Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Marina critica PV e apoia Dilma contra Código Florestal

por DAIENE CARDOSO, estadao.com.br, Atualizado: 7/7/2011 18:46

“Estou persistente”, Marina Silva (foto pesquiza do Google)

A crise envolvendo o PR dentro do Ministério dos Transportes foi um dos temas mais mencionados durante o evento que marcou a saída da ex-senadora Marina Silva e de seus aliados do PV. A ex-candidata à Presidência da República afirmou estar pronta para apoiar a presidente Dilma Rousseff no veto ao projeto do Código Florestal que tramita no Senado e disse esperar que a presidente consiga ‘resistir’ às práticas do que ela chama de ‘velha política’. Para Marina, não há mais como reformar o atual modelo de política brasileira, e sim reinventá-lo. ‘Remendar é muito pouco para o tamanho do problema que estamos vivendo no Brasil’, disse Marina Silva, na tarde de hoje.

Para anunciar sua desfiliação do PV, Marina convocou uma plenária com simpatizantes e apoiadores de sua campanha à Presidência e com aliados que deixam a legenda para criar um movimento suprapartidário em prol do verde e da cidadania. Durante o evento, o ex-presidente do diretório estadual do PV em São Paulo Maurício Brusadin afirmou que os partidos vivem hoje a decadência e não atendem mais às demandas da sociedade. ‘E o PV não é diferente disso’, comparou. ‘Reconhecemos que o PV, assim como a maioria dos partidos, se divorciaram de vez da sociedade’, completou o ex-candidato ao Senado por São Paulo Ricardo Young.

Brusadin colocou a sua antiga legenda no mesmo status do PR e criticou o partido do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento por reclamar de sua demissão da pasta. ‘Eles não têm vergonha de dizer isso’, criticou. O PR também foi alvo de críticas de Young. ‘Não podemos mais transigir com isso.’

Em seu discurso, Marina citou o escândalo envolvendo o PR como exemplo de algo que não pode mais ser tolerado na sociedade. ‘Não podemos negar a tristeza com a política’, lamentou a ex-senadora. ‘Os partidos continuam sendo importantes, mas não podemos fechar os olhos para seus desvios.’

A ex-senadora destacou que pretende ajudar Dilma nas discussões no Congresso sobre o novo Código Florestal. Ela lembrou que a presidente assumiu compromisso na campanha de não aprovar nenhum texto que favoreça o desmatamento e, ao ser questionada se estaria otimista em relação ao veto do projeto, Marina desconversou. ‘Não estou nem otimista nem pessimista. Estou persistente.’

Anúncios

Julho 8, 2011 Posted by | jornalismo, meio ambiente, Planeta, Planeta Terra, Política Nacional e Internacional | , | Deixe um comentário