Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Cedae ignora Prefeitura e inaugura obra feita com verbas federais em Maricá

A inauguração do novo reservatório de água de Itaipuaçu, na manhã desta quinta-feira (23/10), não contou com a participação da Prefeitura de Maricá.  Embora se trate de um investimento de R$ 68 milhões com recursos federais, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o presidente da Cedae, Wagner Victer, não comunicou ao município que faria a entrega – parcial – do projeto de saneamento desenvolvido pela empresa estadual para os bairros de Inoã e Itaipuaçu.  O projeto prevê, além do reservatório – com capacidade para quatro milhões de litros – um segundo tanque em Inoã, com mais dois milhões de litros de capacidade – adutora, estações de bombeamento, quase 200 km de tubulações e, segundo a Cedae, 11.300 ligações domiciliares.

Apesar do anúncio da Cedae sobre a entrega completa do projeto durante a cerimônia, o sistema ainda não está pronto para ser considerado totalmente operacional. Segundo a Secretaria Municipal de Projetos Especiais, que acompanha todas as ações de saneamento em Maricá, a rede ainda passa por testes de carga. “Há, inclusive, vazamentos em alguns pontos que estão sendo resolvidos”, afirma a secretária da pasta, Luciana Andrade, classificando a ausência de convite ou qualquer tipo de comunicação prévia à Prefeitura como um gesto de desrespeito com a população de Maricá e governo municipal. “Essa obra só se tornou possível graças ao apoio do município, que desapropriou áreas em Itaipuaçu e Inoã para a construção dos reservatórios de água”, afirma Luciana. “Além disso, a Prefeitura cedeu uma área na Rua 34 para a instalação do canteiro da empreiteira responsável pela obra”, completou.

Ainda de acordo com a secretária, todas as solicitações feitas pela construtora ao município foram prontamente atendidas, de forma a não trazer impactos no desenvolvimento do projeto, considerado estratégico para o desenvolvimento de Maricá. Beneficiada por um contrato de exclusividade assinado ao apagar das luzes da administração anterior, em novembro 2008, a Cedae vem sendo cobrada intensivamente pelo município para o cumprimento dos planos e metas estabelecidos no convênio. Um abaixo-assinado, com mais de 20 mil assinaturas, já foi feito e encaminhado ao governo do estado. O documento exige que a empresa cumpra prazos e que possa ser substituída por outra forma de prestação de serviços na área de saneamento caso não o faça. ​

Anúncios

Outubro 25, 2014 - Posted by | água, Maricá

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: