Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Abolição da Escravatura é comemorada em Maricá

Texto: Fernando Uchôa (edição: Raquel Andrade)

Busco e placa em homenagem a escrava Anastácia foram colocados em frente ao Cemitério Municipal

A Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888, foi assinada pela Princesa Isabel. Em Maricá, a data foi comemorada em frente ao Cemitério Municipal, local escolhido para instalação do busto da escrava Anastacia. Além dele, foi afixada uma placa com a história da personalidade. A cerimônia contou com a presença de autoridades municipais, além de representantes de ONGs e instituições religiosas de matriz africana.

Após Hino Nacional, o secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Miguel Moraes, ressaltou a importância dos africanos na história do país.

“A eles devemos grande parte da nossa cultura e do progresso do país. Reverenciada por religiões de matriz africana, Anastácia é um símbolo de resistência à opressão colonial”, disse. Quem também discursou sobre a importância da data foi o superintendente de Matrizes Africanas, da Secretaria de Assuntos Religiosos, Antônio Jonas Chagas Marreiros, também conhecido com Liminha. “Temos duas datas referenciais para a etnia negra no Brasil: o Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro) e o 13 de maio, data oficial da abolição da escravatura. Dia em que, por direito e força da lei, os negros escravizados, durante 300 anos, finalmente ganharam sua liberdade. Através da inauguração do busto da escrava Anastácia, prestamos homenagem a todos os afrodescendentes”, concluiu.

No mesmo dia, na Casa de Cultura de Maricá, foi assinado o Termo de Posse da Diretoria Provisória da Associação de Umbandistas e Candomblecistas de Maricá, com um caldo de feijão amigo, herança da culinária africana no país. Atualmente, o município possui mais de 300 terreiros e mais de três mil adeptos.

História
Anastácia nasceu em 12 de maio de 1740, na fazenda de Joaquina Pompeu, em Minas Gerais. Filha de Delminda, da tribo africana Bantu, tinha lindos olhos azuis.  No imaginário popular, Anastácia era uma escrava de rara beleza, que chamava atenção de qualquer homem. Ela era curandeira, ajudava os doentes e, com suas mãos, fazia verdadeiros milagres. Por se negar a ir para a cama com seu senhor e se manter virgem, foi espancada e sentenciada a usar uma máscara de ferro por toda a vida, só tirada às refeições.

Cultuada no Brasil e na África como heroína e santa, é considerada uma das mais importantes figuras femininas da história negra. Seus restos mortais foram encontrados na Igreja do Rosário, no Rio de Janeiro, e sumiram após um incêndio.

A cerimônia contou com a presença de autoridades municipais, representantes de ONGs e instituições religiosas de matriz africana

Inauguração do busto da Anastácia também foi em homenagem a Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888

Anúncios

Maio 16, 2014 Posted by | direitos humanos, jornalismo, Maricá, religioso | , , , | Deixe um comentário

Ministra da Cultura e prefeito de Maricá inauguram o primeiro Centro de Artes e Esportes do Estado do Rio de Janeiro

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Fernando Silva

Primeiro CEU do estado fica em Maricá, no bairro Mumbuca

Espaço fica no km 28 da Rodovia Amaral Peixoto, na Mumbuca. Solenidade acontece dia 16 de maio, a partir das 16h

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o prefeito Municipal de Maricá, Washington Quaquá, inauguram na sexta-feira (16/05), às 16h, o primeiro Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do estado do Rio de Janeiro. O espaço, com três mil metros quadrados, foi construído às margens da Rodovia Amaral Peixoto, km 28, no bairro Mumbuca, e oferece atividades esportivas, sociais e culturais à população.

O projeto do Ministério da Cultura em parceria com a Prefeitura tem investimento de R$ 2,5 milhões (R$ 2 milhões do governo federal e R$ 500 mil de contrapartida municipal). A estrutura do CEU de Maricá reúne dois edifícios, com Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro e auditório com 60 lugares, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada.

Durante as obras, nove oficinas de mobilização social foram realizadas com os moradores, que discutiram atividades e serviços para o espaço e elegeram 12 representantes para o grupo gestor, entre titulares e suplentes – os outros 12 integrantes foram definidos pelo governo. O Centro de Artes e Esportes será administrado pela Prefeitura, mas este conselho terá a atribuição de definir regras e atividades que serão desenvolvidas no espaço.

Maricá ganha mais um CRAS

No CEU, funcionará o sétimo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Maricá. O espaço seguirá o modelo das demais unidades e contará com serviços gratuitos de atenção básica, capacitação e inclusão social. Na inauguração, funcionários da Secretaria Municipal de Assistência Social estarão inscrevendo interessados para a oficina de manicure. Qualquer pessoa maior de 18 anos pode participar e deve apresentar, no ato da inscrição, documentos de identidade e CPF. Equipes da secretaria também irão cadastrar os moradores nos programas sociais, como o Bolsa Família. Ainda haverá uma palestra sobre sexualidade voltada aos adolescentes e ministrada pela subsecretária de Assistência Social, Laura Maria Vieira da Costa.

O CRAS do CEU será coordenado pelo assistente social Emerson Faria Soares e terá uma equipe técnica com dois psicólogos e dois assistentes sociais. O município também possui unidades em Ponta Negra, São José do Imbassaí (2), Centro, Itaipuaçu e Inoã. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Atividades de esportes e lazer

A partir das 15h, diversas atividades de lazer serão desenvolvidas com a participação dos moradores e alunos da rede municipal de ensino. Estudantes do CAIC Elomir Silva, de São José do Imbassaí, irão participar de jogos de xadrez nas mesas próximo à quadra de esportes. A biblioteca também estará aberta para utilização da população e filmes serão reproduzidos na sala de cinema.

Antes da solenidade de abertura, a ministra Marta Suplicy, o prefeito Washington Quaquá e demais autoridades irão assistir duas apresentações de dança sobre os 50 anos do Golpe de 64, coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Companhia Vida de Teatro e Dança. Em seguida, os alunos da banda da Escola Municipal Darcy Ribeiro, de Inoã, irão tocar o Hino Nacional e a Secretaria Municipal de Educação também ficará responsável pelo hasteamento da bandeira.

A população poderá ainda se inscrever no Segundo Tempo, programa do governo federal realizado em parceria com as secretarias de Esportes e Educação de Maricá e que beneficia alunos da rede municipal com atividades esportivas e de reforço escolar no contraturno das aulas. Equipes da Secretaria Municipal de Esportes também irão cadastrar interessados em participar das oficinas de karatê, capoeira, ginástica para a terceira idade e futebol, que serão oferecidas no CEU. Monitores ainda auxiliarão os usuários na quadra e na pista de skate.

Maio 16, 2014 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural | , | Deixe um comentário

Secretaria Municipal do Ambiente de Maricá e trilheiros de Maricá firmam parceria

Texto: Raquel Andrade

O Grupo de Trabalho sobre Esporte Sustentável em Unidades de Conservação, formado por técnicos da Secretaria Municipal do Ambiente e trilheiros de Maricá, se reuniu na terça-feira (13/05), para formular – de maneira democrática e participativa – a regulamentação da prática do motocross na cidade, que passou a ser proibida em abril desse ano. No encontro, ficou decidido que a trilha do Espraiado será delimitada, até o dia 01/06, para a prática do esporte. A Secretaria do Ambiente vai determinar as medidas de recuperação e manutenção do local a serem executadas pelos aventureiros.

De acordo com o secretário, Tiago de Paula, os motociclistas deverão organizar uma associação para gestão da trilha em parceria com a Secretaria do Ambiente, através de Termo de Cooperação, a ser assinado em agosto com a Prefeitura de Maricá. "A secretaria irá apresentar a delimitação da trilha do Espraiado e quais as medidas de recuperação e manutenção. Já a comissão dos trilheiros vai nos entregar o cadastro dos usuários para que seja feita a carteirinha de identificação e adesivo para as motos cadastradas", explicou.

Além da delimitação da área para a prática do esporte, o grupo agendou para 01/06 as primeiras intervenções, que serão executadas durante o evento Espraiado de Portas Abertas, projeto realizado bimensalmente pela Secretaria Municipal de Turismo. Tanto técnicos da Secretaria do Ambiente quanto os membros da comissão de trilheiros irão fazer a limpeza da cachoeira do Espraiado. No mesmo dia, será feita uma assembleia para marcar a fundação da associação dos motociclistas e eleição da diretoria.

Após audiência pública com trilheiros de Maricá, realizada em abril desse ano, na Casa de Cultura, no Centro, a Secretaria Municipal do Ambiente criou o Grupo de Trabalho sobre Esporte Sustentável em Unidades de Conservação. Na ocasião, a secretaria disponibilizou estudos técnicos sobre os impactos ambientais em trilhas e acordou a suspenção da proibição por três meses. Todos os envolvidos analisaram as pesquisas e concordaram que os impactos são significativos e devem ser mitigados.​

Maio 16, 2014 Posted by | esportes, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário

Programa Municipal de Saúde Mental de Maricá faz ato pela luta antimanicomial

Texto: Raquel Andrade

Em reconhecimento ao Dia da Luta Antimanicomial, comemorado em 18/05, o Programa Municipal de Saúde Mental de Maricá, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), realizará no dia 16/05, das 15h às 18h, uma série de atividades na Praça Conselheiro Macedo Soares, no Centro da cidade. O objetivo é promover a participação e inclusão social dos portadores de algum sofrimento psíquico.

Entre as atividades programadas, o público poderá conferir exposições de fotos e artes, sarau e apresentações dos usuários do CAPS. Segundo o coordenador do Programa Municipal de Saúde Mental, Paulo Renato, lembrar a data é de fundamental importância. "No dia da luta, não militamos apenas pelo fim dos hospícios. O manicômio se manifesta em nós mesmos toda vez que agimos com impessoalidade, preconceito e medo. Toda ação que visa à inclusão social luta contra a lógica manicomial, esta que extrapola os muros do hospital", concluiu.

Sobre o movimento

O Movimento Antimanicomial, conhecido também como Luta Antimanicomial, nasceu no Encontro Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental, em 1987, em Baurú, com o lema "por uma sociedade sem manicômios". Denunciava-se abusos e violação de direitos humanos sofridos pelos usuários da saúde mental dentro dos manicômios e lutava-se pelo fim desse tipo de tratamento e pela instalação de serviços alternativos. Uma das conquistas do movimento é a Lei 10.216/2001, que determina o fechamento progressivo dos hospitais psiquiátricos e a instalação de serviços substitutivos. Desde então, o Brasil tem fechado leitos psiquiátricos e aberto serviços substitutivos: os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial), as Residências Terapêuticas, Programas de Redução de Danos, Centros de Convivências, as Oficinas de Geração de Renda, etc.

Maio 16, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, saúde | | Deixe um comentário

Petrobras apresenta em Maricá, relatório de impacto da exploração do pré-sal na Bacia de Santos

Texto: Fernando Uchôa (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Fernando Silva

Encontro foi marcado para discutir o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima)

Representantes da Petrobras, da empresa Mineral, e do Ibama apresentaram nesta terça-feira (13/05), na quadra do Esporte Clube Maricá, o Estudo de Impacto Ambiental  (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima), produzidos para embasar a atividade de produção e escoamento de petróleo e gás natural do pré-sal da Bacia de Santos.  A audiência pública foi exigida pela Secretaria Municipal de Ambiente de Maricá e é uma etapa do processo de licenciamento necessário para que a exploração possa ser conduzida.

O objetivo do pedido foi o de fazer com que a estatal do petróleo fornecesse explicações às autoridades municipais e à própria população sobre os impactos ambientais, econômicos e sociais que as operações do pré-sal poderão trazer para o município.  Feita a apresentação, na fase seguinte a Prefeitura encaminhará à Petrobras as observações e correções já levantadas pela secretaria. Segundo o secretário municipal de Ambiente, Tiago de Paula, foram detectadas importantes omissões em aspectos relevantes do documento.  "Para um estudo para os próximos 30 anos, o levantamento não inclui projetos futuros, o que é imprescindível", avaliou.

A audiência pública foi conduzida pelo analista ambiental do Ibama João Carlos Nóbrega, pelo engenheiro da Petrobras André Pinto, e por técnicos da Mineral, empresa contratada para as pesquisas ambientais.  Em relação aos impactos, três novos programas preventivos foram divulgados: Monitoramento Ambiental (influência sobre ecossistemas marinhos); Controle de Poluição (controle e diminuição das fontes de poluição por gases, líquidos poluentes e lixo produzido por navios-plataforma) e Educação Ambiental (integração e articulação das ações educativas com participação dos grupos sociais afetados pela exploração, como pescadores e maricultores). 

Moradores e pescadores se mostraram apreensivos com os riscos de poluição, não só na costa, mas em ecossistemas como as Ilhas Maricás, situadas a quatro quilômetros da faixa litorânea  e um viveiro de crustáceos, moluscos e da chamada "fauna acompanhante" (peixes de passagem topo da cadeia alimentar local). Cobraram a realização de novas audiências e o monitoramento em conjunto das condições do ecossistema. Segundo os técnicos da Petrobras, no entanto, em 28.800 simulações com correntes oceânicas realizadas na área de influência de até 10 km de costa no entorno do campo, não se verificou a probabilidade de impacto – dada a distância até as bases de produção (situada a 200 km da orla). Imagens do trabalho de exploração e produção no Pré-Sal projetam o emprego de 13 navios-plataforma (FPSO). A Bacia de Santos abrange três bacias hidrográficas – Santos, Guanabara e Sepetiba – alcançando 20 municípios dos estados de São Paulo e Rio, incluindo Maricá (cuja confrontação, para efeito de royalties, é de 49%). O poço de Tupi/Lula é o mais produtivo, com a previsão de um milhão de barris em seu pico de produção.

Representantes da Petrobras, da empresa Mineral, e do Ibama conduziram a audiência pública

Objetivo da reunião foi fornecer detalhes às autoridades municipais e à própria população sobre os impactos que as operações do pré-sal poderão trazer

Maio 16, 2014 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Petroleo e Gás, pré-sal | | Deixe um comentário

CARAVANA DA CIDADANIA CHEGA A RESENDE

A Caravana da Cidadania, tendo à frente o senador Lindberg Farias (PT-RJ), estará nesta sexta-feira (16/5), a partir das 10h, no Sul Fluminense, passando pelas cidades de Barra Mansa, Volta Redonda e Resende. Às 10h, o senador participa de audiência pública sobre a proposta de expansão da Universidade Federal Fluminense (UFF) em Barra Mansa, na Câmara de Vereadores da cidade.

Às 16h, Lindberg tem encontro com estudantes do Colégio Garra, em Volta Redonda. Em seguida, às 18h, o senador se reúne com os presidentes dos diretórios municipais do PT do Sul Fluminense, em Resende, e às 19h, na mesma cidade, fará uma palestra no auditório da Faculdade Dom Bosco.

Agenda:

1​0h – Audiência Pública /​ ​Expansão da UFF – Câmara Municipal de Barra Mansa

​ ​

16h – Encontro com estudantes ​do Colégio Garra, em Volta Redonda

Local: Rua Mizael Mendonça, 170 – Aterrado – Volta Redonda


18h – Encontro com presidentes dos diretórios municipais do PT – Sul Fluminense

​ ​Local: Faculdade Dom Bosco ​- Resende​

19h – Palestra no Auditório da Faculdade Dom Bosco

Local: Avenida Coronel Professor Antônio Esteves, 01 – Campo de Aviação – Resende

Mais Informações:

Cida Fontes

(21)9-9959-6024

Marcos Galvão

(21)9-8888-4801

Maio 16, 2014 Posted by | jornalismo | , , | Deixe um comentário

Circuito Ecológico de Maricá acontece domingo na Serra do Camburi

Fotos: Rosely Pellegrino

A Secretaria Municipal de Turismo de Maricá está com inscrições abertas até esta sexta-feira (16/05) para a etapa da Serra do Camburi, válido pelo Circuito Ecológico de Maricá. A caminhada acontece no domingo (18) com três horas de duração. O percurso é feito num percurso de médio a pesado com grandes trechos de subida da Estrada de Cassorotiba até a rampa de parapente, onde acontecerão os saltos de voo livre do "Maricá Fest Fantasy Paraglider. O passeio é gratuito e acompanhado por guias da secretaria e agentes da Defesa Civil.

DSC09744

DSCF6787

As inscrições são feitas somente na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro), das 9h às 17h. O projeto é destinado a todas as idades, mas o circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos por se tratar de uma atividade aeróbica. Para se inscrever, é necessário apenas preencher um formulário com um documento de identificação e endereço. As vagas para transporte gratuito são limitadas (até 25 pessoas), mas os participantes também podem utilizar transporte público ou veículos próprios para chegar até o local de início da caminhada. O horário de saída da secretaria é às 9h.

A coordenadora do projeto, Márcia Freitas, orienta os aventureiros a usarem roupas leves, calçados apropriados e chapéu, além de levar água, frutas e outros alimentos leves. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-5094.​

Fonte: Rafael Zarôr

Prefeitura Municipal de Maricá

Maio 16, 2014 Posted by | Circuito Ecológico, esportes, jornalismo, Lazer, Maricá, Trilhas de Maricá | | Deixe um comentário

Sala Cult de Maricá faz tributo nesta sexta-feira a Cássia Eller

O projeto Sala Cult faz um tributo a Cássia Eller nesta sexta-feira (16/05). A cantora Jack Rocha, acompanhada da Banda Amigos da Cultura, apresenta os sucessos que ficaram famosos na voz de Cássia Eller, uma das principais interpretes do rock nacional nos anos 90. O show, organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, é gratuito e acontece a partir das 19h, em frente à Casa de Cultura, localizada na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro.

No repertório, estão incluídas as músicas "Malandragem", assinada pela dupla Roberto Frejat e Cazuza, um dos grandes sucessos de sua carreira; "Por Enquanto", "Palavras ao Vento", "O Segundo Sol", "Relicário", entre outras. Cássia impôs-se por seu estilo enérgico de interpretação, principalmente em razão de seu timbre vocal – uma das mais marcantes vozes da nova MPB. Faleceu no Rio de Janeiro em 29 de dezembro de 2001, aos 39 anos de idade.

Idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o projeto Sala Cult – uma das iniciativas de maior sucesso na cidade nos últimos tempos – oferece ao público todas as sextas-feiras acesso às várias formas de arte (música, teatro e poesia, por exemplo), incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.

Rafael Zarôr

FSB COMUNICAÇÕES

Maio 16, 2014 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , | Deixe um comentário