Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Cineclube Henfil exibe hoje último filme do Festival Charles Chaplin, na Casa de Cultura de Maricá

Texto: Fernando Uchôa

O Cineclube Henfil exibe nesta quarta-feira (30/01), às 19h, “Luzes da Ribalta” (Limelight), último filme norte-americano de Charles Chaplin. A entrada é gratuita. Haverá distribuição de senha 30 minutos antes do início da sessão.

O filme conta a história de um amor impossível entre um comediante que não consegue mais fazer o público rir (Calvero, interpretado por Chaplin) e uma bailarina (Terry, interpretada por Claire Bloom), paralisada pelo medo de dançar. Neste filme, antepenúltimo de sua carreira, o ator inglês revisita suas origens artísticas no “music-hall” e no “vaudeville”, e presta uma homenagem aos comediantes dos velhos tempos contracenando com Buster Keaton, seu maior concorrente, Norman Loyd, e outros.

O filme, de 1952, com 1h29min de projeção, foi escrito, dirigido, interpretado e musicado por Chaplin, e estreou na Europa em 6 de fevereiro de 1953, com recorde de crítica e público. À época, Chaplin teve de responder na Justiça por possíveis ligações comunistas, não podendo lançar o filme na América, onde foi rodado. Vinte anos depois, o filme foi exibido em Los Angeles e ganhou o prêmio de melhor trilha sonora na entrega do Oscar de 1972.

Enredo

A história se passa em Londres, no ano de 1914, às vésperas da Primeira Guerra Mundial. Este foi o ano do primeiro filme de Chaplin. Calvero, antes um palhaço famoso, tornou-se um bêbado e salva uma bailarina chamada Thereza da tentativa de suicídio. Calvero serve-lhe de enfermeiro até ela recobrar a saúde, a autoestima e recuperar a carreira. Ao conseguir isto, também ele recupera sua autoconfiança, mas não consegue retornar aos palcos com sucesso.

Mesmo com a diferença de idade entre ambos, Terry (nome artístico da bailarina) declara a Calvero querer casar-se com ele. Entretanto, ela tinha ajudado um jovem compositor, Neville, que Calvero acredita ser melhor companheiro para ela. Para que o romance dê certo, Calvero sai de casa e torna-se um artista de rua. Terry agora tem seu próprio espetáculo e convence-o a fazer um show beneficente. Junto ao seu parceiro (Keaton), Calvero realiza uma volta triunfante, porém sofre um ataque cardíaco e morre no palco, a poucos passos de Terry, que, no segundo ato da peça, dança no palco.

Mazzaropi

Desde sua estreia em dezembro de 2012, na Casa da Cultura de Maricá, com o Festival Chaplin, o Cineclube Henfil tem esgotado sua lotação de 40 lugares, com frequência assídua de alguns espectadores. A próxima série a ser exibida será a do ator brasileiro Mazzaropi, que mobilizou plateias nos anos 60 com suas comédias que retratam o interior do Brasil e seus costumes.

O Cineclube Henfil, que fica na Casa da Cultura de Maricá, na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, realiza sessões toda quarta-feira, às 19h, e recebe grupos especiais de escolas, igrejas e de toda comunidade (com agendamento prévio). Para entrar em contato com o Cine Henfil, o público pode ligar para o (021) 3731-1432 ou enviar um e-mail para cineclubehenfilmarica@gmail.com.

Anúncios

Janeiro 30, 2013 - Posted by | cinema / produção, cultura, Festivais, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: