Oriente que na verdade para um grupo fechado, no qual me incluo, já existe há mais de 20 anos em Itaipuaçu. Parabenizo a equipe da Tenda que participou da organização. É sempre muito bom estar com vocês. Óptcha!!!” (Rosely Pellegrino, jornalista editora deste Blog de Notícias e apreciadora da cultura cigana).

Nos flashs de Rosely Pellegrino acompanhe momentos da festa

Outubro 19, 2012 Posted by | Dança, jornalismo, Maricá, musica, religioso, shows e eventos | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário