Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Sala Cult de Maricá faz mais um tributo a Geraldo Vandré

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Clarildo Menezes

DSCN3525 Ronaldo Valentim e banda Amigos da Cultura apresentam um show gratuito na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel

Apresentação gratuita acontece nesta sexta-feira (04/04), na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro

Devido ao sucesso da última semana, o projeto Sala Cult, da Secretaria de Cultura de Maricá, apresenta mais um tributo a Geraldo Vandré, cantor e compositor famoso por criar músicas de resistência à ditadura militar. O interprete Ronaldo Valentim, acompanhado da banda Amigos da Cultura, faz um show gratuito nesta sexta-feira (04/04), na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro, a partir das 19h. 

A canção "Pra não dizer que não falei das flores" era um hino de resistência contra o governo militar. O refrão "Vem, vamos embora / Que esperar não é saber / Quem sabe faz a hora / Não espera acontecer" foi interpretado como uma chamada à luta armada contra os ditadores. A música foi censurada e os vinis recolhidos das lojas. Os compactos adquiridos antes da proibição eram exibidos como troféus por jovens contrários a ditadura. No repertório, o público ainda irá relembrar outros sucessos como "Fica mal com Deus", "Che" e "Disparada", música que ficou famosa na voz de Jair Rodrigues.

O paraibano Geraldo Vandré foi exilado, em 1968, após o AI-5. Ele morou no Chile, França e, em 1973, retornou ao Brasil. Suas músicas e apresentações para televisão foram proibidas no país, tendo quebrado o silêncio em 1982, com um show no Paraguai. Atualmente vive em São Paulo e continua criando músicas. Outras obras conhecidas são "Ladainha", "Canção Nordestina", "João e Maria", "Arueira" e "Rancho da Rosa Encarnada".

Idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o projeto Sala Cult – uma das iniciativas de maior sucesso na cidade nos últimos tempos – oferece ao público todas as sextas-feiras acesso às várias formas de arte (música, teatro e poesia, por exemplo), incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.

Anúncios

Abril 4, 2014 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, política, projeto cultural, Sala Cult | Deixe um comentário

Secretaria Municipal de Assuntos Religiosos divulga programação da Semana Santa em Maricá

Texto: Raquel Andrade

A Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Itaipuaçu, dará início à celebração da Semana Santa já no domingo (06/04), com missa especial, às 7h30, para também marcar a Caminhada Quaresmal em direção ao Recanto. A programação se estende até o Domingo de Páscoa (20/04).

No Domingo de Ramos (13/04), que comemora a chegada de Jesus a Jerusalém, serão celebradas três missas na região: às 07h30, na Capela Santa Rita; 09h30 e 18h, na Matriz de Nossa Senhora de Fátima. O calendário prossegue durante toda a semana, com missa em vários pontos de Itaipuaçu, de segunda (14/04) a domingo (20/04).

A Sexta-Feira Santa (18/04) começa com adoração, das 6h às 12h, na Matriz. Após o almoço, às 14h, será feita a encenação da Via Sacra e, às 15h, a celebração a Paixão do Senhor com ação litúrgica, adoração da Santa Cruz e comunhão, no mesmo local. A programação da Paixão se repete na Capela de Santa Rita e Recanto.

No Sábado de Aleluia (19/04), celebração da Santa Missa, às 18h, no Recanto e Santa Rita; e 20h30, na Matriz. Já o Domingo de Páscoa (20/04) será contemplado com quatro missas: às 08h, no Recanto e Santa Rita; às 10h e 19h, na Matriz.

Semana Santa
Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Itaipuaçu 
Programação:
 
Dia 06/04/14 (Domingo) ás 07:30 Missa especial
para iniciar a Caminhada Quaresmal em direção
ao Recanto. Almoço ás 12:00 em benefício da
Casa Paroquial.
 
Sábado – 12/04/14
17:00 na Capela São Camilo
18:00 na Capela Nossa Senhora Aparecida
 
Domingo de Ramos – 13/04/14
07:30 na Capela de Santa Rita
09:30 na Matriz (início no Rotary)
18:00 na Matriz
 
Segunda Feira Santa – 14/04/14 – Confissões as
20:00
 
Terça Feira Santa – 15/04/14 – Missa dos Santos
Óleos
Nos Salesianos em Santa Rosa as 19:30  
 
Quarta Feira Santa – 16/04/14
19:00 Missa dos homens no recanto, logo após
saída em procissão com o Senhor dos Passos.
 
19:00 Missa das mulheres na Matriz, logo após
saída em procissão com a Nossa Senhora das
Dores.
 
21:00 Encontro das procissões no Barroco –
Pregador Pe. Daniel  
 
Quinta Feira Santa – 17/04/14
19:00 Recanto
20:00 Matriz
21:00 Santa Rita
 
OBS: logo após as santas missas adoração até as
00:00 (meia noite)
 
Sexta Feira Santa – 18/04/14
Na parte da manhã na Matriz Adoração das 06:00
ao 12:00.
 
14:00 Matriz – Encenação da Via Sacra
15:00 Paixão – Matriz
15:00 Paixão – Recanto
18:00 Paixão – Santa Rita  
 
Sábado Santo – 19/04/14
18:00 Recanto
18:00 Santa Rita
20:30 Matriz
 
Domingo de Páscoa – 20/04/14
08:00 Recanto
08:00 Santa Rita
10:00 Matriz
19:00 Matriz

Abril 4, 2014 Posted by | Igreja Católica, jornalismo, Maricá, religioso | | Deixe um comentário

Corredores da Prefeitura Municipal de Maricá são transformados em galeria de arte

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Divulgação

A miniatura de uma moto feita de sucatas faz parte da exposição do artista plástico na prefeitura

Nessa semana, os corredores do Paço Municipal se transformaram em galeria de arte, com peças do artista plástico Rafael Cavalcanti, de 62 anos, que transforma lixo em obras artísticas. No prédio da Prefeitura estão expostas esculturas abstratas, feitas em bronze, de bonecos e miniaturas de barcos e motos. Essas e outras peças também podem ser encontradas no Mercado das Artes, no Centro, e na Casa do Artesanato do Estado, no Rio de Janeiro.

No Mercado das Artes, espaço construído pela Prefeitura no Centro para valorização dos artistas locais, o público encontra obras criadas pelo artista com restos de tudo o que ele encontra pelo caminho. De engrenagens de eletrodomésticos a bicicletas, por exemplo, além de sucata de informática, tomadas de telefone, cabos de guarda-chuva, pinças e tampas de garrafa. Rafael Cavalcanti é carioca e mora há sete anos em Maricá.

Abril 4, 2014 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Maricá, Reciclagem | | Deixe um comentário

Audiência pública discute emissário submarino da Barra de Maricá

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Clarildo Menezes

Audiência pública, realizada no Palladon, discutiu a implantação do emissário terrestre e submarino para transporte de efluentes domésticos

A audiência pública para debater a implantação do emissário terrestre e submarino para transporte de efluentes domésticos reuniu, na noite de ontem (02/04), centenas de pessoas no Palladon Festas, no Flamengo. O encontro, que contou com integrantes da Secretaria Estadual do Ambiente e também da Prefeitura de Maricá, serviu para que membros da sociedade civil pudessem tirar dúvidas e esclarecer pontos do projeto.

Entre os integrantes da mesa, a coordenadora de Projetos Especiais de Maricá, Luciana Andrade; o subsecretário estadual do Ambiente, Antônio da Hora; e o presidente da Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca), Antônio Carlos Gusmão, que também presidiu a audiência. Após apresentação, a mesa diretora respondeu as perguntas enviadas pelo público presente.

Durante a audiência, os técnicos explicaram como será o funcionamento do sistema que vai levar os efluentes até o emissário, que terá quatro quilômetros de extensão e dez metros de profundidade sob o fundo do mar a partir da Rua Zero, na Barra. A tubulação será feita de polietileno e presa a aneis de concreto. No total, o projeto prevê a instalação de 200 quilômetros de tubulações, 19 estações elevatórias e cerca de 15 mil ligações residenciais no Centro e nos bairros de Araçatiba, Jacaroá, Itapeba, Barra e São José de Imbassaí. Além disso, será construída uma estação de tratamento de esgotos na Mumbuca.

O público fez questão de participar e dar sugestões. Entre as questões levantadas, o monitoramento da lagoa de Maricá para aferir os resultados da implantação do emissário no ecossistema lagunar. No momento, também foi solicitado que a instalação do canteiro de obras, que vai instalar a tubulação, não fique dentro da área de proteção ambiental da restinga de Maricá. A comissão se comprometeu a estudar as duas propostas.

A bióloga e coordenadora de Projetos Especiais da Prefeitura, Luciana Andrade, reforçou que a vida marinha se renova onde há emissários submarinos e que os peixes se alimentam de parte do que sai das tubulações, após feito tratamento. “A primeira coisa que precisa ficar clara para a população é que esse emissário nada tem a ver com o do Comperj, que vai passar por Itaipuaçu e com um propósito diferente deste. O mais importante benefício é que a lagoa próxima à área urbana vai parar de receber a carga orgânica que recebe desde sempre”, ressaltou.

Ainda segundo Luciana, a implantação de todo o projeto de saneamento ocorre dentro do cronograma estipulado. Os bairros da Mumbuca e Araçatiba já receberam novas redes de esgotamento sanitário.

Centenas de pessoas participaram da ocasião

Abril 4, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, meio ambiente | | Deixe um comentário