Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Novos conselheiros tutelares tomam posse no CEU

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Clarildo Menezes

O início de uma nova era para o Conselho Tutelar de Maricá. Assim será lembrada a posse dos 12 novos conselheiros, ocorrida no último domingo (10/01) no auditório do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), na Mumbuca. O grupo, eleito em setembro, recebeu os diplomas das mãos do secretário municipal adjunto de Assistência Social, Jorge Castor – foi a primeira vez que a pasta organizou e coordenou o processo. Os primeiros plantonistas já estiveram de prontidão na madrugada seguinte.

Durante a solenidade, foram anunciadas novidades como a criação de uma segunda equipe do CT, sediada em Inoã, que vai atender ao 3º e 4º distritos de Maricá. Além disso, uma equipe de assistentes sociais e um corpo jurídico darão suporte às crianças e famílias atendidas pelos conselheiros.

Segundo Castor, a posse dos conselheiros foi um verdadeiro presente para Maricá. “Recebemos essa missão com a autonomia necessária para reestruturar esse órgão e poder dar qualidade ao atendimento. Creio que agora estamos conseguindo isso com essa ampliação para duas equipes e ao oferecer apoio jurídico e social", avaliou. "Nosso próximo passo será lutar para que seja aprovada na Câmara Municipal uma lei própria para a categoria, que dará ainda mais dignidade a esses profissionais”, adiantou Castor, que agradeceu ao apoio recebido pelo Ministério Público Estadual e pela presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Mariah Bittencourt. Castor disse ainda que a palavra-chave que vai permear a filosofia de trabalho do CT é responsabilidade. “É isso que todas as crianças que moram ou visitam nossa cidade podem esperar”, frisou.

Janeiro 13, 2016 Posted by | assistencia social, jornalismo | , | Deixe um comentário

CMDCA divulga o resultado das contestações para o processo de escolha do Conselho Tutelar de Maricá

Texto: Kelly Rodrigues

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Maricá divulgou, nesta sexta-feira (24/07), o resultado das contestações apresentadas entre os dias 10/07 e 20/07. Após a análise dos pedidos, a comissão eleitoral para o processo de escolha de Conselheiros Tutelares do município de Maricá anunciou os nomes dos candidatos aptos e não aptos para a próxima fase do processo. (Confira abaixo)

O prazo para recurso ao pleno do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente será do dia 27 a 31 de julho na sede da Secretaria Adjunta de Assistência Social (Rua Domício da Gama, 386 e 398 – Centro), de 8h às 16h30. A divulgação das inscrições definitivas ocorrerá no dia 14/08.

A próxima etapa do processo de escolha será a prova objetiva com 20 questões sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a Lei Orgânica da Assistência Social, além de redação. Será realizada no Centro Educacional de Maricá Joana Benedicta Rangel, no dia 23/08, com horário a ser definido.

Relação dos candidatos aptos para a próxima fase:

Gil Almeida Ferreira Junior

Berenice Sampaio Poubel

Jorge Leonardo de Santanna Gomes

Gabriela Xavier Parada Figueiredo

Relação dos candidatos não aptos:

Janice Franco Povoa

Sonia Maria Mundim Pereira Fonseca

Julho 24, 2015 Posted by | assistencia social, direitos humanos, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário

Maricá participa do 3º Congresso Brasileiro de Gestores e Trabalhadores da Política de Assistência Social

Texto: Kelly Rodrigues (edição: Gisele Paiva) | Fotos: Divulgação

Durante o congresso são discutidas propostas para a melhoria dos serviços em prol da população

A Prefeitura de Maricá, representada pelo secretário municipal adjunto de Assistência Social, Jorge Castor, e pela subsecretária da pasta, Laura Costa, participa do 3º Congresso Brasileiro de Gestores e Trabalhadores da Política de Assistência Social, que acontece em Gramado, no Rio Grande do Sul. Com início no último domingo (05/06), o evento conta com a participação da ex-ministra de Desenvolvimento Social e ex-secretária nacional de Assistência Social, Marcia Lopes, que palestrou sobre "10 anos do SUAS: Avanços e Desafios".

“Estar nesse congresso é avançar no desenvolvimento social de Maricá. Aqui todos os municípios do país discutem propostas para a melhoria dos serviços em prol da população”, afirmou Castor, que aproveitou a ocasião para convidar a ex-ministra para participar da Conferência de Assistência Social de Maricá, cuja data ainda será definida.

O encontro terá ainda uma oficina sobre a instrumentalidade e os projetos profissionais, ministrada pela professora dra. Yolanda Guerra, alguns relatos e trocas de experiências municipais, entre outras atividades. O congresso será encerrado na próxima quinta-feira (09/06).

Evento conta com a participação da ex-ministra de Desenvolvimento Social e ex-secretária nacional de Assistência Social, Marcia Lopes (meio)

Julho 7, 2015 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário

Assistência Social de Maricá promove cadastramento para identificação e inclusão de pessoas com deficiência

Texto: Kelly Rodrigues (edição: Gisele Paiva)

A Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, em parceria com a Secretaria Municipal Adjunta de Educação, promoverá o cadastramento para pessoas com deficiência para facilitar a identificação e inclusão social em todos os serviços oferecidos neste segmento. O cadastramento será iniciado na próxima segunda-feira (20/04) com encerramento previsto para dia 19 de maio. Os interessados poderão comparecer na sede da Secretaria Adjunta de Assistência Social, no CRAS de sua região ou na escola mais próxima, das 8h às 16h30.
Segundo o secretário municipal adjunto de Assistência Social, Jorge Castor, este cadastro é de extrema importância para que novos projetos dirigidos a este público sejam realizados no município. “Com este cadastramento iremos detectar a demanda existente e assim poderemos desenvolver mais políticas públicas voltadas a essas pessoas e melhor administrar as já existentes. Peço para todos que têm uma pessoa com qualquer tipo de deficiência na família, que os ajude e os tragam para realizar o cadastro”, declarou Castor.

Endereços para cadastramento:

Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social: Rua Domício da Gama, 386 e 398, Centro
CRAS Centro: Rua Domício da Gama, Lt.18, Qd.03, Centro
CRAS Região Oceânica: Avenida Maísa Monjardim , Lt.05, Qd.195 (entre Cordeirinho e Ponta Negra, esquina com a rua 135)
CRAS São José Marine: Rua Tinhoré, Lt.22, Qd.02, Km 22, Marine, São José do Imbassaí
CRAS São José Central: Estrada Real de Maricá, s/nº, Lt.03, São José do Imbassaí
CRAS Inoã: Rua 5, Lt.01, Barra A2, Qd. 19 (Rua do CIEP), Inoã
CRAS Itaipuaçu: Rua Professor Cardoso Menezes, Lt.37, Qd. 1 (antiga rua 1), Itaipuaçu
CRAS CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados): Rodovia Amaral Peixoto km 27,5, Mumbuca
CRAS Itaipuaçu II: Rua Prf. C. Menezes, Lote 37, Qd 01, Jardim Atlântico.

Escolas que realizarão o cadastramento:

E.M. Dilza Sá Rego (Jaconé)
E.M. Reginaldo D. Santos (Ponta Negra)
E.M. Alcione S. R. Da (Bambuí)
E.M. Antonio Rufino (Gamboa)
E.M. João Monteiro (Recanto de Itaipuaçu)
E.M. João Pedro (Manoel Ribeiro)
E.M. Vereador Osdevaldo (Santa Paula)
E.M. Espraiado
E.M. Rita Sampaio Cartaxo (Itaocaia Valley)
E.M. Rodrigo Monteiro (Serra do Camburi)
E.M. Retiro

Abril 20, 2015 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá | Deixe um comentário

Assistência Social altera data da Conferência de Enfrentamento à Dependência Química em Maricá

Texto: Kelly Rodrigues

A Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, através da Subsecretaria de Prevenção à Dependência Química, alterou a data da 3ª Conferência Municipal de Enfrentamento da Dependência Química, que estava marcada para ocorrer no dia 06/03. Com a mudança, o evento será realizado no dia 13/03 (sexta-feira), das 8h às 17h, na Primeira Igreja Batista de Maricá (Rua Ribeiro de Almeida, 207 – Centro).

Segundo o subsecretário de Prevenção à Dependência Química, Alan Christi, com esta redefinição a sociedade civil e algumas instituições terão mais tempo de se organizarem para comparecer ao evento. “É muito importante que todas as pessoas interessadas e capacitadas na área da Dependência Química compareçam a este evento, pois também ocorrerá a eleição dos membros do Conselho Municipal de Enfrentamento à Dependência Química e ao uso Abusivo de Álcool e outras Drogas (COMAD) de Maricá. Por isto, daremos mais uma semana para a sociedade civil e todas as ONGs da área se organizarem e participarem integralmente”, informou Alan.

Durante o evento, haverá palestras sobre os desafios contemporâneos da dependência química e o trabalho de rede Inter setorial de enfrentamento. "Traremos palestrantes e parceiros das diversas esferas de governo e da região para uma discussão ampla sobre este problema que atinge a sociedade como um todo", conclui Alan. A ocasião ainda será marcada pela presença de grupos de trabalho que formarão algumas propostas de políticas públicas, que serão votados em uma plenária.

Uns dos temas abordados também nesta conferência serão os problemas e as soluções para a prevenção e tratamento da dependência química como, por exemplo, o projeto de abrir as escolas nos finais de semana para atividades físicas, oficinas e cursos para que os jovens de Maricá encontrem o prazer sem ser nas drogas.​

COMAD

O Conselho Municipal de Enfrentamento à Dependência Química e ao uso Abusivo de Álcool e outras Drogas (COMAD) coordena, desenvolve e estimula atividades de prevenção, tratamento e reinserção social procurando integrar todos os segmentos sociais, assegurando a maior participação possível dos movimentos comunitários. O conselho é formado por 14 representantes do governo da gestão atual e 14 representantes da sociedade civil, escolhidos pela população maricaense e órgãos não governamentais.

Março 5, 2015 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário

3ª Conferência de Enfrentamento à Dependência Química elegerá os 28 membros do COMAD de Maricá

Texto: Kelly Rodrigues

A Subsecretaria de Prevenção à Dependência Química, vinculada à Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social de Maricá, prepara a realização da 3ª Conferência Municipal de Enfrentamento da Dependência Química, prevista para o próximo dia 6 de março, das 8h às 17h, na 1ª Igreja Batista Maricá, no Centro. Entre os objetivos da conferência está a eleição dos 28 membros do Conselho Municipal de Enfrentamento à Dependência Química e ao uso Abusivo de Álcool e outras Drogas (COMAD)de Maricá, órgão este que tem orientação do governo federal.

O COMAD coordena, desenvolve e estimula atividades de prevenção, tratamento e reinserção social procurando integrar todos os segmentos sociais, assegurando a maior participação possível dos movimentos comunitários. O conselho é formado por 14 representantes do governo da gestão atual e 14 representantes da sociedade civil escolhidos pela população maricaense e órgãos não governamentais. “É importante que as instituições que trabalham com a dependência química, como o PROLIV, Bom Samaritano, AA entre outros, estejam presentes na conferência para escolherem os membros da sociedade civil no conselho, para que sejam direcionados corretamente os recursos recebidos”, orientou Laura Costa, subsecretária de Assistência Social.

Durante o evento, haverá palestras sobre os desafios contemporâneos da dependência química e o trabalho de rede intersetorial de enfrentamento. "Traremos palestrantes e parceiros das diversas esferas de governo e da região, para uma discussão ampla, sobre este problema que atinge a sociedade como um todo", afirmou Alan Christi, subsecretário de Prevenção à Dependência Química de Maricá. A ocasião ainda será marcada pela presença de grupos de trabalho que formarão algumas propostas de políticas públicas, que serão votados em uma plenária.

Uns dos temas abordados também nesta conferência serão os problemas e as soluções para a prevenção e tratamento da dependência química como, por exemplo, o projeto de abrir as escolas nos finais de semana para atividades físicas, oficinas e cursos para que os jovens de Maricá encontrem o prazer sem ser nas drogas.

Fevereiro 24, 2015 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá | , | Deixe um comentário

Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente de Maricá, passa a funcionar em novo endereço

Fonte: PMM

A partir de janeiro, o Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA) passa a funcionar em novo endereço, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, localizada na Rua Domício da Gama nº 386, no Centro.

O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Segundo a presidente do órgão, Yenai Fernandes Martins, o conselho tem poder autônomo e deliberativo com a função de propor, fiscalizar, deliberar e acompanhar as políticas públicas em prol das crianças e dos adolescentes no Município, atendendo às diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que vão desde a apresentação dos princípios das políticas de atendimento a essa população até a criação de instrumentos de controle e participação social.

Janeiro 8, 2015 Posted by | assistencia social, direitos humanos, jornalismo, Maricá | , | Deixe um comentário

Assistência Social de Maricá faz atualização de cadastro do Bolsa Família

Texto: Kelly Rodrigues

Nesta quarta-feira (26/11), a Secretaria Municipal de Assistência Social, agora responsável pela Subsecretaria de Programas de Transferência de Renda, iniciará o processo de atualização do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais, que incluem os beneficiários do Bolsa Família. O objetivo é verificar se as famílias contempladas atendem as regras do programa.

A revisão cadastral será realizada até o dia 08/12 na sede da secretaria ou nas sete unidades do CRAS (Centro, José Marine, José Central, Inoã, Itaipuaçu e Região Oceânica e CEU). As famílias que estão com o cadastro desatualizado deverão comparecer a um dos locais citados, portando cópia e a original da identidade, CPF, comprovante de residência, título de eleitor, certidão de nascimento dos filhos, CNIS, carteira de trabalho e contracheque. O atendimento será das 09h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-2287.

O Cadastro Único para programas sociais, do Governo Federal, é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, entendidas como aquelas que têm renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos. Através do Cadúnico, o poder público formula e implementa políticas específicas, que contribuem para a redução das vulnerabilidades sociais a que essas famílias estão expostas.

Endereços para atualização do cadastro

– Sede Secretaria de Assistência Social: Rua Domicio da Gama, 386/398, Centro – Maricá/RJ. Telefone: 3731-2287;

– CRAS Centro: Rua Domício da Gama, Lt.18/Qd.03, Centro – Maricá/RJ.  Telefone: (021) 3731-0353;

– CRAS Região Oceânica: Avenida Maísa Monjardim , Lt.05/Qd.195 (entre Cordeirinho e Ponta Negra, esquina com a rua 135), Maricá- RJ. Telefone: (021) 2648-8049;

– CRAS São José Marine: Rua Tinhoré, Lt.22/Qd.02, Km 22, Marine, São José do Imbassaí – Maricá/RJ. Telefone: 2636-8506;

– CRAS São José Central: Estrada Real de Maricá, s/nº, Lt.03, São José do Imbassaí – Maricá/RJ. Telefone: 2634-9833;

– CRAS Inoã: Rua 05 Lt.01 Barra A2 Qd. 19 (Rua do CIEP), Inoã – Maricá/RJ.   Telefone: (021) 2636-6532;

– CRAS Itaipuaçu: Rua Professor Cardoso Menezes, Lt.37/Qd. 01 (antiga rua 1), Itaipuaçu -Maricá/RJ. Telefone: (021) 2637-3648;

– CRAS CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados): Rodovia Amaral Peixoto km 27,5, Mumbuca – Maricá/RJ. Telefone: (021) 2637-3648.

Novembro 26, 2014 Posted by | Ação Social, assistencia social, jornalismo, Maricá, moradia | | Deixe um comentário

Bolsa Mumbuca é finalista de prêmio internacional do Banco Interamericano de Desenvolvimento

Texto: Rafael Zarôr (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Fernando Silva

Programa municipal, lançado no final de 2013, concorre a prêmio que elegerá as melhores iniciativas de inclusão social

Moeda social de Maricá, pioneira no país, disputa Prêmio Governarte de melhor iniciativa de inclusão social com cidades da Colômbia, Costa Rica e Guatemala

O Programa Moeda Social Mumbuca de Maricá (RJ) – primeira moeda social eletrônica do Brasil – foi indicado como um dos cinco finalistas da 2ª edição do prêmio “Governarte: A Arte do Bom Governo”, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que premiará as melhores iniciativas de inclusão social por meio da tecnologia. A escolha do vencedor por eleição aberta na internet, iniciada no dia 17 de novembro, acontece até 08 de dezembro no site (www.iadb.org/pt/temas//gobernartesys/2014-premio-gobernarte-a-arte-de-bom-governo,9734.html). Os vencedores serão conhecidos no dia 15 de dezembro. Mais de 300 projetos de dezenas de países foram analisados por um júri técnico especializado e 20 foram selecionados e distribuídos em quatro categorias. Maricá concorre na categoria 2 (Setor Privado + Segunda Instância Administrativa) com iniciativas sociais das cidades de São Paulo, Patzún (Guatemala), San José (capital da Costa Rica) e Santiago de Cali (Colômbia).

Em 2013, a Prefeitura criou a primeira moeda social eletrônica do Brasil com utilização de cartões de débito para complementar as rendas mensais de famílias que ganham até um salário mínimo, combatendo a extrema pobreza e estimulando a economia local. O programa foi implementado pelo Instituto Banco Palmas e beneficia 14 mil famílias para compra de produtos em estabelecimentos cadastrados no município. A poucos dias de completar um ano de implementação, o programa Bolsa Mumbuca superou as expectativas quanto à sua eficácia como ferramenta de desenvolvimento local. Em alguns locais onde as compras podem ser pagas na máquina de débito do cartão Mumbuca os empresários já ampliaram a oferta de produtos e contrataram novos funcionários para atender à demanda.

A iniciativa do prefeito Washington Quaquá, pioneira em todo o Brasil, já havia chamado a atenção da mídia latino-americana e europeia em junho passado, quando jornalistas estrangeiros que cobriam a Copa do Mundo vieram a Maricá, atraídos pelo ineditismo e amplitude de um programa de transferência direta de renda inspirado no modelo do Alaska, onde a receita proveniente da extração de petróleo é distribuída diretamente à população (no caso de Maricá os recursos da Bolsa Mumbuca saem do repasse dos royalties da extração de petróleo a que a cidade tem direito, evidenciando a aplicação responsável dos recursos federais). As reportagens sobre o programa foram publicadas em veículos de oito países das três Américas e Espanha.

Para o secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Miguel Moraes, responsável pelo desenvolvimento e lançamento do programa, o reconhecimento do BID mostra que o sucesso da Bolsa Mumbuca o consolidou além dos limites do município. “A Bolsa Mumbuca deixou de ser um programa exclusivo de Maricá, já que esse modelo de transferência de renda serve para vários municípios brasileiros", afirma Miguel, acrescentando já ter sido procurado por outras cidades dispostas a desenvolver o mesmo tipo de iniciativa. "O beneficiado compra gêneros de primeira necessidade para a família em comércios conveniados, com o cartão, e pelo sistema temos o controle total desta utilização dos créditos”, destacou o secretário, anunciando uma campanha em prol da premiação do Governarte. “Estamos mobilizando todas as cidades para votar na Moeda Social Mumbuca”, completou. Já o coordenador do Instituto Banco Palmas, João Joaquim de Melo, enfatizou que este é o maior programa da América Latina em distribuição de renda. “Esse reconhecimento mostra que boas práticas sociais podem contribuir com prefeituras de todo mundo, seguindo o exemplo de Maricá”, comemorou.

Conheça as iniciativas

As 20 iniciativas finalistas foram dividas em quatro grupos – Sociedade Civil + Segunda Instância Administrativa (categoria 1), Setor Privado + Segunda Instância Administrativa (2), Sociedade Civil + Terceira Instância Administrativa (3) e Setor Privado + Terceira Instância Administrativa (4). Além do Programa Moeda Social Mumbuca de Maricá, outras quatro ações serão avaliadas pelo público na categoria 2 – a política de transparência da cidade de Patzún (Guatemala), promoções de estilos de vida saudáveis para crianças e jovens de 10 a 24 anos da cidade de San José (Costa Rica), empresas públicas de mobilidade urbana de São Paulo e programa de coparticipação popular baseado no uso de redes sociais para integração de decisões de Santiago de Cali (Colômbia).

Aprenda como votar

Qualquer pessoa pode participar da eleição desde que tenha uma conta na rede social Facebook. Para computar os votos, é necessária a avaliação de todos os concorrentes da categoria. Os eleitores avaliarão cada iniciativa escolhendo de uma a cinco estrelas. Confira abaixo o passo a passo:

1 – Ao acessar o link (www.iadb.org/pt/temas//gobernartesys/2014-premio-gobernarte-a-arte-de-bom-governo,9734.html) abrirá a página oficial do Prêmio Governarte, em espanhol. Para acessar as informações em português é preciso clicar na seta ao lado da palavra “Idioma” (letras na cor laranja), no lado esquerdo superior da página, e clicar nas letras “POR”;

2 – Depois clique na palavra “Avaliar” (retângulo na cor laranja);

3 – Será aberta outra página solicitando o login e senha da sua conta no Facebook;

4 – Ao clicar em “OK”, o sistema abrirá a pagina de votação com as quatro categorias;

5 – Somente serão computados os votos com a avaliação de todos os concorrentes na categoria;

6 – O Programa Moeda Social Mumbuca concorre na Categoria 2 com outras quatro iniciativas.

Novembro 20, 2014 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá, Moeda Social Mumbuca | | Deixe um comentário

Noite de emoção: Prefeitura de Maricá realiza casamento comunitário

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Clarildo Menezes

Casais oficializaram união em festa promovida pela Secretaria de Assistência Social no ginásio do Colégio Cenecista

A noite do último sábado (08/11) foi de emoção para os 24 casais que oficializaram a união na edição 2014 do Casamento Comunitário. O evento foi realizado no ginásio do Colégio Cenecista (CNEC), no Centro de Maricá, pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Assistência Social. A cerimônia foi conduzida pelo pastor Clauder Peres e contou com a participação de autoridades municipais.

Um tapete vermelho, ladeado de vasos brancos com plantas, se estendia da entrada do ginásio até o altar onde foi celebrado o casamento. Mesas foram arranjadas com toalhas e vasos enfeitados com flores vermelhas davam um toque especial à ocasião. A cerimônia iniciou às 20h30, ao som da marcha nupcial, e os nubentes se apresentavam na medida em que eram chamados, agrupando-se ao redor do altar, conforme orientação dada.

Após a leitura da passagem das Bodas de Canaã, registrada no capítulo 2 do livro do apóstolo João, o pastor Clauder Peres abençoou os noivos. “Assim como Jesus transformou a água em vinho, que a vida de vocês daqui para frente seja o melhor vinho, aquele que foi transformado pelo Senhor. Se vocês chegaram até aqui foi porque o desejo de uma vida melhor, debaixo da bênção de Deus, se manifestou em seus corações. Sejam felizes e que Deus os abençoe”, disse o pastor.

Representando o prefeito Washington Quaquá, o secretário municipal de Assistência Social, Jorge Castor, desejou felicidades aos noivos e ressaltou que a Prefeitura de Maricá busca incluir socialmente as pessoas sem recursos nos programas municipais, com universalização de direitos. “Vejam o que foi preparado para este evento. Agora depende de vocês. A felicidade tem de ser buscada e regada diariamente, como uma plantinha. Sou casado há 35 anos com a professora Laura Maria Vieira e nosso amor cresceu com o convívio e o passar dos anos. Sou admirador da família, da felicidade no lar. A mulher sábia edifica a sua casa e o homem também. Portanto, busquem em Deus a sabedoria quando os problemas se apresentarem. O melhor da vida é dividir as alegrias e também os problemas. Desejo toda felicidade a vocês”, completou.

Ainda na cerimônia, o noivo Marcelo Ferreira leu uma mensagem de agradecimento. “Não imaginava uma festa tão bonita. Agradecemos ao prefeito Washington Quaquá e a Secretaria de Assistência Social. Desejo felicidades para os casais aqui presentes”, disse Marcelo, emocionado. Já durante a festa, os noivos dançaram a valsa e receberam brindes, assim como um kit de doces e bolo. Uma garrafa de espumante foi entregue em cada mesa, para um brinde em homenagem aos casais. O casamento comunitário foi registrado em fotos, que integrarão um DVD, a ser entregue em data posterior.

O projeto, criado pelo atual secretário da pasta, Jorge Castor, consiste em regularizar o estado civil de casais com baixa renda, que já vivem maritalmente, para fins de proteção da família e ampliar as garantias dos direitos patrimoniais e previdenciários. Para participar do evento, os casais tiveram que apresentar as seguintes documentações: comprovante de residência, carteira de identidade, renda mínima de dois salários mínimos, certidão de nascimento ou casamento com averbação de desquite ou divórcio, entre outros, para fazer face às exigências cartoriais, sem despesas para os noivos, como determina a Lei 8.935, de 18/11/1994, que trata da gratuidade de serviços públicos nos cartórios de registro civil.

Família constituída

Altamir Paulo Nogueira, de 55 anos, e Maria das Graças Nogueira, de 61 anos, se conhecem há 32 anos e moram em São José do Imbassaí. Fruto de outros casamentos, o casal tem 19 filhos e 33 netos. Há cinco anos, reuniram toda a família e, de acordo com ela, resolveram morar juntos. “Aproveitamos a oportunidade que a Prefeitura oferece e resolvemos oficializar a união, com a bênção de Deus. É isso que queremos e estamos muito felizes”, declarou Altamir. Já Leomir José e Daniela Melo, ambos de 22 anos, que estão juntos há dois meses, elogiaram a ação. “Quisemos aproveitar a oportunidade dada pela Prefeitura, pois não dispomos de condições econômicas para arcar com as despesas de um casamento, que são muitas”, consideraram.

Durante a festa, noivos dançaram valsa

Há 32 anos juntos, Altamir Paulo Nogueira e Maria das Graças Nogueira aproveitaram a ação da Prefeitura para receberam as bençãos

Leomir José e Daniela Melo, moradores do Espraiado, formam o casal mais jovem do casamento

Novembro 12, 2014 Posted by | assistencia social, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário