Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Corredores da Prefeitura Municipal de Maricá são transformados em galeria de arte

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Divulgação

A miniatura de uma moto feita de sucatas faz parte da exposição do artista plástico na prefeitura

Nessa semana, os corredores do Paço Municipal se transformaram em galeria de arte, com peças do artista plástico Rafael Cavalcanti, de 62 anos, que transforma lixo em obras artísticas. No prédio da Prefeitura estão expostas esculturas abstratas, feitas em bronze, de bonecos e miniaturas de barcos e motos. Essas e outras peças também podem ser encontradas no Mercado das Artes, no Centro, e na Casa do Artesanato do Estado, no Rio de Janeiro.

No Mercado das Artes, espaço construído pela Prefeitura no Centro para valorização dos artistas locais, o público encontra obras criadas pelo artista com restos de tudo o que ele encontra pelo caminho. De engrenagens de eletrodomésticos a bicicletas, por exemplo, além de sucata de informática, tomadas de telefone, cabos de guarda-chuva, pinças e tampas de garrafa. Rafael Cavalcanti é carioca e mora há sete anos em Maricá.

Abril 4, 2014 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Maricá, Reciclagem | | Deixe um comentário

Artesão cria réplica de motos para encontro de motoclubes

Texto: Valéria Vianna | Fotos: Clarildo Menezes

Rafael e as esculturas réplica de moto

Atento ao 8º encontro de motociclistas que o motoclube Asas do Asfalto está organizando, o artesão Rafael Cavalcante, do Mercado das Artes de Maricá, já confeccionou várias esculturas visando agradar o público do evento: réplicas de motos feitas com material metálico reciclado, que é a especialidade do artista. O encontro deve reunir centenas de motoclubes e acontecerá na Praça Orlando de Barros Pimentel , no Centro, do dia 14 ao dia 16 de setembro.

Rafael conta que sempre participa da festa a convite do presidente do clube, Luiz Antônio Chaves, que conhece bem seu trabalho. “Em todos os encontros de motociclistas que aconteceram em Maricá, vendi muitas peças. No último, de 70 trabalhos, vendi 58. Para esse evento agora, esculpi 30”, diz.

A expectativa dos artesãos do mercado é a melhor possível, certos do maior movimento na praça por conta do encontro. “Sempre vendemos muito”, comenta Zilma Ramos, do box 17, onde comercializa aromas e sabonetes.

Setembro 13, 2012 Posted by | arte, Maricá, Reciclagem | | Deixe um comentário

Expo Maricá 2012 recebe elogios dos visitantes

A 8ª edição da Expo Maricá, que está sendo realizada  no campo do Esporte Clube Maricá, reafirma o potencial de desenvolvimento da cidade para atrair grandes investimentos num momento em que o município recebe importantes investimentos, como o Porto de Jaconé, e sente os reflexos das obras de instalação do Comperj, que atrai grandes empreendimentos imobiliários e projetos na área turística.

DSC09736Projeto do Porto de Jaconé

DSCF1704Projeto da Fazenda São Bento da Lagoa – IDB 2012

Como o Novo projeto da Fazenda São Bento da Lagoa em Maricá será referência de sustentabilidade no Estado do Rio. Um Empreendimento da IDB Brasil que prevê a criação da 2ª maior Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) do Estado e regularização fundiária de comunidade de pescadores de Zacarias. Um projeto que trará investimentos em infraestrutura, qualificação e geração de renda para a região, considerada estratégica no cenário de desenvolvimento econômico do Estado.

Na Expo Maricá 2012, estão sendo apresentados estes e outros projetos de grande porte que estão sendo realizados no Município, é uma excelente oportunidade de conhecer em um só local o que a Prefeitura de Maricá em parceria com a iniciativa privada está trazendo e realizando.

Grandes investimentos estão vindo para cidade o que demonstra a confiabilidade em nosso potencial de crescimento. É uma nova realidade que permite melhorar a auto estima do morador de Maricá.

DSC09820DSC09824

“Esse momento é de extrema relevância para discutir o futuro que queremos e o destino dessa cidade que não será mais a aldeia de pescadores”, comentou Fabiano Filho, secretário Municipal de Projetos Especiais de Maricá , acrescentando que o Município de Maricá teve aumento de 117% de investimentos na área da construção civil em três anos.

DSCF1657DSCF1660DSCF1747DSCF1751DSCF1693DSCF1694DSC09845DSC09739

Além de visitar os estandes, o publico que já visitou a feira assistiu a apresentações musicais de vários artistas do Município, inclusive com peças de Teatro Dançante, realizadas pelos alunos do Ponto de Cultura, Cia Vida de Teatro e Dança, com coreografia do professor Paulo Ernani (Bailarino do Teatro Municipal e faixa laranja na turma de Kung Fu da Cia Vida).

DSCF1647DSC09817DSCF1749DSCF1760DSCF1673DSC09835

Com apoio da prefeitura, o evento, encerra neste domingo (08/07), contando com a realização do Bingo de Nossa Senhora do Amparo, e encerramento com Samba de Buteco com Claudinho Guimarães.

A feira abre as 14 horas e conta com praça de alimentação, mais de 70 estandes para visitação, palco e banheiros quimicos.

Nas fotos da Jornalista Rosely Pellegrino, Editora deste Blog, você acompanha momentos de mais dois dias da Expo Maricá 2012.

Uma feira realizada pela Delfim Moreira Comunicações Integradas, que apresenta uma estrutura e organização elogiada por todos os visitantes

Julho 8, 2012 Posted by | arte, construção civil, cultura, Dança, Exposições, Feiras e Eventos, Habitação, jornalismo, Lazer, Maricá, móveis e decoração, moradia, musica, Reciclagem, setor naval, shows e eventos, social, Teatro | , , , , | Deixe um comentário

Maricá realiza semana de tecnologia com ações de inclusão digital

O caminhão do projeto Consciência Ampla Sobre Rodas está estacionado na Praça Orlando de Barros Pimentel – Foto Fernando Silva

A cidade de Maricá participa pela terceira vez da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – realizada em municípios de todo o país entre os dias 17 e 21 de outubro. O evento começou nessa segunda-feira (17/10) com a realização de oficinas e exposições sobre internet móvel, celulares, acessibilidade, tecnologia 3D e consumo consciente de energia elétrica, com a participação do caminhão onde funciona o projeto Consciência Ampla Sobre Rodas, mas foi prejudicado pela chuva. A cidade comemora nesta edição o avanço acelerado de iniciativas para a inclusão digital da população. A chuva atrapalhou a programação do evento que aconteceria nessa segunda-feira (17/10) na Praça Orlando de Barros Pimentel. Se o tempo não melhorar, a secretaria de Educação vai transferir a programação do evento para a escola municipal Joana Benedicta Rangel, no Centro.

Em 2011, dois projetos do governo municipal tornaram possível o acesso de jovens, crianças e adultos à internet. Um deles oferece acesso gratuito à rede, por meio de conexão sem fio em diversos pontos da cidade, e o outro foi responsável pela distribuição, também gratuita, de netbooks para todos os alunos com idade acima de cinco anos matriculados na rede municipal de ensino.
Entre os destaques da programação da Semana está um concurso cultural sobre o uso seguro da energia elétrica, realizado em parceria com a Ampla. Os ganhadores serão premiados com 90 geladeiras com baixo consumo de energia. Para participar, é preciso visitar a carreta da Ampla (localizada na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro) e apresentar a última conta de luz. A concessionária de energia também fará palestras e oficinas sobre o uso eficiente da energia elétrica, entre os dias 17 e 21, na Casa Digital, também no Centro da cidade.
Num estande da Vivo, os moradores poderão conferir as mais recentes novidades do mercado de tecnologia para celulares e internet Móvel. Na área da ciência, haverá oficinas sobre reaproveitamento de materiais recicláveis, como garrafas Pet e jornais.
Na quarta-feira (19/10), cinco alunos vencedores de um concurso sobre a história do naturalista inglês Charles Darwin, realizado nas escolas municipais em setembro, serão premiados com um vôo panorâmico pela cidade, incluindo os 2,2 quilômetros por onde Darwin passou em 1832. O trecho, conhecido como Caminho de Darwin, fica no Parque Estadual da Serra da Tiririca. O concurso, que motivou os alunos a prepararem trabalhos sobre a biodiversidade das espécies, foi promovido pela Subsecretaria de Ciência e Tecnologia, Programas e Projetos Especiais da Secretaria de Educação, em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia, Casa da Ciência e o Aeroclube de Maricá.
Confira a programação completa:
17/10
9h às 20h: Exposições da Vivo com tablets, celulares 3G, rádio e internet móvel; televisões 3D com óculos especiais; palestras sobre os riscos de misturar bebida e direção, com cadeirantes vítimas de acidentes de trânsito;
18h: Consciência Ampla sobre Rodas e inicio do concurso cultural;
18/10
10h: Abertura Oficial do evento com bandas e escolas;
10h às 12h: Oficina de reaproveitamento de jornal;
14h às 16h: Oficina de reaproveitamento de garrafas PET;
19/10
9h às 18h: Entrega da premiação dos melhores trabalhos científicos através dos conceitos de Charles Darwin; vôo panorâmico para os vendedores do concurso;
20/10
10h às 16h – Projeto Praça Ciência Itinerante com trabalhos da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio (CECIERJ);
21/10
9h às 12h: exposições e entrega dos prêmios aos vencedores do concurso cultural;
14h às 16h: Oficina de papel reciclado

Outubro 20, 2011 Posted by | ciência, jornalismo, Reciclagem, Tecnologia | Deixe um comentário

Secretaria de Ambiente de Maricá estuda implantação de novo método de reciclagem de lixo

Ecobarreira retira material reciclável do leito do rio Bomba, em São Gonçalo

Representantes do órgão visitaram um dos locais onde “ecopontos” funcionam, em São Gonçalo

Membros da Secretaria de Ambiente e Urbanismo de Maricá visitaram nesta sexta-feira (09/9) uma novidade em termos de coleta seletiva de lixo que funciona no bairro de Neves, em São Gonçalo. Conhecido como “ecoponto”, o local fica na margem do rio Bomba, no limite com Niterói, dentro da área de um grande hipermercado. Todo o material recolhido no leito é processado em equipamentos específicos para cada tipo. O governo maricaense estuda a possibilidade de trazer o modelo para o município.

O método de coleta consiste no uso de um artefato chamado de ecobarreira, feito de pequenos barris plásticos presos a uma corda e que ficam no nível do rio. Os agentes ambientais que atuam no ponto recolhem o material (principalmente papelão e garrafas de vidro e pet), que é lavado ainda na margem do rio com água reutilizada do hipermercado. Em seguida, se dá o processamento nas máquinas.

Segundo os agentes, são processadas por mês cerca de três toneladas de material reciclável, dos quais 40% sai do rio e o restante é trazido por catadores. Em São Gonçalo, o rio Bomba é um dos três que foram beneficiados com o ecoponto – os outros ficam nos rios Brandoas e Alcântara –, sempre instalado em locais onde terminam construções e moradias antes de os cursos desembocarem na Baía de Guanabara.

Expectativa – Toda a estrutura dos três locais e de outros ecopontos no estado é fornecida pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Para o subsecretário de Conservação de Recursos Ambientais, Amaury Vicente, a idéia pode ser aplicada com boa expectativa de resultado nos rios de Maricá.

“Além da enorme limpeza que pode trazer para o nosso sistema fluvial, um ecoponto como este ainda evita a ação de atravessadores na hora de capitalizar a renda com a reciclagem. Tem tudo para dar muito certo no município” acredita Amaury, que visitou o local acompanhado da educadora ambiental Ana Paula Tinoco.

O subsecretário antecipou ainda que, em janeiro, já deverá estar funcionando um novo projeto de coleta seletiva em parceria com a concessionária de energia elétrica Ampla, que prevê descontos nas contas de luz de acordo com a quantidade de material arrecadado pelo consumidor.

Texto e fotos: Sérgio Renato

Setembro 11, 2011 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Reciclagem | Deixe um comentário

Quaquá se reúne com catadores de Inoã

O prefeito Washington Quaquá se reuniu nesta terça-feira (18/01), em seu gabinete, com a diretoria da Cooperativa Popular de Reciclagem Inoã (COOPRI). A reunião serviu para discussão dos planos e metas da cooperativa inaugurada no dia 15 de janeiro.
Entre os assuntos discutidos, estiveram na pauta a doação através de documento de propriedade de uma área para construção da sede da COOPRI, que constará de dois galpões, um para separação do lixo coletado e outro para projetos sociais, inclusive uma fábrica de vassouras, que ampliará a geração de emprego e renda, idéia lançada pelo prefeito aos membros da cooperativa, e que foi aceita de imediato.

SAM_0283
Sede própria
Segundo o presidente da Associação de Posseiros de Inoã, e idealizador da COOPRI, o local da sede da cooperativa deverá ser definido pelo prefeito até quinta-feira (20/01). "O prefeito Washington Quaquá é um político sensível às questões comunitárias, e sabe a importância de uma primeira cooperativa de trabalho em um bairro populoso como Inoã. Com o seu apoio, com certeza avançaremos bastante", declarou.
O  suporte técnico à nova cooperativa, está sendo dado pela Subsecretaria Municipal de Cooerativismo e Economia Solidária, e pela ITCP (Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares), através do projeto CATAFORTE, empresa-piloto criada pelo Centro de Pós-Graduação (Coppe), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que ministrou um curso de reciclagem aos catadores da COOPRI, capacitando-os a exercer profissionalmente a função.
Texto: Fernando Uchôa

Janeiro 18, 2011 Posted by | jornalismo, Maricá, meio ambiente, Reciclagem | Deixe um comentário

Cooperativa de Reciclagem de Inoã é inaugurada em Maricá

Foi inaugurada no dia 15 de janeiro, às 14 h, na sede da Associação dos Posseiros de Inoã, a Cooperativa de Reciclagem de Inoã (COOPRI). Na oportunidade, foi eleita a diretoria e o conselho fiscal da nova cooperativa.

DSC01898 DSC01902

Presentes ao evento, a subsecretária municipal de Cooperativismo e Economia Solidária, Flávia Rodrigues, representando o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, o presidente da Associação de Moradores, Joceli Ferreira, o coordenador de projetos da Incubadora Tecnológica do Coppe/Ufrj, Marcos Moraes, o presidente da Associação de Moradores de Araçatiba, Clésio Soares, e dos Loteamentos Dom Felipe e Raphaville, Antônio Sérgio Carneiro.
Foi realizada uma assembléia de constituição que elegeu e oficializou a criação da COOPRI, que ficou assim formada: Presidente – Márcia Barcellos; 1ª Tesoureira – Maria Bernadete de Souza; 1ª Secretária- Sebastiana Maria da Conceição; 1ª Conselheira – Dilcinéia Rangel da Silva; 2ª Conselheira – Nazaré do Amparo Machado; 3ª Conselheira – Lucinéia de Souza Oliveira.
Mulheres são maioria
Os fundadores da COOPRI são catadores e recicladores de Inoã que fizeram o curso da CATAFORTE, empresa pública criada pelo Centro de Pós-Graduação (COPPE) da Universidade Federal Fluminense. Segundo o coordenador da CATAFORTE, Marcos Moraes, 85% dos catadores dos projetos implantados no Complexo do Alemão, Vila Cruzeiro, Gramacho e Inoã, são de mulheres.
O presidente Joceli Ferreira garantiu que “é o primeiro passo de muitos que virão. Daqui a algum tempo, a COOPRI  estará atendendo a todo o bairro e, quem sabe, o município, auxiliando na coleta seletiva e reciclagem do lixo” disse.  A subsecretária Flávia Rodrigues parabenizou a COOPRI, dizendo que Maricá precisa de mais iniciativas como essa: “o projeto PORTAS, cuja idéia original é do prefeito Washinton Quaquá, prevê a criação de cooperativas e associações populares que gerem emprego e renda, e melhor qualidade de vida para a população”, concluiu.
Texto: Fernando Uchôa

Janeiro 18, 2011 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Reciclagem | Deixe um comentário

Maricá terá cooperativa de reciclagem em Inoã

A Associação de Posseiros de  Inoã, em parceria com a Prefeitura de Maricá, através da Subsecretaria Municipal de Cooperativismo e Economia Solidária e da Incubadora  Tecnológica de Cooperativas (Coppe/UFRJ), estará realizando, neste sábado (15/01), a partir das 14h, assembléia de constituição da Cooperativa de Catadores de Inoã.
Para a implementação da cooperativa, foi ministrado um curso de reciclagem de um mês pela Cataforte, empresa pública vinculada à UFRJ, que, além das aulas teórico-práticas e certificado, ofereceu uma cesta básica e equipamento de proteção individual (EPI), aos 23 concluintes.
Segundo o presidente da Associação de Posseiros de Inoã, Joceli Ferreira, “a cooperativa era um sonho antigo da comunidade. Podemos dizer que demos um passo importante para a qualificação profissional de uma parcela da população de nosso bairro”.
A Associação de Posseiros de Inoã fica à Avenida Caio Figueiredo, s/nº (ao lado do Colégio Caio Figueiredo), Inoã, Maricá.
Texto: Fernando Uchôa 

Janeiro 12, 2011 Posted by | Associações, cooperativas de reciclagem, jornalismo, Maricá, meio ambiente, Reciclagem | Deixe um comentário