Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Sala Cult apresenta Tributo a Janis Joplin com Izabel Salles e a banda Madame Lyn, na Casa de Cultura de Maricá, nesta sexta 31

cartaz Tributo a Janis Joplin 31 de janeiro

DSCN0746

DSCN0742 DSCN0733Izabel Salles e a banda Madame Lyn arrancaram aplausos da platéia.

Curtir o som de Janis Joplin é tão legal que o Sala Cult reservou esta segunda edição para homenagear a cantora!

Nesta sexta 31 de janeiro, não perca as músicas que viraram clássicos como “Me and Bobby McGee”, “Mercedes Benz”, entre outras. Os sucessos serão interpretados por Izabel Salles e a banda Madame Lyn, além do coro da plateia!

Durante o horário de verão, o evento acontece às 20h, na Casa de Cultura (Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, Centro).

A entrada é gratuita. Compartilhe e convide seus amigos! Distribuição de senhas as 19:30.

Anúncios

Janeiro 28, 2014 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, Sala Cult, shows e eventos | , , , , , | Deixe um comentário

Sala Cult apresenta Isso é Bossa Nova nesta sexta 04.10, na Casa de Cultura de Maricá

O projeto Sala Cult, da Secretaria Municipal de Cultura de Maricá, apresenta nesta sexta-feira, 3 de outubro, as 19h, Casa de Cultura de Maricá, a sutileza da Bossa Nova, nas vozes de Dalva Alves, Ronaldo Valentin, tendo como convidada Rosa Brasil. A Banda Amigos da Cultura, que acompanha os cantores, contará com a participação especial de Leandro Junior no violão e Kaká na percussão.

DSCN7883 Sala Cult, foto de arquivo de Rosely Pellegrino

A direção musical é de Dalva Alves. Compondo o cenário para o Projeto Sala Cult a decoração da semana é inspirada na Bossa Nova, tema das apresentações que acontecerão na Sala Cult nas datas 04/10 e 11/10.
Desenhos do artista Sergio Aranda
Cenógrafa Janine Siqueira
Produção Sheila Pinto e Walter Ramos

A ceia da Bossa NovaBaden Powell

João GilbertoNara Leão

Tom JobinVinícius de Moraes

Sala Cult inicia as 19h, na Casa de Cultura de Maricá, que fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro.

O espetáculo tem entrada franca, com ditribuição de senhas as 18h30m

Maiores informações: (21) 37311432

Outubro 4, 2013 Posted by | arte, cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sala Cult de Maricá apresentou Som Negro, Sou Brasil

Sala Cult homenageou cantores negros da MPB na sexta-feira, 26 de setembro, com a apresentação, "Som Negro, Sou Brasil" uma homenagem a cultura afrobrasileira

Músicos da cidade prestaram homenagem aos cantores negros consagrados da MPB, como Milton Nascimento, Cartola, Monarco, Djavan, Seu Jorge, entre outros. O evento que acontece semanalmente, também marcou o encerramento da programação da “Primavera dos Museus”, organizado pelo Instituto Brasileiro dos Museus, que durante uma semana apresentou atividades de valorização da cultura afro-brasileira na Casa de Cultura, no Centro.

Show de encerramento da Primavera dos Museus, realizado na Sala Cult na Casa de Cultura de Maricá – DSCN7933 O show comandado pela cantora Dalva Alves com apoio da banda da secretaria municipal de Cultura de Maricá, Amigos da Cultura, teve a participação de Ewaldo Risadinha (percussão) e Beto (violão). Foram convidados especias Lina Bastos, Blecaute Júnior eTelma Tavares .

DSCN7908 Lina Bastos

DSCN7929 Blecaute Junior

DSCN7895Telma Tavares

No repertório foram apresentados grandes sucessos da MPB, dentre eles “As rosas não falam” (Cartola), “Vai vadiar” (Monarco), “Fato consumado” (Djavan), “Olhos coloridos” (Sandra de Sá) e “Pretinha” (Seu Jorge).

DSCN7860DSCN7862DSCN7865DSCN7870DSCN7872DSCN7901DSCN7938DSCN7947DSCN7950DSCN7953DSCN7954DSCN7956DSCN7960DSCN7961

Show de encerramento da Primavera dos Museus, realizado na Sala Cult na Casa de Cultura de Maricá – Decoração da Casa. Desenhos de Janine Souza e cenografia de Walter Ramos.

O Sala Cult acontece toda sexta-feira, 19h, na Casa de Cultura de Maricá, e é um dos projetos culturais de maior sucesso na cidade nos últimos tempos, incentivando o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.O projeto é gratuito, e a distribuição de senhas acontece as 18h30min.

A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 3731-1432.

Setembro 29, 2013 Posted by | jornalismo, Lazer, Maricá, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , , , | Deixe um comentário

"Luar do Sertão" encantou o publico na Sala Cult em Maricá

texto Rosely Pellegrino e fotos: Clarildo Menezes, Rosely Pellegrino e Myrian Fagundes

A música e a cultura nordestina, envolveram a Casa de Cultura de Maricá em clima do agreste, encantando a platéia com o show "Luar do Sertão”

 

DSCN7506DSCN7515

O projeto Sala Cult, iniciativa da secretaria municipal de Cultura de Maricá, homenageou os poetas e compositores nordestinos, na  sexta-feira, dia 20 de setembro, com o  show “Luar do Sertão”.

Luar do Sertão na Sala Cult de Maricá

Comandado por Ronaldo Valentim e Dalva Alves, o espetáculo contou também com participação do ator Perceu Silva, nas interpretações de cordéis de poetas nordestinos.

DSCN2546DSCN7524DSCN7510DSCN7512

O show aconteceu na Sala Cult, da Casa de Cultura de Maricá, e como sempre acontece, foi também transmitido através de telões instalados na praça.

DSCN2557 No repertório foram incluídos sucessos de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, além de Elba Ramalho, Alceu Valença, Djavan, Vital Farias e Sivuca, interpretados por Dalva Alves e Ronaldo Valentin, acompanhados pela banda Amigos da Cultura, formada por Dalbert Lopes (violino, pandeiro e violão), Pedro Szigeth (violoncelo), Sergio Aranda (zabumba) e Paulo Ernani Correia (triângulo e carron), contando com as participações especiais de Dute do pandeiro e do sanfoneiro Lars Hokerberg.

DSCN2565DSCN7509DSCN2554DSCN2561DSCN7516DSCN2559o som do agreste do Luar do Sertão embalou a platéia na Sala Cult996005_10200747080906971_2077815372_n

Galera do show Luar do Sertão na Sala Cult de Maricá

Na saída foi oferecido aos presentes,  suco de cajú, queijo coalho e rapadura

1240321_10200747078746917_831129483_n

queijo coalho, rapadura e suco de cajú11519_10200747078546912_1761074294_nna saída do show foram oferecidos queijo coalho, suco de cajú, e rapadura para o publico

Setembro 23, 2013 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, literatura, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , | Deixe um comentário

Secretaria Municipal de Cultura de Maricá apresenta projeto Sala Cult Tributo a Chico Buarque na AMARI

Texto: Kelly Kristiny Lima    Fotos: Zola Xavier

Sucesso da Sala Cult na estréia do projeto da Secretaria de Cultura, o "Tributo a Chico” teve sua primeira apresentação fora da Casa de Cultura com a banda dos músicos da equipe da Secretaria, nominada “Amigos da Cultura”.

O público apreciando a apresentação do Tributo a Chico Buarque em ItaipuaçuAlvaro Jorge Coutinho, textos e apresentaçãoRonaldo Valentim violão, Pedro Szigethy violoncelo e Dalbert Lopes pandeiro, violino e violão

no palco Janine e DalvaRonaldo Valentim, voz e violão e Dalbert Lopes no pandeiro, violino e violão

O espetáculo aconteceu no último sábado (31/08) às 21h na Associação de Moradores do Recanto de Itaipuaçu (AMARI) e levou ao 4º Distrito uma mescla das quatro apresentações que aconteceram na antiga cadeia municipal durante o mês de julho. As temáticas Romântico, Político e Miscigenação foram cantadas na voz de Ronaldo Valentim e Dalva Alves, com participação especial de Janine Siqueira. Duas cenas teatrais foram feitas, uma com o ator Paulo Sérgio Gonçalves representando um trabalhador rural que reivindica seu pedaço de terra ao som da música “Funeral do Lavrador” e Kelly Kristiny Lima como a dona-flor que reclama a perda de seu amante.

Iraguaci Santos, tamborim e panderolaAssociação dos Moradores do Recanto de Itaipuaçu recebendo Sala Cult Tributo a Chico Buarque

Paulo Ernani, cajon e textosDalva Alves cantora

Participação especial de Janine Siqueira

Sheila Pinto produção, Kelly Kristiny Lima interpretação, Dalva Alves e Janine Siqueira 

O Secretário de Cultura Sérgio Mesquita apresenta a banda Amigos da Cultura ao público presente na AMARIO Secretário de Cultura Sérgio Mesquita apresentando a banda "Amigos da Cultura" ao público presente na AMARI

Saiba mais:

A Sala Cult vem sendo muito procurada pela população maricaense, através de uma proposta diferente ao trazer para o público; esquetes de teatro, música e poesia misturados à multimídia. Desde sua estréia (05/07) até a última apresentação (30/08) “Sala Cut-Cut – Teatro de Bonecos” o projeto já registrou mais de 300 espectadores na sala intimista de 40 lugares.
Se você ainda não conhece, ou não é morador de Maricá venha conferir! Toda sexta-feira às 19h na Casa de Cultura, Praça Orlando de Barros Pimentel. Os lugares são limitados e a distribuição de senha começa às 18h30min. Caso você não chegue a tempo de garantir um lugar na sala, a Secretaria de Cultura disponibiliza dois telões que transmitem ao vivo o espetáculo para a Praça.

Setembro 4, 2013 Posted by | cultura, jornalismo, Lazer, Maricá, musica, projeto cultural, shows e eventos, social | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Contação sobre a História de Maricá, é recebida com alegria pela criançada

Fotos: Mariana Alves Valente Vaz e Rosely Pellegrino

Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola  (1)A  secretaria municipal de Cultura de Maricá, está levando às escolas municipais um projeto de contação de histórias dedicado especialmente ao público infantil, dos quatro aos 12 anos de idade. O objetivo é despertar na criança o interesse pela leitura, além de ensinar curiosidades sobre a história de Maricá.

Baseados no trabalho de pesquisa da historiada Maria Penha de Andrade e Silva, os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentim estão se apresentando em unidades escolares municipais voltadas para o ensino da Educação Infantil. Atendendo duas escolas por dia, seguindo o cronograma definido pela secretaria de Educação.

Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola  (9)Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (13)Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (18) Em apresentações curtas, com duração aproximada de 15 minutos, os artistas estão encantando os alunos por meio de estrofes rimadas sobre a tradição e cultura maricaense. “Usamos uma linguagem de fácil entendimento para as crianças, com um pouco da história da cidade em forma de cordel", destacou a cantora, acrescentando que também serão sugeridas brincadeiras interativas com a plateia. “Cantamos, contamos a história, visando ensinar e alegrar as crianças que precisam ser tratadas com respeito, carinho e amor”, declarou.

Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (27) Em parceira com Dalva, o cantor e compositor Ronaldo apreenta as canções do palhaço Chapinha, um de seus personagens de grande sucesso junto ao público infantil na época em que trabalhava num grupo teatral comandado pelo teatrólogo Mauro Menezes, principalmente em festas de aniversário. “O palhaço Chapinha sempre teve grande apelo com as crianças. A proposta é apresentar para quem não conhece as músicas infantis, de minha autoria, e para quem já ouviu, quero resgatar esse personagem que faz parte da memória de muitas pessoas”, explicou Valentim.

Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (30)Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (34)Os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentin durante contação da História de Maricá para os alunos da Escola Robson Lôu em Inoã  (37)

Sobre os artistas
Artistas integrantes do projeto local “Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá”, que oferece gratuitamente música nas praças públicas da cidade, Dalva e Ronaldo têm em comum a paixão pela arte popular.

Dalva é carioca, criada no bairro de Vila Isabel, berço do samba carioca, mas somente em Maricá despertou seu interesse pela música. “Vim para Maricá em 1990. Comecei a frequentar um bar na Lagoa de Araçatiba e lá algumas pessoas me pediam para cantar uma música. Não achava que tinha jeito, mas as pessoas gostavam”, brinca a cantora que, alguns anos depois, se viu “obrigada” a aprender a tocar violão. “Em Maricá havia uma escassez enorme de músicos. Tive que aprender na marra. Já cheguei a me apresentar chorando por causa da dor nos dedos”, lembra a cantora, que em 1997, foi campeã do Fest Valda, realizado no Morro da Urca, que a prestigiou com um curso de aula de canto.
Além da música, Dalva confessa que uma de suas paixões são as crianças. “Em 2010, realizei um trabalho de fantoches na biblioteca municipal. Criei uma história de casamento caipira que encantava o público infantil. Chegamos a receber mais de 800 crianças”, destacou a artista, que pretende repetir o sucesso de teatro agora na contação de histórias.

Já o músico Ronaldo Valentin, oriundo da cidade de Taperoá, na Paraíba, desde criança tem íntima relação com a arte, iniciada pelo contato com o grupo teatral de Ariano Suassuna, famoso dramaturgo, romancista e poeta brasileiro. “Meu trabalho artístico começou pelo teatro ainda quando morava na Paraíba. Quando vim para o Rio de Janeiro, com 18 anos, trouxe toda a herança e a força da cultura nordestina”, explicou o artista que, além de atuar, canta, toca violão e compõe. Entre as suas criações, está a música "“Mar de cá”, em homenagem às belezas da terra que o acolheu. “Tenho o objetivo de gravar em breve um CD com essa canção que eu fiz para Maricá", disse.

Outubro 30, 2012 Posted by | cultura, jornalismo, Maricá, musica, projeto cultural | , , , | Deixe um comentário

Contação de histórias nas escolas de Maricá, em homenagem ao Dia das Crianças

Texto: Leandra Costa (edição: Marcelo Moreira) | Fotos: Clarildo Menezes

Dalva Alves fará contação de histórias em escolas municipais.

Em homenagem ao Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, a secretaria municipal de Cultura de Maricá vai levar às escolas municipais um projeto de contação de histórias dedicado especialmente ao público infantil, dos quatro aos 12 anos de idade. O objetivo é despertar na criança o interesse pela leitura, além de ensinar curiosidades sobre a história de Maricá.
Baseados no trabalho de pesquisa da historiada Maria Penha de Andrade e Silva, os artistas Dalva Alves e Ronaldo Valentim se apresentarão a partir da próxima segunda-feira, dia 08.10, até o dia 11 de março de 2013, em unidades escolares municipais voltadas para o ensino da Educação Infantil. A proposta é atender duas escolas por dia. O cronograma das escolas que irão receber a dupla ainda será definido pela secretaria de Educação.
Com apresentações curtas, com duração aproximada de 15 minutos, os artistas se propõem a encantar o público por meio de estrofes rimadas sobre a tradição e cultura maricaense. “Usamos uma linguagem de fácil entendimento para as crianças, com um pouco da história da cidade em forma de cordel", destacou a cantora, acrescentando que também serão sugeridas brincadeiras interativas com a plateia. “Iremos cantar, contar histórias e alegrar as crianças que precisam ser tratadas com respeito, carinho e amor”, declarou.
Em parceira com Dalva, o cantor e compositor Ronaldo irá apresentar as canções do palhaço Chapinha, um de seus personagens de grande sucesso junto ao público infantil na época em que trabalhava num grupo teatral comandado pelo teatrólogo Mauro Menezes, principalmente em festas de aniversário. “O palhaço Chapinha sempre teve grande apelo com as crianças. A proposta é apresentar para quem não conhece as músicas infantis, de minha autoria, e para quem já ouviu, quero resgatar esse personagem que faz parte da memória de muitas pessoas”, explicou Valentim.
Sobre os artistas
Artistas integrantes do projeto local “Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá”, que oferece gratuitamente música nas praças públicas da cidade, Dalva e Ronaldo têm em comum a paixão pela arte popular.
Dalva é carioca, criada no bairro de Vila Isabel, berço do samba carioca, mas somente em Maricá despertou seu interesse pela música. “Vim para Maricá em 1990. Comecei a frequentar um bar na Lagoa de Araçatiba e lá algumas pessoas me pediam para cantar uma música. Não achava que tinha jeito, mas as pessoas gostavam”, brinca a cantora que, alguns anos depois, se viu “obrigada” a aprender a tocar violão. “Em Maricá havia uma escassez enorme de músicos. Tive que aprender na marra. Já cheguei a me apresentar chorando por causa da dor nos dedos”, lembra a cantora, que em 1997, foi campeã do Fest Valda, realizado no Morro da Urca, que a prestigiou com um curso de aula de canto.
Além da música, Dalva confessa que uma de suas paixões são as crianças. “Em 2010, realizei um trabalho de fantoches na biblioteca municipal. Criei uma história de casamento caipira que encantava o público infantil. Chegamos a receber mais de 800 crianças”, destacou a artista, que pretende repetir o sucesso de teatro agora na contação de histórias.

Ronaldo Valentim também participa do projeto.

Já Ronald Valentin, oriundo da cidade de Taperoá, na Paraíba, desde criança tem íntima relação com a arte, iniciada pelo contato com o grupo teatral de Ariano Suassuna, famoso dramaturgo, romancista e poeta brasileiro. “Meu trabalho artístico começou pelo teatro ainda quando morava na Paraíba. Quando vim para o Rio de Janeiro, com 18 anos, trouxe toda a herança e a força da cultura nordestina”, explicou o artista que, além de atuar, canta, toca violão e compõe. Entre as suas criações, está a música "“Mar de cá”, em homenagem às belezas da terra que o acolheu. “Tenho o objetivo de gravar em breve um CD com essa canção que eu fiz para Maricá", disse.

Outubro 4, 2012 Posted by | cultura, Educação, jornalismo, musica | , | Deixe um comentário