Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeito de Maricá toma posse reafirmando as bandeiras do segundo mandato

Texto: Leandra Costa e Marcelo Moreira (edição: Marcelo Ambrosio) Fotos: Paulo Polônio e Rosely Pellegrino

735176_394184647332988_846939087_n[2]  O Prefeito de Maricá Washington Quaquá acompanhado da primeira dama Rosangela Zeidan (esq.) , vice-prefeito Marcos Ribeiro e sua esposa e Secretária Municipal de Educação Marta Quinan, e vereadores Chiquinho, Robson Dutra, Aldair de Linda, Fabiano Horta, Bubute (com seu filho), Helter Ferreira, Frank Costa, Bidi, Tatai, Filipe Bittencourt e Adelson Pereira, na cerimônia da posse. (foto: Paulo Polonio)

“Vamos reunir 70 mil assinaturas em um abaixo-assinado na cidade para exigir o batalhão da PM, pressionar a Cedae para investir em água e acabar com o monopólio no transporte público”, declarou o prefeito o prefeito de Maricá em seu discurso de posse”

Na noite da posse como prefeito reeleito de Maricá – numa cerimônia que também empossou o vice-prefeito Marcos Ribeiro e os vereadores da cidade na primeira sessão solene da Câmara em 2013 – Washington Quaquá adiantou algumas medidas práticas para impulsionar as três bandeiras que irão nortear o primeiro ano de seu novo mandato, anunciadas publicamente há 15 dias.

537790_394191790665607_957701822_n[1] Prefeito de Maricá Washington Quaquá e a primeira dama Rosangela Zeidan (foto: Paulo Polônio)

Mesa solene de posse dos eleitos em Maricá para o mandato de 2013.2016

DSCF2306DSCF2318

71623_394188827332570_1863681156_n

DSCF2321 Público presente na posse do Prefeito de Maricá, vice e vereadores

Para uma plateia de duas mil pessoas, reunida na noite de ontem (01/01) no ginásio esportivo Lúcio Feteirado Colégio Cenecista, no Centro, Quaquá anunciou as primeiras ações em torno da instalação de um batalhão da PM na cidade, da ampliação de oferta de água encanada e do fim do monopólio do transporte coletivo no município: “Vamos mobilizar a Câmara e a população e preparar um abaixo-assinado com pelo menos 70 mil assinaturas. É com esse instrumento que iremos sensibilizar o governador Sérgio Cabral, o Ministério Público e as autoridades necessárias para exigir a instalação do Batalhão da PM e as outras coisas”, declarou Quaquá. “Maricá possui a segunda maior taxa de crescimento do estado, com mais de 135 mil habitantes. E temos apenas um efetivo de 30 policiais. Isso é uma irresponsabilidade”, enfatizou.

O prefeito também explicou que os investimentos para levar água a Inoã e Itaipuaçu (obras que já estão em andamento) foram fruto de pressão do seu primeiro governo contra a Cedae, já que pelo contrato denunciado por ele como "criminoso", a empresa tinha 18 anos para cumprir essa meta. “A Cedae precisa acelerar os investimentos previstos no contrato de concessão que a penúltima Câmara aprovou no apagar das luzes de 2008, menos de três meses antes de eu assumir a prefeitura. Se a Cedae não começar a resolver em seis meses o problema da falta de água em Maricá, nós vamos encampar a Cedae”, afirmou, revelando também que já tem entendimentos com grupos nacionais e estrangeiros que podem investir no serviço a partir de uma concessão. "É o mesmo caso do que foi feito em Niterói", lembrou.

Sobre a situação do transporte público, o prefeito declarou: “Sabemos que novas empresas de ônibus têm interesse em vir para cá prestar um serviço de qualidade. A licitação de novas linhas de ônibus intermunicipais não depende do prefeito, mas essa foi uma promessa do governador para mim e vamos cobrá-lo”. Segundo ele, há duas novas linhas saindo da cidade em direção ao Rio, mas a empresa não consegue autorização para operar por pressão da atual concessionária. Washington Quaquá também determinou um rigor total da secretaria de Transportes na fiscalização: "Se a empresa proíbe os motoristas de transportarem estudantes e idosos, vai ser multada. Se o ônibus quebrar na rua, vai ser multada também", afirmou, anunciando um choque de gestão no terminal rodoviário do Centro. "O terminal tem de ser administrado e controlado pela Prefeitura, não pela empresa".

Quaquá toma posse e reafirma bandeiras do segundo mandato.

Parceria com a Câmara e busca por investimentos

Por fim, o prefeito ressaltou a composição da nova Câmara de Vereadores, dizendo que agora terá a seu lado um grupo comprometido com o desenvolvimento da cidade. “O ano de 2013 será especial para Maricá. Será o ano da construção do novo Hospital Municipal Ernesto Che Guevara, do Polo Naval, do Instituto Federal Fluminense, de uma nova unidade do SENAI, dentre outros projetos já em execução, como a entrega das primeiras casas populares do programa federal Minha Casa, Minha Vida”, disse.

Quaquá também destacou como meta para sua próxima gestão a privatização do aeroporto, a implantação do Complexo Turístico da Restinga, a Praia da Terceira Idade e a construção da Orla de Barra de Maricá, Itaipuaçu e da Marina em Ponta Negra. “Queremos o desenvolvimento de nossa cidade, mas com a participação ativa do povo em todas as nossas lutas e com a garantia de que o desenvolvimento seja sustentável”. Para ele, o combate ao poder das elites que dominaram o município por décadas se faz através desse processo. "Poder econômico se combate com poder econômico. Estou trazendo investidores de fora e a presença deles reduz a importância dos coronéis locais definitivamente".

Novo secretariado

O prefeito anunciou os secretários que irão compor sua equipe de trabalho: Kleber Ottero (Chefia de Gabinete); Maria Inez Pucello (Procuradoria); Jorge Castor (Ouvidoria); Max Aguiar (Administração); Alessandro Terra Paes (Ambiente); Paulo Fatigati (Articulação Política); Laura Maria Vieira da Costa(Assistência Social); Fabiano de Mello Filho (Assuntos Federativos); Paulo Maurício Duarte de Carvalho (Conservação); Joab Santana (Controle Interno); Sérgio Mesquita (Cultura); Lourival Casula Filho (Desenvolvimento); Direitos Humanos (Miguel Moraes); Marta de Mello Quinan (Educação); Shirlene de Barros (Energia); Leonardo Souza da Silva (Esportes); Márcio Leite (Executiva); Roberto Ataide Santiago (Fazenda); Conceição Denise Fortes (Idoso); Fernando Rodovalho (Obras); Rubem Pereira (Pesca); Sérgio Luis de Souza (Religiosidade); Janete Valadão (Saúde); Fabricio Soares Bittencourt (Segurança); Rosana Horta (Trabalho); Leandro Costa (Transporte); Amaury Vicente (Turismo); e Urbanismo (Celso Cabral Nunes).

Mesa Diretora da Casa Legislativa

Os 11 vereadores eleitos elegeram por unanimidade a Mesa Diretora da Câmara Legislativa para o biênio 2013 a 2014: Fabiano Taques Horta, eleito o presidente da casa; Aldair Nunes Elias (Aldair de Linda) vice-presidente; Filipe Dias Bittencourt, secretário; e Adailton Pereira da Costa Filho (Bubute), 2º secretário.

DSCF2302

Além desses, foram empossados: Adelso Pereira, Ademilton da Silva Diniz (Tatai), Alcebíades Machado Filho (Bidi), Frank Francisco Fonseca da Costa, Helter Viana Ferreira de Almeida, Robson Dutra da Silva, Valdevino Costa da Silva (Chiquinho).

DSCF2331 O presidente eleito da Câmara de Vereadores Fabiano Horta destacou a importância da transparência dos trabalhos realizados pelo legislativo. “Reafirmo o compromisso público de abertura da casa para possibilitar a participação do povo. Temos que falar direto com a população aproximando a Câmara da sociedade maricaense”, destacou o presidente.

Janeiro 4, 2013 Posted by | Eleições 2012, jornalismo, Maricá, política | , , , , , | Deixe um comentário

Prefeito de Maricá finaliza estrutura de governo

A posse do prefeito de Maricá e dos vereadores eleitos para o mandato 2013/2016, será realizada no dia 1 de janeiro de 2013, as 19h, na quadra do Colégio Cenecista Maricá. (Nota desta editora)

Texto: Marcelo Ambrosio

Depois de liberar uma lista com 27 secretarias na última sexta-feira, 28/12, o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, finalizou o desenho do governo com mais alterações na estrutura. As modificações visam a tornar a máquina pública mais eficiente, com o segundo mandato impulsionando as transformações necessárias para acompanhar o desenvolvimento acelerado da região. Neste sábado, 29/12, foi anunciado o nome do novo Secretário municipal de Direitos Humanos. O escolhido foi Miguel Moraes, ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e vereador em São Gonçalo. Outra novidade é a indicação do ex-secretário e vereador Jorge Castor para a Ouvidoria da Prefeitura, que permanece com status de secretaria. Como parte das alterações a serem promovidas, serão criadas ainda outras duas novas pastas, cujo desenho será finalizado em fevereiro, após a deliberação por parte da Câmara Municipal: a Secretaria de Indústria Naval e a Secretaria de Coordenação Adjunta do governo. Os titulares de ambas as pastas serão anunciados na ocasião.

Dezembro 31, 2012 Posted by | jornalismo, Maricá | , , , | Deixe um comentário