Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Agentes de trânsito iniciam campanha educativa no Centro de Maricá

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Fernando Silva

Agentes da Secretaria de Segurança Pública orientaram condutores e distribuíram panfletos de advertência

Ação deverá durar cerca de um mês. Depois disso, carros irregulares serão multados e rebocados para o novo depósito, em São José de Imbassaí

Agentes da Secretaria de Segurança Pública de Maricá iniciaram nesta quarta-feira (05/11), uma campanha educativa para orientar motoristas sobre regras do trânsito, que vão desde o estacionamento correto até o volume de uso de som automotivo em diversas regiões da cidade. No primeiro dia, os grupos se concentraram nas praças Orlando de Barros Pimentel e Conselheiro Macedo Soares, ambas no Centro, onde foram distribuídos panfletos e dadas orientações e advertências aos motoristas. O trabalho deve durar aproximadamente um mês e os agentes estarão nas ruas de segunda a sexta-feira.

Depois desse prazo, os carros em situação irregular serão multados e rebocados para o Pátio Legal, o novo depósito municipal que funcionará na altura do Km 22 da RJ-106, sentido Niterói, em São José de Imbassaí. Os reboques que serão utilizados nas operações também estarão nas ruas durante a campanha, para a população conhecê-los.

Quem recebeu os panfletos aprovou a ação. “Acho válido instruir os motoristas, porque tem muita gente fazendo besteira nas ruas enquanto nós, que andamos certinho, acabamos prejudicados”, desabafou o funcionário público Reinaldo da Silva, morador de Araçatiba. Já a comerciante Rita de Cássia Cunha reclamou dos carros com som muito potente, cujos donos os acionam em alto volume. “Tenho um quiosque na praia e meus clientes sempre reclamam desse som muito alto. Isso incomoda muito também aos moradores, e todo fim de semana tem vários deles na praia”, contou ela.

Outro grupo de agentes circulou por algumas ruas do Centro e colou adesivos de advertência nos carros em situação irregular. O dono de um desses carros, advertido por estacionar numa área de carga e descarga na Rua dos Quintanilhas, levou um susto quando se aproximou do veículo minutos depois. Depois de ser informado de que não estava sendo multado e que se tratava de uma campanha educativa, o empresário Bergson Bezerra também se declarou favorável à ação. “Acabamos incorrendo em erros como esse porque muita gente também não respeita as leis de trânsito e nos deixa sem opção. Espero que os motoristas assimilem o que está sendo mostrado aqui”, disse ele.

A campanha começou cerca de quinze dias depois da formatura de 40 novos agentes municipais em um curso sobre legislação de trânsito, ministrado em setembro. “Nosso intuito é somente lembrar aos motoristas coisas que, no fim das contas, todos eles já sabem, que são as regras que fazem parte da rotina de todos eles e que devem ser respeitadas. Após o ato educativo, porém, vamos começar a punir”, reforçou o subsecretário de Segurança Pública, Luiz Alberto Santos, acrescentando que a população pode denunciar irregularidades de trânsito através do telefone 2637-8737.

Ação aconteceu nesta quarta em ruas do Centro

Após a campanha, veículos irregulares serão rebocados

Agentes orientaram motoristas sobre as leis de trânsito

Agentes colaram adesivos em carros parados irregularmente

Anúncios

Novembro 6, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública, transito, vias públicas | | Deixe um comentário

Saúde e Segurança divulgam balanço do aniversário de Maricá

Texto: Raquel Andrade | Fotos: Fernando Silva

Cerca de 140 mil pessoas passaram pela Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel nos dez dias de festa

Durante dez dias, entre 23/05 a 01/06, a população maricaense festejou o aniversário de 200 anos do município. A Prefeitura Municipal de Maricá promoveu diversas atividades, que foram realizadas em pontos estratégicos. A Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro, por exemplo, serviu de cenário para os shows principais, com grandes nomes da música brasileira. Segundo a Secretaria Municipal de Segurança, que reforçou o efetivo especialmente para a época, cerca de 140 mil pessoas passaram pelo local para assistir as apresentações dos artistas gospel, de rock, pop, pagode ou samba.

Ainda de acordo com a secretaria, os shows dos dias 30/05 e 01/06 foram os mais concorridos. Na apresentação da banda mineira Jota Quest, atração principal da última sexta-feira, cerca de 20 mil pessoas estiveram presentes. Já no encerramento da festa, que contou com Sorriso Maroto e Mumuzinho, uma média de 25 mil pessoas compareceram à praça.

Para atender o grande público, a Secretária de Saúde de Maricá também se preparou para a data. Foi montado um posto médico, no Centro, próximo ao palco, com quatro leitos, sendo um leito intensivo com respirador e monitor cardíaco. Nos dez dias de festejo, cerca de 90 atendimentos foram realizados no local. Para prestar o socorro, a secretaria disponibilizou uma equipe médica completa, com quatro médicos, três enfermeiros, três técnicos de enfermagem e seis apoios, além da equipe administrativa e de limpeza. O Hospital Municipal Conde Modesto Leal, localizado no Centro da cidade, também serviu de base ao evento. No local, foram realizados aproximadamente 2900 atendimentos, em diferentes especialidades. Para atender as demandas, foram disponibilizados dois cirurgiões, três clínicos, um anestesista, dois pediatras e um obstetra.

Para a secretaria Fernanda Sptiz, a Saúde cumpriu com qualidade o seu papel e o balanço foi positivo. "Foi um trabalho que contou com o apoio e parceria de todos os profissionais da rede, que se dispuseram a trabalhar neste evento tão grandioso. O mais satisfatório foi verificar a qualidade do atendimento, constatada pela supervisão diária do Corpo de Bombeiros, que verbalizou ser um dos melhores postos médicos de evento já supervisionados", contou. "Não posso deixar de agradecer o empenho das equipes escaladas", concluiu.

Junho 6, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, saúde, segurança pública | Deixe um comentário

Agentes da Guarda Municipal de Maricá fazem nova apreensão no Centro

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Fernando Silva

Produtos falsificados apreendidos pelos agentes da Guarda Municipal no Centro de Maricá

Pela segunda vez desde o anúncio do início do programa de reforma urbana de Maricá, agentes da Guarda Municipal realizaram na manhã de terça-feira (22/04) apreensão de produtos piratas ou falsificados vendidos pelo comércio ambulante na cidade. Desta vez, as equipes recolheram 47 pares de óculos de leitura, cuja comercialização não é mais permitida pela Anvisa, em pontos da Rua Ribeiro de Almeida e ruas próximas. O material foi levado para a 82ª DP, onde foi lavrado o auto de apreensão. Ninguém foi preso.

Na última sexta-feira (18), as equipes já tinham recolhido cerca de 63 DVDs piratas na mesma região. O secretário municipal de Segurança Pública, Fabrício Bittencourt, alerta que o trabalho de fiscalização não será interrompido. "Começamos no último dia 16 coibindo a venda de CDs, DVDs e jogos piratas, além dos óculos e de celulares e não temos data para encerrar", avisa. "Esse é só o início de uma série de ações que a Prefeitura vai realizar para o ordenamento urbano da cidade através do Gepem", completa. O Gepem é o grupo composto por agentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Guarda Municipal para atuar em conjunto nesse processo, sob a direção do vice-prefeito e coordenador-geral do governo, Marcos Ribeiro.

Operações são feitas pela Secretaria de Segurança sem data para terminar

Abril 24, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública, Urbanização | , , | Deixe um comentário

Demolição de prédio provoca mudanças no trânsito do Centro de Maricá

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Sérgio Renato

Por conta da demolição, trânsito do Centro de Maricá teve mudança

A construção que abrigou postos da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Maricá, na Rua Barão de Inoã, foi demolida na manhã de hoje (15/04). A equipe da Secretaria Municipal de Obras utilizou uma retroescavadeira para derrubar parte da fachada do edifício. Por conta disso, o trânsito foi interrompido entre a Praça Orlando de Barros Pimentel e a Rua Professor Hilário Costa e Silva.

Com a interdição, outras mudanças tiveram de ser realizadas para facilitar o trabalho. A Rua Péricles Rocha Pereira, que passa entre a praça e a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, também teve o acesso impedido. Já o trecho inicial da Rua Álvares de Castro funcionou apenas no sentido Araçatiba. Quem vinha em direção ao Centro teve de entrar na Rua Almeida Fagundes ou na Fernando Henrique Assumpção para ir a outras regiões ou deixar a cidade. Segundo a Guarda Municipal, o esquema será mantido nesta quarta-feira (16/04), caso o trabalho continue.

No local, será construída a sede do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), onde haverá uma central de monitoramento das ruas através de câmeras de segurança. O novo prédio terá três andares e vai abrigar a comissão que cuidará da segurança nas ruas de Maricá, formada por representantes da Prefeitura, da Defesa Civil e das polícias Civil e Militar. O GGIM vai monitorar 20 câmeras, que estarão em pontos diferentes da cidade, a maioria no Centro. Todo o projeto, incluindo os equipamentos, está orçado em R$ 1,5 milhão.

No local, será construída a sede do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM)

Abril 15, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, Obras em Maricá, segurança pública | | Deixe um comentário

Aeródromo de Maricá, no RJ, recebe pintura que indica interdição da pista

Marcações em X avisam pilotos que sobrevoam aeródromo da cidade (Foto: Fernando Silva/Ascom)

Marcações em forma de X são necessárias para informar pilotos.

Documento autorizando interdição do local tem validade por 75 dias.

Equipes da Secretaria Municipal de Obras da prefeitura de Maricá, no interior do Rio de Janeiro, concluíram no último sábado (5) a pintura indicativa na pista do aeródromo da cidade. As marcações, em forma de X, são necessárias para informar a pilotos da interdição completa da pista para pousos e decolagens.

Até então, apenas as instalações aeroportuárias de empresas, cujo funcionamento foi encerrado no local por decisão judicial, estavam fechadas.

A medida, solicitada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico à Agência Nacional de Aviação Civil, foi recebida pela agência, que após observar o cumprimento das exigências do Código Brasileiro de Aeronáutica a encaminhou no dia 25 de fevereiro ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), da Aeronáutica. O Decea é o órgão encarregado da emissão da autorização.

O documento autorizando o fechamento foi publicado no último dia 10 de março e tem validade por 75 dias. Durante esse prazo, a secretaria fará uma série de reformas e adequações do local às suas novas perspectivas de utilização, que preveem, entre outras ações, a operação de suporte às plataformas do pré-sal por parte de helicópteros a serviço da Petrobras.

De acordo com a legislação aeronáutica internacional, pilotos e empresas aéreas são obrigados a acompanhar a emissão dos NOTAMs (do inglês "Notice to airmen", a versão aérea do chamado aviso aos navegantes), reais indicadores do status de cada instalação. No caso do aeródromo de Maricá, o documento 0725/2014 cuja redação é sempre técnica – afirma explicitamente: "runway (pista) 08/26 closed (fechada) devido a serviços de manutenção". Entre outras medidas, o NOTAM permitirá a execução de uma série de levantamentos necessários para a delimitação do perímetro correto da pista e para a instalação de cercas de proteção e segurança, entre outros aspectos.

Abril 10, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública, transporte | , | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá anuncia fechamento de ruas durante a folia de momo

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Arte: Vitor Fagundes

Os moradores e turistas precisam ficar atentos aos fechamentos de ruas durante o Carnaval em Maricá.

Ponte de Ponta Negra será fechada totalmente durante o Carnaval. Prefeitura irá sinalizar e orientar a população

Principal mudança será a interdição integral da ponte de Ponta Negra. Opção será acessar a Estrada Antônio Callado para chegar à praia

A prefeitura organizou um esquema especial com interdição de vias próximo aos 13 palcos onde serão realizados os shows de grandes nomes da música nacional. Nos locais onde as vias estarão parcialmente fechadas, o trânsito de veículos será proibido das 7h às 02h. Somente moradores terão acesso livre. A Guarda Municipal e agentes das secretarias de Trânsito e Transporte e de Segurança irão sinalizar as regiões e orientar os motoristas. O estacionamento é permitido próximo aos locais de interdições.

A maior intervenção será em Ponta Negra com o fechamento total da ponte (via de acesso à praia), durante os cinco dias de folia, e parcial da Rua São Pedro Apóstolo (em frente ao DPO) até a curva do S, das 07h às 02h. "A opção para chegar à praia é acessar a Estrada Antônio Callado, na RJ-106, no bairro Manoel Ribeiro e seguir por Bambuí até Ponta Negra. O acesso é livre para os pedestres e iremos organizar o estacionamento nas vias próximas ao palco", destaca o secretário de Segurança, Fabrício Bittencourt.

Outra interdição importante será na Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua 1), em Itaipuaçu. A prefeitura irá fechar totalmente o trecho após a ponte, na altura da Rua 37. Já no Recanto, a interdição será parcial (14h às 22h) porque os shows serão à tarde. "A ideia é proporcionar tranquilidade para quem estará na praia. Com o fechamento das ruas, os pedestres poderão caminhar livremente", declara o secretário de Turismo e Lazer, Amaury Vicente.

No palco de Cordeirinho, onde irão se apresentar Leoni, Léo Jaime, Isabella Taviani e Serjão Loroza, haverá interdição parcial no trecho entre as ruas 90 e 92, na altura da Avenida Maysa, próximo a orla. Em Barra de Maricá, as ruas 10, 11, 12 e 13 ficarão fechadas parcialmente. No Centro, palco com shows de Preta Gil, Serjão Loroza, Só Pra Contrariar e Carrossel de Emoções, a Secretaria de Trânsito e Transporte irá fechar, parcialmente, a Rua Domício da Gama, entre as ruas Senador Macedo Soares e Alferes Gomes, e da Ribeiro de Almeida até a esquina da Rua Carlos Rangel, esta última via será uma opção para transitar pelo Centro.

Nos demais locais de shows (Divineia, São José do Imbassaí, Inoã e Santa Paula), a prefeitura irá fechar os acessos no entorno dos palcos e o trânsito será desviado por ruas paralelas. Para o vice-prefeito Marcos Ribeiro, Maricá é um dos destinos mais procurados no Carnaval e essas intervenções são necessárias para garantir a segurança e o lazer dos moradores e turistas. "Nossa folia é tradição e, por isso, colocamos uma série de atrações em diversos palcos para proporcionar lazer a todos", ressalta o vice-prefeito.

Rua São Pedro Apóstolo será interditada parcialmente em Ponta Negra

Fevereiro 28, 2014 Posted by | Carnaval 2014, jornalismo, Lazer, Maricá, segurança pública, transito, turismo | , | Deixe um comentário

Maricá Carnaval 2014: Prefeitura divulga esquema especial para folia

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Paulo Polônio

Tradicional Bloco do Beijo desfila pelas ruas do Centro. Prefeitura reforçou equipes para garantir a folia na cidade

Está tudo pronto para o Carnaval em Maricá. Para que os foliões aproveitem a festa popular mais conhecida do mundo, a Prefeitura montou um esquema especial de segurança, saúde e trânsito. A expectativa da prefeitura é receber um público superior ao do ano passado, quando cerca de 500 mil pessoas curtiram os quatro dias de folia na cidade.

Ao todo, serão 14 palcos e 77 shows gratuitos, além do desfile de 80 blocos carnavalescos. Para garantir que a festa seja realizada com tranquilidade e conforto aos foliões, o município reforçou as equipes das secretarias de Segurança e de Trânsito e Transporte. Por dia, serão 160 guardas municipais e agentes de segurança, além de 100 agentes de trânsito, controlando as vias do município e atuando nos locais com grande concentração, como praias e palcos dos shows. A Polícia Militar vai disponibilizar 110 policiais para o Carnaval e equipes do Corpo de Bombeiros ficarão de prontidão na sede do órgão, às margens da RJ-106.

O Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro, o posto de saúde de Santa Rita, em Itaipuaçu, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã funcionarão 24 horas por dia. Ao todo, serão seis postos médicos próximos aos palcos com maior concentração – Casa Digital, na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro; na quadra do Dínamo Futebol Clube, em São José do Imbassaí; nas praias de Cordeirinho e de Ponta Negra; e na Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um) e Praça dos Gaviões, ambas em Itaipuaçu. Em cada posto, haverá uma ambulância com equipe especializada.

Equipes da prefeitura irão coibir o acampamento (camping) em área de preservação ambiental. A legislação municipal (decreto nº 009/2011) torna ilegal o uso de faixas marginais de proteção do mar, rios, lagoas e reservatórios de água da cidade como ‘camping’. Agentes da Defesa Civil, com um barco de apoio, ficarão de prontidão na lagoa de Maricá, do Boqueirão a Barra, para impedir o uso de jet skis.

Reforço nas praias

Os banhistas poderão aproveitar as praias com tranquilidade. Por dia, 35 salva-vidas da Defesa Civil irão trabalhar em postos de atendimentos em Cordeirinho (ruas 90 e 107), Itaipuaçu (ruas 53, 70 e 83), Barra de Maricá (ruas 4 e 13), Ponta Negra (em frente ao terceiro quiosque da praia) e na Lagoa do Boqueirão. Já o Corpo de Bombeiros vai reforçar a equipe com mais 20 salva-vidas, totalizando 28. Eles ficarão nos postos de Ponta Negra e Itaipuaçu (Rua Um, Avenida Um e Recanto).

O subsecretário de Defesa Civil, coronel Jorge Braga, informou que o Corpo de Bombeiros vai instalar até quatro novos postos em locais com maior concentração. "Os banhistas também precisam respeitar as sinalizações nas praias para evitar acidentes. O município possui 47 km de orla de Jaconé a Itaipuaçu e o mar de Maricá é muito perigoso por causa das fortes correntezas e das valas formadas pelas ondas. Por isso, é fundamental as pessoas seguirem as orientações dos salva-vidas", alerta o subsecretário, acrescentando que sete viaturas ficarão à disposição das equipes no Carnaval.

Interdição de ruas

Os moradores e turistas precisam ficar atentos aos fechamentos de ruas durante o Carnaval em Maricá. A prefeitura organizou um esquema especial com interdição de vias próximo aos 14 palcos onde serão realizados os shows de grandes nomes da música nacional. Nos locais onde as vias estarão parcialmente fechadas, o trânsito de veículos será proibido das 07h às 02h. Somente moradores terão acesso livre. A Guarda Municipal e agentes das secretarias de Trânsito e Transporte e de Segurança irão sinalizar as regiões e orientar os motoristas. O estacionamento é permitido próximo aos locais de interdições.

A maior intervenção será em Ponta Negra com o fechamento total da ponte (via de acesso à praia), durante os cinco dias de folia, e parcial da Rua São Pedro Apóstolo (em frente ao DPO) até a curva do S, das 07h às 02h. "A opção para chegar à praia é acessar a Estrada Antônio Callado, na RJ-106, no bairro Manoel Ribeiro e seguir por Bambuí até Ponta Negra. O acesso é livre para os pedestres e iremos organizar o estacionamento nas vias próximas ao palco", destaca o secretário de Segurança, Fabrício Bittencourt. "Os moradores precisam apresentar uma conta de luz ou telefone aos agentes de trânsito para ter acesso livre", completa.

Outra interdição importante será na Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um), em Itaipuaçu. A prefeitura irá fechar totalmente o trecho após a ponte, na altura da Rua 37. Já no Recanto, a interdição será parcial (das 14h às 22h) porque os shows serão à tarde. No palco de Cordeirinho, haverá interdição parcial no trecho entre as ruas 90 e 92, na altura da Avenida Maysa, próximo a orla. Em Barra de Maricá, as ruas 10, 11, 12 e 13 ficarão fechadas parcialmente. No Centro, a Secretaria de Trânsito e Transporte irá fechar, parcialmente, a Rua Domício da Gama, entre as ruas Senador Macedo Soares e Alferes Gomes, e da Ribeiro de Almeida até a esquina da Rua Carlos Rangel. Nos demais locais de shows (Divineia, São José do Imbassaí, Inoã e Santa Paula), a prefeitura irá fechar os acessos no entorno dos palcos e o trânsito será desviado por ruas paralelas.

Fevereiro 28, 2014 Posted by | Carnaval 2014, cultura, jornalismo, Lazer, manifestação popular, Maricá, musica, segurança pública, shows e eventos, social, turismo | | Deixe um comentário

Quaquá entrega pessoalmente a Beltrame reivindicações da população de Maricá para reforço da segurança no município

Texto: Marcelo Moreira | Fotos: Alessandra Andrade/Divulgação

 Reunião no gabinete do Secretário Estadual de Segurança foi realizada nesta quinta-feira

O Prefeito de Maricá, Washington Quaquá, se reuniu nesta quinta-feira (26/09) com o Secretário Estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, na sede da secretaria Estadual, no Rio de Janeiro. O encontro foi realizado a pedido do Prefeito, com o objetivo de discutir as principais reivindicações da administração municipal e da população de Maricá para o aperfeiçoamento das políticas de segurança que envolvem o município. Também participaram da conversa a Chefe da Polícia Civil e delegada Martha Rocha; o Chefe do Estado Operacional da PM, coronel Paulo Henrique de Moraes; o secretário municipal de Segurança Fabrício Bitencourt; e o subsecretário municipal de Defesa Civil, coronel Jorge Braga, entre outras autoridades.

O anseio dos moradores de Maricá por mais segurança foi o ponto central das discussões pautadas por Quaquá. A criação de uma Delegacia da Mulher, a necessidade de um Batalhão da Polícia Militar e a urgência no reforço do efetivo de policiais no 12° BPM (responsável também pela segurança de Niterói) foram alguns dos assuntos abordados. Segundo o prefeito, o secretário de Segurança acenou positivamente às sugestões apresentadas. Outra medida importante foi a entrega do prefeito ao secretário Beltrame de mais de 17 mil assinaturas de moradores reivindicando a criação do Batalhão em Maricá.

"Estamos muito preocupados com a questão da segurança pública do município. Fomos cobrar do secretário a instalação do batalhão e de uma Delegacia da Mulher em Maricá. Mas também fomos buscar parceria para que o município intervenha na área de segurança com mais folga, inclusive ampliando a contratação de policiais aposentados para integrar uma força de apoio à Guarda Municipal".

O encontro também serviu para a discussão de ações imediatas para evitar, por exemplo, a entrada em Maricá de bandidos em fuga de municípios vizinhos. Ao menos duas ações concretas já foram encontradas: a reativação do DPO do Pacheco, na estrada que liga Itaboraí a Maricá, e o reforço do policiamento em trechos da RJ-106, principal via de acesso à cidade.

Setembro 29, 2013 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá assume ações estratégicas para reforçar segurança na cidade

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Fernando Silva

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, reuniu-se na manhã desta segunda-feira (23/09) com representantes do aparato de segurança pública que atuam na cidade, como o delegado da 82ª DP, Júlio Cesar Mulatinho Neto, e o comandante da 4ª companhia independente da Polícia Militar, responsável pelo patrulhamento de Maricá, capitão Struchel, além do secretário municipal de segurança, Fabrício Bittencourt, e do subsecretário de Defesa Civil, coronel Jorge Braga. O objetivo do encontro, convocado pela Prefeitura, foi o de avaliar o quadro da criminalidade no município e discutir ações a serem implementadas em parceria com o poder público municipal de forma a reforçar o trabalho das polícias.

As sugestões recebidas e que dependem de uma ação do estado serão apresentadas pelo prefeito ao secretário estadual José Mariano Beltrame em uma reunião agendada para esta quinta-feira, 26/09, na sede da secretaria, no Rio. O encontro servirá também para que seja mostrado o abaixo-assinado organizado pela Prefeitura, no qual a população pede a instalação de um batalhão da PM em Maricá. O documento já conta com 15 mil assinaturas e demonstra a necessidade urgente de uma revisão da estratégia adotada pela cúpula da segurança no estado com relação ao município.

A principal ideia apresentada foi prontamente acolhida pelo prefeito. Para a polícia, a inexistência de um depósito municipal para onde possam ser levados veículos apreendidos em situação irregular é uma lacuna que, sendo preenchida, reforçaria muito a ação dos agentes. “A possibilidade da apreensão coíbe outras ações, por também ser um elemento que afugenta quem planeja um ato criminoso”, explicou o delegado Júlio Cesar, citando como exemplo o tráfego irregular de quadriciclos e até automóveis dentro da faixa de praia no fim de semana, além dos carros com aparelhagens de som. O prefeito determinou ao secretário municipal de segurança que procure rapidamente um local para que o depósito municipal seja instalado.

Outra medida sugerida foi a do reforço do contingente da PM – atualmente a 4ª CIPM contaria com 108 homens no total – com o aproveitamento, nos quadros do município, de policiais dentro do programa aprovado pelo governo estadual que permite o segundo emprego. “Vamos discutir com o comando da PM a vinda desses homens a mais, precisamos definir esse quantitativo”, aprovou o prefeito, ressaltando que todos deverão ser moradores da cidade. A sinergia entre as equipes poderia se dar, por exemplo, no aproveitamento deles em bases fixas para atuar com rádios no apoio ao contingente da PM. Atualmente, na avaliação dos agentes, o eixo da RJ-106, especialmente nas proximidades de Inoã, é o ponto crítico em termos de segurança. Uma dessas bases, segundo o comandante da 4ª CIPM, poderia ser na rodovia, próximo à chegada à Itaipuaçu. “De qualquer forma essa situação será melhorada com a instalação das câmeras de vigilância que nosso plano de segurança prevê”, acrescentou o prefeito Washington Quaquá.

Foi lembrada ainda, e a reivindicação será levada ao secretário Beltrame, a necessidade da instalação de uma delegacia especializada em atendimento à mulher em Inoã, além de um pedido para que o estado destine mais viaturas para a Polícia Civil, responsável pelo trabalho de investigação dos crimes registrados na cidade.

Setembro 24, 2013 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública | Deixe um comentário

Projeto Guarda Mirim de Maricá inicia turma nesta quarta-feira 04.09

Texto: Rafael Zarôr | Fotos: Divulgação

Edição da "Guarda Mirim" vai beneficiar 30 alunos das escolas municipais Professor Ataliba de Macedo Domingues e Marquês de Maricá

Nesta quarta-feira (04/09), a prefeitura inicia a formação de mais 30 guardas mirins de Maricá. Desenvolvido pela secretaria municipal de Segurança em parceria com a pasta de Educação, o projeto vai beneficiar nesta edição alunos das escolas municipais Professor Ataliba de Macedo Domingues e Marquês de Maricá, ambas em Itaipuaçu. As aulas serão realizadas em duas etapas: das 8h às 12h (Ataliba) e das 13h às 17h (Marquês).

No primeiro dia, os alunos, com idades entre 9 a 12 anos, vão conhecer a estrutura da Guarda Municipal, desde o trabalho administrativo às atividades nas ruas. O curso tem duração de quatro meses e as atividades serão realizadas no contraturno escolar.

Segundo a coordenadora Janaína dos Santos, as vagas foram preenchidas na última terça-feira (27/08), quando foi realizada uma abertura do projeto com a presença dos pais, alunos e representantes da Guarda Municipal nas escolas participantes. O projeto “Guarda Mirim” é realizado duas vezes por ano e em cada semestre duas escolas municipais são selecionadas.

Além das principais orientações sobre o trabalho dos guardas municipais, os estudantes aprendem noções de cidadania, educação ambiental, prevenção às drogas, higiene e economia doméstica e participam de visitas guiadas a pontos turísticos e prédios públicos da cidade. Entre as atividades práticas, está programada a ida dos alunos às ruas para que eles desempenhem funções como auxiliar pedestres na travessia de vias, orientar motoristas e motociclistas sobre a utilização de cinto de segurança e do capacete, além de monitorar o trânsito de veículos.

Setembro 4, 2013 Posted by | jornalismo, Maricá, segurança pública | , | Deixe um comentário