Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeito de Maricá abre oficialmente Festival Internacional da Utopia

Fonte: Texto: Willian Chaves (edição: FSB Comunicação) | Fotos: Fernando Silva e Rosely Pellegrino

Na abertura do Festival Internacional da Utopia, evento realizado pela Prefeitura de Maricá na Barra de Maricá e em outros locais da cidade, o prefeito Washington Siqueira (Quaqua) deu as boas vindas às caravanas de todo país e da América Latina ao lado de Aleida Guevarra, médica cubana e filha de Ernesto Che Guevara, João Pedro Stédile, do MST, e da Deputada Estadual Rosângela Zeidan.

Serão cinco dias com a participação de pensadores internacionais, artistas, escritores, sindicalistas, movimentos sociais, populares e da juventude discutindo ações progressistas com uma programação distribuída em várias tendas pela cidade contemplando debates, feiras de literatura, feira da agricultura familiar, música e arte. Cerca de 1.500 pessoas acompanharam a abertura oficial do Festival, na tenda dos Pensadores.

DSCN8902DSCN8927

"Nós vivemos num tempo onde temos lutado por aquilo que é possível. Quando convocamos o Festival da Utopia foi para pensarmos e para provar para as pessoas que devemos lutar pelo impossível. E a nossa Utopia é ter uma escola de qualidade em tempo integral, distribuição de renda e riquezas, meios de comunicação democráticos e a participação popular efetiva. Essa é a Utopia da nova sociedade, essa é a nossa Utopia", disse Quaqua.

DSCN8939DSCN8955Aleida Guevara traçou uma análise etimológica da palavra utopia e defendeu posicionamentos importantes na inserção social das pessoas. “É necessário que tenhamos uma Utopia Socialista de discussão com as pessoas com uma distribuição igualitária de bens para que os cidadãos desempenhem, em harmonia, os trabalhos. O povo nos reconhece com dignidade e transparência quando agimos em sintonia e com a participação dele. Assim, ganhamos o respeito. Utopia é como a fome zero no Brasil. Ela não acontece ser não fizermos uma reforma agrária. A terra é do povo. Temos de fazer da nossa terra uma propriedade coletiva”, afirma Guevara que também lembrou emocionada a participação de um médico cubano na condução da tocha olímpica na cidade de Lagoa Grande (PE). Aleida Guevara também é medica pediatra.

DSCN8942DSCN8948

DSCN8926DSCN8931O líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, João Pedro Stédile, defendeu mais ações efetivas para combater as desigualdades. “Temos que pensar alternativas para combater o capitalismo explorador. Não basta gritarmos “Viva o Socialismo”! Temos que ter propostas concretas para que o povo lute conosco para mudar as desigualdades”, assegura. 

As programações acontecem por toda cidade. Na Barra, concentram-se as tendas da diversidade, tenda dos trabalhadores e a tenda dos pensadores, além do palco principal para apresentações musicais. No centro, na Praça Orlando de Barros Pimentel, estão a feira de reforma agrária, a feira literária e o encontro internacional de teatro. A programação completa pode ser conferida pelo www.festivaldautopia.com.

 

Saiba mais:

Fonte Brasil de Fato: Rute Pina

Aleida Guevara: "Do que vale uma esquerda que não é reconhecida pelo povo?"

Durante a conferência de abertura do Festival da Utopia, a ativista também comentou a aproximação entre os EUA e Cuba

A ativista Aleida Guevara (ao centro) em mesa de abertura do Festival da Utopia, em Maricá (RJ) - Créditos: Norma Odara/Brasil de Fato A ativista Aleida Guevara (ao centro) em mesa de abertura do Festival da Utopia, em Maricá (RJ) / Norma Odara/Brasil de Fato

A fragilidade e fragmentação da esquerda na América Latina foi criticada pela ativista cubana Aleida Guevara durante seu discurso na conferência de abertura do 1º Festival Internacional da Utopia, que está acontecendo em Maricá (RJ) a partir desta quarta (22).

Para ela, a esquerda deve basear suas ações nas demandas concretas do cotidiano das pessoas e deve aprender com as populações mais carentes e com os povos tradicionais. “Temos que ser mais firmes, coerentes e responsáveis. (…) Temos que ganhar o respeito de quem nos escuta. Do que vale uma esquerda se ela não é reconhecida pelo povo?”, questionou.

A pediatra, que é filha do guerrilheiro Che Guevara, disse acreditar que o grande erro das esquerdas da região é se dividir “em pedacinhos”. “Há uns 20 partidos que se dizem de esquerda, mas que não se unem pelos objetivos comuns. Se não juntarmos nossas forças, não venceremos nunca”, afirmou.

Aleida ainda criticou a postura das forças progressistas que ocuparam o Estado. “Tomamos o poder e não mudamos as leis criadas pela burguesia. Assim, não conseguiremos fazer nenhuma transformação profunda”, criticou.

Na mesa também estava o dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, e o prefeito do município de Maricá, Washington Quaquá (PT).

Relações entre Cuba e EUA

A ativista criticou ainda o governo estadunidense e a recente reaproximação dos EUA com Cuba, que ela classificou como uma “utopia do inimigo”.

“Eles têm, há séculos, a utopia de se unir à ilha. É seu sonho irrealizável. E agora estão mudando os métodos. Eles perceberam que cometeram erros com o povo cubano, trataram a revolução cubana com um bloqueio criminal. E agora falam de abrir novas negociações”, afirmou.

Aleida acredita que uma possível normalização da relação entre os dois países só será possível com a extinção da lei que facilita a permanência dos cidadãos cubanos ilegais, “os únicos no planeta que tem esse privilégio”, com o fim do bloqueio econômico e com o fechamento da base naval estadunidense em Guantánamo.

“Eles terão que seguir sonhando com essa utopia, porque não é possível de maneira alguma acabar com a revolução cubana”, sentenciou a ativista.

Aleida definiu a palavra utopia como "o desejo de dar sentido à vida e a busca por um mundo melhor, mais solidário e mais justo”.

Modelos de Estado

Durante sua fala, Stedile afirmou que o maior desafio para os setores progressistas é o questionamento do modelo de Estado que se deseja a partir de um debate que pense diferentes temas de maneira "correlata".

Para ele, o capitalismo enlatou questões, e a esquerda abandonou questões como a cultura e meio ambiente.

“Temos que apresentar uma formulação sobre o meio ambiente, por exemplo. Fomos salvos por um papa, que produziu a melhor conteúdo programático sobre essa questão”, brincou. "Uma sociedade utópica que é diferente de sonho. É uma sociedade baseada na justiça, na solidariedade e na igualdade", disse o dirigente.

Para o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, os setores progressistas têm lutado pelo possível, dada a injustiça e concentração de riqueza, mas são parte de uma esquerda “fez e questionou muito pouco”.

“Aquilo que queremos desenhar da nossa sociedade é possível se a gente se largar os horizontes utópicos. (…) Eles dizem que a história acabou, mas o socialismo nunca vai acabar enquanto pessoas morrerem nas ruas por causa de frio. Enquanto uma pessoa morrer por injustiça, o socialismo estará vivo”, disse.

Anúncios

Junho 23, 2016 Posted by | civismo, culinária, cultura, direitos humanos, Festival da Utopia, jornalismo, justiça, literatura, manifestação popular, Maricá, meio ambiente, moradia, musica, palestra gratis, projeto social, shows e eventos, social, turismo | | Deixe um comentário

Desfile cívico em comemoração ao aniversário de Maricá terá escolas abordando como tema a Utopia

Texto: Fernando Uchôa | Fotos: Fernando Silva

Cerca de 2 mil alunos irão representar as 54 escolas municipais no desfile cívico na Rua Domício da Gama

O desfile cívico que abre as comemorações no dia 26 de maio, data comemorativa do 202º aniversário de Maricá, contará com diversas atrações. Às 9h30, será realizado o hasteamento da bandeira nacional, no pavilhão que será montado na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Às 10h, inicia-se o desfile cívico, com delegações das 54 escolas do município. Cerca de 2.000 alunos se apresentarão (20 a 25 de cada escola) como representantes das unidades escolares. O tema escolhido por grande parte das escolas foi “Utopia”, em homenagem ao Festival Internacional da Utopia, que será realizado em Maricá, de 22 a 26/06.

O Instituto Federal Fluminense (IFF) também estará presente, comemorando o 2º ano de ensino tecnológico no município. Servidores da Secretaria Municipal Adjunta de Educação vão encerrar o desfile, que contará com a participação ainda de escola de samba GRES União de Maricá e do projeto “Pedala Maricá”, da Secretaria Municipal Adjunta de Turismo, com dezenas de ciclistas.

Maio 24, 2016 Posted by | civismo, Educação, jornalismo, Maricá | | Deixe um comentário

Maricá comemora aniversário com o tradicional desfile cívico e muitas atividades à população

Texto: Fernando Uchôa (edição: Gisele Paiva) | Fotos: Clarildo Menezes

Guarda Municipal abriu o desfile cívico que resgatou a tradição deste tipo de evento

Maricá comemorou em grande estilo, nesta terça-feira (26/05), seus 201 anos de Emancipação Político Administrativa. A programação religiosa foi aberta às 8h com missa de ação de graças pelo aniversário, celebrada pelo padre Adhemar Emiliano Pimenta com a Matriz de Nossa Senhora do Amparo lotada de fiéis.

A partir das 9h, o desfile escolar resgatou a tradição desse tipo de evento. A multidão preencheu o lado esquerdo da Rua Abreu Sodré para ver a Guarda Municipal e os ônibus “vermelhinhos” da Empresa Pública de Transportes, alunos, professoras e diretoras das 53 escolas da rede municipal de ensino, com faixas, cartazes e roupas temáticas que apresentaram, com criatividade, versões de uma "Maricá Sustentável", tema do desfile deste ano.

O vice-prefeito Marcos Ribeiro representou o prefeito Washington Quaquá e ressaltou que Maricá comemora mais do que uma tradição. “Festejamos a melhoria da qualidade de vida de nosso povo e muitas realizações, como o salto na Educação, com escolas em horário integral; creches de primeiro mundo; a participação no programa Mais Educação; mais de 300 quilômetros de asfalto; os "vermelhinhos" da EPT que já transportaram mais de um milhão de pessoas gratuitamente; a Moeda Social Mumbuca; o Cartão Universitário, e muitas outras que virão", disse.

Algumas escolas desfilaram com bandas próprias, como a Banda de Percussão da E. M. Darcy Ribeiro, com o professor Eduardo Rosa e o aluno convidado da E.E. Dr. João Gomes de Mattos Sobrinho, Maycon Farias, de 16 anos, que tocou o Hino Nacional ao teclado, em vários ritmos, dando suporte ao desfile. As bandas Menaldo Carlos de Magalhães, de Saquarema; Banda Alves Correa, Duque de Caxias; Tarso de Castro, do Ciep 414, do Engenho do Roçado, São Gonçalo; e Banda Halley, do bairro da Paciência, no Rio de Janeiro, prestigiaram o evento com suas evoluções na avenida. A Banda Tarso de Castro apresentou-se ainda na Praça Orlando de Barros Pimentel, arrancando aplausos entusiasmados do público.

O secretário municipal adjunto de Educação, William Campos, declarou que este foi o melhor desfile escolar dos últimos anos pela participação dos pais ao trazer os filhos e assisti-los desfilando. “A reunião que estamos fazendo com os pais em todas as escolas está resgatando essa autoestima e melhorando o relacionamento em família, o que gera interação com a escola, interesse e orgulho na educação dos filhos", ressaltou.

O secretário municipal executivo de Políticas Sociais, Alexandre Rodrigues, adiantou que a população reconhece e retribui, com sua participação, os esforços do governo em investimentos sociais. “O que vimos aqui hoje foi uma sinergia entre povo e governo, o que faz toda a diferença e ajuda o município a avançar".

A técnica de enfermagem Rosilene Ventura, 39 anos, moradora do bairro Pedreiras, é mãe de Marlon Ventura, 10 anos, aluno do 4º ano da E.M. Carlos Magno Le Gentil, e achou o desfile maravilhoso. "Só em você ver meu filho desfilando, junto com os colegas e professores, é uma alegria. Além disso, ele ganhou tênis e uniforme novo da escola. Estamos bastante satisfeitos com a Educação em Maricá", disse.

A dona de casa Gisele de Moura Marques, 25 anos, moradora de Divinéia, na Barra de Maricá, é mãe da pequena Bianca, 7 anos, aluna do 2º ano da E.M. Guaratiba. Ela achou o desfile encantador. "Acompanho o desenvolvimento da minha filha na escola. Lá, ela brinca e também estuda. Está aprendendo bem e acho que isso é o mais importante. Quero dar uma boa educação para ela", comentou.

Secretarias participam das celebrações

Durante o dia de festividades, uma multidão visitou os palcos menores montados no Centro da cidade, que apresentaram projetos da Secretaria Municipal Adjunta do Idoso, como dança cigana, dança criativa, coral em inglês e Grupo Musical Alegria de Viver. Barracas de artesanato indígena e do Mercado das Artes apresentaram diversos trabalhos.

A Secretaria Municipal Adjunta de Saúde apresentou na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel atividades de diversos programas, como o Hiperdia (aferição de pressão sanguínea, medição de glicose), Hanseníase, Saúde do Homem e da Mulher. Os maricaneses também realizaram atendimento médico no caminhão da Ressonância Magnética Móvel que, em parceria com a secretaria, atenderá durante um mês pacientes da região.

A paciente Kátia Silena dos Santos, 44 anos, moradora no Flamengo, realizou o exame para identificar uma dor constante na coxa direita. "Cheguei a andar com dificuldade. Já fiz tomografia e agora, ressonância magnética. Acredito que em breve estarei com alta médica para minha tranquilidade e da família. Esse exame é caro. Se não fosse a iniciativa do governo, como poderia fazer?”, questionou.

A Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho também participou das atividades e entregou 85 carteiras de trabalho. Durante o dia, a secretaria também disponibilizou vagas em cursos do Senai, como de Auxiliar Administrativo, Operação de Computadores, Eletricista de Obras, Desenhista de Construção Civil e Auxiliar de Operação em Logística. Os interessados foram encaminhados ao Senai de Itaipuaçu para formalizarem a inscrição.

Iniciativa do Sesc garantiu diversão

O Serviço Social do Comércio (SESC) prestigiou, pela terceira vez, o aniversário do município. Cerca de duas mil pessoas divertiram-se com as inúmeras atividades proporcionadas pela instituição, como futebol de botão, oficinas de pipa e pintura corporal, brincadeiras e jogos ao ar livre, entre eles badminton (jogo com peteca), pula-pula, cotonete gigante e touro mecânico. O secretário municipal adjunto de Esportes, Leonardo de Souza, agradeceu a parceria. "O Sesc é um grande parceiro e tem colaborado com muito empenho nos eventos municipais. A população tem reconhecido nossa dedicação e prestigiado os eventos. Prova disto é a quantidade de pessoas hoje aqui. Todos estão comemorando, brincando e divertindo-se", comentou.

O estudante Roberto Canedo, 15 anos, do 7º ano do CEM Joana Benedicta Rangel, morador do Parque Nanci, praticou badminton em uma das redes portáteis colocadas pelo Sesc. “Estou há um ano em Maricá e gosto bastante. Aqui é mais calmo e já fiz amizades na escola. Desfilei hoje pela escola e achei interessante todo mundo junto comemorando o aniversário da cidade", concluiu.

Os "vermelhinhos" também não ficaram de fora das comemorações, principalmente após atingir a marca de 1 milhão de passageiros transportados

Desfile cívico teve como tema "Maricá Sustentável" e cada escola apresentou uma forma de entender o tema

Alunos, professoras e diretoras das 53 escolas da rede municipal de ensino participaram do tradicional desfile

Criatividade na representação do tema foi o ponto alto do desfile que encantou a população e os visitantes

Banda de Tambores prestigiou o evento de comemoração com sua evolução na avenida

O colorido dos desfiles abrilhantou a festa cívica que marcou os 201 anos de emancipação político-administrativa de Maricá

Jovens estudantes reforçaram que iniciativas sustentáveis dependem da consciência de cada um

O projeto "Espraiado de Portas Abertas", da Secretaria Municipal Adjunta de Turismo, também foi representado durante o desfile

Ciclistas do "Pedala Maricá" também fizeram bonito e desfilaram pela Rua Abreu Sodré com o uniforme do projeto

Alunos da rede municipal de ensino apresentaram sua própria banda de percussão

Oficinas de pipa e pintura corporal também foram oferecidas durante o dia de festividade

Projeto da Secretaria Municipal Adjunta do Idoso, a dança cigana foi apresentada ao público por idosos que compõem a iniciativa

Missa de ação de graças pelo aniversário foi celebrada na Matriz de Nossa Senhora do Amparo, pelo padre Adhemar Emiliano Pimenta

Cerca de duas mil pessoas divertiram-se com as inúmeras atividades proporcionadas pelo Sesc

Touro mecânico atraiu crianças e jovens atraídos pela emoção proporcionada pelo brinquedo

Jovens praticaram badminton (jogo com peteca) em uma das redes portáteis colocadas pelo Sesc

Maio 29, 2015 Posted by | civismo, jornalismo, Maricá, shows e eventos | | Deixe um comentário

Prefeitura divulga programação dos 201 anos de Maricá

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Fernando Silva

Tradicional desfile cívico no Centro contará com escolas municipais, secretarias da Prefeitura e bandas da Federação Estadual de Fanfarras

Comemorações incluem desfile cívico com escolas municipais e bandas da Federação Estadual de Fanfarras, missa, final da Taça Cidade de Maricá e shows de artistas locais e do sambista Péricles

A Prefeitura organiza uma grande festa para celebrar os 201 anos de emancipação político-administrativa de Maricá na próxima terça-feira (26/05). Com o tema “Maricá Sustentável”, o tradicional desfile cívico, no Centro, terá participações das 53 escolas municipais e das unidades de ensino das aldeias indígenas de São José do Imbassaí (restinga) e Itaipuaçu; guardas municipais; secretarias de governo e bandas de Niterói, São Gonçalo, Rio de Janeiro e Duque de Caxias, integrantes da Federação de Fanfarras do Estado do Rio de Janeiro (grupos musicais que utilizam instrumentos de sopro e de percussão).

Antes das apresentações cívicas, acontece o hasteamento da bandeira num palco que será montado em frente à Escola Estadual Elisiário Matta, na Rua Abreu Rangel. O desfile começa às 8h30 com apresentação das bandas de fanfarras Halley (Rio de Janeiro), Tarso (Niterói), Darcy Ribeiro (São Gonçalo) e Alves Corrêa (Duque de Caxias) pela Rua Domicio da Gama. Ao todo, 4 mil pessoas participarão da festa cívica, que contará ainda com alunos, pais e funcionários das escolas da rede municipal de ensino; integrantes de projetos da Secretaria Municipal Adjunta do Idoso; ciclistas do “Pedala Maricá”, iniciativa da pasta de Turismo; ônibus da Empresa Pública de Transportes (EPT) e maquinário da administração municipal.

A programação também inclui uma missa de ação de graças pelos 201 anos de Maricá, na Igreja Matriz Nossa Senhora do Amparo; atendimentos gratuitos das secretarias municipais adjuntas na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro, e apresentação do GRES Unidos de Maricá – escola de samba do município –, além de shows do MC Meia Noite e do sambista Péricles.

Aniversário de 201 anos – terça-feira (26/05)

8h – Missa pelos 201 anos da cidade – Paróquia Nossa Senhora do Amparo;

8h30 – Desfile Cívico;

13h – Final da Taça Cidade Maricá;

13h às 18h – Atividades das secretarias municipais adjuntas na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel – Centro;

21h – Apresentação da Escola de Samba Unidos de Maricá;

21h45 – Show – MC Meia Noite;

22h – Show – Péricles;

Maio 22, 2015 Posted by | civismo, jornalismo, Lazer, Maricá, shows e eventos, turismo | | Deixe um comentário

Estudantes, artistas, representantes da Cultura, a militância em apoio a reeleição de Dilma lota Cinelândia

Ato Somos Coração Valente, a militância reunida lota a Cinelândia para reeleger a presidenta Dilma Rousseff! Lindo de se ver a militância aguerrida dizer que quer MAIS futuro e muito MAIS mudança.

Por texto e fotos: jornalista Rosely Pellegrino (editora deste blog)

Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (92)

Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (1)Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (38)Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (57)Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (128)

Ato Somos Coração Valente 22.10.2014,  militância lotou Candelária #Dilma 13  (52) Vou descrever rapidamente, o que vivenciei ontem, caminhando em apoio a Dilma 13, para Presidente, no Rio de Janeiro

Ao chegar em Niterói, saltar em frente ao Plaza, aproximadamente as 17h45min, e caminhar sentido barcas, a cena era de movimento político, de pessoas empenhadas em  dar apoio aos seus ideais políticos, militantes montaram barracas, carregavam as bandeiras de seus candidatos e distribuíam santinhos, adesivos, o que é normal em uma campanha, já que estamos a poucos dias das eleições de segundo turno, para presidência do Brasil.

Mais, o diferencial foi ver as pessoas que estavam passando em seu caminho de volta para casa, após um dia de trabalho, imagine horário de pico na Praça Araribóia, parando e se dirigindo para as tendas do PT, me chamou atenção a quantidade de pessoas solicitando material, colocando os bottons adesivos, muitos foram distribuídos, por serem solicitados. Foi muito bom assistir pessoas de todas as idades assumindo sua posição política, com orgulho. Carregando no peito a sua decisão, a sua opinião e opção política.

Daqui para frente as imagens falam por mim, do Embarque nas barcas, chegada na Praça XV no Rio de Janeiro, Centro, Buraco do Lume, Teatro Municipal, Amarelinho, a Cinelândia. Das fotos, muitas destas pessoas eu não conheço, mas suas feições retratam o momento que estamos vivendo, retratam a realidade política de uma vontade de continuar governando por todos, sob a batuta de uma Mulher de Coração Valente.

Alunos da UFF, e de outras entidades, lideranças estudantis, artistas, grupo de dança afro Muanza Mesú , muitas cabeças grisalhas, militantes e políticos fortaleceram o evento, dentre eles destacamos  as presenças de Lindberg Farias, Alexandre Molon, Benedita da Silva, Carlos Minc, Luiz Sérgio, Jandira Feghali, Gilberto Palmares, Robson Leite, Inês Pandeló, o ator que criou Dilma Bolada, entre outros.

Este álbum retrata em fotos a história de ontem, que constituí um momento histórico do Brasil, neste dia 22 de outubro, quarta-feira, do ano de 2014, poucos dias antes das eleições de segundo turno, que acontecem no domingo, dia 26.

.

neste link o vídeo revive o momento:

https://www.facebook.com/video.php?v=522995817837258&set=vb.490728917730615&type=2&theater

Outubro 23, 2014 Posted by | civismo, cultura, direitos humanos, Eleições 2014, jornalismo, política, Política Nacional e Internacional, PT | , , , , | Deixe um comentário

Alunos desfilaram a história e tradições de Maricá nos seus 200 anos

Texto: Leandra Costa (edição: Raquel Andrade) | Fotos: Clarildo Menezes e Fernando Silva

Alunos desfilaram a história e tradições de Maricá nos seus 200 anos

Mais de 1.500 alunos da rede municipal de ensino, representando 52 unidades escolares, participaram do desfile cívico em homenagem aos 200 anos de Maricá, comemorado nessa segunda-feira (26/05). Realizado pela Secretaria Municipal de Educação, na Rua Domício da Gama, o evento viajou pela história do município, representando suas tradições, fatos e personalidades marcantes, como o naturalista Charles Darwin, o jornalista João Saldanha, a cantora Maysa, o arquiteto Oscar Niemeyer e o antropólogo, senador e escritor Darcy Ribeiro. O evento contou com a colaboração da historiadora Maria Penha de Andrade e Silva, da arquiteta Renata Gama e da pedagoga Renata Toledo.

Presente ao evento, o vice-prefeito Marcos Ribeiro explicou a retomada do desfile cívico, que não era realizado desde 2008. "Antigamente, o desfile era muito extenso, com a participação de todos os alunos. Esse ano, a ideia foi resgatar esse evento, de forma diferente: um pouco menor, com a participação de, no máximo, 30 alunos por escola, e com a exploração de um tema sobre a história da cidade", declarou. O vice-prefeito aproveitou para parabenizar a cidade pelos 200 anos. "Reparando o passado e construindo Maricá para o futuro. Ai está o nosso presente", acrescentou.

O presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Horta, lembrou-se da época em que participava do desfile como aluno. "É uma emoção bem forte. Ainda mais esse ano que está sendo contada a história de nossa cidade. Está muito bonito, mas, acima de tudo, estamos vendo, como há anos não víamos, a alegria, autoestima e satisfação no rosto das pessoas que moram aqui. E  isso nos dá a certeza de que estamos conduzindo a cidade de forma correta, com inúmeros desafios, mas também com gigantescas potencialidades", declarou Fabiano.

Para a nova secretária de Educação, Adriana Luiza da Costa, há menos de 15 dias no cargo, o desfile desse ano teve um significado diferente. "Já participei como aluna, como diretora e, agora, como secretária. Estou muito emocionada pelo trabalho apresentado. O desfile mantém viva a memória, cultura e cidadania de Maricá", destacou a secretária de Educação, acrescentado que a rede municipal de ensino é composta por 17.186 alunos.

Emoção do Desfile

Cada uma das 52 escolas municipais apresentou um tema que englobou desde a catequização dos índios; a pesca milagrosa realizada em 1854 pelo Padre José Anchieta, na Lagoa de Araçatiba; perpassando pela criação dos bairros; personalidades marcantes para o desenvolvimento da cidade; e também a importância de futuros projetos como o Polo Naval de Jaconé. Na abertura, o desfile contou com a participação do pelotão de bandeiras do CEM Joana Benedicta Rangel, da equipe da Secretaria Municipal de Educação, a corporação musical Tambores do CEM Joana Benedicta Rangel, comandada pelo mestre Macuco, e a banda da Polícia Militar, comandada pelo regente subtenente Jonas Correia. A aluna Rafaella da Glória, de 12 anos, do 8º ano do CEM Joana Benedicta Rangel, fez parte do pelotão das bandeiras e estava muito satisfeita em participar da festa. "Quando morava em Itaboraí, também desfilava por lá. Acho o máximo poder fazer parte da história da cidade. Me sinto muito importante", frisou.

Francielle Mello Carvalho, de 11 anos, aluna do 6º ano da E. M. Carlos Magno Legentil de Mattos, cumpriu um importante papel durante o desfile. Ela representou a padroeira da cidade, a Nossa Senhora do Amparo. "Apesar de não ter religião, quis participar desse momento por considerar importante estar integrada com a escola e com as atividades do município", disse. Participando pela primeira vez do desfile, Hillary Pereira, de 11 anos, aluna do 6º ano do CAIC Elomir Silva, representou os índios. Moradora de São José do Imbassaí, ela confessou que estava muito ansiosa para desfilar. "Não via a hora. Rui todas as unhas, quase não dormi, mas estou muito satisfeita por participar desse momento importante para a minha cidade".

Outro destaque abordado foi a chegada da Família Real em Maricá, em 1868, representada pela E.M. Benvindo Taques Horta. A pequena Carolline de Figueiredo, de seis anos, personificou a Princesa Isabel que visitou Maricá junto com o Conde D´Eu. Carolline, vestida de princesa, acenava e sorria para o público e, mesmo sem entender a importância do papel que incorporava, ela considerou um dos momentos mais especiais de sua vida. "Estou me sentindo uma princesa de verdade. Quero sempre poder desfilar pela escola", falou.

A E.M. Barra de Zacarias inovou e também fez bonito no desfile. Os alunos aderiram à moda do "Cup Song" e cantaram o hino de Maricá por meio do som de copos batidos numa mesa em frente ao palanque. Já a E.M. Espraiado aproveitou para abordar o "Espraiado de Portas Abertas", projeto de turismo rural realizado pela Prefeitura de Maricá, que concorreu nesse ano ao prêmio de "Melhor Projeto Cultural do Estado". O desfile trouxe a participação da tapeceiras Ilma Macedo da Costa, que apresentou algumas de suas obras, com destaque para a fauna e a flora da região.

Encerrando o desfile em clima de Carnaval, a banda da E. M. Darcy Ribeiro apresentou o samba-enredo da G.R.E.S. Grande Rio "Olhos verde de Maysa sobre o mar, no caminho Maricá", interpretado pelos cantores Adriano Pavarote, Amarildo Moreno, Gianne Mello e Raphael do Cavaco, do projeto "Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá". A moradora do Flamengo, Ivonete Santos, de 45 anos, fez questão de prestigiar o desfile. "Fiquei muito feliz ao saber que o desfile havia sido retomado. É importante o resgate de nossa essência e de nossa cidade. A Prefeitura de Maricá está de parabéns pela festa e que venham mais 200 anos", declarou.

​​

A E.M. Benvindo Taques Horta abordou a chegada da Família Real em Maricá, em 1868

Francielle Mello Carvalho, aluna do 6º ano da E. M. Carlos Magno Legentil de Mattos, representou a padroeira da cidade

Os alunos E.M. Barra de Zacarias aderiram à moda do "Cup Song" e cantaram o hino de Maricá por meio do som de copos batidos

Pelotão de bandeiras do CEM Joana Benedicta Rangel

No pelotão das bandeiras, Rafaella da Glória, do 8º ano do CEM Joana Benedicta Rangel, estava muito satisfeita em participar da festa

Mestre Macuco e a corporação musical Tambores

A corporação musical Tambores do CEM Joana Benedicta Rangel

Alunos da E.M. Joaquim Eugênio dos Santos em homenagem às escolas de Maricá.

Representando o mar da cidade, alunos do CEIM José Carlos de Almeida e Silva

Os pequenos alunos da Casa da Criança de Itaipuaçu também participaram da festa

Alunos da E. M. Levy Carlos Ribeiro desfilaram pela Rua Domício da Gama

Mais de 1.500 desfilaram em homenagem aos 200 anos do município

O evento viajou pela história do município

Desfile também abordou a importância do trem para o desenvolvimento da cidade

Maio 26, 2014 Posted by | civismo, Educação, jornalismo, Lazer, Maricá | , | Deixe um comentário

Desfile cívico fará homenagem aos 200 anos de Maricá com participação de 1.500 alunos municipais

Texto: Leandra Costa (edição: Raquel Andrade) | Fotos: Fernando Silva

Desfile cívico fará homenagem aos 200 anos de Maricá com participação de 1.500 alunos municipais

No dia 26/05, dia em que Maricá completará 200 anos de emancipação político-administrativa, a Secretaria Municipal de Educação irá realizar o desfile cívico pelas ruas do Centro. Cerca de 1.500 alunos da rede municipal de ensino, representando 52 unidades escolares, irão participar do evento, que começará às 9h. A Secretaria Municipal de Trânsito alerta para o fechamento, a partir das 7h, das ruas Domício da Gama e da Almeida Fagundes, locais do desfile.

Com o tema "200 anos de Maricá", cada unidade escolar participará com 30 alunos, exceto as unidades de Educação Infantil, que participarão com 15 estudantes. A abertura do evento contará com o pelotão de bandeiras do CEM Joana Benedicta Rangel, da equipe da Secretaria Municipal de Educação, as banda do CEM Joana Benedicta Rangel e da Polícia Militar. Em seguida, as escolas municipais farão a apresentação da história da cidade representando fatos, bairros e personalidades marcantes, como o naturalista Charles Darwin, o jornalista João Saldanha, a cantora Maysa, o arquiteto Oscar Niemeyer e o antropólogo, senador e escritor Darcy Ribeiro.

Roteiro do desfile

– Alunos da E. M. Joaquim Eugênio dos Santos (representando as escolas de Maricá);

– Alunos do CAIC Elomir Silva (representando os índios e o Padre José Anchieta);

– Alunos da Educação Infantil (representando o mar – 15 alunos por escola):

Participação das unidades: CEIM Marilza da Conceição Rocha Medina; CEIM José Carlos de Almeida e Silva; CEIM Valéria Ramos Passos; CEIM Ondina de Oliveira Coelho; CEIM Nelson Mandela; CEIM Recanto da Amizade; Pinguinho de Luz; Casa da Criança de Inoã; Casa da Criança de Itaipuaçu; Creche Municipal Estrelinhas do Amanhã; Jardim de Infância Municipal Trenzinho da Esperança e E.M. Vereador Levy Carlos Ribeiro.

– Alunos da E. M. João Monteiro, da E. M. Rita Sampaio Cartaxo e da E. M. Prof. Ataliba Domingues (representando a passagem de Darwin por Maricá);

– Alunos da E. M. Mata Atlântica (representando as áreas de conservação);

– Alunos da E. M. Guaratiba (representando a origem do bairro Guaratiba);

– Alunos da E. M. Maurício Antunes de Carvalho (representando a origem do bairro "Saco das Flores");

– Alunos da E. M. Inoã (representando a lenda da pedra de Inoã);

– Alunos da E. M. Alcebíades Afonso Viana Filho (representando a chegada de imigrantes italianos em Cachoeiras);

– Alunos da E. M. Marquês de Maricá (representando a história da ferrovia);

– Alunos da E. M. Vereador Aniceto Elias (representando Barão de Inoã);

– Alunos da E. M. João Pedro Machado (representando a estação de trem);

– Alunos da E. M. Prof. Robson Lôu (representando a locomotiva);

– Alunos da E. M. Benvindo Taques Horta (representando a passagem da família real em Maricá na fazenda Pillar);

– Alunos da E. M. Brasilina Coutinho (representando a passagem da família real em Maricá e a história do lobisomem);

– Alunos da E. M. Vereador Osdewaldo da Matta (representando a fazenda de Cassorotiba e os escravos);

– Alunos da E. M. Alfredo Nicolau Junior (representando Marquês de Maricá);

– Alunos da E. M. Cônego Batalha (representando a beleza e cultura do bairro São José do Imbassaí);

– Alunos da E. M. Espraiado (representando o evento "Espraiado de Portas Abertas");

– Alunos da E. M. Ministro Luis Sparano (representando a agricultura de Cassorotiba);

– Alunos da E. M. Pindobas e E. M. Retiro (representando a agricultura local);

– Alunos da E. M. Marcos Vinicius Santana (representando a agropecuária);

– Alunos da E. M. Antônio Rufino Filho (representando a taboa);

– Alunos da E. M. Prof. Alcione R. S. da Silva (representando o bairro Bambuí e a tarrafa);

– Alunos da E. M. Prof. Dirce Marinho Gomes (representando a diversidade das lagoas de Maricá);

– Alunos da E. M. Barra de Zacarias (representando a colônia de pescadores);

– Alunos da E. M. Jacinto Luis Caetano (representando a borboleta azul);

– Alunos da E. M. Prof. Oswaldo de L. Rodrigues (representando o Turismo);

– Alunos da E. M. Reginaldo D. dos Santos (representando farol de Ponta Negra);

– Alunos da E. M. Amanda Penã Soares (representando Niemeyer);

– Alunos da E. M. Rynalda Rodrigues da Silva (representando a Casa de Cultura);

– Alunos da E. M. Carlos Magno Legentil de Mattos (representando a Paróquia Nossa Senhora do Amparo);

– Alunos do CEM Joana Benedicta Rangel (representando os patrimônios culturais da cidade);

– Alunos da E. M. Antônio Lopes da Fontoura (representando a história de D´Blanco);

– Alunos da E. M. Prof. Darcy Ribeiro (representando a história de Darcy Ribeiro);

– Alunos da E. M. Prof. Dilza da Silva Sá Rego (representando o Porto de Jaconé);

– Alunos da E. M. João da Silva Bezerra (representando João Saldanha e o futebol);

– Alunos da E. M. Lúcio Thomé Guerra Feteira (representando a cantora Maysa);

– Banda da E. M. Prof. Darcy Ribeiro.

Maio 22, 2014 Posted by | civismo, Educação, jornalismo, Lazer, Maricá, shows e eventos, social | Deixe um comentário

Exposição “Dos Passos de Ancheita, apóstolo do Brasil, à Nova Maricá”, na Casa de Cultura de Maricá

Uma exposição que conta a história do Município de Maricá desde o século XVI

Em comemoração aos  428 anos de História, e 198 anos de Emancipação Político Administrativa do Município de Maricá, a Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal de Cultura, na Casa de Cultura, abriu no dia 24 de maio, a exposição “Dos Passos de Anchieta, Apóstolo do Brasil, à Nova Marica”, com curadoria da professora e historiadora Maria da Penha, e da arquiteta Renata Gama. 

Por meio de 14 banners com fotos, mapas e textos, o público poderá viajar no tempo passando pelos momentos mais marcantes da história do município, como a entrega da primeira sesmaria (faixas de terra entregues a terceiros pelo Império Português) em Maricá, doada ao nobre português Antônio de Marins Coutinho, em 1574.

 Convite5

A exposição é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura, sob o comando do escritor e pesquisador Ricardo Cravo Albin, e a Secretaria de Ambiente e Urbanismo, dirigida por Celso Cabral.

A exposição ficará aberta para visitação até o dia 24 de junho, de segunda à sexta, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 13h às 17h. A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro.

DSCF0976DSCF0977DSCF0978

 

Maio 26, 2012 Posted by | civismo, cultura, Educação, Exposições, jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, social, turismo | , , | Deixe um comentário

Programação de Aniversário de 428 anos de História, e 198 anos de Emancipação Político Administrativa de Maricá

No dia 26 de maio de 2012, o município de Maricá festeja seus 428 anos de História, e 198 anos de Emancipação Político Administrativa, muitos eventos marcam esta semana de aniversário, que culmina no dia de hoje, com a seguinte programação:

Sábado – Dia 26/05 – Dia do Aniversário de Maricá

06h – Alvorada Festiva com participação da banda de Tambores do C.E.M. Joana B. Rangel, no Trem Bão Circulando pelas principais ruas do Centro.
Missa e Ato Cívico
Local: Palco da Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel
8h – Missa Campal em Ação de Graças.
Ministrada pelo Vigário Episcopal do Vicariato da Região Oceânica, Pe. Casimiro com participação do Coral Alegria de Viver da Casa da 1ª a 3ª Idade e participação da cantora Maria de Carvalho com o Cântico do Hino de Maricá.
9h – Ato Cívico, com hasteamento das bandeiras com participação de alunos da rede Municipal de Ensino e Cântico do Hino Nacional Brasileiro, pela cantora Jô Borges.
De 09h30min ás 15h – Ação Integrada entre as Secretarias.
Secretaria de Educação
Exposição dos trabalhos e projetos desenvolvidos pelos alunos da rede Municipal de ensino;
Apresentações da Orquestra Juvenil da E.M. Ver. João da Silva Bezerra;
Projeto Mais Educação com a banda de Percussão da E.M. Professor Darcy Ribeiro;
Teatros de bonecos da E.M. Marcus Vinicius e do CIEP 259
Danças da E.M. Elomir Silva (CAIC), com o grupo CAIC Dance.
Apresentação da Banda de Tambores do Joana Benedicta Rangel.
Secretaria de Assistência Social e Participação Popular
Cadastramento para CadÚnico/Bolsa Família;
Orientações sobre Dependência Química, Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais, RioCard Especial (Para Idosos E Tratamentos) e Bilhete Único Universitário.
Secretaria de Trabalho e Emprego
Informação sobre empregabilidade e emissão de Carteiras de Trabalho (1ª e 2ª Vias).
Secretaria de Direitos Humanos
Distribuição de materiais explicativos dos projetos em andamento e apresentações de Danças da Casa da 1ª a 3ª Idade.
Secretaria de Esportes
Apresentação dos Projetos em andamento;
Apresentação das oficinas de dança do PELC: Balé, Jazz e Hip Hop;
Oficinas de Judô, Jiu-Jítsu e Capoeira;
Recreação infantil em camas elásticas, touros mecânicos, tobogã, guerras de cotonetes e futebol de sabão.
Secretaria de Ambiente e Urbanismo
Exposição das Unidades de Conservação Ambiental do Município de Maricá.
Secretaria de Agricultura e Pesca
Doação de mudas nativas.

A Secretaria de Cultura estará apresentando das 9 as 19h na Casa de Cultura a exposição dos Passos de Anchieta, apóstolo do Brasil, à Nova Maricá, assim como estará com o museu aberto para visitação.

40ª Festa da Pesca de Maricá
Local: Final da Rua 01 – Praia de Itaipuaçu – Bairro: Itaipuaçu.
09h ás 12h – Inscrição para prova.
11h – Hasteamento das bandeiras – Abertura oficial da competição e sorteio dos boxes.
12h – Torneio de duplas de vôlei de praia.
14h – Início da competição (1ª etapa).
18h – Fim da 1ª etapa e Pesagem.
21h – Show com Banda Vetter.
14h – Final da Taça Cidade de Maricá de Futebol
Local: E.C. Maricá.

Vale lembrar que as 17 horas haverá uma caminhada em prol do porto em Jaconé, uma obra que irá gerar em torno de  13 mil empregos para o município. A caminhada, com saída marcada para as 17:30, sairá da Ponte da Mumbuca em direção a Praça Orlando de Barros Pimentel

No Legislativo

A CÂMARA MUNICIPAL DE MARICÀ, por intermédio da mesa Diretora, representada pelos Vereadores Luciano Rangel Junior (Presidente), Aldair Nunes Elias (Vice-Presidente), Fabiano Taques Horta (Primeiro Secretário) e Ronny Pereira de Azevedo (Segundo Secretário), têm a honra a população, para participarem da Solenidade em comemoração ao Centésimo Nonagésimo Oitavo Aniversário de Emancipação Político-Administrativa de nossa Cidade.

O evento será realizado na quadra Lúcio Tomé Guerra Feteira, do Colégio Cenecista Maricá, localizado à Rua Barão de Inoã, – Centro-Maricá/RJ, no dia 26 de maio do ano em curso, às 19 horas.

23h – Show com Seu Jorge
Local: Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel – Centro
Abertura: Banda Tom Mix e Dalva Alves.

No domingo 27 de maio, encerrando os festejos da cidade:

40ª Festa da Pesca de Maricá
Local: Final da Rua 01 – Praia de Itaipuaçu – Bairro: Itaipuaçu.
07h – Início da 2ª etapa de Pesca.
09h – Finais do torneio de vôlei de praia.
11h – Término da competição de Pesca e Pesagem.
12h – Concurso Rainha da Pesca.
14h – Premiação dos atletas pescadores.
15h – Show com Marinho Duka e Banda.

A Secretaria de Cultura estará apresentando das 13h as 17h na Casa de Cultura a exposição dos Passos de Anchieta, apóstolo do Brasil, à Nova Maricá, assim como estará com o museu aberto para visitação.

15h – Projeto Samba de Buteco
Local: Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel
20h – Shows com artistas da Cidade – Projeto Sob o Céu, sob o sol de Maricá – Especial em homenagem ao músico Carlinhos Soares.
Local: Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel – Centro

Maio 26, 2012 Posted by | arte, civismo, cultura, esportes, jornalismo, Lazer, manifestação popular, Maricá, musica, Pesca, religioso, shows e eventos, social, turismo | , , | Deixe um comentário

Aos leitores e amigos do Noticiário RJ on line, desejo um Feliz Natal

DEUS Aos queridos leitores e amigos, e a todos os seres vivos, que de alguma forma contribuiram para eu me tornar uma pessoa melhor, agradeço de coração.

00dt051Ba6GDesejo a todos um domingo de Natal, iluminado, feliz … e regado de compaixão para todos.

Hoje, quero aqui declarar …
Eu Adoro Natal … Papai Noel, … uma energia mágica que traz a benção do Amor, o Espírito da Compaixão, luzinhas piscando, família reunida, mesmo que seja por telefone, carta, virtualmente, … mesmo que seja na lembrança.

Por mais humilde que seja, …  tem uma mesa preparada com carinho, pessoas externando que ser gostam, gestos de carinho, muitas risadas nas reuniões de confraternização, amigos se abraçando… é carinho por todo lado.
Eu adoro Natal … rsrsrs.
Amigos, desejo a todos os seres do Universo …Um lindo dia de Natal, um domingo de confraternização e compaixão para todos.
FELIZ NATAL e um NATAL FELIZ hohoho (Rosely Pellegrino)

00dv051Ba6Guntitled00dx051Ba6G00IA0541qDu00dw051Ba6G00In0541qDu

00Ir0541qDu   00Io0541qDu00Ip0541qDu

00Iy0541qDu00dy051Ba6G[3]00Iv0541qDu00ds051Ba6G

Dezembro 25, 2011 Posted by | campanha social, civismo, cultura, direitos humanos, informativo esotérico, jornalismo, literatura, meio ambiente, moradia, Planeta Terra, projeto cultural, projeto social, religioso, Uncategorized | | Deixe um comentário