Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Prefeito de São Sebastião do Alto é expulso do PT

Mauro Henrique Chagas foi preso pela Polícia Federal e acusado de receber propina para liberar obras no município

19/03/2015 – 10h35 / Por Agência PT

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores no Rio de Janeiro decidiu, na noite desta quarta-feira (18), expulsar sumariamente da legenda o prefeito de São Sebastião do Alto (RJ), Mauro Henrique Chagas.

Chagas foi flagrado e preso pela Polícia Federal, nesta quarta, ao receber propina exigida por ele a empresários para aprovação de obras de saneamento e saúde no município. A decisão do diretório será referendada em reunião no próximo domingo (22).

Leia a nota na íntegra:
“A Direção do PT estadual do Rio decidiu, na noite de hoje, expulsar sumariamente o Prefeito de São Sebastião do Alto, Mauro Henrique Chagas, preso hoje pela polícia federal acusado de cobrar propina de empresários.

Apesar de filiado ao PT, ele era uma figura de pouca expressão e nenhum envolvimento na vida partidária. No domingo, a reunião do Diretório Estadual irá referendar esta medida.

Washington Quaquá

Presidente do PT Estadual”

Da Redação da Agência PT de Notícias

Anúncios

Março 20, 2015 Posted by | PT | , , , | Deixe um comentário

Dirigente do PT-RJ sai em defesa do partido e avisa: “Se fosse o Mantega, eu tinha enfiado a porrada”

Washington Siqueira, o Quaquá, diz que vai preparar sigla para confronto com ‘direita fascista’

  • Fonte R7

Quaquá sai em defesa de ex-ministro da Fazenda: "Mantega é um cara educado, mas eu sou um cara da favela. Tinha dado um pau" Reprodução/Facebook

O presidente do diretório do PT no Rio de Janeiro e prefeito da cidade de Maricá (RJ), Washington Siqueira, o Quaquá, defende que os militantes do partido se preparem melhor para o embate político a fim de evitar serem vítimas de “um bando de pequenos burgueses”. Para Quaquá, a direita brasileira é “fascista” e estimula o confronto.

Nesta quarta-feira (25), Quaquá escreveu em uma rede social que os petistas partam para a “porrada” contra o fascismo, em um ato em defesa do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Quaquá afirmou que o ex-ministro foi vítima “de uma desumanidade brutal”.

— Você imagina: o cara vai para o hospital com a mulher para fazer um tratamento de câncer e é agredido. É uma agressão absurda. […] Nós do PT não queremos continuar sendo agredidos por um bando de pequenos burgueses, que destruiu esse País durante décadas, durante séculos. Fomos nós que fizemos mudanças profundas e não vamos ser agredidos por essa gente.

Leia mais notícias de Brasil e Política

Anteontem, Mantega levou a mulher, que tem câncer, para tratamento no hospital Albert Einstein, em São Paulo, e foi hostilizado por parentes de pacientes. Um grupo gritava para o ex-ministro levar a mulher para um hospital público, para tratamento no SUS. Quaquá afirmou que se ele estivesse no hospital teria partido para a agressão.

— Se fosse eu no [lugar de Mantega no] Albert Einstein, eu tinha enfiado a porrada nos caras. […] Mantenho essa posição. Ontem, por exemplo, Papa Francisco disse que se xingasse a mãe dele ele dava uma porrada. Eu tô com o Papa. […] Mantega é um cara educado, mas eu sou um cara da favela. Tinha dado um pau.

Evento com Lula

Quaquá afirmou que, no Rio de Janeiro, os petistas não sofrem agressões parecidas com a que Mantega passou anteontem. Porém, ele lembrou da confusão entre militantes petistas e opositores em evento com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ontem no Rio de Janeiro.

— Ontem, no entanto, o Lula veio para uma festa de 2.000 pessoas na ABI […]. Aí 20 pessoas vão para lá xingar o presidente. Você tem direito de xingar quem você quiser, pode protestar contra quem você bem entender. Mas eu faço um evento e o cara vai para dentro do meu evento me xingar? Aí não dá. Eu acho que o PT não está reagindo. […] Se a direita quer fazer manifestação, faça na sua praça pública. […] Tem que apanhar.

O presidente do diretório regional do PT afirmou que planeja “uma grande onda de mobilização nesses meses de março e abril para organizar a militância e nos preparar para os embates”.

— A direita brasileira é mais fascista, e o fascismo ele se manifesta até quando uma pessoa vai levar a mulher para tratar um câncer no hospital e é agredido. […] Nós temos que nos organizar porque o embate político está ficando cada vez mais duro no Brasil.

O presidente do PT RJ Washngton Quaquá aproveitou a oportunidade para defender os petistas.

— Não somos nós que estamos buscando o caminho do confronto. Quem está procurando o caminho do confronto são os fascistas, e a direita brasileira está se tornando cada vez mais fascista. Se eles quiserem o confronto, eles terão o confronto, especialmente no PT do Rio.

Fevereiro 26, 2015 Posted by | jornalismo, política, PT | , , , | Deixe um comentário

Comunicado da Presidência do PT RJ sobre vitória de Dilma

Companheiros e companheiras,
Estamos em festa no Brasil e no Rio de Janeiro pela vitória da Dilma Rousseff e o trabalho da nossa militância foi fundamental para garantir esse resultado. Continuaremos, e agora teremos que aprofundar mais ainda, um projeto de mudanças que melhoraram a vida do povo, iniciados com o presidente Lula em 2002.
A radicalização da direita, com ações contundentes, partidárias e até criminosas do complexo burguês dos meios de comunicação e de forças sociais e institucionais conservadoras e reacionárias, mostram que nosso segundo governo não tem outra opção que não radicalizar ainda mais nas reformas, com objetivo de distribuir riquezas, poder, cultura, e melhorar a vida do povo.
Uma nova frente politica que une a esquerda e os movimentos sociais precisa ser organicamente construída para se criar este amplo movimento pró reformas sociais que sustente o segundo governo Dilma nas ruas.
No Rio, infelizmente não conseguimos sair vitoriosos na disputa pelo Governo do Estado. Vamos defender que o PT do Rio continue sua politica de reconstrução da esquerda no Estado, buscando consolidar uma aliança social e politica com o PCdoB, PSB de Glauber e Roberto Amaral e PV, além de buscar uma aproximação com PSOL. Não podemos em hipotese alguma aceitar o retrocesso e a desmoralização de uma adesão desavergonhada ao novo governo eleito, sob pena de sermos corroborados com a pecha de partido da boquinha, que já nos impuseram no RJ no passado.
Seguimos firmes, no Rio, buscando um caminho alternativo, popular e de esquerda para o povo carioca e fluminense. Seguiremos construindo o PT, a esquerda, os movimentos sociais e apoiando o segundo governo Dilma, para que ele mude ainda mais a vida do povo e faça as reformas necessárias para isso.
Washington Quaquá Presidente Estadual do PT RJ
Rio de Janeiro, 26 de outubro de 2014

Foto: Comunicado da Presidência do PT RJ
Companheiros e companheiras,
Estamos em festa no Brasil e no Rio de Janeiro pela vitoria da Dilma Roussef e o trabalho da nossa militância foi fundamental para garantir esse resultado. Continuaremos, e agora teremos que aprofundar mais ainda, um projeto de mudanças que melhoraram a vida do povo, iniciados com o presidente Lula em 2002. 

A radicalizaçao da direita, com ações contundentes, partidárias e até criminosas do complexo burguês dos meios de comunicação e de forças sociais e institucionais conservadoras e reacionárias, mostram que nosso segundo governo não tem outra opção que não radicalizar ainda mais nas reformas, com objetivo de distribuir riquezas, poder, cultura, e melhorar a vida do povo. 

Uma nova frente politica que une a esquerda e os movimentos sociais precisa ser organicamente construída para se criar este amplo movimento pró reformas sociais que sustente o segundo governo Dilma nas ruas.

No Rio, infelizmente nao conseguimos sair vitoriosos na disputa pelo Governo do Estado. Vamos defender que o PT do Rio continue sua politica de reconstrução da esquerda no Estado, buscando consolidar uma aliança social e politica com o PCdoB, PSB de Glauber e Roberto Amaral e PV, além de buscar uma aproximação com PSOL. Não podemos em hipotese alguma aceitar o retrocesso e a desmoralização de uma adesao desavergonhada ao novo governo eleito, sob pena de sermos corroborados com a pecha de partido da boquinha, que já nos impuseram no RJ no passado. 

Seguimos firmes, no Rio, buscando um caminho alternativo, popular e de esquerda para o povo carioca e fluminense. Seguiremos construindo o PT, a esquerda, os movimentos sociais e apoiando o segundo governo Dilma, para que ele mude ainda mais a vida do povo e faça as reformas necessarias para isso.
Washington Quaquá Presidente estadual do PT RJ
Rio de Janeiro, 26 de outubro de 2014

Outubro 27, 2014 Posted by | Eleições 2014, jornalismo, política, PT | , | Deixe um comentário

CARAVANA DA CIDADANIA CHEGA A RESENDE

A Caravana da Cidadania, tendo à frente o senador Lindberg Farias (PT-RJ), estará nesta sexta-feira (16/5), a partir das 10h, no Sul Fluminense, passando pelas cidades de Barra Mansa, Volta Redonda e Resende. Às 10h, o senador participa de audiência pública sobre a proposta de expansão da Universidade Federal Fluminense (UFF) em Barra Mansa, na Câmara de Vereadores da cidade.

Às 16h, Lindberg tem encontro com estudantes do Colégio Garra, em Volta Redonda. Em seguida, às 18h, o senador se reúne com os presidentes dos diretórios municipais do PT do Sul Fluminense, em Resende, e às 19h, na mesma cidade, fará uma palestra no auditório da Faculdade Dom Bosco.

Agenda:

1​0h – Audiência Pública /​ ​Expansão da UFF – Câmara Municipal de Barra Mansa

​ ​

16h – Encontro com estudantes ​do Colégio Garra, em Volta Redonda

Local: Rua Mizael Mendonça, 170 – Aterrado – Volta Redonda


18h – Encontro com presidentes dos diretórios municipais do PT – Sul Fluminense

​ ​Local: Faculdade Dom Bosco ​- Resende​

19h – Palestra no Auditório da Faculdade Dom Bosco

Local: Avenida Coronel Professor Antônio Esteves, 01 – Campo de Aviação – Resende

Mais Informações:

Cida Fontes

(21)9-9959-6024

Marcos Galvão

(21)9-8888-4801

Maio 16, 2014 Posted by | jornalismo | , , | Deixe um comentário