Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeito de Maricá anuncia início do processo de cassação da concessão da Viação Costa Leste

DSCN0657 O prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT) anunciou na tarde desta segunda-feira (7) durante coletiva de imprensa concedida na Casa Darcy Ribeiro, em Cordeirinho, a cassação da concessão da empresa de transporte Viação Costa Leste, devido ao descumprimento do contrato.

DSCN0666DSCN0667DSCN0669 Segundo Quaquá, nas últimas semanas a empresa, que teve a concessão dada durante o governo Ricardo Queiroz, não tem conseguido atender ao contrato de para a prestação de serviço. Quaquá enumerou os problemas com os coletivos da empresa e assinou o processo para a cassação da concessão da viação Costa Leste, que, segundo ele, terá 30 dias para explicar e se defender.

Quaquá falou também que não deu entrada no processo de cassação da Viação Nossa Senhora do Amparo, pois, segundo ele, a empresa tem cumprido o contrato, mas que em 2020 o prefeito eleito Fabiano Horta (PT), que deverá estar em exercício, não irá conceder a concessão à empresas privadas.

Para o atual prefeito, as linhas operadas pela Costa Leste serão de responsabilidade da Empresa Pública de Transporte (EPT0, que irá colocar os ‘vermelhinhos’ para circular após a justiça liberar. Ele informou que já recorreu da decisão judicial e que irá até o Supremo Tribunal Federal (STF) se for necessário.

Quaquá também falou sobre outros assuntos, como o seu futuro político após a eleição. Ele informou que tentará descansar e que irá lançar a sua autobiografia, além de estudar e, caso o prefeito eleito Fabiano Horta aceite, ele pretende dar aula no curso pré-ENEM da prefeitura, já que ele é professor de sociologia.

Anúncios

Novembro 8, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | , , | Deixe um comentário

Primeiro Ato à Favor do Vermelhinho reúne mais de 300 pessoas em Maricá

texto: Mídia Ninja, Fotos: Rosely Pellegrino

Maricá-RJ: Justiça proíbe ônibus gratuitos e população protesta

75% dos moradores da cidade, localizada da Região do Lagos, ganham entre um e três salários mínimos

A catraca é símbolo da cobrança de tarifa no transporte público brasileiro, mas em Maricá, município fluminense na Região dos Lagos, o lugar do cobrador é vazio. Em setembro de 2013, a prefeitura local implementou o sistema Tarifa Zero, que tornou-se referência nacional no debate sobre o direito à mobilidade.

O objetivo, do prefeito Washington Quaquá (PT-RJ) foi de “quebrar o monopólio” das empresas que detêm o serviço há pelo menos 25 anos na cidade. Esse medida sempre foi um campo de tensão no município e, por meio de uma ação judicial promovida pelas empresas de ônibus Nossa Senhora do Amparo e Viação Costa Leste, através do Sindicato que às representa, foi suspendido o serviço atingindo diretamente a população carente da cidade, da qual 75% ganha entre 1 e 3 salários mínimos.

A população revoltada por não ter mais como se locomover inclusive para chegar no trabalho, nas escolas, nos hospitais se organizou na tarde desta quinta-feira, 04.11, realizando na Praça Doutor Orlando de Barros Pimentel, o primeiro Ato em Prol dos Vermelhinhos. Compareceram mais de 300 pessoas.

DSCN6370DSCN6377

DSCN6378DSCN6401

DSCN6404DSCN6452

DSCN6384DSCN6465

A decisão de proibir os ônibus da prefeitura foi tomada pela desembargadora Marília de Castro Neves Vieira, da 20ª Câmara Cível, em uma ação movida pelo Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (SETRERJ), representante das empresas Nossa Senhora do Amparo e Costa Leste, que operam em Maricá.

Novembro 4, 2016 Posted by | jornalismo, manifestação popular, Manifestações, Protestos, Maricá, transporte, Transporte Gratuito, Transporte Publico Gratuito de Maricá | | Deixe um comentário

Sistema de Tarifa Zero inicia operação com vermelhinhos em Jaconé

Texto: Jorge André (edição: FSB Comunicação) | Fotos: Divulgação

A Empresa Pública de Transporte (EPT) incluiu o bairro de Jaconé o itinerário dos ônibus gratuitos, os chamados “Vermelhinhos”. A iniciativa tem como objetivo atender aos moradores da localidade oferecendo o transporte gratuito até a Praça Nossa Senhora das Graças, em Ponta Negra. De lá, os usuários poderão utilizar a outra linha até o centro da cidade. A nova rota será feita por um micro-ônibus com intervalos ainda em avaliação, mas que ser de aproximadamente 1h30, regulando com a linha que segue para o Centro da Cidade. No fim de semana ainda não há um horário definido.

Com a nova linha, os alunos da E.M. Professora Dilza da Silva Sá Rego serão beneficiados, já que o ônibus passa em frente ao colégio. O ponto final será no marco limite da cidade com a vizinha Saquarema. O itinerário do circular começa na Praça Nossa Senhora das Graças, passa pela Rua Jaconé, RJ 102, Avenida Beira Mar, no retorno em frente à Rua 96 (ponte), RJ 102, Avenida Beira Mar, Avenida Dois, Estrada da Coréia, Estrada Sampaio Correia-Jaconé (RJ-118), até o Condomínio Villagio del Solle II. A volta será pela RJ-102 e Rua Jaconé, até a Praça Nossa Senhora das Graças.

Setembro 15, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte, Transporte Gratuito, Transporte Publico Gratuito de Maricá | , , | Deixe um comentário

Empresa Pública de Transporte de Maricá fará licitação para ampliação de frota

Texto: Jorge André (edição: FSB Comunicação) | Fotos: Adriano Marçal

Desde o dia 20 de maio a Empresa Pública de Transportes de Maricá (EPT) ganhou na Justiça o direito de percorrer as linhas originais, as rodovias estaduais que utilizava, especialmente a RJ-106. O transporte, de qualidade e gratuito, com isso ganhou novos itinerários para atender diversos bairros da cidade, ampliando a eficiência do sistema de Tarifa Zero. O alcance será mais ampliado, segundo o presidente da autarquia, Flávio Cid, já que foi aberta licitação para a aquisição de mais dez ônibus. A frota maior permitirá, ainda de acordo com o presidente da EPT, a parada de veículos para limpeza e manutenção sem que haja prejuízo para o usuário. “Com a frota atual circulando 24h por dia fica difícil evitar que isso ocorra”, comentou.

Independentemente da frota maior, a EPT continua convocando os profissionais aprovados no concurso público realizado no ano passado. Ainda segundo Flavio Cid, até novembro deste ano todos os aprovados serão chamados. “Todos os motoristas são qualificados. Além de habilitação atenderam à resolução 168 do Contran”, acrescentou, referindo-se à diretriz que rege normas e procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos. 

Quem atua tem orgulho do trabalho que vem sendo realizado. É o caso de Luiz Fernando Paradellas, de 46 anos. Ele está desde o início na empresa e tem assistido de perto a preocupação com o atendimento ao usuário. “Nunca dirigi ônibus em condições precárias. Aqui quando um veículo não tem condições ele não roda”, ressaltou. Paradellas acrescentou ainda que se sente tranquilo em relação ao material de trabalho que é fornecido pela empresa. Outro motorista, João Antônio da Silva, 28 anos, conta que passou no concurso e na prova prática e confirma que a empresa oferece todas as condições para o desenvolvimento do trabalho. “Desde que entrei, em maio, não peguei ônibus ruim, com problemas”, acrescentou, em alusão a um diferencial da EPT, já que as queixas contra os serviços prestados pelas concessionárias são antigas e recorrentes. As condições de trabalho são as melhores possíveis.  

Segundo os motoristas, os salários estão sempre em dia, inclusive com o pagamento integral de horas extras. “Além do pagamento em dia, queria ressaltar a importância dos contratados durante esta primeira fase”, afirmou Flavio Cid, lembrando o contingente de profissionais contratados em processo seletivo simplificado no início das operações da autarquia – cujos contratos possuem prazo determinado. “Nossa ideia é reaproveitar alguns em outras funções dentro da empresa. Temos profissionais muito qualificados que não gostaria de perder”, finalizou.

Para o presidente da EPT, os problemas pontuais estão sendo sanados. Como a frota ainda é pequena para a quantidade de linhas atendidas existe dificuldade em manter os ônibus 100% limpos. Segundo Flávio Cid, a partir desta semana, os ônibus serão lavados durante a noite, evitando desta forma a retirada dos coletivos durante o dia para o serviço.

Junho 14, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | , | Deixe um comentário

Com corte do Bilhete Único, maricaense terá que desembolsar R$18 para o Centro do Rio

Screenshot_2 Em entrevista ao RJ Tv 1ª Edição, o governador em exercício do Rio de Janeiro, Francisco Dorneles, anunciou o corte do bilhete único intermunicipal. A curto prazo, o cartão estará disponível apenas aos moradores do estado que sejam isentos do imposto de renda, ou seja, quem recebe abaixo de R$ 2.343,00 por mês (R$ 28.123,91 por ano). O motivo do corte é a deficiente situação financeira do estado.

O bilhete único intermunicipal é um cartão magnético que substituiu os antigos vales transporte, e permite a integração entre ônibus no estado do Rio, custeado pelo estado.

Por exemplo, um ônibus que vai do município de Maricá até o Rio de Janeiro custa R$ 18,00.

Com o bilhete único, esta passagem custa R$ 6,50 e ainda permite pegar um outro coletivo sem custo.

Sem o bilhete, o maricaense pagará o valor integral das viagens municipais e intermunicipais, sem integração.

O governador disse ainda que ainda não houve consenso sobre os cortes no Bilhete Único (BU), que tem administração complexa. Ele gostaria que o BU fosse usado apenas por pessoas de baixa renda. O limite, segundo ele, poderia ser estabelecido pela isenção de Imposto de Renda, mas ainda não há acordo sobre como seria feito esse controle.

Junho 10, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | , | Deixe um comentário

EPT começa a operar rotas originais no Município de Maricá, já nesta sexta-feira, 20/05

 

Texto: Jorge André | Fotos: Fernando Silva

Com a operação completa liberada por decisão da Justiça, a Empresa Pública de Transportes (EPT) fará a retomada do serviço de transporte com Tarifa Zero com linhas que agora podem percorrer a RJ-106 e outras rodovias estaduais. Os vermelhinhos voltam a operar nesta sexta-feira (20/05), com a volta também da operação da madrugada em duas linhas. Veja as informações abaixo:

Horários (dias de semana)

Itapeba

Das 5h30 às 23h59 – Partidas a cada 60 minutos

Caxito

Das 5h30 às 23h59 – Partidas a cada 60 minutos

Ponta Negra

4h30 às 23h59 – Partidas a cada 50 minutos

Minha Casa Minha Vida X Centro

4h30 às 23h59 – Partidas a cada 40 minutos

Circular Itaipuaçu

5h às 23h59 – Partidas a cada 30 minutos

MADRUGADA

Ponta Negra

22h às 4h40 – Partidas às 22h, 1h e 3h

Centro X MCMV X Recanto

22h às 5h40 – Partidas às 22h, 23h, 2h e 3h

Veja o itinerário das linhas que retornam à operação:

Linha 1 – Rodoviária X Ponta Negra (Via Cordeirinho)

Ida

– Rodoviária (Povo de Maricá) – Avenida Roberto Silveira – Rua Abreu Sodré – Rua Abreu Rangel – Rua Domício da Gama – Rua Alferes Gomes – Avenida Nossa Senhora do Amparo – Avenida Prefeito Ivan Mundim – Barra de Zacarias – Avenida João Saldanha – Rua Zero – Avenida Central – Avenida Maysa – Ponte da Barra – Avenida Maysa – Avenida Prefeito Artuzindo Rangel – Praça de Ponta Negra

Volta

Praça de Ponta Negra – Rua São Pedro Apóstolo – RJ-118 (Estrada de Ponta Negra) – RJ-116 (sentido Saquarema) – Retorno – RJ-116 (sentido Niterói) – Retorno – KM 28 – RJ-106 (sentido Saquarema) – Avenida Roberto Silveira – Rua Ary Spindola – Rua Soares de Souza – Rua Clímaco Pereira – Rua Domício da Gama – Rua Abreu Rangel – Rua Senador Macedo Soares – Praça Conselheiro Macedo Soares (conhecida como Praça do Turismo) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá (Centro)

Linha 2 – Rodoviária X Ponta Negra (via Manoel Ribeiro)

Ida

Rodoviária do Povo de Maricá (Centro) – Avenida Roberto Silveira – RJ-106 (sentido Saquarema) – RJ-118 (Estrada de Ponta Negra) – Rua São Pedro Apóstolo – Praça de Ponta Negra

Volta

Praça de Ponta Negra – Avenida Prefeito Artuzindo Rangel – Avenida Maysa – Avenida Reginaldo Zeidan – Avenida Maysa – Ponte da Barra – Rua Treze – Avenida João Saldanha – Barra de Zacarias – Avenida Prefeito Ivan Mundim – Rua Domício da Gama – Rua Padre Arlindo Vieira – Rua Clímaco Pereira – Rua Domício da Gama – Rua Abreu Rangel – Praça Conselheiro Macedo Soares (conhecida como Praça do Turismo) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá (Centro)

Linha 5 – Rodoviária X Itapeba (via Mumbuca)

Ida

Rodoviária do Povo de Maricá (Centro) – Avenida Roberto Silveira – Praça Conselheiro Macedo Soares (conhecida como Praça do Turismo) – Rua Abreu Sodré – Retorno – Rua Abreu Rangel – Rua Ataíde Parreiras – Rua Barão de Inoã – Rua Joaquim Eugênio dos Santos – Ponte da Mumbuca – Rua Abreu Sodré – Estrada Velha de Maricá – Rua Vereador Aloisio Rangel de Freitas

Volta

Rua Vereador Aloisio Rangel de Freitas  – Estrada Velha de Maricá – Rua Abreu Sodré – Ponte da Mumbuca -  Rua Joaquim Eugênio dos Santos – Rua Parque Eldorado – Rua Professor Hilário da Costa e Silva – Rua Amilar Vicente – Rua Fernando Henrique Assumpção – Rua Álvares de Castro – Rua Jovino Duarte de Oliveira – Rua Álvares de Castro – Rua Barão de Inoã – Rua Senador Macedo Soares – Praça Conselheiro Macedo Soares (conhecida como Praça do Turismo) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá (Centro)

Linha 6 – Caxito X Rodoviária (via Flamengo)

Ida

Estrada do Caxito – RJ-106 (sentido Niterói) – Retorno KM 28 (Portal de Maricá) – RJ-106 (sentido Saquarema) – Avenida Roberto Silveira – Rodoviária do Povo de Maricá (Centro)

Volta

Rodoviária do Povo de Maricá (Centro) – Avenida Roberto Silveira – RJ-106 (sentido Niterói) – Estrada do Caxito

Maio 19, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | , | Deixe um comentário

Justiça devolve Vermelhinhos da EPT às linhas originais no Município de Maricá

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Fernando Silva

Por decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, os ônibus vermelhinhos da Empresa Pública de Transportes (EPT) de Maricá (RJ) poderão retornar às linhas originais que cumpriram até as empresas de transportes obterem na Justiça uma medida interrompendo a operação. Na decisão atual, a desembargadora Marília de Castro Neves Vieira, da 20ª Câmara Cível, não acolheu o recurso do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – SETRERJ (representante das empresas Nossa Senhora do Amparo e Costa Leste) e manteve a decisão da 1ª Vara Cível de Maricá a qual já havia indeferido o pedido das empresas de suspensão dos serviços prestados pela EPT.

A medida abre caminho para a volta da operação utilizando como eixo principal a RJ-106, que corta o município. No momento, a EPT está refazendo os estudos das rotas Maricá-Inoã, Maricá-Ponta Negra e MCMV-Recanto-Itaipuaçu circular. A princípio as linhas funcionarão de segunda a sexta-feira das 4h30 às 0h e, nos sábados, domingos e feriados, das 6h às 0h, sempre com intervalos de uma hora. As linhas MCMV (Minha Casa Minha Vida) e para Ponta Negra podem ser operadas 24 horas. A previsão da autarquia é iniciar a operação já na próxima semana.

A desembargadora foi clara em sua fundamentação, especialmente quanto aos principais prejudicados com a suspensão do serviço. “A supressão das linhas de ônibus criadas pelo Município causaria impacto apenas aos munícipes, que voltariam a sofrer as agruras do mau serviço de transporte anteriormente prestado, ressaltou, confirmando a principal justificativa para a interferência do poder público em favor do cidadão. Em análise inicial, a desembargadora não identificou o argumento das concessionárias contra o sistema de Tarifa Zero, sobretudo nas linhas originais. “Não há como se comprovar eventual “competição predatória” praticada pela autarquia municipal”, afirma o texto, acrescentando que a análise do mapa apresentado pelas concessionárias mostra que as áreas de confluência das linhas ocorrem nas rodovias estaduais RJ 106, RJ 108 e RJ 114, “já que não há outra via que permita a ligação entre os bairros atendidos”.

Assim, fica claro que a Justiça acolheu os argumentos do município, que destacou a importância da manutenção do serviço de transporte coletivo de passageiros pela EPT para atendimento da população maricaense. Trata-se de uma ação relevante especialmente para aqueles que não dispõem de recursos para pagamento de passagens de ônibus, permitindo que todos possam se locomover a hospitais, postos de saúde, escolas, creches, inclusive no período noturno/madrugada (não atendido de forma regular pelas empresas privadas).  A decisão permite recurso.

A EPT foi idealizada para resgatar o direito à mobilidade, afetado pelo monopólio de quatro décadas em vigor na cidade. É uma medida legal que visa o desenvolvimento local e a promoção de política pública ligada à proteção da dignidade da pessoa humana, garantindo à população especialmente a mais carente, o direito à locomoção pelo território municipal com qualidade e de forma gratuita. Durante o período em que as linhas originais operaram, muitos moradores puderam conhecer outras áreas da própria cidade, promovendo a integração das diversas áreas/distritos do município.

Maio 12, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte, Transporte Gratuito, Transporte Publico Gratuito de Maricá | Deixe um comentário

Vermelhinhos da EPT voltam a operar durante a madrugada

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Clarildo Menezes

Após o início da circulação das quatro novas linhas da Empresa de Transportes Públicos de Maricá (EPT), na última segunda-feira (07/09), mais um trajeto começa a operar na madrugada desta quarta-feira (09/09). A linha, que só opera durante a noite, passa a circular a partir das 22h desta terça-feira (08/09) e vai até as 4h20, indo do Recanto de Itaipuaçu até o terminal rodoviário do Centro e, de lá, para Ponta Negra e vice-versa. O roteiro do "Corujão" da EPT já vinha sendo operado antes da paralisação parcial obtida na Justiça pelo sindicato que representa as concessionárias. A diferença agora é que o intuito da operação é suprir a ausência dos coletivos das empresas que atuam nessas linhas e que param de circular durante o período noturno apesar da demanda observada no horário. Com isso, o sistema de Tarifa Zero que  colocou Maricá no centro dos debates nacionais sobre mobilidade volta a ser oferecido 24h por dia, sete dias por semana, de acordo com os interesses da população da cidade.

Nesta terça-feira, primeiro dia útil após o início da atividade, passageiros ainda se habituavam com as novas linhas e buscavam informações sobre os itinerários com os despachantes e motoristas. No geral, porém, a novidade agradou. “Será ótimo para todos nós aqui”, afirmou o autônomo Antônio Esteves, de 44 anos, morador da Divinéia, na Barra de Maricá, que pegou um dos coletivos com destino ao Parque Nanci passando pelo Centro da cidade.

As quatro novas linhas atendidas pelos “vermelhinhos” beneficiam sobretudo áreas relegadas há anos pelas concessionárias.  A Linha 2 Santa Paula-Inoã, mais longa, terá 28 km e será circular, com previsão de 43 minutos de itinerário. O percurso mais demorado será na ida da Linha 1 Itaocaia Valley-Itaipuaçu, com 24,9 km e  previsão de 1h35 para o percurso (veja a relação de ruas abaixo e os itinerários nos mapas). A Linha 3 Parque Nanci-Barra de Maricá (via Araçatiba) tem 13,8 km de extensão nos dois sentidos, porém a ida tem previsão de 71 minutos e o retorno 29 minutos. Já a Linha 4 Espraiado-Divinéia (via Bambuí) tem 20 km de extensão e previsão de 38 minutos para cada percurso. O sistema, que continuará sendo gratuito, já transportou 1,8 milhão de passageiros desde dezembro do ano passado. A Prefeitura continuará ampliando a frota com outros 34 veículos, que serão entregues até dezembro e mantém as ações de fiscalização permanentes sobre as concessionárias.

Setembro 9, 2015 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | , | Deixe um comentário

EPT altera cronograma para concurso público da autarquia

Texto: Marcelo Ambrosio

A Empresa Pública de Transportes (EPT), torna  pública (veja abaixo) a alteração no cronograma do concurso público a ser realizado pela autarquia.

De acordo com ofício assinado pelo presidente, Luiz Carlos Santos, as inscrições poderão ser feitas até o dia 13/09, em caso de ser presencial ou via internet. 

A retirada dos cartões de confirmação poderá ser feita de forma presencial entre os dias 26/10 a 28/10, das 10h às 16h, na sede da EPT (Rodovia Amaral Peixoto RJ-106, em Itapeba, Defesa Civil) ou no site da IESAP (www.iesap.com.br), 24h, até o dia de realização da prova. 

A data prevista para a realização das provas para os cargos de nível superior e fundamental é 15/11. A data para as provas objetivas de nível médio é dia 22/11, com exceção das provas para Fiscal de Transporte, que ocorrerão no dia 29/11.

Os gabaritos serão divulgados no dia 17/11 (níveis superior e fundamental) e 24/11 (nível médio), e os recursos contra o gabarito poderão ser apresentados nos dias 17/11 e 18/11, 24/11 e 25/11 e 01/12 e 02/12, sendo que estes últimos apenas para o cargo de Fiscal de Transporte.

A divulgação do resultado das provas será no dia 11/12, com entrega de títulos (para o caso previsto no edital) nos dias 15/12 e 16/12 e o resultado final, com a homologação, está previsto para o dia 28/12. A autarquia também publicou errata referente ao texto do edital (veja aqui).

Setembro 9, 2015 Posted by | concursos, jornalismo, Maricá, transporte | | Deixe um comentário

Vermelhinhos dão Grito de Independência e voltam a circular no 7 de Setembro

Texto: Marcelo Ambrosio | Fotos: Arte – Veronica Motta

O feriado do dia 7 de Setembro terá um caráter ainda mais simbólico em Maricá. Nesse dia, a operação dos ônibus gratuitos da Empresa Pública de Transportes (EPT),  suspensa desde o dia 21/08, será retomada oficialmente pela Prefeitura.  O novo Grito da Independência será dado em outras bases, com os Vermelhinhos, como os veículos são conhecidos, cumprindo novos itinerários em quatro linhas – como determina a medida judicial imposta pelo sindicato das empresas de ônibus à população. Estas atenderão sobretudo a áreas relegadas há anos pelas concessionárias.  A Linha 2, mais longa, terá 28 km e será circular, com previsão de 43 minutos de itinerário. O percurso mais demorado será na ida da Linha 1, com 24,9 km e  previsão de 1h35 para o percurso (veja a relação de ruas abaixo e os itinerários nos mapas).

O sistema, que continuará sendo gratuito, já transportou 1,7 milhão de passageiros desde dezembro do ano passado. Para o prefeito Washington Quaquá, o retorno à operação com a Tarifa Zero reafirma o compromisso com o resgate do direito à mobilidade. "A decisão de parar com os vermelhinhos é injusta com o povo de Maricá. Nós continuaremos consolidando o transporte público gratuito abrindo novas linhas que não descumpram as decisões judiciais, até que cassemos todas as concessões, destas empresas que prestam um péssimo serviço ao povo", afirma o prefeito.

As novidades não param por aí. Além da retomada do serviço, a EPT o fará de forma mais eficiente, uma vez que, além dos treze ônibus do número original, outros 10 ônibus novos serão incorporados à frota para suprirem as carências imediatas já detectadas pela área de planejamento da autarquia municipal –os motoristas necessários à operação serão convocados no cadastro de reserva da seleção realizada pela EPT no ano passado. A Prefeitura continuará ampliando a frota com outros 34 veículos, que serão entregues até dezembro.

Paralelamente, a Prefeitura manteve as ações de fiscalização, que continuaram comprovando a existência de um mar de irregularidades cometidas pelas concessionárias Nossa Senhora do Amparo e Costa Leste.  A Empresa Pública de Transportes emitiu novas multas e notificações de descumprimento do contrato de concessão para ambas as empresas.  Justamente em função desse quadro, o processo de cassação das concessões cujos ritos legais não estão sendo obedecidos já se encontra em andamento.

Os novos itinerários são:

Linha 1 – IDA:  Av. Itaocaia Valley –  Av. Carlos Marighella – Av. Vitória Régia – Rua Antônio Modesto de Sá – Rua João Goulart – Av. do Canal – Rua Engenheiro Domingos Barbosa – Rua Waldemar Correa Martins – Rua Barão de Macaúba – Rua Waldemar Correa Martins – Rua Engenheiro Domingos Barbosa – Av. do Canal – Rua João Goulart – Rua Antônio Modesto de Sá – Av. Vitória Régia – Av. Zumbi dos Palmares – Rua Van Ierbergue – Rua Prof. Cardoso Menezes – Rua Antônio Marques Marins – Rua 126.

Linha1 – VOLTA:  Rua 126 – Rua Governador Leonel Brizola – Rua Prof. Cardoso de Menezes – Av. Carlos Marighella – Av. Itaocaia Valley.

Linha2 – IDA: Santa Paula (E.M. Ver. Osdevaldo Marins) – Est. de Cassorotiba – Av. Orestes Vereza Luis Genésio (E.M. Ministro Luiz Sparano) – RJ 106 (sentido Niterói) – Retorno do Spar – RJ 106 (sentido Maricá) – Retorno Km 22 (São José) – RJ 106 (sentido Niterói) – Rua Euclides Paulo da Silva – Rua João Gomes de Mattos Sobrinho (atravessar a ponte) – Rua 7 – Est. do Bosque Fundo – Rua José Antunes (MCMV inoã).

Linha 2 – VOLTA:  Rua José Antunes (MCMV Inoã) – Est. do Bosque Fundo – Rua 7 (atravessa a ponte) – Rua João Gomes de Mattos Sobrinho – Rua Euclides Paulo da Silva – Rj 106 (sentido Niterói) – Av. Orestes Vereza Luis Genésio – (E.M. ministro Luiz Sparano) – Est. de Cassorotiba (E.M. ver. Osvaldino Marins) – Santa Paula.

Linha 3 – IDA: Parque Nanci (Est. Velha de Maricá) – Rj 106 – Praça de Itapeba – Rua Abreu Sodré (ponte da Mumbuca) – Rua Joaquim Eugenio dos Santos – Rua Eugenia M. da Silva – Rua Prefeito Hilário da Costa e Silva – Rua Amilar Vivente da Silva – Rua Fernando Henrique Assumpção – Rua Álvares de Castro – Praça do Cirpe – Rua Álvares de Castro – Rua Nove – Av. Um – Av. prefeito Ivan Mundim –Rua João Saldanha – Rua 0 – Av. Maysa – Rua 13 – Rua Irmãos Coutinho – praça de Divineia.

Linha 3– VOLTA: Praça de Divineia – Rua Quatro – Rua João Saldanha – Av. Pref. Ivan Mundim – Av. Um – Rua Nove – Rua Álvares de Castro – Rua Barão de Inoã – Rua Abreu Sodré – Av. ver. Francisco Sabino da Costa – Rj 106 – retorno – Rj 106 – retorno km 22 (São José ) – Est. Velha de Maricá – Parque Nanci.

Linha 4 – IDA: Espraiado (capela de Santo Antônio) – estrada do Espraiado – Rj 106 – Avenida Antonio Callado – Avenida Gilberto Zeidan – Avenida Maysa – Rua 13 – Rua Irmãos Coutinho – Praça de Divineia.

Linha 4 – VOLTA: Praça da Divineia – Rua Quatro – Rua João Saldanha – Rua Doze – Avenida Maysa – Avenida Antonio Callado – Rj 106 – estrada do Espraiado (capela de Santo Antônio).

Agosto 28, 2015 Posted by | jornalismo, Maricá, transporte | Deixe um comentário