Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Artistas de Maricá são premiados no I Salão de Belas Artes Marco Antônio Cardoso Siqueira

texto: Fonte texto PMM. Fotos: Antônio Carlos Magalhães, Fernando Antônio da Silva e Rosely Pellegrino

Na oportunidade personalidades do mundo da Cultura foram condecoradas pela FALASP, com medalha de Medalha de Mérito Assis Chateaubriand, e Diplomas de Mérito Cultural Empreendedor Santos Dumont

 

DSCN9274 DSCN9268 O Centro de Artes e Esportes Unificados Marco Antônio Cardoso Siqueira (CEU), na Mumbuca, recebeu neste sábado (14/11) a primeira edição do Salão de Belas Artes de Maricá. Desenvolvida pela Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia, a mostra reúne obras de diversos artistas do município, nas categorias de pintura, escultura, desenho e fotografia, em um dos salões do “CEU” homenageando “em memória” Marco Antônio Cardoso Siqueira, irmão do prefeito Washington Quaquá, que tem o seu nome no Centro de Artes e Esportes, e era incentivador da cultura, homenageando também em memória, seu amigo e artista plástico, Lincoln Lacroix Leivas, radicado em Maricá, que além de pintar Maricá, e mostrar as belezas do município para o mundo, desenhou inúmeras residências de luxo, que ainda hoje são admiradas, belo estilo e bom gosto.

DSCN9436Na avaliação do secretário municipal adjunto de Cultura, Romário Galvão, o trabalho amplia de forma considerável os espaços onde os artistas podem expor suas obras. A iniciativa, ainda segundo o secretário, ganha ainda mais força a partir do momento em que recebe o reconhecimento de órgãos importantes do setor. “A importância deste Salão está na possibilidade de o artista ter um espaço para divulgar sua arte, seus trabalhos, chancelado pela Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo (FALASP), Academia Brasileira de Belas Artes e Academia de Letras e Artes de Paranapuã – ALAP, comentou.

DSCN9312DSCN9355A cerimonia de abertura contou com a presença de representantes do governo, artistas e público.

Organizado pela FALASP e seu Núcleo de Maricá da FALASP, com curadoria da Academia Brasileira de Belas Artes ABBA e apoio da ALAP e participação do Setor Cultural da ‘Câmara de Comércio, Indústria e Turismo de Santa Lúcia (Ilhas do Caribe), contando com a presença presidente da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo, Grão Colar Conde Thiago de Menezes, o Salão colocou em um mesmo espaço obras da escola impressionista, cubistas e realistas, entre outros estilos. O artista plástico Di Branco, o secretário de Cultura, Romário Galvão, e o Diretor Executivo da IDB Brasil (empresa proprietária do Complexo Turístico da Fazenda São Bento da Lagoa), David Galipienzo.

DSCN9483Premiados no I Salão de Belas Artes Marco Antônio Cardoso Siqueira

Medalha – Obra – nome do artista

Meg Carvalho recebeu medalha de Ouro no I Salão de Belas Artes de Maricá Ouro – Ruínas de Algum Lugar –  Meg Carvalho DSCN9461

DSCN9516 Prata – Africana – Beth Morgado DSCN9455

DSCN9518 Prata – Cidade Maravilhosa – Billé DSCN9453

Selma Aquino desenho pastel acervo Decepção Bronze – Decepção  – Selma Aquino DSCN9475

Renata Oliveira Nascimento dançando na chuva Bronze – Dançando na Chuva – Renata N

VINICIUS WERNECK GALANO memorias e calçadas Bronze – Calçada da Vida – Vini Gaiano DSCN9477

DSCN9517 Bronze – Gaivota – Cassia

Hors Concours

DSCN9468DSCN9472A artista Milla, moradora em Cordeirinho, recebeu as medalhas e ouro e prata hors concours, com as obras “De boa com meu buldogue francês” e “Homenagem à Mão Preta”. “Estou muito feliz e surpresa com a premiação. Acho importante e necessário este Salão para a cidade e para os artistas daqui”, declarou.

DSCN9522 Ouro – “De boa com meu buldogue francês”  – Milla

DSCN9521 Prata -  “Homenagem à Mão Preta” – Milla

Participação Especial

DSCN9526 Ouro – “As Marias” Di BonilhoDSCN9480

Medalhas e Condecorações entregues pela FALASP

Medalha de Mérito Assis Chateauxbriand

_DSC0132[1]David Galipienzo da IDB Brasil – Diretor Executivo Iniciativas e Desenvolvimento Imobiliário, ao ser homenageado comentou “Este tipo de iniciativa ajuda no desenvolvimento cultural, principalmente em cidades longe dos grandes centros. Gostei muito das obras, da iniciativa. A cultura é importante em qualquer lugar”.

_DSC0183[1] Dr. André Luiz Soares Cruz – Presidente da “Associação de Imprensa do Estado do Rio de Janeiro – AIERJ”

_DSC0193__FOTO_FERNANDO_SILVA[1]Dr. Ricardo da Silva Rocha – Presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil Santa Lúcia (Ilha do Caribe)

_DSC0227[1] Yara Mochiaro – Acadêmica da “Academia Brasileira de Belas Artes” e da “Academia de Letras e Artes de Paranapuã – ALAP”

_DSC0211[1] Sylvia Roriz de Carvalho – Acadêmica da “Academia Brasileira de Belas Artes” e Membro da “ACONBRAS – Associação dos Cônsules no Brasil”

DSCN9399 Selene de Lima Maria – Comendadora da “FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes de São Paulo” e Membro da Academia de Letras e Artes de Paranapuã – ALAP”

Diploma Mérito Cultural Empreendedor Santos Dumont

_DSC0153_FOTO_FERNANDO_SILVA[1]Romário Galvão  – Secretario Municipal de Cultura Ciência e Tecnologia de Maricá

_DSC0169__FOTO_FERNANDO_SILVA[1]Andrea Cunha Monken – artista plastica, atual Subsecretária Municipal de Cultura Ciência e Tecnologia de Maricá

_DSC0157__FOTO_FERNANDO_SILVA[1]Sady Bianchin – Poeta, ator, jornalista, diretor teatral e sociólogo. Doutor em Teatro e Sociedade pela Universidade de Roma- Itália,  mestre em Ciência da Arte – UFF.

_DSC0139[1] Marisete Cardoso – Presidente da Câmara de Lojistas de Maricá  – CDL Maricá

_DSC0144__FOTO_FERNANDO_SILVA[1]Di Branco – artista plastico autodidata, morador de Maricá/RJ, tira da cultura brasileira e sua natureza a inspiração para suas obras. Artista com obras espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, conta em seu currículo com  diversas exposições individuais e coletivas.

Aos 72 anos de idade, o artista plástico Di Branco que já teve obras expostas por salões dos Estados Unidos e Europa e há 42 anos escolheu Maricá para morar. Ele ficou surpreso com a qualidade dos materiais expostos. “Não esperava tamanha qualidade das produções. Acho que quem passar por aqui também vai se surpreender”, afirmou.

Para o casal Alexandre e Rosaura Schiachticas, também com obras no Salão, a iniciativa da Prefeitura é importante para mostrar ao município as obras dos artistas da cidade. “Maricá merece um Salão assim. Está muito interessante e os artistas estão interagindo”, comentou Alexandre.

O presidente da Falasp, Thiago de Menezes, ressaltou o trabalho desenvolvido pela administração municipal na divulgação do trabalho artístico da cidade. “Este evento é fundamental para que a cidade conheça de forma mais profunda seus artistas”. Yara Mochiaro e Sylvia Roriz, representantes da Academia Brasileira de Belas Artes, presentes ao evento, também parabenizaram a cidade pela iniciativa.

Secretário Municipal de Cultura, Ciência e Tecnologia Romário Galvão, descerrou a fita e inaugurou o Salão de Belas Artes juntamente com o presidente da Falasp Conde Thiago de Menezes

Mulher Alada obra do artista radicado em Maricá, homenageado em memória, Lincoln Lacroix Leivas

O público ficou encantado com a qualidade das obras expostas

  DSCN9442

DSCN9447DSCN9450

DSCN9506Di Bonilho presenteou o presidente da Falasp Conde Thiago de Menezes, com a obra Bumba Meu Boi, da coleção Folclore Brasileiro.

DSCN9509Artista plastico Di Bonilho, a representante do Núcleo da FALASP em Maricá, desde 2008, Jornalista Rosely Pellegrino, editora deste blog de notícias e Produtora de Eventos Culturais, na Secretaria Municipal de Cultura Ciência e Tecnologia de Maricá e o presidente da FALASP Conde Grão Colar Thiago de Menezes

O I Salão de Belas Artes Marco Antônio Cardoso Siqueira ficará aberto até o dia 26/11, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h . O CEU fica no Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), km 28, na Mumbuca

Anúncios

Novembro 17, 2015 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, social | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Morre Iná Meireles, Presidenta da Comissão da Verdade em Niterói

É com profundo pesar que damos a notícia do falecimento de Iná Meireles, presidenta da Comissão da Verdade em Niterói, que nos deixou na manhã desta terça-feira (17). Nascida no Rio de Janeiro, Iná – que foi médica, formada pela Universidade Federal Fluminense – faria 67 anos na próxima quinta-feira (19).

Ela começou sua vida política cedo, integrando o movimento secundarista através do grêmio do Liceu Nilo Peçanha, em Niterói, e, desde os 15 anos de idade, esteve filiada ao Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Em 1967, participou das divergências internas do PCB que levariam à criação da Dissidência de Niterói e, posteriormente, ao Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), de luta armada – aos moldes da guerrilha rural. Como militante do MR-8, Iná foi morar em Curitiba (PR), onde foi presa pelo Departamento de Ordem Política e Social, em uma operação coordenada pelo Centro de Informações da Marinha.

Ainda em Curitiba, foi barbaramente torturada e transferida, dias depois, para o Complexo Naval da Ilha das Flores, em São Gonçalo, onde – absolutamente incomunicável – passou 10 dias de torturas diárias.

Já com o processo em andamento, Iná Meireles foi transferida, em 1970, para o Presídio São Judas Tadeu e, após, para a Penitenciária Talavera Bruce, em Bangu. Condenada ainda pelo Superior Tribunal Militar, cumpriu sua pena até 10 de dezembro daquele ano.

A Comissão da Verdade em Niterói e a CODIR (Prefeitura de Niterói) enviam seus mais sinceros sentimentos de pesar à família e amigos.

Em tempo. Ainda não fomos informados sobre horário e local do velório e sepultamento da companheira Iná Meireles.

Novembro 17, 2015 Posted by | jornalismo | , | Deixe um comentário