Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Maricá – Bolsa Mumbuca atinge 14 mil beneficiados

Texto: Sérgio Renato | Fotos: Fernando Silva

Nesta terça-feira (11/11), mais 1.126 cartões do programa Moeda Social Mumbuca foram entregues

A primeira moeda social eletrônica da América Latina, a Moeda Social Mumbuca, atingiu nesta terça-feira (11/11) a marca de 14 mil benefícios concedidos em menos de um ano de atividade (o programa foi implantado em dezembro do ano passado). Na cerimônia de entrega de 1.126 novos cartões do programa Moeda Social Mumbuca, que ocorreu na Praça Conselheiro Macedo Soares, no Centro, o secretário municipal de Direitos Humanos de Maricá, Miguel Moraes, anunciou o recadastramento de seus beneficiários, sejam moradores ou comerciantes da cidade.

Segundo Miguel, o trabalho de recadastramento já começou internamente com o levantamento de informações e a suspensão temporária de novas inscrições para o programa. Numa segunda etapa, que deverá ocorrer até dezembro, serão realizadas pesquisas de campo por região, que vão começar por Jaconé. “Sabemos que alguns beneficiários já faleceram e que outros ainda melhoraram a renda e não dependem mais do Bolsa Mumbuca. Isso servirá para fazermos um enquadramento de cada caso e a adequação que for necessária”, lembrou Miguel Moraes, ressaltando que a secretaria procura fazer um controle rigoroso para impedir possíveis fraudes contra o programa. Ele pediu ajuda da população para relatar qualquer suspeita de uso ou recebimento indevido do benefício. Os relatos devem ser remetidos à sede da pasta na Rua Levi Ribeiro ou pelos telefones 2637-1639 e 3731-1021 (Instituto Palmas, gestora do programa).

Ao lado de Miguel Moraes, estavam na mesa diretora do evento os secretários Margareth Figueira (Trabalho) e Rubem Pereira (Agricultura e Pesca), além dos subsecretários Luciana Piredda (Políticas para as Mulheres), Joel Rocha (Igualdade Racial) e do coordenador do Instituto Palmas, Rodrigo Cruz.

Drama e satisfação na hora da entrega

Entre os beneficiados que receberam o cartão já com a primeira carga de 85 Mumbucas (equivalente a R$ 85) havia a mesma sensação de alento já vista em eventos anteriores. “Sou asmática e preciso comprar remédios sempre. Vai ser uma grande ajuda para mim”, celebrou a aposentada Edith Martins Sales, de 71 anos, moradora de São José de Imbassaí.

Dentre tantas histórias chamou atenção a de Alessandra Ferreira dos Santos, que levava no colo a pequena Daniele, de apenas seis meses de idade. Com 22 anos, ela conta que não tem condições de trabalhar para cuidar da filha, que tem problemas cardíacos e sofre de epilepsia, não tendo idade ainda para tomar os medicamentos mais comuns para essa doença. “Tenho que ficar perto na hora que ela possa ter alguma crise. Já perdi dois filhos com menos de um ano de idade por causa do mesmo problema e não quero passar por isso de novo”, contou ela, ressaltando que a Bolsa Mumbuca vai ajudá-la na compra de remédios e fraldas para a filha.

De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, a meta é fazer com o que  valor do benefício chegue a R$ 150 até o fim do ano que vem e a R$ 300 em 2016.

Alessandra Ferreira dos Santos, de 22 anos, utilizará o benefício para comprar remédios e fraldas para a filha

Edith Martins Sales, de 71 anos, também utilizará o Bolsa Mumbuca para comprar remédios

Anúncios

Novembro 12, 2014 Posted by | direitos humanos, jornalismo, Maricá, Moeda Social Mumbuca, projeto social | | Deixe um comentário