Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Pedra do Silvado é atração de domingo do Circuito Ecológico

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Clarildo Menezes

Passeio é gratuito e limitado até 25 pessoas. Participantes terão uma visão panorâmica do litoral da cidade

Para quem gosta de aventuras, com trilhas e escalaminhadas, o Circuito Ecológico de Maricá deste domingo (12/04) é uma boa dica para moradores e visitantes. Com seis horas de duração e muitos trechos de subida íngrime, a trilha da Pedra do Silvado é a atração do projeto da Secretaria Municipal Adjunta de Turismo e Lazer. O passeio é gratuito e as vagas são limitadas (até 25 pessoas).

As inscrições são feitas somente da secretaria (Praça Conselheiro Macedo Soares) até sexta-feira (10/04). Os interessados preenchem um formulário com documento de identificação, endereço e um termo de responsabilidade de que estão aptos a praticar a atividade física. A trilha é considerada pesada e não é recomendada para pessoas que têm medo de altura, já que é o segundo ponto mais alto do município, com 640 metros de altitude. No ponto mais alto, os participantes terão uma visão panorâmica do litoral da cidade e das montanhas que dividem Maricá com os municípios de Itaboraí e Tanguá.

O ponto de encontro será às 7h30, na Rodoviária do Povo de Maricá, no Centro. A orientação é que os participantes usem roupas leves (preferencialmente calça comprida), calçado apropriado e chapéu, além de levar água (2 litros, no mínimo), lanche, protetor solar e repelente. O circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O projeto é realizado desde setembro de 2013 em trilhas ecológicas da cidade, com visitas guiadas por equipes da Prefeitura. Já foram promovidas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, "Caminho de Darwin" e Pedra de Itaocaia); Pedra do Silvado; Cachoeira do Espraiado; Retiro (Serra do Camburi); travessia Silvado-Espraiado; Vilarejo Tomascar, entre Maricá e Rio Bonito; Mirante do Caju, na região central; Praia da Sacristia, entre Ponta Negra e Jaconé; Grutas do Spar (Inoã), travessia Silvado-Espraiado, entre outros pontos turísticos.

Anúncios

Abril 9, 2015 Posted by | Circuito Ecológico, Ecologia, eventos esportivos, jornalismo, Lazer, Maricá, turismo | | Deixe um comentário

Circuito Ecológico Maricá deste sábado será no Silvado

Texto: Leandra Costa (edição: Raquel Andrade) | Fotos: Clarildo Menezes

  deste sábado será no Silvado

A Secretaria Municipal Adjunta de Turismo e Lazer de Maricá realizará neste sábado (24/01) mais uma edição do Circuito Ecológico, com etapa no Rio Silvado. O passeio é gratuito e contará com a presença de guias turísticos da Prefeitura e agentes da Defesa Civil. A saída está prevista para às 7h30 da Rodoviária do Povo, no Centro. Quem preferir ir de carro,  o ponto de encontro é, às 8h30, na ponte após o Campo de Futebol do Silvado.

Com três horas de duração (ida e volta), a caminhada é considerada de nível leve. Os participantes caminharão por um trajeto, sem subidas, pela estrada do Silvado até o rio de mesmo nome, onde poderão se banhar. As inscrições são feitas na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, no Centro) até sexta-feira (23/01), das 9h às 17h. Os interessados preencherão um formulário com documento de identificação, endereço e um termo de responsabilidade de que estão aptos a praticar a atividade física.

Os aventureiros devem usar roupas leves, tênis, boné ou chapéu e roupas de banho, além de levar pelo menos dois litros de água, máquina fotográfica, frutas, biscoitos, barra de cerais, sanduíches e outros alimentos leves. Por se tratar de uma atividade aeróbica, o circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-5094.

O projeto

Realizado desde setembro de 2013, o Circuito Ecológico promove passeios gratuitos em diferentes trilhas da cidade, atraindo, em média, 25 pessoas. Já foram feitas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, "Caminho de Darwin" e Pedra de Itaocaia), Vilarejo de Tomascar, entre Maricá e Rio Bonito, Cachoeira do Espraiado, Retiro (Serra do Camburi), Mirante do Caju, na região central, Grutas do Spar, em Inoã, entre outros pontos turísticos.

Com três horas de duração (ida e volta), a caminhada é considerada de nível leve

Janeiro 23, 2015 Posted by | Ecologia, jornalismo, Lazer, Maricá, turismo | , | Deixe um comentário

Primeiro Circuito Ecológico de Maricá do ano será de Ponta Negra a Praia da Sacristia

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Clarildo Menezes e Fernando Silva

O passeio é gratuito, próximo sábado (10/01) com saída, às 7h30

Primeiro Circuito Ecológico do ano será de Ponta Negra a Praia da Sacristia

A Secretaria Municipal de Turismo e Lazer de Maricá realiza, no próximo sábado (10/01), a primeira caminhada ecológica do ano. O roteiro desta edição do Circuito Ecológico inclui uma caminhada partindo da Praça de Ponta Negra até a Praia da Sacristia. O passeio é gratuito, com saída, às 7h30, e contará com a presença de guias turísticos da Prefeitura e agentes da Defesa Civil.

Com duas horas de duração, a caminhada é de nível médio. Durante o percurso, os participantes visitarão o Farol de Ponta Negra e seguirão uma trilha pelo Platô, antiga trilha dos surfistas, descendo até a Praia da Sacristia, uma pequena praia incrustada entre Ponta Negra e Jaconé, composta de pedras negras e rica vida marinha, ideal para a prática de mergulho.

As inscrições são feitas na secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, no Centro) até sexta-feira (09/01), das 9h às 17h. Os interessados preenchem um formulário com documento de identificação, endereço e um termo de responsabilidade de que estão aptos a praticar a atividade física.

Os aventureiros devem usar roupas leves, tênis, boné ou chapéu e roupas de banho, além de levar pelo menos dois litros de água, máquina fotográfica, frutas, biscoitos, barra de cerais, sanduíches e outros alimentos leves. Por se tratar de uma atividade aeróbica, o circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-5094.

O projeto

Realizado desde setembro de 2013, o Circuito Ecológico promove passeios gratuitos em diferentes trilhas da cidade, atraindo, em média, 25 pessoas. Já foram feitas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, "Caminho de Darwin" e Pedra de Itaocaia), Vilarejo de Tomascar, entre Maricá e Rio Bonito, Cachoeira do Espraiado, Pedra do Silvado, Retiro (Serra do Camburi), Mirante do Caju, na região central, Grutas do Spar, em Inoã, entre outros pontos turísticos.

O roteiro inclui uma caminhada partindo da Praça de Ponta Negra até a Praia da Sacristia

Com duas horas de duração, a caminhada é de nível médio.

Durante o percurso, os participantes visitarão o Farol de Ponta Negra

O passeio é gratuito, com saída, às 7h30

Janeiro 7, 2015 Posted by | Ecologia, Lazer, Maricá, turismo | | Deixe um comentário

Último Circuito Ecológico de Maricá deste ano será no Vale de São Francisco

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Clarildo Menezes

Último Circuito Ecológico deste ano será no Vale de São Francisco

Uma boa opção para este sábado (13/12) é a última edição do ano do Circuito Ecológico de Maricá no Vale de São Francisco. O passeio é gratuito, com saída, às 8h, do ponto final do ônibus Espraiado (em frente ao Sítio do Riacho – Espraiado). Guias turísticos da Prefeitura e agentes da Defesa Civil acompanharão os participantes.

Organizada pela Secretaria Municipal de Turismo, a caminhada é considerada de nível médio, com cerca de três horas de duração no total (ida e volta). Durante o percurso, os aventureiros subirão pelo Pedregulho e seguirão pelo Vale de São Francisco até o limite do Município de Tanguá, numa altura, aproximada, de 600 metros de altitude. Durante o trajeto, os participantes serão privilegiados com a bela vista das serras e de espécies da Mata Atlântica.

Os aventureiros devem usar roupas leves, calçados apropriados e chapéu, além de levar, pelo menos, um litro de água, frutas, sanduíches, biscoitos e outros alimentos leves. Por se tratar de uma atividade aeróbica, o circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos.

O projeto

O "Circuito Ecológico" é realizado desde setembro de 2013 em trilhas ecológicas da cidade sempre com visitas guiadas por equipes da Prefeitura. Desde o início do projeto, já foram feitas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, "Caminho de Darwin" e Pedra de Itaocaia), Espraiado (Tomascar), Silvado, Retiro (Serra do Camburi), Mirante do Caju, na região central, entre outros pontos turísticos.

A coordenadora do projeto, Marcia Freitas, ressalta que os interessados em participar do programa devem fazer a inscrição até sexta-feira (12/12), às 17h, na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro). "É necessário apenas preencher um formulário com um documento de identificação e endereço”. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O passeio é gratuito e contará com acompanhamento de guias turísticos da Prefeitura e agentes da Defesa Civil

A caminhada é considerada de nível médio, com cerca de três horas de duração

Os aventureiros devem usar roupas leves, calçados apropriados e chapéu

Dezembro 10, 2014 Posted by | Circuito Ecológico, Ecologia, esportes, jornalismo, Lazer, Maricá, turismo | Deixe um comentário

"Maricá + Verde" retoma ações ambientais em escolas públicas

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Ambrosio) | Fotos: Fernando Silva

"Maricá + Verde" retoma ações ambientais em escolas públicas

Após o período de férias escolares, a Secretaria de Ambiente de Maricá retomou nessa terça-feira (12/08), mais uma ação do programa Maricá + Verde. A ação foi realizada na Escola Municipal Amanda Peña Soares, no Bananal, em Ponta Negra. Lançado em março deste ano pelo prefeito Washington Quaquá e pelo vice-prefeito Marcos Ribeiro, o programa é uma estratégia da Prefeitura para impulsionar a recuperação das Áreas de Preservação Permanente (APP), situadas às margens de córregos e rios. Desde o início, 3000 mudas já foram plantadas na cidade.

Os alunos participaram da oficina de mudas e do plantio de 30 espécies nativas da Mata Atlântica, como ipê amarelo e castanheira. As árvores foram plantadas no pátio da escola e também no entorno da unidade. Também assistiram o vídeo "Papo Verde", que mostra equipes da Prefeitura realizando a limpeza na região do Espraiado e orientando os moradores e turistas para a preservação do local.

A diretora da unidade, Claudia da Silva Peres, destacou a importância de atividades ambientais como forma de enriquecer o trabalho desenvolvido nas salas de aula. "Ações similares a essa já fazem parte do projeto pedagógico da escola porque estamos localizados muito perto de áreas ambientais, como o Espraiado e a Serra do Mato Grosso. É de extrema relevância conscientizá-los da necessidade de preservação ambiental", declarou a diretora. A escola atende 303 alunos da Educação Infantil ao nono ano.

O subsecretário municipal de Biodiversidade, Evandro Sathler, ensinou aos alunos as etapas de plantio correto de mudas. "Queremos reforçar, junto a esse público mais jovem, a importância do plantio de árvores. Apesar de pequena, essa iniciativa tem uma relevância enorme por estimular nos alunos a consciência sobre preservação", declarou Evandro, que estava acompanhado da superintendente de Biodiversidade da secretaria, Paôla Garcia.

Um dos alunos mais participativos foi Marlon Willian Matos de Carlos, de apenas dois anos. Seus olhos estavam atentos a cada passo ensinado e ele comemorou quando chegou sua vez de colocar a mão na terra, "Oba, minha vez, consegui!", festejou. Aluno do sexto ano, Kayke Mazuri, de 11 anos, também adorou participar. "Já tinha plantado antes, mas não conhecia essa técnica da garrafa pet. Agora ficou muito mais fácil. Adoro a natureza e vou fazer o possível para preservá-la", declarou o aluno, que levou sua muda de Ipê amarelo para plantar em casa, referindo-se à utilização de garrafas de plástico descartáveis cortadas – uma técnica simples, barata e eficiente na prevenção aos focos do mosquito da dengue. "Vou acompanhar o crescimento dela todo dia. Quero que fique muito grande e bonita", completou. Os ingredientes indispensáveis para o sucesso do plantio, segundo Evandro, são: água, luz e muito carinho.

Próximas unidades

O Programa "Maricá + Verde" irá visitar no dia 14/08 a Escola Municipal Alfredo Nicolau da S. Junior (bairro Marques); no dia 19/08, será a Escola Municipal Espraiado (bairro Espraiado); 21/08, será a vez da Escola Municipal Reginaldo dos Santos (bairro Ponta Negra); no dia 26/08, a Escola Municipal João Pedro Machado (bairro Manoel Ribeiro); e, no dia 28/08, o CEIM Professora Ondina Coelho (Centro). Em breve, a Secretaria de Ambiente vai informar o calendário de visitação do mês de setembro (a programação completa também pode ser vista no site).

Os alunos participaram da oficina de mudas e do plantio de 30 espécies nativas da Mata Atlântica

As árvores foram plantadas no pátio da escola e também no entorno da unidade

O pequeno Marlon Matos, de dois anos, participando no plantio da muda de castanheira no pátio da escola

Kayke Mazuri, de 11 anos, adorou participar das atividades

Agosto 13, 2014 Posted by | Ecologia, jornalismo, Maricá, meio ambiente | | Deixe um comentário

Circuito Ecológico de Maricá: vilarejo de Tomascar é a trilha de domingo

Fotos: Rosely Pellegrino

Inscrições acontecem até sexta-feira (25/07) na Secretaria Municipal de Turismo e Lazer

O vilarejo de Tomascar, localizado entre Maricá e Rio Bonito, é a próxima edição do Circuito Ecológico, realizado pela Secretaria de Turismo e Lazer de Maricá. O passeio é gratuito e acontece no próximo domingo (27/07), a partir das 6h20, com saída do terminal rodoviário do Centro (transporte não incluso). Guias turísticos da Prefeitura e agentes da Defesa Civil acompanharão os participantes.

DSC01217DSC01231DSC01238DSC01269DSC01278DSC01289DSC01302DSC01303DSC01308DSC01310

Segundo a coordenadora, Márcia Freitas, o serviço de transporte gratuito está temporariamente suspenso e somente serão aceitas inscrições até sexta-feira (25), das 9h às 17h, na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro). A caminhada é destinada a todas as idades e os participantes preenchem um formulário com documento de identificação, endereço e um termo de responsabilidade de que estão aptos a praticar a atividade física.

A caminhada é considerada pesada, com 8 horas de duração, mas é feita moderadamente com diversas paradas para descanso. Durante o percurso, que passa pela Serra do Espraiado e desce por Rio Bonito, os aventureiros farão paradas nos riachos, cachoeiras e piscinas naturais. Na região, onde funcionava uma fazenda, pode-se encontrar um antigo moinho de farinha de roda d’água, construído na época da escravatura.

Os participantes devem usar roupas leves, calçados apropriados e chapéu, além de levar água (recomendável dois litros por pessoa), frutas e outros alimentos leves. Por se tratar de uma atividade aeróbica, o circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O projeto é realizado desde setembro de 2013 em trilhas ecológicas da cidade, com visitas guiadas por equipes da Prefeitura. Já foram feitas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, Caminho de Darwin e Pedra de Itaocaia), Silvado, Retiro (Serra do Camburi), Mirante do Caju (região central), Ponta Negra e Jaconé (Praia da Sacristia), Inoã (Grutas do Spar), entre outros pontos turísticos.

Julho 24, 2014 Posted by | Circuito Ecológico, Ecologia, jornalismo, Lazer, Maricá, turismo | Deixe um comentário

Secretaria de Ambiente leva projeto “Maricá + Verde” a colégio de Itaipuaçu

Texto: Sérgio Renato (edição: Raquel Andrade) | Fotos: Clarildo Menezes

Alunos aprenderam formas de plantio de mudas em garrafas pet

Estande com mudas da Mata Atlântica foi o mais concorrido do evento

Equipe da Secretaria Municipal de Ambiente de Maricá participou, na última quarta-feira (30/4), da Semana de Ciências do Colégio Evolução, em Itaipuaçu, cujo tema debatido era sustentabilidade. Na ocasião, o grupo apresentou aos alunos formas de plantio em garrafas pet com espécies da Mata Atlântica, como o ipê amarelo. A participação do órgão é parte do projeto “Maricá + Verde”, lançado em março desse ano.

Entre os estandes montados na quadra do colégio, o da secretaria foi um dos mais concorrido do evento, onde diversas crianças fizeram fila para levar uma das mudas distribuídas para casa. “Vou pedir ajuda aos meus pais para cuidar bem dela com bastante água e, depois de crescer, peço a eles para plantarmos no jardim”, disse Fábio Fraga, de 12 anos, que cursa o 7º ano do ensino fundamental.

Além de mostrar como plantar corretamente, a equipe coordenada pelo subsecretário de Ambiente, Evandro Sathler, realizou também palestras para os alunos no decorrer do dia. Ele ressaltou o entusiasmo dos jovens com o tema. “Foi bom ver as crianças engajadas na questão ambiental. Além disso, esclarecemos a eles que essas mudas, após serem plantadas no solo, vão entrar para a estatística oficial que estamos contabilizando”, garantiu o subsecretário, referindo-se à contagem que aparece no site oficial da Prefeitura de Maricá (www.marica.rj.gov.br).

Estande da Secretaria de Ambiente foi um dos mais visitados pelos estudantes do Colégio Evolução, em Itaipuaçu

Maio 3, 2014 Posted by | Ecologia, jornalismo, Maricá, meio ambiente | | Deixe um comentário

"Maricá + Verde" realiza plantio de árvores em escola de São José do Imbassaí

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Fernando Silva

Os estudantes tiveram a ajuda das mães na hora de plantar as mudas

Alunos e mães plantaram espécies nativas da Mata Atlântica

A Secretaria de Ambiente de Maricá realizou, nessa quinta-feira (10/4), mais uma ação do Maricá + Verde, projeto lançado no dia 21 de março, com coordenação do vice-prefeito, Marcos Ribeiro. Desta vez, alunos da E. M. Cônego Batalha, no Marine, em São José do Imbassaí, participaram do plantio de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, como pau-brasil, palmeira imperial e ipê (roxo, rosa e amarelo), além de árvores frutíferas, como sapoti e graviola.

Os estudantes do segundo turno da escola tiveram a ajuda das mães na hora de plantar as mudas. “Eles estavam ansiosos por este evento e mostraram muito entusiasmo. Fico feliz por nossa escola ser a primeira a receber esta ação, que entendo como um processo multiplicador que as crianças vão levar para casa”, ressaltou a diretora da unidade, Edina Pinheiro Xavier.

O subsecretário municipal de Ambiente, Evandro Sathler, colocou a mão na terra junto com as crianças e lembrou que será criado ainda no local um canteiro para horta, além de uma ‘oficina de mudas’, onde os alunos vão aprender a forma correta de plantio. Ele antecipou que a próxima escola a receber a ação do Maricá + Verde será a E.M. Vereador Levy Carlos Ribeiro, também em São José do Imbassaí.

Tanto Evandro Sathler quanto o secretário municipal de Ambiente, Tiago de Paula, consideraram um sucesso o plantio na escola. “Em breve, as árvores plantadas vão gerar o que chamamos de ‘conforto térmico’, ou seja, elas vão reduzir a incidência dos raios solares sobre o prédio e oferecer um ambiente mais agradável para toda a comunidade escolar”, disse Tiago, lembrando que as árvores serão plantadas em demais escolas onde houver espaços destinados a este propósito, sempre em harmonia com os projetos de expansão e reforma de cada unidade.

Sobre o projeto

O projeto Maricá + Verde foi lançado na semana em que foram comemorados o Dia Municipal da Mata Atlântica (21/3) e o Dia Mundial da Água (22/3). Na ocasião, o prefeito Washington Quaquá participou do plantio de mudas às margens do Rio Mumbuca, ao lado de estudantes da E. M. Professora Ondina de Oliveira Coelho. O vice-prefeito, Marcos Ribeiro, e o presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Horta, além de outros membros da equipe de governo e do legislativo municipal, participaram da ação.  O objetivo estratégico do projeto é recuperar as áreas de preservação permanente (APP), situadas às margens de córregos e rios.

Os alunos, do turno da tarde, da Escola Municipal Cônego Batalha

Abril 12, 2014 Posted by | Ecologia, Educação, jornalismo, Maricá, meio ambiente | Deixe um comentário

Caminhada Ecológica acontece sábado na Pedra de Itaocaia

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Clarildo Menezes

A trilha da Pedra de Itaocaia foi novamente incluída no roteiro do Circuito Ecológico de Maricá

A Pedra de Itaocaia, em Itaipuaçu, um dos cartões postais da cidade, será novamente incluída no roteiro do Circuito Ecológico de Maricá. Com muitos trechos de subidas, o percurso tem previsão de duas horas de duração e caminhada de média a pesada. A atividade acontece neste sábado (12/04) e é destinada a todas as idades. O passeio, gratuito, é realizado pela Prefeitura com guias turísticos e apoio do Grupamento de Defesa Ambiental e de agentes da Defesa Civil.

As inscrições são feitas somente na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro) até sexta-feira (11), das 9h às 17h. É necessário apenas preencher um formulário com um documento de identificação e endereço. As vagas para transporte gratuito são limitadas (até 25 pessoas), mas os participantes também podem utilizar transporte público ou veículos próprios para chegar até o local de início da caminhada. O horário de saída da secretaria é às 8h. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O local é um dos pontos turísticos da cidade, com 389 metros de altitude. No topo da Pedra de Itaocaia, os participantes terão uma visão privilegiada das praias, lagoas e da Pedra do Elefante, que também fica em Itaipuaçu. A secretaria orienta os aventureiros a usarem roupas leves e calçados apropriados, chapéu, além de levar água, frutas e outros alimentos leves. O circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos.

Realizado desde setembro de 2013 em trilhas ecológicas da cidade, o projeto conta com visitas guiadas por equipes da Prefeitura. No último domingo (06), a Secretaria de Turismo levou um grupo de 30 pessoas para o Circuito no Espraiado, trilha do Sítio do Riacho até a cachoeira​ e que fez parte da programação do "Espraiado de Portas Abertas", turismo rural promovido pela Prefeitura.

Abril 10, 2014 Posted by | Circuito Ecológico, Ecologia, jornalismo, Lazer, Maricá, Trilhas de Maricá, turismo | Deixe um comentário

Pedra de Itaocaia é a trilha de sábado do Circuito Ecológico

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Clarildo Menezes

Trilha da Pedra de Itaocaia (foto) é feita em duas horas e grande parte do trecho com subidas

Sábado (29/03) é dia de Circuito Ecológico de Maricá. A trilha escolhida pela Secretaria Municipal de Turismo é a Pedra de Itaocaia, em Itaipuaçu – caminhada de média a pesada com duas horas de duração e grande parte do percurso com subidas. O passeio, com guias da secretaria e apoio do Grupamento de Defesa Ambiental e de agentes da Defesa Civil, é gratuito e destinado a todas as idades.

As inscrições são feitas somente na Secretaria de Turismo (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro) até sexta-feira (28/03), das 9h às 17h. É necessário apenas preencher um formulário com um documento de identificação e endereço. As vagas para transporte gratuito são limitadas (até 25 pessoas), mas os participantes também podem utilizar transporte público ou veículos próprios para chegar até o local de início da caminhada. O horário de saída da secretaria é às 8h. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O local é um dos pontos turísticos da cidade, com 389 metros de altitude. No topo da Pedra de Itaocaia, os participantes terão uma visão privilegiada das praias, lagoas e da Pedra do Elefante, que também fica em Itaipuaçu. A secretaria orienta os aventureiros a usarem roupas leves e calçados apropriados, chapéu, além de levar água, frutas e outros alimentos leves. O circuito não é recomendado para quem possui problemas cardíacos.

O projeto é realizado desde setembro de 2013 em trilhas ecológicas da cidade, com visitas guiadas por equipes da Prefeitura. No último sábado (22), a Secretaria e Turismo levou, mais uma vez, um grupo de 25 pessoas para conhecer a Serra do Camburi, local onde são praticados voos de parapentes. Já foram feitas caminhadas em Itaipuaçu (Pedra do Elefante, "Caminho de Darwin" e Pedra de Itaocaia), Espraiado (Tomascar), Silvado, Retiro (Serra do Camburi), Mirante do Caju, na região central, entre outros pontos turísticos.

Um grupo de 25 pessoas participou da caminhada na Serra do Camburi

Março 28, 2014 Posted by | Ecologia, esportes, jornalismo, Lazer, Maricá, turismo | | 1 Comentário