Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Levantamento do processo de urbanização de Zacarias é iniciado

Moradores vão participar do projeto que vai revitalizar a comunidade e resolver problemas de infraestrutura

Zacarias 2 Na próxima semana uma equipe técnica estará presente em Zacarias para iniciar os trabalhos de campo do levantamento urbano, primeiro passo para a revitalização da região, possibilitado pelo projeto Fazenda São Bento da Lagoa. Com a iniciativa, a comunidade ganhará benefícios como pavimentação, paisagismo, abastecimento de agua, saneamento, eletricidade, gás e áreas próprias de lazer. Os moradores terão papel fundamental no processo e vão ajudar a equipe de arquitetos a entender todas as características do bairro.

Zacarias Nesta primeira fase serão necessários cinco dias de coleta de dados, dentro de um espaço de tempo de 15 dias corridos. Após a conclusão do levantamento urbano, será feito um diagnóstico prévio das condições urbanas de Zacarias. O diagnóstico final será concluído na sequência, após reunião para ouvir e debater ideias com os moradores. A iniciativa antecipa os compromissos da IDB Brasil com Zacarias e reforça o intuito da empresa de realizar um projeto participativo e transparente.

O trabalho será realizado por especialistas em urbanismo, sob a coordenação do escritório de arquitetura . A empresa é especializada em urbanização com a participação dos moradores, motivo pelo qual a IDB Brasil optou por ela na condução do processo. “Sabemos da importância de manter as necessidades de cada morador na região e valorizamos o histórico de convivência entre eles. Nosso objetivo nesse momento é escutar a comunidade e entender o modo de vida de cada um, adaptando o projeto à rotina de todos” frisou David Galipienzo, diretor-executivo da IDB.

No levantamento os técnicos vão medir a largura das vias, identificar as principais passagens de carros e pedestres, avaliar equipamentos urbanos e listar os principais problemas de infraestrutura que podem ser solucionados com o projeto de revitalização de Zacarias. Entre eles, soluções para a rede de esgoto e coleta de lixo.

O visa à revitalização da fauna e flora de Maricá, o resgate à cultura pesqueira local e o aquecimento da economia com geração de empregos. O empreendimento já tem a licença prévia concedida pelo Instituto Estadual de Ambiente – INEA e aguarda a licença de instalação, que autoriza o início das obras.

Regularização Fundiária

A regularização fundiária dos moradores da comunidade de Zacarias também faz parte das ações prioritárias da IDB Brasil. Na próxima semana, a IDB Brasil, em parceria com a Prefeitura de Maricá, iniciará o processo, por meio de um cadastro pré-existente dos moradores e de suas residências. O objetivo é que a comunidade receba o título de propriedade de terra já na primeira fase do projeto, que é logo após a obtenção da licença de instalação.

Anúncios

Maio 29, 2016 Posted by | jornalismo, Maricá | , , | Deixe um comentário

IDB nega construção de prédios na comunidade de Zacarias

A IDB Brasil informa que não haverá nenhum prédio ou construção na Comunidade de Zacarias, em Maricá. A informação que o projeto Fazenda São Bento da Lagoa construirá 20 prédios na localidade está errada. Além disso, a empresa garantiu que dará a titularidade das terras aos moradores da comunidade.

A IDB Brasil está seguindo todas as obrigações exigidas pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente – INEA para a construção da Fazenda São Bento da Lagoa, na Área de Preservação Ambiental (APA) de Maricá. No momento, o projeto está em licenciamento ambiental e a próxima etapa será a realização da Audiência Pública, que acontecerá na quarta-feira, dia 8 de outubro, às 19h. É importante destacar que apenas 6,42% da área total de 840 hectares terá construção predial e que 50% da área será totalmente preservada por meio de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) com 450 hectares, a segunda maior reserva de restinga do Rio de Janeiro.

restingaSó para entender o tamanho da área preservada, a RPPN é maior do que todo o bairro de Copacabana, com 410 hectares. Importante ressaltar que a área de restinga está 23,66% degradada. O compromisso da IDB Brasil é recuperar 100 hectares de vegetação nativa de restinga e de Mata Atlântica, o equivalente ao Parque do Flamengo. Isso mostra que a IDB Brasil sabe como é importante o ecossistema da Restinga de Maricá e por isso irá desenvolver programas de preservação e de conservação de espécies ameaçadas da fauna e da flora existentes na região.

A RPPN, que será aberta à visitação, terá um centro de pesquisa para o desenvolvimento de estudos científicos da fauna e da flora de restinga por ONGs, universidades e demais instituições educacionais. Hoje, o Centro de Pesquisas já conta com o apoio da UFRJ e da UFF. Assim como acontece com a RPPN, os acessos à praia e às áreas de lazer do empreendimento também serão abertos ao público e à comunidade local. Dessa forma, todos continuarão aproveitando as atividades de lazer da região.

Com estas informações, a sociedade pode participar mais ativamente da Audiência Pública, fazendo perguntas, tirando dúvidas e sugerindo cuidados ambientais que deverão ser tomados pelo empreendimento. Todas essas informações e mais detalhes podem ser encontrados no EIA-RIMA (Relatório de Impacto Ambiental), disponível no site do INEA e no site da IDB Brasil (www.idbbrasil.com.br).

Pescadores dão seu apoio ao empreendimento

Os pescadores da AMORPEZ (Associação de Moradores e Pescadores de Zacarias) e da Colônia Z-7 declararam publicamente seu apoio ao projeto Fazenda São Bento da Lagoa durante evento realizado no dia 09 de agosto, em Guaratiba. Na cerimônia de reeleição e inauguração da nova sede, o atual presidente da Colônia Z-7, Yllke Almeida, afirmou que confia no empreendimento: “Eu vejo com bons olhos o projeto para o município de Maricá como um todo. Vejo oportunidades de emprego para a população, atração de turismo e incentivos à prática de projetos de pesca local”. Yllke hoje representa 837 pescadores associados.

Já para Washington da Costa, presidente da AMORPEZ, nascido e criado em Zacarias, o empreendimento trará melhorias para os pescadores de Zacarias: “O projeto irá contribuir para o desenvolvimento de toda região pela inclusão e geração de oportunidades para a nossa comunidade e também para a questão da revitalização da área degradada”.​

Outubro 3, 2014 Posted by | empreendimento imobiliario, jornalismo, Maricá, meio ambiente | | Deixe um comentário

Novo projeto da Fazenda São Bento da Lagoa em Maricá será referência de sustentabilidade no Estado do Rio

Empreendimento da IDB Brasil prevê criação da 2ª maior Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) do Estado e regularização fundiária de comunidade de pescadores de Zacarias

Projeto trará investimentos em infraestrutura, qualificação e geração de renda para a região, considerada estratégica no cenário de desenvolvimento econômico do Estado

A IDB Brasil – Iniciativas e Desenvolvimento Imobiliário apresenta o novo empreendimento da Fazenda São Bento da Lagoa, previsto para ser implantado numa área de aproximadamente 800 hectares em Maricá, no Estado do Rio. O projeto, um complexo turístico, comercial, empresarial, esportivo e residencial, nasce com 84% do seu território preservado e apenas 6,3% de ocupação predial efetiva. A IDB desde 2008 é controlada pelo grupo espanhol Cetya, que atua há 40 anos no mercado de construção com expertise em sustentabilidade.

A Fazenda São Bento da Lagoa está localizada em área privilegiada de Maricá, com praia, lagoa, restinga e outros ecossistemas de Mata Atlântica. O terreno fica a poucos minutos de pontos estratégicos de desenvolvimento do Estado: a 25 km do polo petroquímico Comperj, a 15 km do Porto de Jaconé, a 45 km do Centro do Rio e a 5 km do Centro de Maricá.

BASE GERAL4

A concepção do novo projeto foi completamente modificada em relação à proposta preliminar apresentada para a região, em 2007. No ano seguinte, a IDB teve sua composição societária alterada e passou a ser administrada pelo Grupo Cetya, que investiu na criação de um empreendimento com sólidos valores de sustentabilidade, que se tornará uma referência no Estado do Rio.

Julho 8, 2012 Posted by | construção civil, jornalismo, Maricá, meio ambiente, Obras em Maricá | , | 4 comentários