Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Maricá vai balançar no sábado com MC Meia Noite

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Fernando Silva

MC Meia Noite se apresenta neste sábado (13/04) na Praça Orlando de Barros Pimentel.

O MC Meia Noite é a atração deste sábado (13/04) na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro de Maricá. O show, que terá início às 20h, promete sacudir o público com o projeto “Animando as Comunidades”, que tem o apoio das secretarias municipais de Cultura e Turismo.

Músicas como o funk “Tufão”, que reverencia a torcida do C.R. Flamengo ou o “Funk de Combate ao Crack”, que passa uma mensagem educativa de prevenção às drogas, são algumas das músicas de trabalho e sucessos mais recentes deste funkeiro da paz. "Não use crak, minha gente / que é destruição / esse é o nosso lema / o nosso maior desafio / vamos tirar essa pedra do caminho (…)", defende a letra do "Funk de Combate ao Crack", que será apresentada no show.

– “Não faço apologia ao palavrão ou à violência. Acho que a música tem de ser mensageira da paz e do amor, da cultura e da educação, para termos uma sociedade mais justa para todos”, declara o MC.

Morador do bairro maricaense de Bambuí há 14 anos, Sandro Lopes dos Santos, o MC Meia Noite, 40 anos, é casado e pai de duas filhas. Começou a fazer música há mais de 20 anos, quando ainda morava na comunidade do Boa Vista, em Niterói. Mudou-se para São Gonçalo, para o bairro Meia Noite, em Santa Isabel, onde ganhou o apelido. De lá para cá, foram muitos sucessos, como o Funk do João Buracão (inspirado pelo boneco de mesmo nome, criado pelo Jornal Extra).

Com uma proposta de engajamento social e cunho educativo, as músicas de MC Meia Noite representam a vida nas comunidades e foram o passaporte do sucesso do funkeiro, que se apresenta principalmente na Baixada Fluminense e em todo o interior do Estado do Rio. Em Maricá, o MC comanda o projeto “Animando as Comunidades”, que se apresentará de 15 em 15 dias em diferentes bairros da cidade.

Anúncios

Abril 10, 2013 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural | Deixe um comentário

Fumacê no combate à Dengue em Maricá

Texto: Marcelo Moreira e Odemir Capistrano

A secretaria municipal de Saúde de Maricá iniciou uma medida no combate à Dengue. Além do reforço na rede de atendimentos aos suspeitos de estarem com a doença, com a instalação de tendas de hidratação (veja em http://www.marica.rj.gov.br/?s=noticia&n=2808), começou a circular hoje nas ruas da cidade um veículo para aplicação do chamado “fumacê”.

Desde fevereiro, os agentes do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD) visitam domicílios e o comércio (borracharias, ferros-velhos, depósitos de bebidas, entre outros ambientes) das localidades mais afetadas, onde distribuem panfletos educativos e orientam a população a eliminar depósitos avulsos de água, vedar os reservatórios em uso e manter seus terrenos em condições adequadas para afastar o inseto. A cartilha, uma peça da campanha estadual “Rio contra a Dengue”, sugere aos moradores que dediquem 10 minutos por semana à verificação de potenciais criadouros das larvas do mosquito em suas residências ou estabelecimentos comerciais.

Além dessas ações, o PMCD promove a capacitação dos profissionais de saúde para o atendimento dos usuários, aplicando também o produto Ultrabaixo Volume (UBV), apelidado de “fumacê” pela população, como forma de bloquear a circulação do mosquito que carrega o vírus transmissor da Dengue.

Saiba o roteiro do carro fumacê em Maricá

Texto: Secretaria de Saúde

A secretaria municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira os locais onde circulará esta semana o carro para aplicação do fumacê. Ontem (8/4), o fumacê foi aplicado pela manhã em Ubatiba e à tarde está no Jardim Nova Metrópole.

Hoje (9/4), o carro foi de manhã ao Marquês e à tarde passa nas Pedreiras. Na quarta, Flamengo pela manhã e Araçatiba à tarde. Quinta-feira (11/4), o veículo circulará de manhã em Ponta Negra e à tarde no Bairro da Amizade. Na sexta de manhã, é a vez de Inoã para em seguida, na parte da tarde, o carro chegar ao Centro. A programação está sujeita a alterações em razão, por exemplo, de mudanças no tempo.

Abril 10, 2013 Posted by | jornalismo, Maricá, saúde | , | Deixe um comentário

Show multimídia em Maricá encerra Projeto Cultural “Golpe de 64” lembrando filho de Zuzu Angel nesta sexta feira 12 de abril

Texto: Valéria Vianna (edição: Marcelo Moreira)

A busca da estilista mineira Zuzu Angel pelo filho desaparecido sob a ditadura militar é uma das encenações que o público vai assistir no "Show Multimídia", evento que marca o encerramento – nesta sexta feira 12 de abril, a partir das 20h, no Anfiteatro da Praça Orlando de Barros – do Projeto Cultural “Golpe de 64”, realizado pela secretaria municipal de Cultura.

Durante todo o mês de março, o projeto relembrou episódios do período histórico da ditadura militar no Brasil com filmes, shows, performances e palestras.

“O objetivo do evento é misturar mesmo as artes e as mídias para sensibilizar as pessoas através de todos os sentidos. Levá-las a refletir sobre a censura que nos foi imposta por 21 anos e que calou a voz de muitos jovens como o militante político Stuart Angel, filho de Zuzu. Situações como essa serão mostradas por intermédio da dança, de projeções de filmes, leitura poética, música e teatro”, declara o secretário municipal de Cultura, Sérgio Mesquita.

A Companhia Vida de Teatro e Dança apresentará coreografias de Paulo Ernani para as músicas “Sobre Todas as Coisas” e “Apesar de Você”, de Chico Buarque, com o acompanhamento, na última canção, do violão e da voz de Valentim.

Poesias de Ferreira Gullar, Mário Lago e uma letra de Aldir Blanc serão encenadas por atores do grupo teatral Djota, além da projeção de depoimentos de personalidades que sofreram torturas e ainda estão vivas, inclusive de Maricá. Filmes como “O Dia que durou 21 anos”, “Hércules 56” e “Cidadão Boilensen” também serão projetados em dois telões. Na música, Valentim e Dalva interpretam canções da MPB censuradas na época, e Blecaute Júnior cantará “Irene ri”, de Caetano Veloso.

Abril 10, 2013 Posted by | arte, cinema / produção, cultura, Dança, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social, Teatro | Deixe um comentário

Bilhete Único Universitário: em Maricá começa o recadastramento dos beneficiados de faculdades públicas

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Fernando Silva

Recadastramento para alunos de faculdades públicas será realizado de 15 a 30 de abril na secretaria de Assistência Social – Foto: Fernando Silva

A prefeitura Municipal de Maricá inicia na próxima semana o recadastramento do programa Bilhete Único Universitário para estudantes de faculdades públicas. De 15 a 30 deste mês, os usuários precisam comparecer na sede da secretaria municipal de Assistência Social para atualização dos dados cadastrais. O programa, criado pela prefeitura, facilita o deslocamento dos estudantes para faculdades de fora da cidade e atualmente beneficia mais de mil pessoas.

O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na secretaria (Rua Domício da Gama, 386, no Centro). São exigidos os seguintes documentos: cópias da identidade, CPF, comprovante de residência atual e título de eleitor, além da grade curricular do primeiro semestre deste ano no papel timbrado da faculdade e a declaração de frequência do segundo semestre de 2012, com a respectiva matrícula em 2013 (também em papel timbrado da instituição). Mais informações pelo telefone 2637-2617.

“Os créditos são exclusivamente destinados ao transporte universitário e por isso é obrigatório que cada aluno informe a sua grade de aulas. É com base nessas informações que nós vamos recarregar os cartões", reforça a secretária Laura Maria Vieira da Costa.

Com o programa "Bilhete Único Universitário" de Maricá, duas passagens no intervalo de até duas horas e trinta minutos custam apenas R$ 5,20 – desde que uma delas seja em transporte municipal. Os bilhetes são recarregados mensalmente pela prefeitura com créditos de até R$ 228,80 para cada usuário.

Recadastramento – Documentação necessária:

(original e cópia)

1- CPF, RG, Título Eleitoral;

2- Comprovante de residência: luz, água ou telefone fixo em nome do aluno ou dos pais. Em caso de terceiros, é necessária declaração registrada em cartório. Em caso de aluguel, é preciso o contrato de locação;

3- Declaração de frequência atualizada em papel timbrado da instituição de ensino, constando:

– Dias de aulas semanais;

– Horário das aulas;

– Divisão de períodos ou módulos;

– Data de início e término do curso;

– Número de matrícula;

Abril 10, 2013 Posted by | Educação, jornalismo, Maricá, projeto social, transporte | | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá entrega novas instalações do posto de Ponta Grossa

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Moreira) | Fotos: Fernando Silva

Prefeitura entrega nesta quarta-feira (10/04) as novas instalações da Unidade de Saúde da Família de Ponta Grossa.

Nova sala para consultas e exames ginecológicos.

Nesta quarta-feira (dia 10/04), às 10h, a Prefeitura de Maricá entrega as novas instalações da Unidade de Saúde da Família de Ponta Grossa, inserido num projeto de manutenção e melhorias dos postos de Saúde.
Na unidade de Ponta Grossa, foram realizados serviços no telhado, forro, colocação de portas e janelas, revestimento de paredes e piso, pintura geral, reparos elétricos e hidráulicos. O número de salas aumentou de três para nove, e o de banheiros, de dois para quatro. Localizado na Rua Irineu Ferreira Pinto, s/nº, o posto possui 3.818 moradores cadastrados.
Composto por 12 funcionários (duas médicas, uma enfermeira, uma técnica de enfermagem, uma fisioterapeuta, seis agentes comunitários de saúde e uma coordenadora), a unidade de saúde realiza diversos tipos de atendimento preventivo, consultas médicas, vacinação, curativo, medicação, atendimentos de fisioterapia, pré-natal e puericultura, entre outros serviços prestados.
A secretária municipal de Saúde, Janete Valladão, destaca a importância das obras de melhoria dos postos para garantir um atendimento de qualidade na Saúde Básica do município. “Estamos investindo em melhores condições de funcionamento das unidades de Saúde para garantir dignidade aos funcionários e pacientes”, declarou a secretária, acrescentando que estão em andamento obras no Posto Central e no do bairro da Mumbuca.

Abril 10, 2013 Posted by | jornalismo, Maricá, saúde | Deixe um comentário

Cineclube Henfil exibe nesta quarta “Iracema, uma Transa Amazônica”

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Fernando Silva

“Iracema, uma Transa Amazônica” será exibido nesta quarta-feira no Cineclube Henfil

O Cineclube Henfil exibe nesta quarta-feira (10/04), às 19h, o filme “Iracema, uma Transa Amazônica”, dirigido por Jorge Bodanzky e Orlando Senna, considerado um clássico do cinema semi-documental. Coprodução alemã, brasileira e francesa de 1974, foi uma encomenda para a televisão alemã.

Produzido em 1974, o documentário caiu na mira do regime militar: a censura proibiu sua exibição no país por se tratar de uma ácida crítica, ainda mais em se tratando de produção estrangeira, ao projeto de progresso e integração nacional patrocinado pelos militares, do qual a rodovia Transamazônica era um dos símbolos. Bodanzky retratou as reais consequências da construção da estrada, como a grilagem de terras, desmatamento, queimadas, a prostituição e miséria. Durante os anos em que esteve proibido no Brasil, o filme foi exibido em diversos países da Europa e só foi lançado em circuito comercial no país no dia 30 de março de 1981.

O filme começa com a chegada de barco da família da jovem Iracema (Edna de Cássia) à Belém no Pará para o Círio de Nazaré. Mesmo com apenas quinze anos, ela permanece na cidade e começa a se prostituir, recebendo as orientações das mulheres mais velhas. Num cabaré, conhece o caminhoneiro Tião "Brasil Grande", protagonizado pelo ator Paulo César Pereio (em uma atuação que combina improvisação e interpretação), que cruza a recém-construída Transamazônica transportando madeira. Tião leva Iracema para suas viagens, até que a deixa num prostíbulo de beira de estrada. Tempos depois, os dois se reencontram rapidamente. Tião parece ter melhorado de vida, está com um caminhão novo e agora transporta gado. Já Iracema está completamente entregue à prostituição e à miséria.

“Iracema, uma Transa Amazônica” conquistou o prêmio do Festival de Brasília de 1980 de melhor filme, melhor atriz (Edna de Cássia), melhor atriz coadjuvante (Conceição Senna) e melhor edição (Eva Grundman e Jorge Bodanzky). Em 1978, foi eleito o melhor filme do ano, durante uma mostra de filmes proibidos pela Associação de Críticos Cinematográficos de Minas Gerais. Fora do Brasil, o filme ganhou o Prix George Sadoul (Paris), o Adolf Grimme Preis (Alemanha), o Encomio Taormina (Itália) e o 12º Reencontre Film et Jeunesse (Prêmio Especial – Festival de Cannes Melhor Filme 78).

Cineclube Henfil

Ainda este mês, o Cineclube Henfil exibirá “Os Donos da Mata” (17/04), “Copa Vidigal” (17/04), e o clássico “Macunaíma” (24/04), escrito e dirigido por Joaquim Pedro de Andrade, baseado na obra homônima de Mário de Andrade.

As sessões são sempre às quartas-feiras, às 19 horas, na Casa de Cultura de Maricá – na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Como as vagas são limitadas por sessão (40 lugares), a secretaria distribui senhas 30 minutos antes da exibição do filme. Informações pelo telefone 3731-1432 ou pelo e-mail cineclubehenfilmarica@gmail.com.

Os atores Paulo César Pereio e Edna de Cássia atuam como Tião "Brasil Grande e Iracema.

As sessões são sempre às quartas-feiras, às 19h, na Casa de Cultura.

Abril 10, 2013 Posted by | cinema / produção, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural | | Deixe um comentário