Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Projeto de legalização da maconha ganha abaixo assinado na internet

Fonte: Caminhos da Cultura

O ato de dar água aos manifestantes que se concentravam em frente ao Congresso em Brasília, há um ano, em junho de 2013, mudou a vida do Deputado Federal Eurico Jr. (PV – RJ).  O reconhecimento e a gratidão dos jovens, que através de milhares de mensagens nas mídias sociais elogiaram sua atitude de solidariedade e sua adesão ao cantar com eles o Hino Nacional, fez com que se engajasse nos temas da juventude e fosse o primeiro parlamentar a apresentar um Projeto de Lei de legalização do uso da maconha.

O projeto nº 7187/2014, apresentado no dia 25/02/2014 na Câmara Federal, agora tem um espaço próprio na internet para debate (www.facebook.com/maconhaafavor ) e um abaixo assinado para adesões, disponível em www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/29394.

O deputado Eurico Jr. explica que seu projeto, apresentado em um ano com eleições de Presidente da República, Senadores, Deputados Federais, Governadores e Deputados Estaduais,  fará com que a as manifestações da sociedade tenham maiores oportunidades de serem ouvidas: “Temos que fazer com que professores, profissionais da saúde, pesquisadores, acadêmicos, religiosos católicos, evangélicos, educadores, políticos, jovens, se manifestem sobre a maconha deixar de ser um problema de polícia para passar a ser tratada como política de saúde pública”.

O deputado apresenta várias pesquisas que mostram que a política atual de repressão deve ser revisa. Por exemplo, um estudo da Universidade de Harvard calculou que, se a maconha fosse legalizada nos Estados Unidos, poderiam ser deslocados US$ 6,2 bilhões do  combate às drogas para a saúde pública.

Um dos objetivos do projeto é evitar que usuários de pequenas quantidades da droga sejam criminalizados. “Hoje quase 10% dos presidiários que lotam todos os presídios do Brasil são jovens, em sua grande maioria pobres e moradores das periferias das cidades, com idade entre 18 a 29 anos, que foram presos, acusados de tráfico, por estarem com entre 20 a 40 gramas de maconha e, por não terem recursos para contratar advogados, foram enquadrados e condenados como traficantes.  Os verdadeiros traficantes aliciam outros jovens pobres para que façam a comercialização até que estes também venham a ser presos, aumentando ainda mais a estatística dos jovens condenados nos presídios por portarem pequena quantidade de maconha e assim por diante. O jovem é preso e outro passa a ser aliciado”, afirma Eurico Jr..

Há um ano

Houve quem pensasse que ele era segurança da Câmara e até quem dissesse que ia votar nele para Presidente da República. Vários lembraram suas realizações como ex-prefeito das cidades de Vassouras e Paty do Alferes.  E também houve  críticas. Mas a maioria dos jovens agradeceu, no facebook,  a atitude do deputado Eurico Junior, no dia 17 de junho de 2013, de dar copos de água aos manifestantes que se concentravam em frente à Câmara dos Deputados na maior manifestação popular já realizada na Capital Federal, alguns com os olhos irritados e a garganta seca pelos efeitos das bombas de gás e dos sprays de pimenta. Eurico foi um dos pouquíssimos parlamentares que permaneceram na Casa.

Os comentários ainda podem ser vistos no facebook sobre as manifestações em Brasília, que não saiu do ar .

(https://www.facebook.com/manifestacaobsb/photos/a.186190414877321.1073741826.18618869

4877493/187423141420715/?type=1&fref=nf).

Eurico Jr.

O Deputado Eurico Jr. já foi prefeito de Vassouras e de Paty do Alferes, é professor de Educação Física, casado e tem dois filhos.

www.deputadoeuricojunior.com.br

www.facebook.com/euricojunior43

Contatos para entrevistas com:

Belisa Ribeiro – assessoria de imprensa

Anúncios

Junho 21, 2014 Posted by | jornalismo | | Deixe um comentário