Noticiário RJ on line

As melhores notícias com Rosely Pellegrino

Dilma é aclamada pré-candidata do PT

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto LulaA presidenta Dilma Rousseff teve seu nome lançado oficialmente como pré-candidata do PT à Presidência da República. O ato aconteceu durante o 14º Encontro Nacional do partido, em São Paulo.

Anúncio ocorreu durante Encontro Nacional do partido, em São Paulo. Marcaram presença no evento o Prefeito de Maricá e presidente Estadual do PT RJ Washington Quaquá, a primeira dama e presidente Municipal do PT Maricá Rosangela Zeidan, e o vereador de Maricá Chiquinho do Trailler.

Nossa Presidente Dilma discursa após fala de Lula. Lula diz que estará por todo o país como liderança dessa campanha. É Dilma outra vez!!Prefeito de Maricá e Presidente Estadual do PT RJ Washington Siqueira e o vereador de Maricá Chiquinho Do Trailler.

Lula como sempre brilhante e as palavras de ordem aqui são - A verdade é dura a Rede Globo apoiou a ditaduraZeidan, presidente Municipal do PT Maricá, com a presidente Dilma e Benedita da Silva

A presidente Municipal do PT Maricá, e primeira dama Rosangela Zeidan ao lado da presidente do Brasil Dilma Rousseff, durante o Encontro Nacional do PT(foto: Roberto Stuckert Filho / presidência da República)

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, com o presidente Estadual do PT RJ e prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e a primeira dama e, presidente Municipal do PT Maricá, Zeidan(foto: Roberto Stuckert Filho / presidência da República)

Zeidan e Quaqua com Rui Falcão presidente nacional do PTLula tendo ao lado Benedita da Silva e Zeidan, presidente Municpal do PT Maricá

A presidente municipal do PT Maricá, Zeidan e a senadora Gleise HoffmanZeidan, presidente Municipal do PT Maricá, com Benedita da Silva e a ministra da Cultura Marta SuplicyA presidente Municipal do PT Maricá, Zeidan, com Lurian Silva e nossa ministra de Direitos Humanos Ideli SalvatiZeidan e Jorge Bittar no Encontro Nacional do PT 2014Zeidan e Marcelo Sereno com Dilma. Nosso país abriu nesses quase 12 anos de Governo Lula e Dilma mais de 20 milhões de empregos e frentes de trabalho segundo o IPEA

A presidente foi aclamada por uma multidão de milhares de militantes e por políticos petistas e de outros siglas aliadas ao governo. O lançamento foi feito pelo presidente do PT, deputado Rui Falcão, e endossado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se disse estar pronto para entrar na campanha de Dilma.

Dilma afirmou que estava se sentindo honrada com o lançamento de sua pré-candidatura à reeleição. Ela lembrou os avanços obtidos pelo País nos governos do PT e afirmou que é necessário dar continuidade ao trabalho.

“Fizemos muito, mas temos a certeza que teremos que fazer muito mais”, afirmou a presidenta.

Dilma garantiu que o governo decidiu apostar no futuro e, por isso, mantém o compromisso de distribuir renda e promover a inclusão social.

Para o ex-presidente Lula, não existe outra candidatura no partido que não seja a de Dilma, desmentindo o que afirma parte da imprensa.

“Tenho visto nos jornais coisas absurdas”, observou Lula,

Ele contou que fará uma viagem ao exterior na próxima semana e que entrará de uma vez por todas na campanha da presidenta quando retornar.

Insanidade – O ex-presidente comentou sobre as sucessivas decisões judiciais em desfavor de José Genoino e José Dirceu, condenados e presos na AP-470.

Ele disse que parece existir algo pessoal contra os petistas, mas, na verdade, é contra o PT.

“O medo que eles têm é que a Dilma seja reeleita e em 2018 ou o Lula volte. É uma insanidade”, afirmou Lula.

Fonte: Edson Luiz, da Agência PT de Notícias

Anúncios

Maio 3, 2014 Posted by | jornalismo, Maricá, política | , , , , , , , | Deixe um comentário

Petistas deixarão Governo do RJ até sexta, após fim de aliança com PMDB

O governador Sérgio Cabral e o Washington Quaquá durante encontro nesta segunda-feira Foto: André Naddeo / Terra O governador Sérgio Cabral e o presidente regional dos trabalhadores e prefeito de Maricá, Washington Quaquá durante encontro nesta segunda-feira Foto: André Naddeo / Terra

Reuniões nesta segunda-feira definiram o fim de 7 anos de parceria. Filiado que não deixar governo pode responder ao conselho de ética do PT.

Após consolidar o fim de uma aliança política que já perdurava desde 2006, PT e PMDB fizeram um acordo de uma campanha pelo governo do Estado do Rio de Janeiro, em 2014, “sem agressão gratuita”, conforme disse o presidente regional dos trabalhadores e prefeito de Maricá, Washington Quaquá, depois de sair de um encontro com o governador Sérgio Cabral, no Palácio Guanabara, na manhã desta segunda-feira.

É claro que numa eleição sempre existe uma estocada ou outra, mas o tom da campanha não será de agressão entre os partidos da base do governo federal”, explicou Quaquá, que terá uma reunião com o diretório do PT no Rio ainda nesta tarde. Neste encontro, será determinada a saída dos dois secretários do partido que ainda compõem o governo fluminense: Zaqueu Teixeira (Assistência Social e Direitos Humanos) e Carlos Minc (Meio-Ambiente).

O próprio Minc, de férias na Bahia, usou o Twitter para dizer que “não tenho apego a cargo. Muda o cargo, não muda a pessoa”.

De acordo com Quaquá, uma lista de 200 petistas que formam a base do governo já foram comunicados de seu afastamento pelo próprio Cabral, em e-mail enviado no último domingo. “Acredito que devam ser, no total, uns 350 ou até 400, já que tem gente antiga aí”, disse. "O PT está saindo do governo, então todos os petistas devem sair. Essa é uma determinação do partido”, completou ainda.

Desta forma, fica consolidada a candidatura do senador petista Lindbergh Farias ao governo estadual, enquanto que o vice-governador, Luiz Fernando Pezão, que deve assumir o Estado ainda no próximo mês, será o seu adversário, junto com o deputado federal Anthony Garotinho (PR) e o ministro da Pesca, Marcelo Crivella (PRB).

saiba mais

“Nacionalmente (a aliança) continuará, o governador tem relação direta com o presidente Lula, e vai fazer parte da estrutura de sustentação da candidatura da presidente Dilma no Rio de Janeiro. Isso é uma coisa. A outra é o PT. O que ela tem hoje no Rio de Janeiro são quatro candidaturas que apoiam a presidenta”, complementou Quaquá, ao afirmar também que o fato da presidente Dilma Rousseff discursar, por exemplo, no palanque de Pezão “não será problema. Nós teremos o nosso palanque, e a presidenta também com outros candidatos”.

O fim da aliança entre PT e PMDB no Rio de Janeiro era algo visível no cenário político, muito embora existissem especulações de que os peemedebistas fizessem pressão, da mesma forma que o fazem em âmbito nacional por mais ministérios, para que Lindbergh não concorresse com Pezão.

O PT não lança candidato ao governo fluminense desde que Vladimir Palmeira tentou o posto e foi derrotado ainda no primeiro turno, em 2006. Nesta ocasião, aliás, que nasceu a aliança entre o então presidente Lula e Sérgio Cabral, ou seja, do PT com o PMDB no Rio, que acabou sendo fundamental para a vitória diante da juíza Denise Frossard no segundo turno. “Vimos necessidade disso e tínhamos que lançar uma candidatura própria nesse momento”, concluiu Quaquá.

Janeiro 28, 2014 Posted by | política, PT | , | Deixe um comentário

Washington Quaquá com Lindberg, em defesa de Dilma

Washington Quaquá (PT) Prefeito Municipal de Maricá Texto de Washington Quaquá Prefeito de Maricá e candidato a presidente estadual do PT, postado em sua página pessoal na rede social Facebook.


Estapafúrdias as declarações do neo dirigente nacional do PT, Alberto Cantalice e de seu parceiro, Deputado Luiz Sérgio, que em tom desmedido ataca nosso pré candidato a governador, Senador Lindberg Farias.
É de se estranhar tamanha irritação e veemência no ataque. Não vi tal veemência verbal quando o Governador Cabral declarou que iria apoiar o tucano Aecio Neves caso o PT lancasse Lindberg Governador.
Estive conversando esta noite em Brasília com o Senador Lindberg. Bastava que eles tivesem ao menos ligado para ele para saber que não houve NENHUMA proposta de dois palanques no Rio. O que o Senador falou, seguindo o que o próprio presidente Lula já havia Falado, é que não se pode tratar o PSB como inimigo de classe, até para que este possa ser um aliado nosso em um eventual segundo turno, quebrando o isolamento que a direita tenta nos impor. Ele apenas sugeriu que a indicação da vaga no Senado em nossa chapa no Rio poderia contribuir para isso. O Palanque do Lindberg será a mais forte trincheira da campanha da reeleição de nossa presidenta Dilma. Nenhum outro candidato defenderá mais Dilma no Rio de Janeiro.
O momento pode ter sido impróprio e sua fala distorcida. Era de se esperar que os adversários se utilizem de nossas declarações fora de contexto, mas é de se estranhar esse comportamento de quadros do PT.
Eu já havia dito a Lindberg que existem dirigentes do PT que tomam café com ele, mas jantam e dormem com Cabral. Bastou a primeira oportunidade para comprovarem isso.
Neste momento em que todos nós nos solidarizamos com os professores e jovens que enfrentam as bombas de gas lacrimogêneo indiscriminadamente jogadas nas manifestações populares pelo Governo Estadual, ao invés de usar uma declaração fora de contexto para atacar Lindberg, deviam tomar uma atitude de defesa da imagem do partido e "pararem de envergonhar os militantes históricos do partido " saindo imediatamente do Governo Cabral. Atitude que precisamos tomar, tardiamente, já essa semana!
Washington Quaquá Prefeito de Maricá e candidato a presidente estadual do PT.

Outubro 10, 2013 Posted by | jornalismo, política | , , | 1 Comentário

TCU aprova parecer prévio sobre as contas de 2012 da presidente Dilma Rousseff

Fonte: Tribunal de Contas da União

Presidente do Brasil Dilma Roussef (foto: arquivo google)

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, na manhã desta quarta-feira (29), relatório e parecer prévio das contas do segundo ano do governo da presidente Dilma Roussef.

O parecer sobre as contas de 2012 foi aprovado, com ressalvas, pelo plenário do tribunal. Ao todo, foram emitidas 22 ressalvas, relacionadas a aspectos de conformidade da receita pública, da execução do orçamento e das demonstrações contábeis. Em decorrência das ressalvas apontadas e da análise do desempenho governamental, o TCU emitiu 41 recomendações dirigidas à Casa Civil, à Secretaria do Tesouro Nacional, ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e a alguns Ministérios, entre outros órgãos e entidades. Segundo o relator das contas do governo de 2012, ministro José Jorge, Essas recomendações visam a aprimorar a boa gestão dos recursos públicos e a assegurar a transparência em benefício da sociedade, ressalta.

O relatório e o parecer prévio serão encaminhados ao Congresso Nacional, que realiza o julgamento político. O TCU vai monitorar o cumprimento das recomendações e sugestões pelos órgãos e entidades fiscalizados. Na avaliação das contas do exercício de 2011, das 40 recomendações feitas pelo tribunal, 12 foram atendidas, três parcialmente atendidas, 13 encontram-se em fase de atendimento, 11 não foram atendidas e uma apreciação de atendimento encontra-se sobrestada pelo plenário do TCU.

Além de analisar a legalidade e a conformidade da execução orçamentária e financeira, o ministro José Jorge escolheu como tema o crescimento inclusivo. Nesse sentido, buscou evidenciar no relatório o desempenho da gestão pública em 2012, considerando a perspectiva de crescimento inclusivo traçada no Plano Plurianual atualmente vigente (PPA 2012-2015). Assim, foi dado destaque às políticas inclusivas, que devem ser capazes de promover a inserção produtiva de grupos sociais e regiões brasileiras, atendendo à proposta central do PPA em vigor.

Para o TCU, as análises realizadas consideraram que as políticas destinadas ao desenvolvimento regional, à educação básica, à saúde, à inclusão digital e a outras áreas de infraestrutura, são voltadas principalmente para a inclusão, mas, segundo o ministro José Jorge, Essas políticas podem não alcançar seus melhores resultados por problemas de concepção, execução ou acompanhamento, afirma. Com isso, o TCU procurou verificar a qualidade da gestão das políticas públicas nessas áreas em diferentes perspectivas, com vistas a aumentar a probabilidade de que haja êxito na atuação do governo.

Serviço:

Para ler a íntegra da decisão, clique aqui

Processo: 006.617/2013-1

Acórdão: 1274/2013-TCU-Plenário

Sessão: 29/5/2013

Secom – ABL

Tel.: (61) 3316-5060

E-mail: imprensa@tcu.gov.br

Maio 30, 2013 Posted by | jornalismo | , , , | Deixe um comentário

Lindberg Farias é o pré-candidato do PT para governador do Estado do Rio de Janeiro em 2014

527537_479709508707016_1496884391_n[1]O Diretório Estadual do PT no Rio de Janeiro acaba de decidir, por unanimidade, pela candidatura própria ao governo do Estado, em 2014, com Lindbergh Farias pré-candidato.

PT homologa candidatura de Lindbergh Farias ao governo do Rio

Senador já falava como candidato do partido e, em entrevista, demonstrou confiança

O diretório estadual do PT do Rio homologou neste domingo (11), por unanimidade, a candidatura do senador Lindbergh Farias à disputa pelo governo do estado do Rio de Janeiro em 2014. A escolha do partido rompe com os posicionamentos tomados nas duas últimas eleições, quando optou por apoiar o candidato do PMDB, e atual governador, Sérgio Cabral. A legenda de Cabral e Eduardo Paes já declarou publicamente que seu candidato é o atual vice-governador do estado, Luiz Fernando Pezão.

>> Lindbergh: confiante para a disputa pelo governo do Rio em 2014

Lindbergh Farias: PT homologou sua candidatura ao governo do Rio em 2014 neste domingo (11)Lindbergh Farias: PT homologou sua candidatura ao governo do Rio em 2014 neste domingo (11)

Em entrevista ao Jornal do Brasil em outubro, Lindbergh já falava como candidato do partido à corrida eleitoral e demonstrou confiança com suas chances no pleito:

“Não me vejo fora de um segundo turno por nada", disse na ocasião.

Disputa

A disputa política pelo governo do estado já parece desenhada entre Pezão, Lindbergh e o ex-governador Anthony Garotinho, segundo informaram cientistas políticos ao JB. O próprio senador reconhece a força que o deputado federal Garotinho tem nas urnas:

"Hoje, se tivesse um segundo turno, era eu contra o Garotinho. Ele mantém força no interior, na Baixada, ganhou em São Gonçalo. As pessoas têm mania de menosprezar sua influência. Eu não o menosprezo, sei que ele tem força. Quem quiser menosprezá-lo, que menospreze, e aí está a vitória em São Gonçalo", avaliou Lindbergh, referindo à vitória do partido de Garotinho nas eleições municipais de São Gonçalo.

>> PMDB perde 10 prefeituras em relação a 2008, mas mantém 55,4% dos eleitores

Lindbergh comentou também que gostaria de ter recebido o apoio do PMDB, mas que “não é papel do PT do Rio ficar o resto da vida” em segundo plano no estado do Rio. "Na verdade, meu sonho é que o PMDB me apoiasse. É natural que eles tenham sua própria candidatura. Mas o jogo vai ser muito duro com o Garotinho, que está com muita força”, afirmou.

Novembro 11, 2012 Posted by | jornalismo, política | , , , , | Deixe um comentário

PMDB, PSDB e PT conquistam o maior número de prefeituras

Extraído de: Agência Brasil

Ivan Richard e Marcos Chagas*

Repórteres da Agência Brasil

Brasília – O PMDB, partido do vice-presidente da República, Michel Temer, foi a sigla que conquistou o maior número de prefeituras 1.041 entre os 5.568 municípios onde houve disputa eleitoral. O PSDB ficou em segundo lugar, com 718 municípios, seguido pelo PT, que venceu em 566, de acordo com levantamento feito pela Empresa Brasil de Comunicação ( EBC ), com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em quatro cidades o resultado das eleições poderá ser mudado devido a decisões judiciais.

Criado no ano passado e disputando sua primeira eleição, o PSD saiu vitorioso da disputa pelo Executivo municipal em 502 cidades, ficando em quarto lugar, seguido pelo PP (472), PSB (428), PDT (319), PTB (297), DEM (278), PR (277) e PPS (126).

Entre as 26 capitais, o PSB, do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, foi a legenda mais vitoriosa, com cinco conquistas – Recife, Fortaleza, Cuiabá, Porto Velho e Belo Horizonte-, seguido pelo PT, partido da presidenta Dilma Rousseff, e do PSDB, do senador Aécio Neves (MG), que venceram em quatro cada. O PT ganhou em São Paulo, Rio Branco, João Pessoa e Goiânia. Já o PSDB saiu vitorioso em Teresina, Manaus, Belém e Maceió.

O PDT, do ex-ministro Carlos Lupi, ficou em quarto lugar em número de capitais conquistadas Porto Alegre, Curitiba e Natal , seguido pelo PP, PMDB e DEM, com duas cada. O PP, do deputado federal Paulo Maluf, ganhou em Palmas e Campo Grande, o PMDB, no Rio de Janeiro e em Boa Vista, e o DEM em Aracaju e Salvador.

Pela primeira vez em sua história, o PSOL ganhou uma disputa pelo Executivo municipal ao conquistar a prefeitura de Macapá. O PTC, PSD e o PPS também venceram a disputa em uma capital cada: São Luís, Florianópolis e Vitória, respectivamente.

Levando em conta a votação do primeiro turno, o PT foi o partido que recebeu o maior número de votos em todo o país, com 17.188.748, à frente do PMDB, que obteve 16.665.662 votos, conforme levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com base em dados do TSE.

O PSDB ficou em terceiro lugar em número de votos, com 13.842.265, seguido pelo PSB (8.600.892), PDT (6.248.481) e PSD (5.813.451). O PT conseguiu o melhor resultado, considerando o número de votos, porque obteve votações expressivas em grandes centros, como São Paulo, maior colégio eleitoral do país, Salvador, Belo Horizonte e Fortaleza.

*Colaborou Iolando Lourenço

Edição: Graça Adjuto

Outubro 30, 2012 Posted by | Eleições 2012, jornalismo, política | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Rodrigo Neves (PT) é eleito prefeito de Niterói

Rodrigo Neves venceu o segundo com 52,71% dos votos válidos

Felipe Peixoto (PDT) teve 47,29% dos votos válidos. Os votos brancos somam 4,13% e os nulos, 11,91%. A abstenção ficou em 21,67%

28/10/2012 | 18:59 | agência brasil

Rodrigo Neves prefeito eleito em Niterói, e seu vice Axel GraelPREFEITO e VICE eleitos de Niterói, Rodrigo Neves e Axel Grael no início da noite, logo após o encerramento da apuração e a coletiva para a imprensa.
Agora é oficial, NITERÓI É 13!!!

O candidato Rodrigo Neves (PT) venceu a disputa pela prefeitura de Niterói.

Com 98,08% da apuração nas sessões totalizada, Neves está com 52,71% dos votos válidos.

Confira a apuração dos votos em Niterói
Felipe Peixoto (PDT) está com 47,29% dos votos válidos. Os votos brancos somam 4,13% e os nulos, 11,91%. A abstenção ficou em 21,67%.

Neves, que integra uma coligação de dez partidos, foi o mais votado no primeiro turno, com 105,8 mil votos (39,35%). Ele é atualmente deputado estadual. Neves teve seu primeiro cargo eletivo em 1997, quando assumiu como suplente da Câmara Municipal de Niterói. Nas eleições de 2000 e 2004, foi reeleito vereador. Em 2006 e 2010, foi eleito deputado estadual. Já assumiu as secretarias municipais de Integração e Cidadania e de Desenvolvimento Econômico, além da Secretaria Estadual de Direitos Humanos.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 10,8 bilhões, a cidade é a 41ª maior economia municipal do Brasil e a quarta do estado do Rio de Janeiro.

Antiga capital do estado do Rio de Janeiro, Niterói tem 382 mil eleitores e é conhecida pela menor incidência de pobreza do estado (12%), atrás apenas de Volta Redonda. No entanto, enfrenta problemas comuns a cidades fluminenses, como a favelização e as moradias em áreas de risco. Em abril de 2010, chuvas deixaram dezenas de mortos e desabrigados, por causa de deslizamentos de encostas.

Outubro 28, 2012 Posted by | Eleições 2012 | , , , , | Deixe um comentário

Quaquá é recebido com festa pela multidão, no Comício de Ubatiba

O terceiro comício da campanha do Prefeito e candidato a reeleição, Washington Quaquá, realizado nesta sexta, 28/09, em Ubatiba, entra na história de Maricá como mais uma vitória na jornada política do município. Os moradores fizeram questão de comparecer para ouvir tudo que o petista tinha a dizer, mostrando-se favoráveis ao seu desempenho a frente da Prefeitura da Cidade.

DSC_7681

DSC_7750Após a apresentação dos vereadores, o candidato a vice, Marcos Ribeiro iniciou seu discurso. O professor de geografia falou sobre Quaquá ter cumprido com promessas de campanha feitas por diversos governantes. “Mais uma vez, o Quaquá honrou com tudo que deveria ter sido feito há pelo menos 100 anos. Como vocês sabem, não sou professor de história. Mas posso garantir que Maricá estava parada no tempo, em 1910. Isso acabou. Quaquá está revolucionando todo o espaço e o tempo da cidade. Eles fez com que as coisas finalmente começassem a andar. Parabéns, Quaquá e vamos rumo à vitória”, parabenizou.

DSC_7772O ex- vereador Paulo Maurício pediu para o povo não se deixar enganar com as mentiras que estão sendo divulgadas pela oposição. Segundo ele, Quaquá foi o primeiro prefeito que realmente se preocupou em direcionar o uso do dinheiro público com coisas que realmente beneficiariam a população, como na decisão pela compra de máquinas para realizar as obras da cidade. “Antes, gastava-se dinheiro pagando aluguel dos equipamentos. O Quaquá resolveu acabar com isso”. E apontando para o prefeito, continuou. “Antigamente, o Fantástico vinha aqui em Maricá, para fazer matérias negativas da cidade. Esse ano, eles vieram para fazer o concurso ‘Garota Fantástica’.Você comprou dois rolos compressores. E são esses rolos que vão acabar com essa gente que estava aí. Você vai passar o rolo neles. Por isso, a oposição está desesperada, tentando de todas as formas. Mas o caixão está fechado com esse comício aqui em Ubatiba. Então, rumo à vitória”, gritava emocinado.

A multidão foi ao delírio. Em coro, enquanto os fogos ganhavam os céus, os moradores cantavam sem parar “Olê, olê, olê, olá, Quaquá, Quaquá”.

Como não poderia deixar de ser, o prefeito falou sobre suas realizações durante esses 3 anos e 9 meses de governo e se desculpou pelos erros cometidos. “Meus amigos, daqui e de todo o município, eu queria pedir desculpas porque há um mês estive no Rio, num encontro com o governador e não pude vir a uma reunião aqui. Deixei esse furo. Então, desculpa. É com imensa satisfação que estou aqui, vendo como esse comício está além de animado. Eu tive pouco tempo de campanha, de governo, porque peguei a prefeitura com mais de 70 milhões em dívidas. Fiquei doido para pagar. Sofri muita sabotagem e acabei não conseguindo fazer tudo que queria. Muita gente reclama que eu sumi das ruas. Meu filho também reclama que eu sumi de casa. Mas Deus é grande. Vocês vão ver o que vai acontecer com essa gente nas eleições. Não tenho feito promessas nos comícios, tenho falado do que estamos fazendo e do que já foi feito”, explicou.

DSC_7797DSC_7825

Quaquá também falou sobre a preocupação com a Saúde do município e a questão polêmica dos netbooks. “Nós temos problemas na Saúde. Ela ainda está muito inferior ao que eu queria, do que o povo precisa. Ainda tem muita gente boicotando. Mas a UPA foi o início da mudança que vamos realizar. Quanto aos laptops. Eles me ajudaram a garantir tecnologia para as crianças. Muita gente reclama que eu dei netbook para as crianças brincarem. Só o filho do rico que pode brincar? Do pobre não tem direito, não?, questionou. E completou: ”Brincando, as crianças também aprendem”.

O prefeito anunciou novidades para Ubatiba, algumas já em andamento. “Ano que vem, vamos iniciar a construção de uma creche aqui. Vamos continuar asfaltando as ruas. As máquinas que vão construir a Escola técnica aqui, vocês já estão vendo ali, na Igreja de Nossa Senhora da Saúde. Esse é um ganho fundamental para o nosso povo, para as nossas crianças, porque vai oferecer cursos técnico e superior para 1200 alunos, num Campus com 35 mil m². Por isso, eu fico feliz se vocês apertarem o ‘13’ no dia da eleição. Por isso, a gente conta com todos vocês para dar uma surra eleitoral”, finalizou sorridente.

Setembro 30, 2012 Posted by | Campanha Eleições 2012, Eleições 2012, Maricá | , , , | Deixe um comentário