Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeitura de Maricá flagra vários ônibus de concessionárias em situação irregular

Texto: Marcelo Ambrosio, Tiago Campello, Jorge André e Michele Tuzzi | Fotos: Fernando Silva

Ação foi acompanhada pelo prefeito Washington Quaquá e integra um conjunto de medidas adotadas pelo município para proteger os interesses da população

A Prefeitura de Maricá deflagrou nesta segunda feira (27/07), tanto na Rodoviária do Povo, no Centro, quanto no Terminal de Itaipuaçu, uma operação de vistoria completa de toda a frota de veículos das concessionárias que fazem o transporte público no município.  A ação foi acompanhada pelo prefeito Washington Quaquá e faz parte do conjunto de medidas adotadas pelo município para proteger os interesses da população, no qual a operação do transporte público gratuito, com os ônibus vermelhinhos da Empresa Pública de Transporte (EPT), é o principal ponto. Segundo o prefeito, a ação nasceu da intenção do governo de iniciar um processo de revisão completa de todas as concessões, dado o histórico de péssimos serviços prestados pelas empresas que há quarenta anos monopolizam o setor na cidade. No primeiro balanço da operação, entre 7h e 17h, os fiscais da EPT confirmaram denúncias de passageiros e autuaram ou apreenderam nada menos do que doze veículos, cinco da Viação Costa Leste e sete da empresa Nossa Senhora do Amparo.

“Sofremos uma derrota inicial na justiça, e em reação disso, tivemos que antecipar o nosso planejamento que determinava o uso do transporte público e gratuito para toda cidade”, afirmou o prefeito durante a ação na rodoviária. “Estamos fazendo uma operação padrão, tirando de circulação todos os ônibus das concessionárias que não tenham condições de circulação, que no caso é a maioria”, acrescentou. “Vamos também cassar as concessões para colocar ônibus públicos e gratuitos nos bairros. Então, de uma derrota judicial, nascerá uma vitória para a população de Maricá que é a retomada das concessões com 100% do transporte público no município”, completou o prefeito, anunciando também a aquisição de novos ônibus para ampliar a frota da EPT, atualmente com 13 ônibus. “Vamos comprar mais 30 e faremos a revolução da mobilidade urbana no município”, acrescentou.

A relação de irregularidades flagradas pelos fiscais é extensa e justifica o argumento do município em favor do fim das concessões atuais por má prestação do serviço. Em alguns pontos, claramente comprometiam a segurança dos passageiros transportados, com pneus carecas, extintores de incêndio com validade vencida, para brisas dianteiro trincado, tacógrafo (aparelho que registra a velocidade do veículo, cuja máxima é 60 km/h) com lacre violado e rampas de acessibilidades quebradas. Além disso, os veículos estavam com documentação irregular – um deles tinha vistoria vencida desde 2013 e outro transitava com uma cópia colorida do documento – e usavam placa de outro município, o que é irregular, entre outros exemplos. Depois de multarem, os fiscais determinaram que parte dos veículos fosse recolhida para as garagens. Quatro dos ônibus, com irregularidades mais graves, foram apreendidos e levados para o Pátio Legal da Prefeitura, em São José do Imbassaí.

A EPT disponibilizou dois reboques para a remoção dos ônibus em situação imprópria. A ação continuará ao decorrer da semana. O prefeito informou ainda que será encaminhado à Câmara um pedido de sessão extraordinária para votação de alteração da Lei Orgânica do município, através da qual todo o transporte público de Maricá seja feito apenas por empresas públicas. “A partir de agora, a Costa Leste e a Amparo não irão mais operar em Maricá. A vontade do povo prevalecerá”, finalizou o prefeito.

A população apoiou a iniciativa. “Os vermelhinhos estão me ajudando muito. Minha filha estuda no turno da manhã e da tarde, e com os ônibus gratuitos não tenho com o que me preocupar. Além de ser gratuito, vejo minha filha sendo transportada com segurança. Agradeço a Deus por me manter viva e presenciar o que vem acontecendo na cidade”, disse a dona de casa Arlete dos Santos, de 31 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Julho 29, 2015 - Posted by | jornalismo, Maricá, transporte

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: