Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

MAIS DE 20 MIL EMPRESAS ABERTAS PELO INTERIOR DO ESTADO

Delegacias Regionais da Jucerja proporcionaram esse crescimento
 
Rio de Janeiro, 27 de abril de 2011 – As delegacias regionais da Junta Comercial do Estado (Jucerja) já registram mais de 20 mil empresas abertas pelo interior. Juntas, as dezesseis unidades somam 20.701 novas empresas e 85.394 processos, desde quando a primeira foi instalada, em julho de 2007, na cidade de Petrópolis.
As delegacias estão sendo implantadas com o objetivo de atender rapidamente empreendedores e contadores dessas localidades e agilizar os processos de abertura e registro de empresas. Esse trabalho proporciona comodidade aos empresários, não sendo mais necessário o deslocamento até a cidade do Rio de Janeiro para ter acesso aos serviços.Em cada delegacia da Jucerja é possível fazer a retirada do CNPJ e da Inscrição Estadual, em um mesmo local, e dessa forma o empresário conseguirá obter o cadastro de sua empresa. Também está em funcionamento o empreendedor individual, onde os novos empreendedores poderão dar entrada em seu processo. Além disso, é possível fazer o registro nos livros fiscais, que antes eram feitos nas inspetorias da Receita Federal.
 
“O trabalho de interiorização da Junta tem por objetivo desburocratizar o atendimento aos empresários do interior. Queremos facilitar, expandir ao máximo a criação de novas empresas e a legalização das já existentes”, afirma o presidente da Junta, Carlos de La Rocque.
A primeira delegacia foi instalada na cidade de Petrópolis, em julho de 2007. Em 2008, Nova Iguaçu, Três Rios e Volta Redonda receberam delegacias. Já em 2009, Barra Mansa, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, São João de Meriti e a Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro foram as contempladas. Em 2010, Santo Antônio de Pádua, Resende, Macaé, Nilópolis, Magé, Duque de Caxias e Maricá ganharam delegacias. Em 2011, Paracambi instalou a 16ª.
Assessoria de Imprensa – Cajá Comunicação

Anúncios

Abril 27, 2011 Posted by | jornalismo | | Deixe um comentário