Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Plenário poderá votar amanhã propostas que regulamentam uso da internet

O Plenário da Câmara poderá votar nesta quarta-feira três projetos de lei que regulamentam o uso da internet no Brasil. Dois deles tratam da punição de crimes cibernéticos (PL 84/99 e PL 2793/11) e o outro é a proposta de março civil da internet (PL 2126/11, apensado ao PL 5403/01). Apresentado pelo governo, o março civil é uma espécie de Constituição da internet, com princípios que devem nortear o uso da rede no Brasil, direitos dos usuários e obrigações dos provedores do serviço.

Existe um entendimento entre governo e a oposição no sentido de votar em conjunto, para ir à sanção da presidente da República, as três propostas, explica o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara, deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG). O presidente Março Maia deve colocar em votação amanhã os três projetos sobre internet, confirmou o relator da proposta de março civil, deputado Alessandro Molon (PT-RJ). É desejo de o presidente Março Maia deixar como legado a aprovação da primeira lei geral brasileira sobre internet, o março civil, que dará segurança jurídica para essa área no Brasil, completou.

Segundo Eduardo Azeredo, o acordo não previa inicialmente a votação do março civil da internet diretamente no Plenário, e sim primeiramente na comissão especial que analisa a proposta. Mas vamos buscar um entendimento, porque finalmente se chegou à compreensão de que é necessária uma legislação específica sobre crimes cibernéticos, disse Azeredo, que relatou o PL 84/99 no Senado e na Comissão de Ciência e Tecnologia. Segundo o deputado, os dois projetos (PL 84/99 e PL 2126/11) que tratam de crimes na internet são complementares.

Crimes cibernéticos

Em tramitação há treze anos no Congresso, o PL 84/99 inclui novos crimes no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40 ), como o de usar dados de cartões de crédito ou débito obtidos de forma indevida ou sem autorização. O texto equipara essa prática ao crime de falsificação de documento particular, sujeito à reclusão de um a cinco anos e multa. Outra novidade é a previsão de que mensagens com conteúdo racista sejam retiradas do ar imediatamente, como já ocorre atualmente em outros meios de comunicação, seja radiofônico, televisivo ou impresso.

O PL 2793/11, do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), também inclui novos tipos penais, como ter acesso a e-mails e informações sigilosas, com pena prevista três meses a dois anos de prisão, além de multa. A pena será a mesma para quem vender ou divulgar gratuitamente esse material. Já aprovado pela Câmara e modificado no Senado, o projeto pode ajudar a resolver situações como a violação do computador da atriz Carolina Dieckman que resultou na divulgação de suas fotos pessoais na internet. Da parte da oposição, assim como votamos o projeto no Senado na semana passada, devemos colaborar com a votação na Câmara, disse Azeredo.

Março civil

O relator do março civil, deputado Alessandro Molon, afirmou que manterá basicamente o mesmo substitutivo apresentado na comissão especial, com alguns ajustes de redação, para atender as demandas dos mais diversos segmentos da sociedade, inclusive do governo.

Um dos pontos a ser ajustado deverá ser o artigo que trata da neutralidade de rede. Esse princípio, contido no março civil, estabelece que todo pacote de dados que trafega na internet deverá ser tratado de maneira isonômica, sem discriminação quanto ao conteúdo, origem, destino, terminal ou aplicativo. O texto exato desse dispositivo ainda está sendo estudado, mas não haverá nenhum retrocesso na proteção da neutralidade de rede, que considero o coração do projeto, disse Molon. Conforme explicou o relator, se não houver neutralidade da rede, o conteúdo que vai chegar mais rapidamente ao usuário será aquele da empresa que eventualmente tenha celebrado acordo comercial com o provedor de conexão.

O deputado Eduardo Azeredo afirmou que, para a proposta ter apoio da oposição, a redação do artigo que trata da neutralidade de rede terá que ser modificada. Todos defendem a neutralidade da rede, mas a redação não pode inviabilizar a Lei de Concorrência, destacou Azeredo.

De acordo com o substitutivo de Molon, o princípio deverá ser regulamentado por decreto, ouvido o Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br) órgão que inclui representantes do governo, do setor empresarial, do terceiro setor e da comunidade científica e tecnológica. No texto original, do governo, não há menção ao CGI.

Leia mais

Senado aprova projeto que define crimes cibernéticos

Senado aprova projeto que torna crime invasão de co…

Senado aprova Lei Carolina Dieckmann

Fonte JusBrasil e Agência Câmara de Notícias

Autor: Reportagem -Lara Haje , Marcelo -Westphalem

Novembro 7, 2012 Posted by | ciência, jornalismo, Legislativo, Tecnologia, Telefonia e Internet | , , , | Deixe um comentário

Resíduos da pesca podem virar biodiesel

Parceria entre Petrobras Biocombustível e Ministério da Pesca vai intensificar estudos para o aproveitamento de óleo de peixe

A Petrobras Biocombustível e o Ministério da Pesca e Aquicultura assinaram, nesta quinta-feira (25/10), no Palácio do Planalto, em Brasília, memorando de entendimentos para ampliar programas cooperativos com foco na pesquisa e produção de biodiesel a partir de matéria-prima residual do pescado. A parceria foi firmada no evento de lançamento do Plano Safra da Pesca e Aquicultura, com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff.

Para o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, a parceria tem o propósito de promover estudos para utilização desta matéria-prima na produção de biodiesel. "Vamos apoiar o desenvolvimento de uma nova alternativa de suprimento e contribuir também para o aproveitamento de resíduos da atividade pesqueira na produção de bicombustíveis", avalia o presidente.
A iniciativa está alinhada ao Plano Safra que visa à expansão da atividade e do comércio pesqueiro e tem como meta produzir 2 milhões de toneladas anuais de pescado até 2014. A Petrobras Biocombustível já desenvolve iniciativas para avaliar o aproveitamento de óleo de peixe para biodiesel. Um exemplo é a parceria no projeto piloto Biopeixe realizado com piscicultores da região de Jaguaribara, no Ceará, para prospecção no Açude Castanhão.
O acordo tem como principais objetivos ampliar o aproveitamento e a produtividade dos recursos naturais, pesqueiros e aquícolas, aumentar a renda dos pescadores e agregar valor à sua produção, além de promover o desenvolvimento técnico, científico e de inovações tecnológicas para a atividade.

Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional

Outubro 26, 2012 Posted by | ciência, jornalismo, Pesca, Tecnologia | Deixe um comentário

Curso de Energia Solar e Iluminação com LEDs no Pindorama

Horário: 27 outubro 2012 às 10:00 a 28 outubro 2012 às 17:00
Local: Instituto Pindorama
Organizado por: Nilson Dias

Pindorama curso Energia Solar e Iluminação com LEDs

Descrição do evento:
Mais Informações, valores e horários:
http://www.pindorama.org.br/curso-de-energia-e-iluminacao-alternativas/

Curso voltado para a área de energias alternativas, internet e telefonia rural e a grande novidade do momento que são os LEDs High Power e Fitas de LED. Aprenda a construir sua própria placa solar fotovoltáica! Apenda a teroria e prática sobre como utilizar a energia solar, eólica e hidráulica. Saiba como economizar muito com a substituição das lâmpadas fluorescentes pelos LEDs High Power e fitas de LED que possuem durabilidade de mais de 10 anos e não causam tantos problemas no descarte como as lâmpadas frias.

Especialize-se e saiba como projetar sistemas para clientes que desejem ultilizar iluminação e energias alternativas em casa, lojas e fazenda.
Aprenda a desenvolver o sistema mais eficaz de telefonia e internet Rural para cada situação.

Ver mais detalhes e RSVP em pindorama:

http://pindorama.ning.com/events/event/show?id=6118479%3AEvent%3A56010&xgi=0Y59YfT5xVkmIJ&xg_source=msg_invite_even

Outubro 21, 2012 Posted by | cursos, Ecologia, Energia, jornalismo, Tecnologia | , , , | Deixe um comentário

Semana de Ciência e Tecnologia, em Maricá, debate a economia verde na erradicação da pobreza

Texto: Odemir Capistrano

As atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em Maricá serão concentradas no dia 17 de outubro, quarta-feira da próxima semana, nas unidades de ensino da rede pública municipal, das 9 às 21h30. Em 2012, a SNCT, que se realiza entre os dias 15 (segunda-feira) e 21, domingo, sob a coordenação geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCT), tem como tema “Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza”. A proposta é ampliar o debate sobre a pauta da própria Conferência Rio + 20, ocorrida em junho no Rio de Janeiro.

Dois únicos eventos estão marcados para o início da noite, às 18 horas. Num deles, na Escola Municipal Darcy Ribeiro, em Inoã, Cristiane Pereira, do Sindicato das Empresas Despoluidoras do Ambiente e Gestora de Resíduos do Estado do Rio de Janeiro (Sindieco), falará sobre “Reciclagem”. No outro, no Centro Educacional Joana Benedicta Rangel, Centro, a questão abordada será a “Intervenção em evento de acidente no trabalho”. Nesse caso, o coordenador do curso de Segurança no Trabalho, Luís Otávio Bastos Assumpção, e a coordenadora do curso de Enfermagem, Adriana Toselli, ambos da Universidade Severino Sombra local, vão encenar situações em que técnicos desses setores entram obrigatoriamente em ação. Toda a programação (clique aqui para ver) é aberta ao público.

Outubro 8, 2012 Posted by | ciência, jornalismo, Tecnologia | | Deixe um comentário

Maricá no projeto ‘Cidades Digitais do Ministério das Comunicações

Maricá está entre os 80 municípios brasileiros selecionados pelo Ministério das Comunicações para o projeto Cidades Digitais.

A informação, divulgada ontem (02/07), representa um salto de qualidade na informatização dos órgãos públicos municipais e na capacidade de inclusão digital da população, já que o projeto prevê a construção de uma infraestrutura de redes por meio de fibra ótica. Na prática, significa que a cidade passará a contar com um sistema rápido e eficiente para interligar os espaços administrados pela prefeitura e oferecer acesso gratuito à internet para moradores e turistas em áreas públicas (praças e escolas, por exemplo), com qualidade de conexão.

– Essa é uma ótima notícia. O próximo passo é uma reunião com representantes do Ministério das Comunicações para definir a implantação do sistema, declarou o subsecretário de Tecnologia da Informação de Maricá, Flávio Consoline.

192 cidades concorreram

Segundo o Ministério das Comunicações, 192 cidades pleitearam os benefícios do projeto (que contempla um investimento federal de R$ 40 milhões) e a seleção foi feita com base na capacidade gerencial e técnica apresentada por cada cidade e em aspectos como sustentabilidade e expansão da rede. Prova de que não apenas a proposta da Prefeitura de Maricá foi bem avaliada, assim como os investimentos feitos pela atual gestão municipal na modernização da administração pública.

É o exemplo de ações como o “Maricá Cidade Inteligente” e o “e-cidade”, que desde 2010 injetaram recursos essenciais para o avanço da modernização, com efeitos como a criação de um sistema único de dados entre as secretarias (que já está operando) e da disponibilização de acesso gratuito à internet em praças públicas e outros espaços (em funcionamento desde janeiro do ano passado).

– Já vínhamos investindo nesse aspecto da informatização da prefeitura e do sinal gratuito de internet para a população, mas esse investimento em fibra ótica, que é uma tecnologia cara, trará um avanço incrível”, explica Consoline.

Ainda segundo o Ministério, cada cidade foi classificada com uma pontuação de critérios, entre elesa disponibilidade de equipe de servidores públicos para treinamento, infraestrutura local, possibilidades de estabelecimento de parcerias para manutenção e operação do projeto e a densidade domiciliar de acesso à banda larga, ou seja, o percentual de domicílios com acesso ao serviço.

Além de Maricá, apenas outras duas cidade do Estado do Rio de Janeiro foram escolhidas: Engenheiro Paulo de Frontin e São José do Vale do Rio Preto.

Cidade inteligente e digital

Na primeira fase do Maricá Cidade Inteligente foram beneficiados os bairros de Itaipuaçu, Centro, Bairro da Amizade, Inoã e São José. Atualmente, 48 pontos (entre escolas, postos de saúde e órgãos de secretarias, por exemplo) são atendidos. Há uma lista de mais 57 pontos para receber a conexão e, para isso, a prefeitura já comprou 18 antenas de transmissão de sinal, entre outros equipamentos, para ampliar o projeto e também melhorar o serviço onde ele já existe.

Rafael Zarôr

FSB COMUNICAÇÕES

Julho 3, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá, projeto social, Tecnologia | Deixe um comentário

Prefeitura de Maricá moderniza gestão de documentos públicos

As pilhas de documentos da Prefeitura de Maricá estão com os dias contados. A administração municipal iniciou há um mês a digitalização de todo o arquivo da administração municipal.

Uma central foi montada na sede da prefeitura para transformar quatro milhões de folhas de papel em documentos digitais. A previsão é que no fim de 2013 todos os documentos estejam disponíveis em um banco de dados único. Com a digitalização dos documentos, a prefeitura economiza papel e acelera o acesso aos documentos públicos, que poderão ser consultados em tempo real no sistema, beneficiando diretamente servidores e contribuintes da cidade.

Ação integra o PMAT- Maricá

Esta é uma das ações do Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT) de Maricá, que está sendo realizado com recursos do BNDES. Em abril deste ano, o Banco Nacional do Desenvolvimento assinou um contrato com a Prefeitura, no valor de R$ 10,5 milhões, para que o município implemente diversas ações de melhoria da administração e, em conseqüência, do atendimento à população.

O trabalho de digitalização dos documentos foi iniciado pela Secretaria de Urbanismo e Ambiente. Estão sendo priorizados, nessa primeira fase, registros de plantas de imóveis e processos de podas de árvores, por exemplo. O Arquivo Geral da prefeitura e os documentos da área de Recursos Humanos serão os próximos que passarão pela digitalização.

Como funciona o processo de digitalização

O trabalho consiste em três fases: a separação dos documentos, a digitalização das páginas por scanner e a certificação de cada documento. Na fase de certificação, os documentos recebem um código eletrônico, para garantir a confiabilidade dos dados.

Atualmente, uma equipe de dez pessoas é responsável por este trabalho. Em janeiro, o time ganhará um reforço de mais 20 servidores. Os funcionários trabalham com quatro computadores e três scanners.

Texto: Rafael Zarôr e Marcelo Moreira

(*) Secretaria Municipal de Comunicação

Dezembro 7, 2011 Posted by | jornalismo, Tecnologia | Deixe um comentário

Encontro de Educadores marca início da capacitação tecnológica com netbooks

Os professores serão capacitados sobre o melhor uso dos netbooks – Foto: Paulo Polônio

Professores vão assistir a palestras sobre o melhor uso dos computadores entregues aos 14 mil alunos da rede municipal

A Secretaria de Educação de Maricá deu início nesta quarta-feira (09/11) ao 3º Encontro de Educadores do município. Com o tema “Discutindo uma Educação para Todos”, o evento, que termina nesta sexta-feira, é o passo inicial do processo de capacitação dos docentes da rede municipal com a nova realidade das salas de aula informatizadas, sobretudo com os netbooks distribuídos recentemente pela Prefeitura aos alunos.

De acordo com a assessora de Educação Básica da secretaria, Carolina Farias, as palestras vão debater as formas de lidar com essa nova realidade no dia a dias das escolas. É um primeiro passo em um caminho longo. “O caso de Maricá é muito específico por ser inédito. Não temos um modelo a ser seguido e no qual possamos nos espelhar. Pelo contrário, seremos nós o modelo”, afirma ela, ressaltando que a habilidade individual de cada professor está sendo importante para auxiliar os alunos em sala de aula.

Os temas das palestras realçam a preocupação da secretaria com o novo perfil educacional. No primeiro dia, entre várias atividades, os professores acompanharam a apresentação da pedagoga do Instituto Embratel Branca Heloísa Brito, intitulada “Tecnologias para e Educação Básica”. Nesta quinta-feira o ponto alto será a palestra “Do Giz ao Laptop”, que será apresentada pelos professores Adriano Vargas e Ligia Silva Leite, ambos da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Adriano Vargas e Ligia Silva Leite produziram em 2009 uma tese de mestrado com foco na distribuição de 31.000 notebooks a professores da rede estadual de ensino do Rio e estão bastante familiarizados com os desafios impostos pela tecnologia e seus impactos em sala de aula. Entre os principais pontos descritos no trabalho estão a forma de enxergar os alunos não só como estudantes, mas como “pensadores digitais”, motivadores, com seus mestres, “de uma escola criativa e interativa onde caiba o mundo”. Não basta um treinamento, “mas um novo olhar sobre a educação em uma nova realidade tecnológica”. A nova abordagem dentro desse início de treinamento deixam Marica na vanguarda desse movimento.

Texto: Marcelo Ambrosio e Sergio Renato

Novembro 10, 2011 Posted by | Educação, jornalismo, Tecnologia | Deixe um comentário

Primeiro Parque Eólico da Petrobras entra em operação comercial

A Petrobras informa que as usinas Potiguar, Cabugi, Juriti e Mangue Seco, que compõem o Parque Eólico de Mangue Seco, já estão operando comercialmente no Rio Grande do Norte. Com investimento de R$ 424 milhões, o primeiro Parque Eólico da Petrobras entrou em operação comercial oito meses antes do compromisso assumido com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Os contratos de venda de energia para as usinas foram ofertados no primeiro leilão de energia eólica, realizado em dezembro de 2009 e são válidos por 20 anos. O certame de 2009 previa que a energia gerada pelas usinas seria disponibilizada para o Sistema Interligado Nacional em 1º de julho de 2012, mas a Petrobras antecipou o cronograma e todo o parque eólico está em  operação comercial  desde hoje (1º de novembro), com a entrada em operação da última usina, a Juriti. A usina de Potiguar está em operação comercial desde 26 de agosto de 2011 e as usinas de Cabuji e Mangue Seco, desde 24 de setembro de 2011 e 6 de outubro de 2011, respectivamente.

Localizadas no entorno da Refinaria Potiguar Clara Camarão, às margens da Rodovia RN 221, em Guamaré, as usinas são constituídas por 52 aerogeradores de 2 megawatts (MW) cada. Estas características fazem com que o Parque Eólico de Mangue Seco possua a maior capacidade instalada no país com este tipo de aerogerador (104 MW), suficientes para suprir energia elétrica a uma população de 350.000 habitantes.

Cada aerogerador, com um peso de cerca de 300 toneladas, é composto por uma torre de concreto e aço de 108 metros de altura e um conjunto de três pás de fibra de vidro, com 42 metros de comprimento. O sistema de transmissão de cada unidade é constituído de uma rede de distribuição interna de 34,5 quilovolts (kV), uma subestação elevadora de 34,5/138 kV e de uma linha de transmissão de 138 kV.

A usina Cabugi foi construída em parceria com a Eletrobrás; a usina Mangue Seco, em parceria com a Alubar Energia; e as usinas Potiguar e Juriti, em parceria com a Wobben WindPower. A implantação do Parque Eólico de Mangue Seco está alinhada com a estratégia da Petrobras de se consolidar como uma empresa de energia, apresentando elevado conteúdo de responsabilidade ambiental, gerando energia elétrica com fonte limpa e renovável.

 

 

 

Gerência de                 Imprensa/Comunicação Institucional

Novembro 2, 2011 Posted by | Energia, jornalismo, Tecnologia | , | Deixe um comentário

Petrobras divulga oportunidades de carreira em evento para universitários no Rio

   

      Projeto Atração de Talentos promove palestra para mostrar chances de desenvolvimento na Companhia

A Petrobras realiza nesta sexta-feira (28/10), às 15h30, na Feira da Carreira Pública, no Centro de Convenções SulAmérica, uma nova etapa do projeto Atração de Talentos. A iniciativa tem por objetivo divulgar carreiras promissoras na Companhia, por meio de apresentações de empregados da Petrobras em feiras e universidades. 

A agenda de encontros traz informações sobre a atuação da empresa no Brasil e no mundo e visa a atrair potenciais talentos, prioritariamente, das carreiras de Engenharia, Geologia e Geofísica a participarem dos processos seletivos da Companhia. A Petrobras pretende contratar cerca de 15 mil empregados nos próximos quatro anos, ampliando o número total para 76 mil profissionais até 2015.

O projeto foi iniciado em 2010, quando foram visitadas cinco universidades, alcançando cerca de 2.300 estudantes. Para este ano, está prevista a participação em 21 eventos, com uma meta de alcançar 7 mil universitários.

Entre as instituições de ensino superior escolhidas para este ano, estão o Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA, a Universidade de São Paulo – USP, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS e a Universidade de Campinas – UNICAMP. Até o momento, a Petrobras já participou de 19 eventos nas universidades pelo país.

Para o próximo ano está prevista a expansão do projeto com a inclusão de novos eventos, além do aumento do público-alvo com a inclusão dos estudantes das escolas técnicas.

Serviço:

Projeto Atração de Talentos na Feira da Carreira Pública
Data e horário: 28/10, às 15h30
Local: Auditório 3, no 2º piso do Centro de Convenções SulAmérica – Av: Paulo de Frontin, nº 1 – Cidade Nova
Inscrições: gratuitas, na entrada ou antecipadamente no site http://www.feiradacarreirapublica.com.br

 

 

 

Gerência de                 Imprensa/Comunicação Institucional

Outubro 28, 2011 Posted by | Educação, Energia, jornalismo, oportunidade de emprego, Petroleo e Gás, pré-sal, Tecnologia | | Deixe um comentário

Maricá realiza semana de tecnologia com ações de inclusão digital

O caminhão do projeto Consciência Ampla Sobre Rodas está estacionado na Praça Orlando de Barros Pimentel – Foto Fernando Silva

A cidade de Maricá participa pela terceira vez da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – realizada em municípios de todo o país entre os dias 17 e 21 de outubro. O evento começou nessa segunda-feira (17/10) com a realização de oficinas e exposições sobre internet móvel, celulares, acessibilidade, tecnologia 3D e consumo consciente de energia elétrica, com a participação do caminhão onde funciona o projeto Consciência Ampla Sobre Rodas, mas foi prejudicado pela chuva. A cidade comemora nesta edição o avanço acelerado de iniciativas para a inclusão digital da população. A chuva atrapalhou a programação do evento que aconteceria nessa segunda-feira (17/10) na Praça Orlando de Barros Pimentel. Se o tempo não melhorar, a secretaria de Educação vai transferir a programação do evento para a escola municipal Joana Benedicta Rangel, no Centro.

Em 2011, dois projetos do governo municipal tornaram possível o acesso de jovens, crianças e adultos à internet. Um deles oferece acesso gratuito à rede, por meio de conexão sem fio em diversos pontos da cidade, e o outro foi responsável pela distribuição, também gratuita, de netbooks para todos os alunos com idade acima de cinco anos matriculados na rede municipal de ensino.
Entre os destaques da programação da Semana está um concurso cultural sobre o uso seguro da energia elétrica, realizado em parceria com a Ampla. Os ganhadores serão premiados com 90 geladeiras com baixo consumo de energia. Para participar, é preciso visitar a carreta da Ampla (localizada na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro) e apresentar a última conta de luz. A concessionária de energia também fará palestras e oficinas sobre o uso eficiente da energia elétrica, entre os dias 17 e 21, na Casa Digital, também no Centro da cidade.
Num estande da Vivo, os moradores poderão conferir as mais recentes novidades do mercado de tecnologia para celulares e internet Móvel. Na área da ciência, haverá oficinas sobre reaproveitamento de materiais recicláveis, como garrafas Pet e jornais.
Na quarta-feira (19/10), cinco alunos vencedores de um concurso sobre a história do naturalista inglês Charles Darwin, realizado nas escolas municipais em setembro, serão premiados com um vôo panorâmico pela cidade, incluindo os 2,2 quilômetros por onde Darwin passou em 1832. O trecho, conhecido como Caminho de Darwin, fica no Parque Estadual da Serra da Tiririca. O concurso, que motivou os alunos a prepararem trabalhos sobre a biodiversidade das espécies, foi promovido pela Subsecretaria de Ciência e Tecnologia, Programas e Projetos Especiais da Secretaria de Educação, em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia, Casa da Ciência e o Aeroclube de Maricá.
Confira a programação completa:
17/10
9h às 20h: Exposições da Vivo com tablets, celulares 3G, rádio e internet móvel; televisões 3D com óculos especiais; palestras sobre os riscos de misturar bebida e direção, com cadeirantes vítimas de acidentes de trânsito;
18h: Consciência Ampla sobre Rodas e inicio do concurso cultural;
18/10
10h: Abertura Oficial do evento com bandas e escolas;
10h às 12h: Oficina de reaproveitamento de jornal;
14h às 16h: Oficina de reaproveitamento de garrafas PET;
19/10
9h às 18h: Entrega da premiação dos melhores trabalhos científicos através dos conceitos de Charles Darwin; vôo panorâmico para os vendedores do concurso;
20/10
10h às 16h – Projeto Praça Ciência Itinerante com trabalhos da Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio (CECIERJ);
21/10
9h às 12h: exposições e entrega dos prêmios aos vencedores do concurso cultural;
14h às 16h: Oficina de papel reciclado

Outubro 20, 2011 Posted by | ciência, jornalismo, Reciclagem, Tecnologia | Deixe um comentário