Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Mundeiro, viagem por culturas que partiu de Maricá

Texto: Jorge André

Ele nasceu em Ponte Nova (MG) e vive há 18 anos em Maricá. Jornalista, produtor, diretor de cinema e televisão, artista plástico, etnomusicólogo, Délcio Teobaldo apresenta nesta quinta-feira (01/11), no Teatro Municipal de Niterói, o espetáculo “Mundeiro”. A apresentação será única, com o lançamento de um CD referente ao projeto, que existe há 15 anos e faz incursões em culturas orais e rítmicas do Brasil e do mundo. Nele Délcio exibe sua herança musical, passeia pelas literaturas oral e escrita e pelo diálogo intercultural que já o levou dos lugares mais remotos do Brasil ao The Vortex Jazz Club, em Londres e a Maharashtra, na Índia.

Maricá estimulou a criatividade do artista

A pesquisa não se restringe à música. Desde a chegada a Maricá, Délcio já escreveu 10 livros. Um deles, “Pivetim”, recebeu em 2008 o Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil e Juvenil pelo Grupo SM de São Paulo. “Minha produção intelectual foi praticamente desenvolvida aqui. com mais tempo escrevi todos os meus livros e comecei o Projeto Mundeiro”, comenta o artista.

Acompanhado pelos percussionistas Pedro Lima, Lucá Rodrigues e Toni Nogueira; pelas cordas de Alexandre Guichard, vozes de Aline Paes e danças de Ana Paula Dias, Délcio mostra em “Mundeiro” como os cantos de fé, de trabalho e de folia organizam seus sotaques e harmonias, em todas as culturas populares do mundo, já que a palavra se refere aos peregrinos e aos libertários. “O fato de abrir o Mês da Consciência Negra, no dia 1º de novembro, dia de “Todos os Santos” e véspera de “Finados”, condiz com a ideia do trabalho que faz um diálogo entre o sagrado e o profano”, conclui.

O espetáculo começou a ser formatado em 1997, segundo Délcio Teobaldo, durante temporada no Rio Jazz Club, no Rio de Janeiro. “Na época já tinha um desenho de produção do espetáculo, com as vozes múltiplas e percussões dos batuques de rua da cidade, em conexão com os ofícios de fé de Minas, onde nasci”, conta o artista.

Anúncios

Outubro 31, 2012 - Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Teatro | ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: