Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Delegacias deverão ter efetivo mínimo de policiais mulheres

Foto de Deputada Zeidan. Deputadas Zeidan e Martha Rocha em defesa das mulheres!

As 187 delegacias de Polícia Civil deverão ter, sempre que possível, a lotação mínima de duas policiais civis mulheres por plantão. É o que estabelece a lei 941/15, das deputadas Zeidan (PT) e Martha Rocha (PDT), que volta ao plenário nesta quinta-feira, em redação final, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

A proposta reforça a mudança do protocolo de atendimento que a da corporação adotou após o caso do estupro coletivo da adolescente de 16 anos. O texto estabelece que as mulheres vítimas, se assim preferirem, poderão ser atendidas por uma policial. As autoras dizem que a maioria das cidades do interior do estado não possui uma delegacia especializada, então o atendimento à mulher vitima é realizado por um homem, o que pode resultar em constrangimento para a vítima no momento do registro da ocorrência policial.
"Esse trágico e chocante caso de estupro coletivo deve nos deixar um aprendizado, até porque essa violência infelizmente acontece a toda hora, a cada 11 minutos uma mulher é violentada no Brasil. Nossas delegacias do interior não têm efetivo feminino , hoje, as delegacias dos centros urbanos têm menos de 20% de mulheres. Temos que ter profissionais capacitadas para fazer o atendimento à mulher vítima, que já chega fragilizada para fazer a ocorrência", comentou a deputada Zeidan

Mais carinho e cuidado, menos violência. Em defesa das mulheres!

Foto de Deputada Zeidan.Deputada Rosangela Zeidan

"Fotos Divulgação Mandato @[100000761038368:2048:Rosangela Zeidan]/Paulo David" Deputada Martha Rocha

 

Em defesa das mulheres

Dentro de 15 dias, toda mulher vítima de violência terá como aliada a lei 941/15 , das deputadas Zeidan e Martha Rocha, que garante a presença de pelo menos duas policiais femininas nas 189 delegacias do estado, para prestarem atendimento às vítimas.
"Este é um Projeto importante, nós tivemos recentemente, nas mídias sociais e nas páginas de jornais, a questão do estupro, evidenciado a cultura do machismo predominante na nossa sociedade. E é triste vermos ainda que 20% só de delegacias, aqui no Estado do Rio de Janeiro, tem policiais civis femininas. É um número ainda muito pequeno", reclamou a deputada.

Zeidan lembrou a todos que existem poucas DEAMs e, no atual momento de crise orçamentária é mais rápido o remanejamento das policiais.
"Acima de tudo, a violência e a cultura do machismo têm que ser combatidas, porque não há como mudarmos a educação da nossa garotada, da nossa juventude, da nossa sociedade se não evidenciarmos e combatermos a cultura machista de dominância e de poder sobre o corpo da mulher". finalizou.

Anúncios

Julho 1, 2016 - Posted by | jornalismo, Legislativo, Polícia | , ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: