Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Ato ‘Veta, Dilma’, pelos royalties no Rio, terá interdições no trânsito

Avenidas Rio Branco e Presidente Vargas serão interditadas no dia do ato.
Trens, barcas, metrô e ônibus terão gratuidades; protesto é amanhã

Do G1 Rio

Trechos de duas das principais avenidas do Centro do Rio, a Presidente Vargas e a Rio Branco, serão interditados para a realização do ato público “Veta, Dilma”, em defesa da manutenção da distribuição dos royalties do petróleo, na próxima segunda-feira (26). A Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal montaram uma operação especial para manter a fluidez do trânsito nas proximidades manifestação. A SuperVia, o metrô e as barcas terão distribuição de bilhetes para os participantes.

Interdições das vias
As interdições começam às 10h, com o bloqueio da pista lateral da Avenida Presidente Vargas, no Centro, entre a Avenida Passos e a Avenida Rio Branco, no sentido Candelária. A Rio Branco será interditada entre a Rua da Assembléia e a Avenida Presidente Vargas a partir das 11h.
No mesmo horário, haverá o fechamento da Rua Evaristo da Veiga entre a Avenida Rio Branco e a Avenida República do Paraguai. A interdição da Avenida Rio Branco será estendida até a Avenida Presidente Wilson às 12h. Todas as transversais da via permanecerão interditadas até sua liberação completa.

Interdições começam às 10h (Foto: Editoria de Arte/ G1)

Gratuidade transporte público
A SuperVia, metrô e barcas terão esquema de gratuidades das 13h às 15h para manifestantes que seguirem no sentido Centro. O passageiro não precisará pagar das 20h e 22h na volta do “Veta, Dilma”.

A CCR Barcas distribuirá bilhetes especiais de ida ao ato nas estações Praça Araribóia, em Niterói, na Região Metropolitana, Cocotá e Paquetá. O ingresso especial da volta deverá ser retirado na Estação Praça XV, no Centro do Rio. A gratuidade não inclui a linha de Charitas.

A Supervia distribui os bilhetes de ida em todas as estações do sistema, exceto na Central do Brasil, onde o passageiro terá embarque gratuito ao término da manifestação.

O Metrô Rio disponibilizará bilhetes do ato em todas as estações a partir das 5h. Na volta, o embarque poderá ser feito apenas nas estações Cinelândia, Carioca, Uruguaiana e Presidente Vargas.

A Fetranspor vai franquear os ônibus de diversos pontos do Rio que seguirem para o Centro. Esses coletivos terão identificação diferenciada e serão acompanhados por motociclistas da Polícia Militar, Guarda Municipal ou CET-Rio.

A Prefeitura vai colocar 185 agentes de trânsito para auxiliar no fluxo dos carros. A Seop também escalou 258 guardas para coibir estacionamentos irregulares e vendedores ambulantes não autorizados. Painéis eletrônicos vão sinalizar os motoristas sobre as interdições.

A prefeitura recomenda que a população utilize transportes públicos para ir ao ato. Os motoristas devem evitar a área da manifestação e procurar rotas alternativas.

A Comlurb anunciou que 50 garis com apoio de caminhões pipa e varredeiras mecânicas cuidarão da limpeza da passeata.

Anúncios

Novembro 25, 2012 - Posted by | jornalismo, manifestação popular, Royalties - Petróleo |

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: