Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Nesta Sexta – Documentário de Abdias Nascimento e palestra com Délcio Teobaldo encerram a Semana da Consciência Negra na Casa de Cultura de Maricá

Programação da Semana da Consciência Negra na Casa de Cultura de Maricá

DSCF1940  Exibição do documentário “Abdias do Nascimento 90 anos – História Viva” as 19:30h

Nesta sexta feira 23.11.2012, na Casa de Cultura de Maricá, acontece a sessão do filme documentário de Abdias, as 19:30h, seguido de Bate-Papo com mais um ícone da defesa e exposição da cultura negra no país. Jornalista, produtor, diretor de cinema e televisão, artista plástico, etnomusicólogo, Délcio Teobaldo que encerrará a noite falando sobre o "Afro jornalismo".

DSCF1973 O subsecretrário Municipal de Cultura de Maricá Zola Xavier, e os palestrantes da Semana da Consciência Negra na Sala Darcy Ribeiro, da Casa de Cultura de Marícá, Délcio Teobaldo palestrante de hoje, e Nadia Povoa Chaia, que abriu a sessão de palestras com sucesso.

Entrada franca. Estão todos convidados.

A casa de Cultura de Maricá,  está localizada na Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro – Maricá – RJ

maiores informações (21) 37311432

Anúncios

Novembro 23, 2012 Posted by | cultura, direitos humanos, jornalismo, Lazer, Maricá, palestra gratis, projeto cultural, social | , , | Deixe um comentário

Barbosa assume, e Supremo Tribunal Federal do Brasil tem seu primeiro presidente negro

Joaquim Barbosa tomou posse na quinta-feira (22.11.2012) como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), sendo o primeiro negro que assume esse cargo no país.

A cerimônia de posse contou com a participação da presidente Dilma Rousseff e do presidente do Senado brasileiro, José Sarney, além de outras autoridades. Em seu discurso, Barbosa afirmou que, hoje em dia, cem anos após a libertação dos escravos negros, a trajetória de vida dele não apenas reflete os grandes progressos da sociedade brasileira, mas uma ascensão do país no mundo.

A escravidão durou mais de 300 anos no Brasil, sendo abolida apenas em 1888. Os negros ocupam 7,6% da população total do país, mas são sujeitos à desigualdade em vários aspectos como na educação e no emprego. O governo brasileiro tem adotado uma série de medidas para melhorar a situação, como por exemplo, a concessão de subsídios a famílias pobres, o implemento de um sistema de cotas no vestibular das universidades públicas, entre outras.

Joaquim Barbosa assume comando do STF, em evento com 2 mil convidados  Joaquim Barbosa, primeiro presidente negro do Supremo Tribunal Federal do Brasil 

A posse do ministro Joaquim Barbosa na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) reúneu na tarde de ontem (22) autoridades e artistas que lotaram o plenário da Corte e outras áreas do Tribunal, especialmente preparadas para o evento. Marcada para as 15h, a posse começou por volta das 15h30, com a presença da presidenta Dilma Rousseff e dos presidentes do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-SP).

A chegada de Barbosa à presidência também reuniu governadores como Agnelo Queiroz (Distrito Federal), Jaques Wagner (Bahia), Geraldo Alckmin (São Paulo), Antonio Anastasia (Minas Gerais) e Ricardo Coutinho (Paraíba); ministros de Estado, entre eles José Eduardo Cardozo (Justiça) e Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União); e ex-ministros do STF, como Ellen Gracie, Cezar Peluso e Carlos Ayres Britto, antecessor de Barbosa na presidência. Britto se aposentou compulsoriamente no último domingo (18) depois de completar 70 anos de idade.

Parentes de Barbosa e do vice-presidente Ricardo Lewandowski, ministros de tribunais superiores, representantes classistas da magistratura e lideranças do movimento negro podem ser vistos no plenário. A classe artística e esportiva esteve representada por Milton Gonçalves, Lázaro Ramos, Lucélia Santos, Martinho da Vila, Regina Casé, Nelson Piquet e o ex-jogador de futebol e atual deputado federal Romário (PSB-RJ). O Hino Nacional foi executado pelo bandolinista brasiliense Hamilton de Hollanda.

Fonte: Rebeca Zhang e Débora Zampier Repórter da Agência Brasil

Joaquim Barbosa assume presidência do STF e critica desigualdade no acesso à Justiça

Joaquim Barbosa assume presidência do STF e critica desigualdade no acesso à Justiça. Foto: Agência Brasil

O ministro Joaquim Barbosa, que tomou posse nesta quinta-feira (22) como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), aproveitou o momento para criticar a desigualdade de acesso à Justiça e a subordinação pela qual os juízes precisam se submeter para ascender profissionalmente.

“Há um grande déficit de Justiça entre nós. Nem todos os brasileiros são tratados com igual consideração quando buscam a Justiça. Ao invés de se conferir à restauração de seus direitos o mesmo tratamento dado a poucos, o que se vê aqui e acolá – nem sempre, é claro, mas às vezes sim – é o tratamento privilegiado, o bypass. A preferência desprovida de qualquer fundamentação racional,” disse em discurso.

Xô firulas
Para o ministro, o Judiciário deve ser “sem firulas, sem floreios, sem rapapés” e deve se esforçar para dar resposta célere à sociedade, com duração razoável do processo. Segundo Barbosa, a lentidão processual pode produzir um “espantalho capaz de espantar investimentos produtivos de que tanto necessita a economia nacional.”

“De nada valem as edificações suntuosas, os sistemas de comunicação e informação, se naquilo que é essencial a Justiça falha porque é prestada tardiamente e porque presta um serviço que não é imediatamente fruível”, argumentou.

Independência
Na última parte do discurso, Barbosa reforçou a independência do juiz e a necessidade de afastá-lo da má influência para a ascensão profissional. “Nada justifica a pouco edificante busca de apoio para uma singela promoção de juiz de primeiro grau. Ele deve saber quais são suas perspectivas de promoção e não tentar obter pela aproximação do poder político dominante no momento”, disse o ministro, que foi muito aplaudido.

Valores
Segundo o ministro, os juízes são “produtos de seu meio e de seu tempo”, e devem atuar de acordo com os valores da sociedade em que vivem. “Nada mais ultrapassado e indesejado que aquele modelo de juiz isolado e fechado, como se estivesse encerrado em uma torre de marfim”, disse.

O novo presidente finalizou agradecendo a presença de seus parentes e amigos estrangeiros que vieram ao país especialmente para prestigiar a posse.

Primeiro Negro
Barbosa é o primeiro negro a comandar a Suprema Corte e é bastante ligado a questões raciais e faz referências ao assunto em discursos, votos e conversas. Veio de uma família simples de Paracatu, em Minas Gerais, e ocupou vários postos até ser convidado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para integrar o STF em 2003, época em que atuava como procurador no Rio de Janeiro.

E ainda
Ele presidirá também o Conselho Nacional de Justiça, sua passagem pelo comando do Supremo deve ser sem surpresas, pois gosta de agir by the books – em tradução livre, segundo as regras. A mescla de palavras estrangeiras com discursos em português é uma das marcas do ministro, que fala francês, inglês, alemão e espanhol.

Com informações da Agência Brasil

Novembro 23, 2012 Posted by | direitos humanos, jornalismo, Judiciário, social | , , | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá ganha mais uma escola em Inoã

Texto: Leandra Costa | Fotos: Fernando Silva

Representantes do Estado e secretária de Educação vilsumbram planos para a unidade.

Colégio Estadual de Inoã será municipalizado

A partir do próximo ano letivo, o atual Colégio Estadual de Inoã será administrado pela secretaria municipal de Educação. A novidade foi anunciada em visita, nesta quinta-feira (22/11) à unidade escolar pelo diretor regional pedagógico da Coordenadoria Regional da Baixada Litorânea, Luciano de Sant´Anna dos Santos, representante do secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia.

Entre os motivos que justificam a municipalização, segundo o diretor, estão a forte parceria estabelecida pelo Estado com a prefeitura e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (nº 9394/1996), que estabelece como prioridade de atendimento do Estado a oferta do Ensino Médio, cabendo às prefeituras o atendimento da Pré-escola até o nono ano do Ensino Fundamental.

A unidade que será incorporada à rede municipal de ensino de Maricá foi recentemente reformada e conta com uma área de 29.700m2.

– Nessa escola, observamos que havia pouca procura para o Ensino Médio, até porque existem outras oito escolas estaduais na cidade, o que justifica transformá-la numa unidade municipalizada para beneficiar mais alunos”, esclareceu o diretor regional, acrescentando que, atualmente, o colégio atende a 145 alunos do Ensino Fundamental I até o Ensino Médio.

A secretária municipal de Educação, Marta Quinan, já tem planos para a unidade, que passará a ser chamada Escola Municipal de Inoã. “Nossa ideia é criar um complexo educacional nessa ampla área, aproveitando a proximidade com a creche municipal Casa da Criança de Inoã. Vamos estudar o que poderemos criar nesse espaço para melhor beneficiar nossos alunos”, vislumbrou a secretária, que pretende ainda, já no próximo ano letivo, readequar as instalações da unidade, além de realizar a pintura da escola para padronizá-la nos moldes das demais 47 unidades municipais escolares existentes em Maricá.

Sobre a equipe que passará a atuar na escola no próximo ano, a secretária adiantou que será feita uma nova convocação do concurso público para compor a equipe municipal. “Estamos fazendo um levantamento de quantos novos profissionais terão que ser chamados para o próximo ano letivo. Além dessa nova escola, ainda teremos três novas creches, em Inoã, Cordeirinho e Itaipuaçu”, destacou Marta.

Com a municipalização, os servidores concursados do Estado que trabalham no colégio indicarão para a Secretaria de Estado de Educação três opções de unidades para as quais eles poderão ser transferidos. Eles permanecem na unidade de Inoã até o fim de dezembro desse ano. Já os sete funcionários contratados pelo Estado para cargos como vigia, servente e manipulador de merenda terão seus contratos mantidos pela prefeitura. “O Estado estabeleceu o contrato com a empresa terceirizada até dezembro de 2013. Após essa data, a prefeitura se propõe a absorver esses profissionais por meio da empresa que presta serviço para as escolas da cidade. Eles já conhecem a comunidade e a realidade do aluno e a nossa intenção é mantê-los trabalhando na escola”, justificou a secretária de Educação.

Unidade escolar de Inoã passará a ser administrada pela prefeitura.

Reunião entre equipe da unidade escolar, representantes da prefeitura e Governo do Estado definem novo funcionamento da escola.

Diretores do Estado e Secretária municipal de Educação (meio) discutem processo de municipalização da unidade de Inoã.

Novembro 23, 2012 Posted by | Educação, jornalismo, Maricá | Deixe um comentário

Maricá e Espinho, em Portugal, ativam parceria como cidades-irmãs

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Divulgação

O prefeito Washington Quaquá, a primeira-dama Rosângela Zeidan e o secretário Lourival Casula foram recebidos por Vicente Pinto e por Quirino de Jesus

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, a primeira dama e suplente de deputada estadual, Rosangela Zeidan, e o Secretário Municipal de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Petróleo, Lourival Casula, estiveram na manhã de quarta-feira (21/11), reunidos na cidade de Espinho, em Portugal com o vice-presidente da Câmara Municipal (equivalente ao cargo de vice prefeito no Brasil), Vicente Pinto, e com o vereador Quirino de Jesus, também membro do Conselho Municipal.

Espinho e Maricá haviam assinado em 2007 um protocolo de intenções para se tornarem cidades-irmãs, porém nada havia sido feito desde a assinatura. O contato com a cidade portuguesa foi retomado como parte da estratégia traçada pelo prefeito Washington Quaquá de internacionalização do nome de Maricá e de atração de investimentos para o município.

"Neste primeiro momento estamos fazendo um grande esforço para trazer investidores estrangeiros para Maricá, sobretudo europeus. Há uma crise no continente e eles estão em busca de novos mercados”, avalia o prefeito. “Portugal é, naturalmente, a nossa porta de entrada na Europa"’ completa Quaquá.

A estratégia do município é buscar primeiro investidores na indústria de base, capazes de lidar com a construção de uma infraestrutura turística, urbana, de serviços e industrial. Em um segundo momento, quando sobretudo a infraestrutura turística e o reordenamento urbano estiverem implantados, o plano prevê transformar Maricá em um grande polo turístico. "Para isso, além de uma grande campanha publicitária envolvendo aeroportos e companhias de aviação em vários países do mundo, que deflagraremos em janeiro de 2014 construindo uma imagem internacional positiva de nossa cidade, estamos realizando reuniões diretas com empresários em vários países para apresentar as oportunidades de negócios que Maricá oferece aos investidores estrangeiros”, conclui Quaquá.

Na reunião de Espinho ficaram acertadas algumas medidas práticas que podem beneficiar as duas cidades: em um primeiro passo, será organizada já em dezembro uma ponte entre agências de turismo de Maricá e de Espinho para efetivar um fluxo turístico entre as duas cidades.

Além disso, Espinho está abrindo uma universidade ligada a ciências portuárias e ao setor aeronáutico, o que combina com a vocação de Maricá, onde será construído o Polo Naval de Jaconé e há um projeto de reformulação completa do aeroporto municipal – no qual se prevê a concessão remunerada à iniciativa privada.

Calendário de ações conjuntas

As duas cidades ficaram, ainda, de trocar experiências nas aéreas de formação profissional, com a previsão de um intercâmbio para levar estudantes portugueses (de Espinho) para cursos técnicos no Brasil e para trazer alunos brasileiros (de Maricá). O prefeito se interessou também pela tecnologia da piscina de água salgada de Espinho e da terapia utilizando algas marinhas, muito boas sobretudo para o público da terceira idade. Quaquá pretende instalar uma "praia da terceira idade” no município, na orla de Cordeirinho, com uma piscina similar à da cidade em Portugal, destinada à terapia para idosos. Por fim, discutiu-se a realização de uma festa brasileira em Espinho e de uma festa portuguesa em Maricá, marcando o calendário cultural e turístico das duas cidades e, com isso, atraindo, respectivamente, público do Rio de Janeiro e do estado, bem como do distrito do Porto e do norte de Portugal.

Espinho é uma cidade praiana, de origem de pescadores, com, aproximadamente, 35 mil habitantes. Fica próxima à cidade do Porto e à região de Aveiro, no Norte de Portugal. Possui um cassino, uma orla marítima muito bonita e muitas características parecidas com Maricá, a começar pelo nome, já que a palavra Maricá serve para designar um arbusto com espinhos típico da restinga litorânea.

Nesta sexta, dia 23/11, o prefeito Washington Quaquá fará uma reunião com empresários portugueses no município de Cascais, região litorânea e turística do país, próxima a Lisboa. O prefeito será recebido pelo presidente da Câmara, Carlos Carreira.

Novembro 23, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá | Deixe um comentário