Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Novo casamento comunitário, em Maricá, vai unir 30 casais em novembro

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Fernando Silva (arquivo)

No evento de março, sucesso e muita emoção entre os casais e convidados

Após o sucesso do evento de março, a Secretaria de Assistência Social e Participação Popular promove, no dia 30 de novembro, o segundo casamento comunitário de Maricá. A nova edição do Projeto Casamento está marcada para as 19h, na quadra do Colégio Cenecista Maricá, e terá a participação de 30 casais, cinco a mais do que na outra celebração.

De acordo com a secretaria, a estrutura será a mesma de março, quando 25 casais confirmaram os votos de fidelidade numa festa marcada pela emoção. Noivos e convidados celebraram em um ginásio decorado com cortinas leves e uma infinidade de rosas em buquê e guirlandas. Foi servido, ainda, um bufê onde não faltaram doces, salgados, refrigerantes, champanhe e o bolo tradicional. Uma valsa inaugurou o espaço para a dança dos noivos, que tiraram fotos com o prefeito Washington Quaquá, da primeira dama Rosângela Zeidan e de outras autoridades.

A festa marcou o auge de um processo de duas etapas, iniciado com a entrega dos documentos exigidos por cartório, efetivando juridicamente o estado civil dos nubentes. Todo o enlace foi gratuito para os noivos, inclusive a cerimônia social. Um CD com as fotos foi entregue aos 25 casais pela Secretaria de Assistência Social.

Anúncios

Outubro 29, 2012 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá, religioso, social | | Deixe um comentário

Educação em Maricá comemora Dia Nacional do Livro

Texto: Jorge André (edição de Marcelo Ambrosio) | Fotos: Fernando Silva

Considerado um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogia, o professor Paulo Freire afirmava que “a leitura do mundo precede a leitura da palavra”. Seguindo essa linha, a secretaria municipal de Educação aproveitou as comemorações do Dia Nacional do Livro, nesta segunda-feira (29.10), para mostrar o que tem sido feito em torno do desenvolvimento do gosto pela literatura entre todos os alunos. “Nossa proposta é fazer com que as escolas da rede pública municipal possam também, e através da leitura, colaborar para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, afirma a secretária de Educação, Marta Quinan.

São muitas as atividades. No CAIC Elomir Silva, por exemplo, o tema dos projetos de leitura é “Ziraldo desenhando gerações” e está sendo desenvolvido pelos alunos da creche ao 5º ano. Já para os que estudam do 6º ao 9º ano, quem está como tema é o poeta e diplomata Vinícius de Moraes. Entre os primeiros, a culminância será no dia 13 de novembro. Já quanto aos que estudam a obra de Vinícius, está marcada para o dia 30. Há ainda a sugestão do projeto envolvendo os 100 anos do nascimento de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, a cargo dos alunos da Escola Municipal Ministro Luis Esparano (Spar). “O Centro Educacional Municipal Joana Benedicta Rangel, no Centro, desenvolveu o programa de leitura em torno dos 100 anos de Jorge Amado”, descreve a Coordenadora de Leitura do município, Mônica Salles.

As ações não se resumem apenas à leitura, mas ao próprio acesso aos livros. Também desenvolvido no CAIC Elomir Silva, o Projeto “Sacola Literária” oferece aos alunos a possibilidade de levar para casa sacolas com livros, revistas, gibis e jornais para lerem com os pais. A intenção, ainda segundo Mônica Salles, é reunir a família em torno da leitura. No ano passado, a Escola Municipal João Pedro Machado (Manoel Ribeiro) também desenvolveu este trabalho. Já no Espraiado, a Escola Municipal mantém um projeto que alia a leitura à preservação do meio ambiente, já que o bairro rural tem uma vocação voltada para esse tema. Na oficina Eco-Leitura, a intenção é trabalhar a combinação entre o que se aprende nas páginas com os conceitos de ecologia e preservação ambiental.

Por ser celeiro de grande biodiversidade o bairro do Espraiado oferece a Oficina “Eco-Leitura: Ler para Descobrir o Mundo”. A intenção é trabalhar a leitura vinculada com o meio ambiente. O projeto é desenvolvido pela Escola Municipal do Espraiado e trabalha a leitura com base na ecologia e preservação ambiental.

Outubro 29, 2012 Posted by | Educação, jornalismo, Maricá | Deixe um comentário

Furacão: Nova York decreta evacuação de 375 mil pessoas

28 de outubro de 2012 13h29 atualizado às 15h34

fonte: site TERRA

Furacão se aproxima de Nova York. Foto: AFP Furacão se aproxima de Nova York  Foto: AFP

Imagem de satélite exibe o furacão Sandy sobre o Oceano Atlântico e se aproximando da costa leste dos EUA. Foto: Reuters Imagem de satélite exibe o furacão Sandy sobre o Oceano Atlântico e se aproximando da costa leste dos EUA
Foto: Reuters

O furacão Sandy, uma tempestade gigantesca que ameaça a Costa Leste dos Estados Unidos, ganhou força nesta segunda-feira, após forçar centenas de milhares de pessoas a procurar lugares elevados e provocar a interrupção do transporte público e o fechamento de Wall Street pela primeira vez em 27 anos em consequência de um fenômeno climático.

Autoridades de Nova York anunciaram neste domingo a evacuação obrigatória de 375 mil pessoas nas zonas costeiras da cidade, por conta da iminente chegada do furacão Sandy, o que levou à suspensão do transporte público e o cancelamento de centenas de voos.

"Eu decidi assinar uma ordem executiva ordenando a evacuação das áreas da Zona A da cidade, que inclui, entre outros Manhattan, Coney Island e Red Hook (Brooklyn, sudeste de Nova York), Rockaway Beach (Queens) ea maior parte da costa da Ilha de Staten", disse o prefeito, Michael Bloomberg, em entrevista coletiva.

"Ordenamos a evacuação para a segurança de 375 mil pessoas que vivem nessas áreas. Se você vive nessas áreas, tem que sair esta tarde", disse Bloomberg, que também anunciou o fechamento de escolas na cidade na segunda-feira depois de novas informações sobre riscos de inundações.

Em agosto de 2011, Bloomberg também ordenou a evacuação de cerca de 375 mil pessoas por precaução nessas áreas antes da chegada de Irene, embora Nova York tenha escapado quase ilesa ao furacão.

Dezenas de abrigos foram abertos neste domingo em várias partes da cidade. Bloomberg disse que as pessoas devem deixar suas casas e ir a esses lugares, ou para casas de amigos e parentes em áreas seguras.

Sandy, com ventos máximos sustentados de 120 km/h, se dirigia a nordeste no domingo, depois de deixar o Caribe no sábado, deixando um saldo de 59 mortos no Haiti, Cuba, República Dominicana, Jamaica e Bahamas.

Diante da ameaça de megatormenta, as autoridades do Estado de Nova York também anunciaram a suspensão dos transportes públicos (metrô, autocarro e comboio) na cidade e arredores desde a noite de domingo, e ao cancelamento de centenas de voos na região leste. "O sistema de transporte é a força vital da região da cidade de Nova York e suspender todos os serviços não é um passo fácil. Mas para manter os nova-iorquinos em segurança. Isso é prioridade", disse o governador Andrew Cuomo, em um comunicado.

Toda a manutenção e construção de casas e edifícios também foram interrompidos a partir de sábado à noite. Nos supermercados, filas se formaram para conseguir água, alimentos não perecíveis, velas, pilhas e lanternas.

O último furacão que atingiu Nova York foi o Gloria, em 1985.

Outubro 29, 2012 Posted by | jornalismo, meio ambiente | | Deixe um comentário