Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Caminhos do Mestre acontece neste sábado em Maricá

texto: Valéria Vianna

Os moradores de Maricá tem um encontro marcado neste sábado (29/07) com o Grão-Mestre Omar Lannes Barroso.

Caminhos do Mestre

Ele completa 50 anos de prática do Kung Fu e 25 da fundação do Instituto Cultural Emei Shan no Recanto, onde é monge Xing Tao (uma vertente do Taoísmo) desde 84, quando, após se aprimorar seis anos na China, recebeu autorização de trazer a filosofia para o Brasil.

A comemoração acontecerá no Complexo Poliesportivo Leonel Brizola, no Flamengo, das 15h às 19h, e promete agitar a quadra com muitas atividades. "Teremos demonstração da parte cultural e marcial chinesa, como Dança do Dragão, Dança do Leão, da arte do Kung Fu, do Tai Chi Chuan, além de outras artes ligadas a escolas e filosofias amigas, como yoga, por exemplo", diz Omar, ressaltando a presença de representantes da Federação de Tai Chi Chuan do Estado do Rio de Janeiro. A festa tem nome: "Caminhos do Mestre". E o que o Grão-Mestre espera nesse evento é que as pessoas possam aproveitar bastante do que virem e ouvirem e, quem sabe assim, tirar algum proveito das práticas demonstradas para melhorar os próprios caminhos.

"Muita gente pensa que tudo isso é esporte, mas tanto o Kung Fu quanto o Tai Chi Chuan são estilos de vida. E quando nos graduamos nessas práticas, é justamente aí que começa o aprendizado", garante. Osmar lembra que o Kung Fu regeu sua vida, lhe dando disciplina, além de ter dado a ele oportunidade de conhecer pessoas de culturas diversas, abrindo seus horizontes. "Quem for à quadra dividir essa alegria comigo, terá contato com esses modos de vida diferentes do nosso. O mundo é vasto e há muita coisa pra ser vista. Então, venham ver", convidou.

Uma realização do Instituto Emei Shan em parceria com a Prefeitura Municipal de Maricá, com apoio das Secretarias de Cultura e Esportes,

Anúncios

Julho 28, 2017 Posted by | cultura, esportes, eventos esportivos, Maricá | , , , | Deixe um comentário

Escritor Arlindo de Souza marca presença na 15ª edição da Festa Literária de Paraty

A Festa Literária Internacional de Paraty, teve início nesta quarta-feira, dia 26, com a sessão “Lima Barreto: triste visionário”.

A historiadora e antropóloga Lilia Moritz Schwarcz  apresentou uma aula-espetáculo sobre Lima Barreto, autor homenageado, com participação de Lázaro Ramos, com direção de cena de Felipe Hirsch.

O pianista André Mehmari realizou a primeira audição de sua “Suíte Policarpo”.

Contando com a curadoria de Josélia Aguiar, o evento pretende “valorizar a experiência corporal de estar em Paraty, fortalecer sua dimensão literária e reforçar o diálogo com outras artes, uma marca sua desde a primeira edição”, o evento encerra no dia 30 de julho de 2017.

A maior novidade deste ano é a utilização do espaço da Igreja da Matriz que está recebendo as mesas dos autores. A Igreja tem capacidade para 420 pessoas, a estrutura técnica e cenográfica mantém a experiência da Tenda dos Autores dos anos anteriores.

 

Com o livro “O Caminho das Pedras”, lançado pela Futurama Editora, o amigo escritor e Comendador Arlindo de Souza participa da feira literária convidando todos para a sessão de autógrafos, hoje, quinta-feira, dia 27, das 19h às 20h, e amanhã dia 28 de Julho de 2017, das 13h às 14H.

Escritor Arlindo Souza na FLIP 2017

Comendador Arlindo de Souza em tarde de autógrafos de sua obra, O Caminho das Pedras na FLIP 2017 Comendador Arlindo de Souza em tarde de autógrafos de sua obra, O Caminho das Pedras, na Feira Literária de Paraty – FLIP 2017

Comendador Arlindo de Souza na Feira Literária de Paraty 2017, com sua obra O Caminho das Pedras Comendador Arlindo de Souza na 2017, participando da FLIP 2017, com sua obra O Caminho das Pedras

 Escritores Dr. Flavio Ulhoa Coelho e o Comendador Arlindo de Souza, participando da Feira Literária de Paraty 2017 Escritores: Mestre Flavio Ulhoa Coelho e o Comendador Arlindo de Souza, participando da Feira Literária de Paraty 2017

Galera da Futurama Editora Representantes da Futurama Editora, Comendador Arlindo de Souza e a empresária Myrian Fagundes

Comendador Arlindo de Souza e Myrian Fagundes, em noite de autógrafos na FLIP 2017 O escritor de O Caminho das Pedras, Comendador Arlindo de Souza e a empresária paulista, Correspondente deste Blog de Notícias, Myrian Fagundes, em noite de autógrafos realizada nesta quinta-feira, 27 de Julho, na Feira Literária de Paraty 2017

Alcyone da Futurama Editora e nossa correspondente Myrian Fagundes na FLIP 2017Alcyone da Futurama Editora e nossa correspondente Myrian Fagundes na FLIP 2017, tendo nas mãos o livro de Thiago de Menezes.

Arlindo FLIP Comendador Arlindo de Souza autografando sua obra para o Dr. Flavio Ulhoa Coelho FLIP 2017

O encontro dos escritores Beny Schmidt e Arlindo de Souza na FLIP 2017 O encontro dos escritores Beny Schmidt e Arlindo de Souza na FLIP 2017

 

Mais sobre a FLIP 2017: Na quadra foi montada a livraria e a Mesa dos Autógrafos.

No estacionamento, espaço para o Telão, com 700 lugares, com palco para mesas e eventos públicos, gratuitos.

No centro da Praça, permanece a Biblioteca da Flipinha. As árvores da Praça da Matriz continuam recebendo os Pés de Livros que fazem a alegria da garotada.

Ainda, do outro lado do rio, está montada a tenda dos autores, com espaço intitulado Ocupa FLIP, para manifestações locais.

Julho 27, 2017 Posted by | Feiras e Eventos, jornalismo, literatura, projeto cultural | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Maricá realiza campanha “Doe Sangue, Salve Vidas”

A Secretaria de Saúde de Maricá, através da Coordenadoria de Humanização, convoca a sociedade civil maricaense para o evento “Doe Sangue, Salve Vidas”, que acontecerá na Praça Orlando de Barros Pimentel, no próximo dia 15 de julho, das 10h às 15h.

Devido às baixas condições climáticas, férias escolares e feriados de São João, esta época do ano é um período que gera redução nos bancos de sangue. Os doadores tendem a interromper as doações, afetando os estoques em todo o país. O objetivo da campanha é fortalecer a continuidade das doações.

Podem participar da iniciativa, que tem apoio do Hemorio, pessoas entre 16 e 69 anos. Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. Além disso, é preciso pesar, no mínimo, 50 kg e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar de jejum. No dia, é imprescindível levar documento de identidade com foto. Mais informações pelo Disque Sangue: 0800-282-0708.

Esclarecendo mitos:

  • Quem doa não corre risco de contaminação, o material é descartável;
  • Não se deve estar em jejum para doar sangue;
  • Doar sangue não vicia;
  • Doar sangue não engorda e não emagrece;
  • Quem doa sangue uma vez, não é obrigado a doar sempre.

Fonte Flávia Tenente (edição: FSB Comunicação)

Julho 15, 2017 Posted by | campanha social, Maricá | , | Deixe um comentário

Projeto “Viva a Casa da Mulher” promove ações de incentivo a autoestima feminina

Flavia Tenente (edição FSB Comunicação).

A atividade na Casa da Mulher contou com a participação de um grande número de pessoas A atividade na Casa da Mulher contou com a participação de um grande número de pessoas Foto Clarildo Menezes

O projeto “Viva a Casa da Mulher”, desenvolvido pela Assessoria de Projetos da Coordenação de Políticas para as Mulheres e pela Coordenação do Centro Especializado em Atendimento à Mulher (Ceam), promoveu, na Casa da Mulher, no Centro, um dia de atividades voltadas para a promoção da autoestima de mulheres que foram vítimas de violência, nesta sexta-feira (14/07).

DSCN8429DSCN8431DSCN8433DSCN8437DSCN8441DSCN8445DSCN8454DSCN8457DSCN8459DSCN8462DSCN8463DSCN8464DSCN8466

A festa começou com um café da manhã dançante, animado pela cantora Dalva Alves e pelo cantor Ronaldo Valentim. Simultaneamente, visitantes e mulheres assistidas pela casa puderam contar com atividades como doação de mudas nativas da Mata Atlântica, realizada pelo Projeto Maricá Mais Verde; oficina de maquiagem, com promotoras de uma marca de cosméticos; ManicureTerapia, com membros do Ceam; e auriculoterapia, com a fisioterapeuta, Renata Mejias, uma parceria da secretaria de Saúde através do Programa de Assistência a Saúde do Idoso (Pasi). “Para mim, fez muito bem ter conhecido a Casa da Mulher e está sendo muito útil para mim. Conheci aqui e estou bem hoje. Esta casa e este tipo de eventos são muito importantes para nós. Quase entrei em depressão com a violência que sofri na minha separação, hoje, graças a momentos como este, estou bem melhor”, contou a assistida J.

Para E., que também recebe o apoio da instituição, reuniões como esta aliviam o peso dos problemas do dia a dia. “Esta casa foi uma coisa muito boa que aconteceu na minha vida. Estas festas ajudam a diminuir o stress em que vivemos. Aqui nós somos recebidas com muito carinho”, disse.

DSCN8424DSCN8425 O evento promoveu ainda, uma roda de conversa com o tema: “Mudar é preciso, violência não é preciso”, intermediada pela Psicóloga Sara Monteiro, do Ceam. “Falamos sobre a possibilidade que todas as mulheres possuem de se mover para superar o círculo da violência. A proposta é melhorar a perspectiva de vida, animar e integrar as assistidas”, explicou coordenadora de Políticas para as Mulheres, Luciana Piredda.

Enfermeira Célia aproveitou o momento e convidou todos e todas para doarem sangue no evento “Doe Sangue, Salve Vidas”, que está acontecendo na Praça Orlando de Barros Pimentel, hoje, dia 15 de julho, das 10h às 15h.

DSCN8442 DSCN8455

DSCN8457 DSCN8459Fotos: Rosely Pellegrino

A primeira dama Rosana Horta, que virou tema de um dos grafites feitos pela artista plástica Tatiana Castelo Branco no muro da Casa da Mulher, também ajudou a plantar uma muda de Ipê Rosa (handroanthus heptaphyllus) no quintal do espaço, e agradeceu a presença de todos. “Sou muito grata pela presença e pela colaboração de todos. Nada disso seria possível se vocês não dedicassem tempo e a vida de vocês a este projeto tão importante e bonito”, finalizou Rosana. A Casa da Mulher fica na Rua Uirapurus, nº 50, no Centro de Maricá (ao lado do Mercado do Produtor).

Abaixo fotos de Rosely Pellegrino, registrando momentos do evento.

DSCN8410DSCN8416

DSCN8418DSCN8419

DSCN8420DSCN8421

DSCN8422DSCN8424

DSCN8425DSCN8426

DSCN8427DSCN8431 

DSCN8434DSCN8435

DSCN8438DSCN8440

 DSCN8447DSCN8448

DSCN8450DSCN8451

DSCN8457DSCN8459

DSCN8460DSCN8462

DSCN8466DSCN8468 

DSCN8471DSCN8472

DSCN8473DSCN8474

 DSCN8476DSCN8477

DSCN8478DSCN8479 

DSCN8481DSCN8482

Julho 15, 2017 Posted by | direitos humanos, jornalismo, Maricá | , , | Deixe um comentário