Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeitura de Maricá fecha aeródromo da cidade

Fotos: Vander Chiclete e Rosely Pellegrino

Queda de aeronave no Centro de Maricá, na tarde desta quarta-feira matou um dos ocupantes e deixou um ferido

A Prefeitura de Maricá interditou no dia de hoje (11/09), o aeródromo municipal.

A decisão foi tomada após a queda do monomotor modelo Cesna l52 , prefixo PRJBA, na tarde desta quarta-feira, 11 de setembro, na Rua Luis Alberto Machado, no bairro Parque Eldorado, Centro da Cidade.

Segundo informações, uma possível pane no motor pode ter causado o acidente, tendo em vista que o piloto da aeronave, o instrutor João Antônio Soares, 36 anos,  que morreu no local do acidente, era uma pessoa experiente. O outro ocupante, o aluno Caio Freitas, 19 anos, ficou ferido e foi levado para o Hospital Conde Modesto Leal, e a seguir foi transferido pelo helicóptero da Polícia Cívil, para um hospital no Rio de Janeiro, com possível traumatismo craniano.

O local foi isolado pela Guarda Municipal e a CENIPA- Centro de Investigação e de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, períciou o local. A causa do acidente só será informada no relatório final.

Um morador que assistiu a queda do avião, informou que o piloto tentou um pouso forçado na via publica, mas que o trem de pouso da aeronave prendeu nos fios da rede elétrica, arremessando a aeronave contra o muro de uma residência.

DSCN7176DSCN7177DSCN7178DSCN7179DSCN7180DSCN7182DSCN7183DSCN7186

O fechamento do aeródromo

O fechamento proíbe pousos e decolagens por prazo indeterminado e um decreto, já assinado pelo prefeito Washington Quaquá, será publicado na próxima edição do Jornal Oficial do Município (JOM). Para garantir a interdição da área, equipes da Guarda Municipal ficarão na entrada do local a partir desta noite.

O monomotor que caiu na cidade era utilizado para voos de instrução por um aeroclube que opera sem autorização legal no aeródromo de Maricá. A interrupção das atividades irregulares no aeródromo é uma batalha da atual administração municipal. A cessão para uso do solo no local – que permitiu o funcionamento das escolas de aviação existentes e de outras atividades igualmente irregulares até hoje – foi realizada em 2006 pelo antigo Governo Municipal, sem licitação. Em 2009, o TCE considerou todas as doações irregulares e determinou a cassação das atividades, o que está sendo cumprido.

Em 2012, o atual Governo cassou, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda, os alvarás de funcionamento das escolas de pilotagem. Há uma ação judicial das empresas contra a decisão. Diante do descumprimento legal das empresas, a Prefeitura de Maricá informou os fatos à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

Setembro 11, 2013 Posted by | acidente aéreo, jornalismo, Maricá | , , | Deixe um comentário

Homem cai de uma altura de 100m com asa-delta em Saquarema, RJ

Carlos Alberto da Cunha de 47 anos fraturou duas pernas e também teve ferimentos no rosto.
Queda aconteceu depois que uma das asas rasgou; ele está em hospital.

Do G1 Região dos Lagos

asa-delta cai em saquarema (Foto: Daniel Mendes/Arquivo)Vítima foi encaminhada para hospital da cidade; ele fraturou as duas pernas (Foto: Daniel Mendes/Arquivo)

Um homem ficou ferido depois de cair de asa-delta em Saquarema, Região dos Lagos do Rio de Janeiro, na tarde deste domingo (10). Segundo o Corpo de Bombeiros, Carlos Alberto da Cunha, de 47 anos, estava voando quando uma das asas rasgou e ele caiu de uma altura de 100m de altura. Ainda segundo os bombeiros, com o acidente ele fraturou as duas pernas e também teve ferimentos no rosto. O pior não aconteceu já que a queda aconteceu em um lugar com vegetação alta.

O Asa-delta é conhecido como trike, por ter uma cadeira. Testemunhas disseram que Carlos voa há muito tempo na cidade e que ficaram surpreendidos com o acidente. O trabalho do Corpo de Bombeiros foi elogiado, pois chegaram em poucos minutos. Seis homens foram enviados para atender a ocorrência. Carlos Alberto é conhecido na região por ser um dos mecânicos mais antigos do município. A vítima foi encaminhada para o hospital da cidade e passa bem.

Março 11, 2013 Posted by | acidente aéreo, jornalismo | , , | Deixe um comentário

Helicoptero perde estabilidade de vôo e cai em Maricá

Texto e fotos: Rosely Pellegrino

DSCF1988 Na manhã desta quinta feira, aproximadamente por volta das 10 horas, um helicóptero de instrução da Helimax Escola de Aviação Civil, modelo Robinson 22 com o prefixo PP-MEJ , perdeu estabilidade de vôo, logo após decolar, e caiu ao tentar pousar na pista do aeroporto de Maricá, o aluno e o instrutor não sofreram ferimentos graves, nas fotos o estado em que ficou a aeronave após a queda.

O local onde estão os destroços do helicoptero, está sendo protegido pela Defesa Cívil de Maricá, na pessoa do Secretário Municipal Coronel Braga e equipe, aguardando a perícia dos técnicos do CENISA – Centro de Investigação de Acidentes Aeronaúticos, para determinar a causa do acidente

Segundo moradores da comunidade as rajadas de vento estavam fortes, e a aeronave quando perdeu altura e estabilidade, chegou a tocar a copa das arvores próximas ao local, quando aumentou a instabilidade e caiu tobado.

Dirigentes da Empresa Helimax, escola de aviação responsável pelo curso, não quiseram se pronunciar sobre o assunto. O helicóptero estava sendo pilotado pelo aluno Mauro César Silva de Queiróz, 40 anos. O nome do instrutor não foi revelado.

DSCF1987DSCF1983DSCF1984DSCF1993DSCF1986DSCF1990

Novembro 22, 2012 Posted by | acidente aéreo, jornalismo, Maricá | , , , | Deixe um comentário

Acidente Aéreo – Helicóptero cai em Maricá-RJ e deixa pilotos feridos

A queda de helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP),  deixou os pilotos Daniel Tavares Alencar e Geovani Kopt feridos no aeroporto de Maricá, no RJ

helicoptero Momento do resgate das vítimas do acidente do helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP), ocorrido em Maricá 11.01.2011 (foto: Paulo Polônio)

Os pilotos Daniel Tavares Alencar, 33, e Geovani Kopt, que não teve a idade divulgada, ficaram feridos após a queda um helicóptero, no início da tarde desta terça-feira, no aeroporto de Maricá, na região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Segundo o presidente da Escola de Pilotagem de Maricá, Alberto Cardoso, Daniel e Giovani são experientes e têm mais de mil horas de voo. “Eles iriam apenas fazer o voo que é exigido a cada 30 dias, para que não seja necessária outra autorização. O helicóptero é particular e os pilotos trabalham para o proprietário”, disse o presidente, revelando que este é o primeiro acidente no aeroporto nos últimos 22 anos.
Peritos da Polícia Civil e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estiveram no aeroporto para iniciar a avaliação sobre as possíveis causas do acidente. Os membros do órgão federal não quiseram dar declarações sobre o caso mas, sem fornecer maiores detalhes, os policiais informaram que os primeiros indícios apontam uma falha mecânica. Os laudos deverão estar prontos nas próximas semanas.

Segundo a prefeitura da cidade, os dois foram levados em um helicóptero dos bombeiros para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul da capital.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas. De acordo com a prefeitura, técnicos do aeroporto disseram acreditar que o helicóptero tenha passado por um fenômeno conhecido como ressonância, em que o vento puxa para baixo o aparelho.

De acordo com funcionários do aeroporto, os pilotos tentavam decolar e estavam a uma altura de cerca de três metros da pista no momento do acidente, por volta das 13h.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas –que sofreram cortes e queimaduras.

O helicóptero, modelo Schweizer (prefixo PT HGP), é de uma empresa particular. No momento da queda, o aparelho perdeu a hélice e ficou com parte da cabine (de dois lugares) destruída.

DSC05445 DSC05446 DSC05449 Perícia atuando no local colhendo dados sobre a causa do acidente aéreo que envolveu  o Helicóptero modelo Schweizer (prefixo PT HGP), que caiu no aeroporto de Maricá.  Fotos: Rosely Pellegrino

Janeiro 11, 2011 Posted by | acidente aéreo, jornalismo, Maricá, transporte | Deixe um comentário