Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Shows em oito palcos vão animar o réveillon de Maricá

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Fernando Silva

A tradicional queima de fogos será realizada em diferentes bairros da cidade ao som de axé, samba e forró

Bandas de axé, samba, sertanejo e forró estão entre as atrações

A chegada de 2013 em Maricá será embalada por samba, axé, forró e música sertaneja. A festa organizada pela prefeitura terá ao todo oito palcos – três deles em Itaipuaçu e os demais espalhados por diferentes bairros. O evento é gratuito.

Um dos destaques do réveillon da cidade é a banda Tatudoemcasa, que promete animar o público ao som de forró. O vocalista Sirlei Andrade é o vencedor do concurso “Cantando no Chuveiro”, do programa Mais Você, da Rede Globo. O grupo, antes conhecido como “Art Dance”, se transformou na banda “Tatudoemcasa” (nome escolhido porque a maioria dos integrantes é da mesma família) no quadro “Olha a Minha Banda”, do programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo, em 2009.

A festa da virada de ano ainda terá muito samba de raiz com Claudinho Guimarães, compositor da música “Quando a gira girou”, gravada por Zeca Pagodinho e regravada pelo grupo Revelação; “Da melhor com a Lili”, interpretada por Diogo Nogueira, entre outras. “Estou muito feliz em voltar a tocar na cidade (já se apresentou em três carnavais no município). Morei aqui quando criança e Maricá faz parte da minha vida”, declarou o sambista, que hoje mora em Arraial do Cabo e comanda há um ano o projeto municipal Samba di Buteco, realizado pela secretaria municipal de Turismo de Maricá.

O réveillon na cidade também dará espaço a outros artistas da região. As atrações serão as bandas Sakulejo (axé e sertanejo), Folia do Pimenta (que apresenta uma mistura de frevo, maracatu e marchinhas de Carnaval), Me Puxa (axé), Carnaval Folia (marchinhas), Conexão Balanço (diversos ritmos com batida de samba), Garotos 100 Preconceito (forró), Vetter (pop rock), Samba Pontocom (samba e pagode) e o cantor Amarildo Moreno (samba).

Em todos os palcos, os shows começam a partir das 22 horas, mas antes (às 20h) DJs já estarão animando o público. Na hora da virada, a atração é a tradicional queima de fogos.

A festa continua em Maricá no primeiro dia de 2013, com a edição especial do projeto Samba di Buteco. O cantor Claudinho Guimarães e a banda Feijão com Arroz vão colocar o público para sambar das 17h às 23h na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro.

Pré-réveillon

Antes da festa pela chegada do ano novo, a prefeitura realiza a última edição do ano do projeto Sob o Céu Sob o Sol de Maricá no dia 28 de dezembro. A cantora Mirene Alves apresenta um show carnavalesco na Praça Conselheiro Macedo Soares, no Centro, a partir das 18 horas.

Confira a programação completa:

28/12 (sexta-feira) – 18h às 23h

Projeto Sob o Céu Sob o Sol de Maricá com Mirene Alves na Praça Conselheiro Macedo Soares – Centro;

31/12 (segunda-feira) – 20h às 03h

Barra de Maricá (Rua 13): DJ (20h), Claudinho Guimarães (22h30) e Banda Me Puxa (01h);

Cordeirinho (Rua 90): DJ (20h) e Carnaval Folia (22h);

Ponta Negra (praia): DJ (20h), Tatudoemcasa (22h30), Sakulejo (01h);

São José do Imbassaí (praia das Amendoeiras): DJ (20h) e Grupo Conexão Balanço (23h);

Santa Paula (próximo ao condomínio Santa Paula): DJ (20h) e Amarildo Moreno (22h30);

Itaipuaçu (Rua 83): DJ (20h) e Garotos 100 Preconceito (22h30);

Itaipuaçu (Rua 1): DJ (20h), Folia do Pimenta (22h30) e Banda Vetter (01h);

Itaipuaçu (Recanto): DJ (20h) e Grupo Samba Pontocom (23h);

01/01 (terça-feira) – 17h às 23h

Samba di Buteco com Claudinho Guimarães e banda Feijão com Arroz – Praça Orlando de Barros Pimentel – Centro;

Banda Tatudoemcasa se apresenta na praia de Ponta Negra.

Fulia do Pimenta sobe ao palco da Rua1, em Itaipuaçu.

Claudinho Guimarães anima mais uma vez a virada do ano, desta vez em Barra de Maricá.

Fogos vão iluminar vários cantos da cidade.

Banda de axé "Me Puxa" também vai se apresentar na cidade.

Anúncios

Dezembro 27, 2012 Posted by | jornalismo, Lazer, shows e eventos, turismo | , | Deixe um comentário

Pré-Reveillon em Maricá reunirá o melhor do pagode no Recanto

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Divulgação

Grupo Bom Gosto é a atração principal da festa de pré-reveillón do Recanto.

A virada do ano em Maricá terá uma programação extensa, preparada pela Prefeitura, com shows que vão de Cordeirinho a Itaipuaçu, num total de oito palcos. Mas a animação toma conta da cidade antes mesmo da passagem para 2013 – num pré-reveillon especial que reunirá o melhor do pagode no Restaurante Recanto da Praia, em Itaipuaçu, no dia 30/12.

O evento, que também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Maricá, reunirá nomes de destaque do pagode. A atração principal é o grupo Bom Gosto. Se apresentam ainda os grupos Conexão Carioca e Total Sintonia, além de MC Duduzinho e Silvio Meires e a bateria da E.S. Porto da Pedra, com o mestre Thiago Diogo.

Ao contrário dos shows da noite do reveillón, que são todos gratuitos, o "Pré Reveillon do Recanto" é um evento fechado e os ingressos estão à venda nas Lojas South, Lojas Banco de Areia (shoppings em Niterói, São Gonçalo, e Maricá) Parada Carioca (São Gonçalo), Posto Shell Icaraí (Av. Roberto Silveira, 9), Bar do Edinho (Itaipuaçu), It@ Info (Barroco, Itaipuaçu), Loja Ketley (Inoã) e no local dos shows (Restaurante Recanto da Praia), além de vendas online, no site Ingresso Mais.

Sucesso nas rádios, grupo vai animar a véspera do ano novo em Maricá.

Dezembro 27, 2012 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, shows e eventos, social, turismo | Deixe um comentário

Morre em Maricá o professor José Carlos, o “cavaleiro da alegre figura”

Texto: Isabel Oliveira e Odemir Capistrano | Fotos: Fernando Silva

Prof. José Carlos de Almeida e Silva Mestre José Carlos de Almeida e Silva (Foto Arquivo: Renata Toledo)

As filhas, a nora e amigos do professor

Faleceu na madrugada dessa terça-feira (25/12), vítima de câncer, o professor José Carlos de Almeida e Silva. Referência e protagonista da história da Educação do município, José Carlos – que era também encenador, poeta, dramaturgo e ator – foi professor de várias gerações de maricaenses e secretário de Educação, tendo sido também diretor de escolas da rede estadual. O velório, realizado na Casa de Cultura, contou com a presença de colegas do magistério, de ex-alunos, amigos, do vice-prefeito eleito e coordenador geral do governo, Marcos Ribeiro, da secretária de Educação, Marta Quinan, e de ex-secretários da pasta. Reverenciado pela qualidade do seu trabalho, “Zé Carlos” permanecerá na memória dos amigos como o “cavaleiro da alegre figura”, pois, ao contrário de Dom Quixote, o personagem do romance de Cervantes, jamais perdia o bom humor.

“Obrigado pelos filhos que me deste, pela família honrada, filhos e netos. Obrigado aos amigos presentes e àqueles que não puderam vir”, disse, emocionada, a historiadora Maria Penha de Andrade Silva, esposa de José Carlos, enaltecendo as qualidades do marido, entre as quais “o astral sempre maravilhoso”. Sobre o papel dele no ensino público, sintetizou: “Foi um divisor de águas na Educação em Maricá.” José Carlos deixa três filhos – Frederico, Patrícia e Fernanda – e quatro netos.

Ao prestar sua homenagem na cerimônia religiosa de encomenda do vumbi (o corpo depois que o espírito desencarna), o babalorixá Jonas de Jagun, o Liminha, enfatizou o empenho do amigo “na defesa das culturas afro-brasileiras”, destacando igualmente o modo sempre bem-humorado como Zé Carlos sempre levou a vida. “O tempo é curto, meu amigo, para nós nesse momento, quando você parte para outra jornada. Faltou-lhe a homenagem em vida. Agora, você, sempre brincalhão, vai dizer que não pode mais abraçar a gente”, completou Liminha.

Generosidade marcante

“Felizes são aqueles que vierem depois de nós, pois irão colher o que plantamos.” O professor José Carlos de Almeida e Silva fazia questão de repetir essa frase. Sua generosidade, tanto na vida familiar quanto no convívio com os amigos, era impressionante. Adotou Maricá em 1962, quando, ainda estudante da Universidade Federal Fluminense (UFF), veio estagiar na cidade. No mesmo ano começou o namoro com a historiadora Maria Penha de Andrade e Silva, com quem se casaria em 1969.

Para Mariane Mary Fonseca, subsecretária de Gabinete da Secretaria de Educação, a morte do professor é uma perda muito grande para a Educação. “Ele era respeitado pelo muito que contribuiu nesse sentido”, afirmou. Já o subsecretário de Difusão Cultural, Zola Xavier, disse acreditar que o trabalho de José Carlos permanecerá. “ Quando morre um professor perdemos as suas palavras mas ficam os seus ensinamentos”, avaliou.

Além de educador, José Carlos foi homem de teatro, fundando, na Escola Estadual Dr. João Gomes de Matos Sobrinho, o grupo “DJOTA com amigos!!” Em mais de três décadas de palco conquistou com o grupo mais de 30 prêmios, sempre divulgando o nome de Maricá. Através do teatro, agregou dezenas de filhos à sua família. Um deles, o professor e ator Perseu Silva, definiu: “José Carlos foi uma das pessoas mais generosas que conheci. Sempre bem-humorado, não media esforços para ajudar o próximo. Incentivador do teatro, nos deixa órfãos da sua sabedoria. Serei sempre grato por tudo que este amigo fez por mim”.

Dezembro 27, 2012 Posted by | jornalismo | , , | Deixe um comentário

Inscrições abertas para o curso de corte e costura na Casa da 1ª à 3ª Idade

Texto: Jorge André | Fotos: Divulgação

Novas turmas para capacitação em corte e costura terão aulas a partir de fevereiro de 2013

A partir de 13 de fevereiro, a Prefeitura Municipal de Maricá vai oferecer, na Casa da 1ª a 3ª Idade, o curso de Corte e Costura do Projeto “No Caminho da Sustentabilidade”.

A capacitação não tem restrições de idade e os interessados já podem fazer as inscrições na Rua Clímaco Pereira, 269, no Centro. As turmas de Corte e Costura serão divididas em dois horários. Às quartas e sextas-feiras pela manhã, das 9h às 11h, e à tarde, das 14h às 16h. O curso tem duração de três meses.

Segundo a subsecretária de Políticas do Idoso, Denize Fortes, a iniciativa faz parte de uma série de ações para promoção de geração de renda na Casa da 1ª à 3ª Idade. “Sempre realizamos cursos de fomento à geração de renda e estímulo à sustentabilidade”, explicou. “O nosso objetivo é criar condições de trabalho para os participantes, em cursos técnicos e de curta duração", completou.

Entre os outros cursos do projeto “No Caminho da Sustentabilidade” estão os de pintura em tecido, flor de meia, papietagem, cestaria, mosaico e tear. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-0589

Dezembro 27, 2012 Posted by | Ação Social, cursos, jornalismo, Maricá, projeto social, trabalho e renda | | Deixe um comentário