Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Ato ‘Veta, Dilma’, pelos royalties no Rio, terá interdições no trânsito

Avenidas Rio Branco e Presidente Vargas serão interditadas no dia do ato.
Trens, barcas, metrô e ônibus terão gratuidades; protesto é amanhã

Do G1 Rio

Trechos de duas das principais avenidas do Centro do Rio, a Presidente Vargas e a Rio Branco, serão interditados para a realização do ato público “Veta, Dilma”, em defesa da manutenção da distribuição dos royalties do petróleo, na próxima segunda-feira (26). A Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal montaram uma operação especial para manter a fluidez do trânsito nas proximidades manifestação. A SuperVia, o metrô e as barcas terão distribuição de bilhetes para os participantes.

Interdições das vias
As interdições começam às 10h, com o bloqueio da pista lateral da Avenida Presidente Vargas, no Centro, entre a Avenida Passos e a Avenida Rio Branco, no sentido Candelária. A Rio Branco será interditada entre a Rua da Assembléia e a Avenida Presidente Vargas a partir das 11h.
No mesmo horário, haverá o fechamento da Rua Evaristo da Veiga entre a Avenida Rio Branco e a Avenida República do Paraguai. A interdição da Avenida Rio Branco será estendida até a Avenida Presidente Wilson às 12h. Todas as transversais da via permanecerão interditadas até sua liberação completa.

Interdições começam às 10h (Foto: Editoria de Arte/ G1)

Gratuidade transporte público
A SuperVia, metrô e barcas terão esquema de gratuidades das 13h às 15h para manifestantes que seguirem no sentido Centro. O passageiro não precisará pagar das 20h e 22h na volta do “Veta, Dilma”.

A CCR Barcas distribuirá bilhetes especiais de ida ao ato nas estações Praça Araribóia, em Niterói, na Região Metropolitana, Cocotá e Paquetá. O ingresso especial da volta deverá ser retirado na Estação Praça XV, no Centro do Rio. A gratuidade não inclui a linha de Charitas.

A Supervia distribui os bilhetes de ida em todas as estações do sistema, exceto na Central do Brasil, onde o passageiro terá embarque gratuito ao término da manifestação.

O Metrô Rio disponibilizará bilhetes do ato em todas as estações a partir das 5h. Na volta, o embarque poderá ser feito apenas nas estações Cinelândia, Carioca, Uruguaiana e Presidente Vargas.

A Fetranspor vai franquear os ônibus de diversos pontos do Rio que seguirem para o Centro. Esses coletivos terão identificação diferenciada e serão acompanhados por motociclistas da Polícia Militar, Guarda Municipal ou CET-Rio.

A Prefeitura vai colocar 185 agentes de trânsito para auxiliar no fluxo dos carros. A Seop também escalou 258 guardas para coibir estacionamentos irregulares e vendedores ambulantes não autorizados. Painéis eletrônicos vão sinalizar os motoristas sobre as interdições.

A prefeitura recomenda que a população utilize transportes públicos para ir ao ato. Os motoristas devem evitar a área da manifestação e procurar rotas alternativas.

A Comlurb anunciou que 50 garis com apoio de caminhões pipa e varredeiras mecânicas cuidarão da limpeza da passeata.

Anúncios

Novembro 25, 2012 Posted by | jornalismo, manifestação popular, Royalties - Petróleo | | Deixe um comentário

Maricá decreta ponto facultativo nesta segunda-feira

Texto: Odemir Capistrano

Será ponto facultativo nas repartições públicas de Maricá nesta segunda-feira (26/11), a partir das 13h, menos nos setores onde as atividades não puderem ser suspensas, de acordo com o Decreto 130/2012. Com a decisão, o governo espera mobilizar pelo menos 250 maricaenses para a manifestação “Veta, Dilma!”, na Cinelândia, que terá a participação de governantes e lideranças políticas dos Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, principais produtores e os maiores prejudicados caso a nova lei aprovada no Congresso seja sancionada pela presidenta Dilma Rousseff. Os recursos provenientes da exploração do petróleo (royalties) são utilizados em Maricá em obras de infraestrutura e nos setores de Educação e Saúde. Atualmente, o município recebe cerca de R$ 8 milhões/mês.

O governo municipal de Maricá vai disponibilizar cinco ônibus para conduzir os interessados em participar da passeata, que sai da Candelária pela Avenida Rio Branco com destino à Cinelândia. Os ônibus farão ponto, a partir do meio-dia, nos seguintes locais:

– Dois em frente à sede da Prefeitura, rua Álvares de Castro, 346, Centro.

– Um em frente à Casa da 1ª à 3ª Idade, rua Joaquim Mendes, Centro.

– Um em frente à secretaria de Educação, rua Bacelar da Silva Bezerra, 105, Centro.

– Um na praça Orlando de Barros Pimentel, Centro.

Novembro 25, 2012 Posted by | jornalismo, manifestação popular | Deixe um comentário

Prefeito de Maricá apresenta conferência a empresários de Cascais

Texto: Marcelo Ambrosio

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, esteve na sexta-feira (23/11), na cidade de Cascais, em Portugal, onde foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal (equivalente ao prefeito no Brasil), Carlos Carreiras. O presidente foi o anfitrião de uma reunião na qual o prefeito apresentou uma conferência sobre as potencialidades de investimentos do município de Maricá a um grupo de empresários portugueses.

"Pudemos mostrar a eles os encantos de Maricá, uma das mais belas cidades do Brasil, e todas as grandes oportunidades de investimentos que nossa cidade oferece", afirmou Quaquá . A apresentação foi mais uma etapa na estratégia da Prefeitura de Maricá de promoção internacional do município em busca de investidores e da geração de empregos e riqueza para a cidade. Um dos presentes, o empresário Fernando Andrez anunciou durante o encontro o lançamento de um mega empreendimento turístico, residencial e comercial na Fazenda Pedra Grande, entre Inoã, São José do Imbasssaí e Itaipuacu. Uma verdadeira cidade, com empreendimentos de alto luxo, será criada em uma área de 9 milhões de metros quadrados trazendo dinamismo econômico em toda a região e gerando milhares de empregos.

Depois da conferência diversos empresários se mostraram interessados em fazer investimentos, ao passo que se surpreenderam com o processo de desenvolvimento econômico pelo qual passa o município atualmente.

Conhecedor de Maricá, onde já esteve a trabalho por diversas vezes, o presidente da Câmara de Cascais declarou sua surpresa positiva ao ver um ciclo novo de desenvolvimento. "Estou feliz ao ver esta nova Maricá, que é outra cidade em relação à que conheci há 10 anos. É possível ver agora que o prefeito esta desenvolvendo o município e buscando investimentos. Um ambiente bem diferente", afirmou Carlos Carreiras.

Várias medidas práticas ficaram de ser adotadas. O vereador Alexandre Faria, responsável pelas relações internacionais de Cascais, e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Lourival Casula, ficaram de travar contato permanente para organizar ações que possam ser implementadas entre os dois municípios.

Ainda seguindo a estratégia de internacionalização da imagem de Maricá, o prefeito Quaquá vai apresentar, uma conferência sobre as oportunidades de investimentos em Maricá na embaixada do Brasil em Roma, na Itália. Depois fará durante a semana uma serie de reuniões com empresários Italianos já interessados em realizar investimentos no município.

Novembro 25, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá | Deixe um comentário

Produtores discutem Sistema de Cultura para Maricá

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Fernando Uchôa

Produtores culturais de Maricá reuniram-se na quinta-feira (22/11), no Ponto de Cultura Percursos Culturais, em Inoã, para discutir o novo Sistema de Cultura que será implantado no município. O sistema será integrado ao Sistema Nacional de Cultura, e está alicerçado em três bases: Conselho de Cultura, Plano de Cultura e Fundo de Cultura. As três instâncias atuam simultaneamente promovendo a cultura em todas as suas manifestações artísticas, populares e eruditas.

Durante o evento foi exibido um vídeo do Ministério da Cultura sobre o Sistema Nacional de Cultura. Também discutiram-se questões de ordem e logística para organização e aprovação do Plano Municipal de Cultura, cujo modelo foi apresentado no primeiro semestre por representantes do MinC que estiveram em Maricá. Desde então o processo vem sendo instruído e discutido passo a passo, inclusive com a redação de uma legislação específica para dar suporte à sua implementação. A mensagem de nº 20, de setembro de 2012, já foi enviada à Câmara Municipal e propõe a criação do novo Conselho Municipal de Cultura. Foi dado prazo inicial de 60 dias para apreciação no plenário. Na próxima quarta-feira, 28/11, uma comissão da Cultura irá reivindicar à Câmara antecipação da apresentação e da votação pela Casa.

Em busca da consolidação

O evento realizado foi mais uma etapa no processo, que já teve reuniões realizadas com produtores culturais e gestores municipais no Grupo de Artistas de Maricá, nos Pontos de Cultura e na Casa de Cultura, sede da Secretaria Municipal de Cultura. O objetivo é incluir o município no Sistema Nacional de Cultura, para planificar, desenvolver e gerir políticas públicas do setor, com recursos do Fundo Municipal que será criado, e repasses do Fundo Nacional de Cultura, através da Lei 1.313 (Pró-Cultura), antiga Lei Rouanet. Atualmente, 1.350 municípios brasileiros fazem parte do Sistema Nacional de Cultura.

Presentes à reunião a subsecretária municipal de Cultura, Myrthes Almada, o diretor do grupo teatral D’Jota (Dr. João, Teatro e Artes), as produtoras de cultura Maria Regina Moura e Patrícia Custódio, coordenadoras do Ponto de Cultura, o diretor da Rádio Sideral, Vicente Silva, o presidente da Associação Comercial e de Serviços de Itaipuaçu (ASSESI), Luiz Felipe, o presidente da Federação das Associações de Moradores de Maricá (FAMAR), Eduardo Silva, a presidente da Associação de Moradores de Inoã, Celencina Opilar, e da Associação de Moradores de Zacarias, Romildo Santana, entre outros.

Novembro 25, 2012 Posted by | cultura, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário